1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. volodymyrovychy >
  4. Histórias

volodymyrovychy - Histórias

8 histórias

The fire and the water escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction The fire and the water
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.311
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabble, Drabs, Drama / Tragédia, Droubble, Fantasia, Lírica, Romântico / Shoujo
Eram inteiros, múltiplos dilacerados, tanta matemática que para meus ouvidos tão singelos era inoportuno. As estrelas morrem no céu e buscam saber a verdade entre nós, que, para ser franco, no fim não era nada além da necessidade.
E nem sabíamos o que significava. Não até eu perceber que seu toque era o que me atraía, a vontade de morrer, de doer em suas mãos, de te sentir por inteira. E, mesmo assim, necessidade pra mim era só sentir a brisa, ter você e ser você, por nós. Quem sabe, um dia, Água. Quem sabe um dia deixaremos a história da singularidade que envolve uma única matéria e, então, nos diluiremos em amor e nada mais. Estou cansado da velha história de sermos inimigos. E não é por falta de tentar. Você também não pode dizer que não tentou. Somos nós agora. Genuinamente.

“[...] Acho que no final, somos apenas vestígios do que fingíamos ser [...]


~baseada na comic Hold Close
  • 11
  • 6

E o violino chora escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction E o violino chora
Concluído
Capítulos 1
Palavras 127
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica, Poesias
Mostre-me teu corpo; tocá-lo-ei de bom grado; farei-te chorar à luz da lua branca que vos fascina. Mas, por certo, diria eu que o choro só se faz quando o grave canta – e que queres? Competes, então, com meu violino? No grito ou no choro? Na melancolia, quem sabe?
Siga apenas o compasso, extravase em minha cama e diga que de vida, já és cheia por demais – só não culpe ao tempo, nem mesmo ao choro.
  • 16
  • 3

Morte súbita escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Morte súbita
Concluído
Capítulos 1
Palavras 292
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabs, Lírica, Mistério, Poesias
Realmente, não é nada. Nunca foi. Gostaria eu de chamar o concreto dos meus sentimentos em arte, mas já não se mora minha coragem no amor.
Peguei uma tela e, com amor (ou nada), pintei arte e achei você, seja em meus versos ou no meu coração – cheio de nada.
Devaneio profundo que leva-me à loucura, me apunhala e mata pelas costas, tudo isso apenas por nada.
Amor é arte, nada é nada. Mas nunca foi; arte é nada, amor é você.
  • 9
  • 3

Desmembrado escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Desmembrado
Em andamento
Capítulos 1
Palavras 396
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica
E, perguntam, que título mais estranho, não seria um equívoco? Vos digo que não.
Há um tempo, eu pensei em criar algo como isso para expressar alguns de meus pensamentos confusos, mas que tolice, achei que seria perda de tempo. Mas não, gostei da ideia. Minhas ideias desmembram-se, de repente, nesses fragmentos de textos, ora momentâneos, ora genuínos. De qualquer forma, carrego a coroa pesada de pensar. Isso mesmo, sou a rainha da área, só não me chame de perita.
Não sei o que procuras aqui, mas digo-lhe boa sorte. Bem-vindo a meu mundo.
  • 12
  • 5

Anestésico escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Anestésico
Concluído
Capítulos 1
Palavras 463
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica, Poesias
Ela, mais do que tudo que possa viver, é uma metamorfose, algo tão incompreensível como o ar, a terra, a água e o fogo.
Mas o que eu poderia dizer mais a ela? Queria eu poder tomar junto café contigo, me desculpe. Até o final desse texto, a cafeína já vai ter tomado seu coração, e eu...? Eu vou ter esfriado junto a sua xícara.
Parabéns, ademais.
  • 14
  • 4

Pour la plus belle de toutes le roses escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Pour la plus belle de toutes le roses
Concluído
Capítulos 1
Palavras 132
Atualizada
Idioma Português
Categorias O Pequeno Príncipe
Gêneros Lírica, Poesias
"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante"

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"

– O pequeno príncipe.

Dediquei tanto, tanto tempo, que esqueci da importância do saber quem és. E rosa, foste tão egocêntrica, ao meu ver. És assim, não? Mas... Cativei-te, afinal. Sou responsável por ti agora. Ficarei, então, até o último segundo de minha vida, mesmo que o espelho da vaidade esteja sempre em ti. Foste minha rosa, e nada mudara; apenas a importância – mas que descuido!
  • 28
  • 3

Troisième acte escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Troisième acte
Concluído
Capítulos 1
Palavras 380
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Drabble, Drabs, Drama / Tragédia, Droubble, Mistério, Misticismo, Poesias
E maldade é só pra quem vive. Viver o quê? Tuas mazelas morais? Obrigado, abaixe as cortinas de minha vida, chama-me de pecador, de ateu, mas não diga que não avisei. O mais doce pecado é aquele não visto. E que fiz eu a não ser rezar? Sarcasmo jura que é certo, mas não aguenta sequer a verdade dos celestes. Ria, ria mais; o teatro é a comédia moral, não o julgamento final – ou seria?
  • 10
  • 4

Sina (mas não diga que sou eu!) escrita por volodymyrovychy

Fanfic / Fanfiction Sina (mas não diga que sou eu!)
Concluído
Capítulos 1
Palavras 220
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabble, Drabs, Drama / Tragédia, Droubble
Sina, acaso, sorte, fado, destino ou você; chame do que quiseres chamar, só não chame de nós (e nem de amor).
  • 11
  • 3