Didi_Junior - Vilaça

Nome: Valdir Júnior
Sexo: Masculino
Localização: Betim, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 3 de Outubro
Cadastro:

Star Trek, uma Jornada nas Estrelas

Postado

Star Trek, uma Jornada nas Estrelas

Por que Star Trek é tão fascinante e até hoje conquista novos fãs? Esta é pergunta que continua a ser feita a mais de cinco décadas. A resposta não é simples e que requer muitos estudos e abordagens, afinal nós estamos falando de um dos maiores sucessos da ficção científica e um exemplo de longevidade sem igual.

A franquia se iniciou na TV em 1966, pelas mãos e genialidade de Gene Roddenberry, uma das mentes mais criativas do século 20. Ele foi um grande diretor e produtor norte-americano, que ficou mundialmente conhecido por suas séries de ficção científica, mais especialmente pelas séries Star Trek. Gene nasceu no ano de 1921, na cidade de El Paso, Texas, mas passou sua infância e juventude em Los Angeles. Inicialmente pensou em ser policial, mas logo se interessou pela engenharia aeronáutica e obteve a sua licença como piloto. Sua vida de escritor começou quando ele se encontrava no Pacífico Sul, quando passou a vender seus artigos para as revistas especializadas em aviação. Quando a Guerra terminou, ele se tornou piloto comercial da Pan Am, além de estudar literatura na Universidade da Columbia.



Ele via a televisão com um grande futuro para a sociedade do século 20 e por conta disso deixou a vida de piloto, mudou-se para Hollywood onde foi trabalhar como policial da Califórnia, e também, roteirista, mas logo resolveu se dedicar exclusivamente a sua carreira de escritor e a criar novas séries. Nesta época conheceu alguns atores que posteriormente encabeçariam a série “Star Trek”, entre eles DeForest Kelley (Dr. McCoy), Leonard Nimoy (Spock) e Nichele Nichols (Uhura). Ele foi também produtor executivo da série Star Trek A Nova Geração e consultor de vários filmes da franquia para o cinema. Gene Roddenberry faleceu em 1991, mas deixou um imenso legado. Ou melhor dizendo, uma imensa jornada.

Muitos especialistas das mais diversas áreas vivem tentando entender as razões do grande sucesso e duradouro da franquia, não só nas séries, mas também em livros, cinema e fan-fics. Talvez o seu principal fascínio seja o convite para vivermos uma grande aventura, a oportunidade de explorar novos mundos, para pesquisar novas vidas, novas civilizações – audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve. E a série se caracterizou por capturar apaixonados nos lugares mais remotos do planeta. Por onde quer que formos, vamos encontrar no mínimo alguns fãs mais fiéis, carinhosamente chamados de “Trekkers”.



A primeira série produzida foi originalmente chamada Star Trek, seguia as aventuras interestelares do Capitão James T. Kirk e sua tripulação dentro da nave espacial da Federação Unida dos Planetas, a U.S.S. Enterprise. Posteriormente foi renomeada para Star Trek: A Série Original. Essa série deu origem a criação dos spin-offs Star Trek: A Série Animada, A Nova Geração, Deep Space Nine, Voyager, Enterprise e mais recentemente Discovery. As seis primeiras são consideradas parte da mitologia de Star Trek. A série Discovery, embora tenha a premissa básica de suas predecessoras (A Federação Unida de Planetas, a Frota Estelar, etc), ainda gera algumas polêmicas, por trazer alguns conceitos tecnológicos e históricos divergentes do cânone de Star Trek estabelecido ao longo de 50 anos.

A literatura surgiu praticamente junto com a franquia da TV. Desde 1967, centenas de livros originais, contos e adaptações das séries de televisão e filmes foram publicados e consagram autores como Mack Reynolds e James Blish. Vários atores das séries de televisão também já escreveram ou co-escreveram romances contendo seus respectivos personagens: William Shatner, John de Lancie, Andrew J. Robinson, J. G. Hertzler e Armin Shimerman. A produtora Jeri Taylor escreveu dois romances contendo os personagens de Voyager antes de a própria série ser lançada, e os roteiristas David Gerrold, D. C. Fontana e Melinda Sondgrass já produziram alguns bons livros.



Outro ponto interessante é que Star Trek foi responsável por muitas “previsões” de avanços científicos e tecnológicos, feitas nos episódios de forma muito natural, tais como telefone celular, comunicadores, memória flash, monitores de TV com tela plana, tradutor universal, Hipospray (pistola de vacinação pressurizada), feisers, alumínio transparente, etc. Afinal, quem na época (nos anos 60 e 70) pensaria que seria possível ter um comunicador de bolso ou um computador portátil capaz de escanear, gravar e analisar dados? Bem, muitos atualmente possuem um smartphone, mas naqueles tempos isso era inimaginável!



Vale destacar o otimismo da visão de Roddenberry ao colocar na ponte da Enterprise um piloto oriental, um navegador russo, uma oficial de comunicações negra, um engenheiro escocês e um primeiro oficial alienígena, concebendo um futuro cheio de conquistas, no qual a humanidade está unida por um mesmo e nobre ideal e onde as diferenças étnicas, religiosas, políticas, de gênero, raça, etc, estão completamente superadas em favor dessa humana unidade que transcende o espaço e o tempo e se estende por todo o universo, onde a miséria, a guerra, a poluição, a violência, o preconceito passam a fazer parte de um passado primitivo que o ser humano soube entender e superar.
Quem um dia a vida real não copia a fantasia? É uma esperança boa de nós cultivarmos, para quem sabe, ajudar a criar num futuro não tão distante, uma vida longa e próspera.


Permalink Comentários (0)

[27/06/2018] Super-Heróis ou Super Humanos?

[08/06/2018] Star Trek vs. Star Wars: Uma Comparação


Atualizações do Usuário

Usuário: Didi_Junior
Adicionei um novo capítulo
História: Antonia (O Intruso)
História: Antonia (O Intruso)
Depois de quase dez anos ocupando a cadeira na ponte da Enterprise e três anos servindo no Quartel General em São Francisco, James T. Kirk resolveu que era hora de deixar a Frota..
Usuário: Didi_Junior
Adicionei um novo capítulo
História: Antonia (O Intruso)
História: Antonia (O Intruso)
Depois de quase dez anos ocupando a cadeira na ponte da Enterprise e três anos servindo no Quartel General em São Francisco, James T. Kirk resolveu que era hora de deixar a Frota..
Usuário: Didi_Junior
Favoritei a história
História: The newspaper of tomorrow (AU)
História: The newspaper of tomorrow (AU)
Essa fanfic é uma adaptação da minha obra “Um simples amanhecer”. Hermione Granger é uma esforçada jovem que faz faculdade de jornalismo. Devido a várias situações não pensa e..
Usuário: Didi_Junior
Favoritei a história
História: The newspaper of tomorrow (AU)
História: The newspaper of tomorrow (AU)
Essa fanfic é uma adaptação da minha obra “Um simples amanhecer”. Hermione Granger é uma esforçada jovem que faz faculdade de jornalismo. Devido a várias situações não pensa e..
Usuário: Didi_Junior
Adicionei um novo capítulo
História: Antonia (O Intruso)
História: Antonia (O Intruso)
Depois de quase dez anos ocupando a cadeira na ponte da Enterprise e três anos servindo no Quartel General em São Francisco, James T. Kirk resolveu que era hora de deixar a Frota..