1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Epilif

Epilif

Epilif
Nome: Filipe
Status: Usuário Veterano
Sexo: Masculino
Localização: Balneario Camboriu - SC
Aniversário: 13 de Novembro
Cadastro:

Epilif


Oi meu nome é Epilif e tenho 19 novembros de idade, sou uma pessoa feliz, gentil, divertido, sonhador e muito alegre, gosto bastante de animes e de séries de televisão como Teen Wolf, Arrow, Gothan, The Vampire Diaries, The Originals, Supernatural, Flash, Super Girl, The Big Bang Theory, Mom, Jessica Jones, Charmed, NCIS,CSI: NY e Miami, Criminal Minds, The 100, Once Upon a Time e Marvel's Agent of Shield.
Gosto de todo tipo de Ship e Bromance pois acho muito engraçado e aprecio muito a leitura que envolva mistério, magia, aventura e comédia.

The Prophecy

Postado

Um ser humano sem emoções é a mesma coisa que; uma música sem melodia, uma flecha sem arco e uma família sem amor. A incapacidade de demonstrar suas emoções te torna uma falha.



✴› Básico

— Nome completo:
Elliot Solano

— Apelidos:
Liott

— Idade + Data de nascimento:
Nascido 12/11/1999 - 19 anos

— Orientação sexual
Bissexual

— Aparência:
Alberto Rosende






✴› Pessoal
— Personalidade;
Elliot desde criança sempre teve uma índole boa, optando pelo certo e correto. Com a criação que teve de seus pais era nítido a bondade explícita que emanava. O que até hoje carrega consigo mesmo. Com o tempo e o seu crescimento, a adolescência tirou um pouco da pureza que ele tinha, mas não completamente.

Esforçado, é um jovem que quer acima de tudo quer conquistar os seus sonhos, tanto na música e na arte. Elliot é carismático com todos aqueles que ele conhece, se mostrando um bom anfitrião, mesmo que isso signifique ser cordial até mesmo com aqueles que ele não admira. Sempre é dito ser um bom amigo, mesmo que ele não concorde, pois sente que está fazendo apenas a "sua parte" e apoiando aqueles que precisam.

Não demonstra perto de pessoas a ansiedade que sente, se mantendo privado para não ser percebido. O que causa sua ansiedade são acidentes de maiores proporções que o levam a crer que algo de pior possa vir, mas, ele tenta bloquear todos os pensamentos negros com a fé que sua avó o passou. Vindo de um família religiosa, sempre deu valor a fé, e o poder que ela carrega é o que ele usa para transmitir aos seus amigos em forma de oração para os proteger.

Engana-se quem pensa que ele é um santo. Elliot é um jovem que aprendeu a absorver os ensinamentos bons em sua vida, porém, ele não troca sua liberdade por nada, sendo um jovem que adora se divertir e viver sua juventude. Mesmo que significa se colocar em alguns problemas, onde tentará resolver para a situação não ficar pior

Com educação e simpátia conquista muitas pessoas, e também deixa outras com muita raiva. Houve um tempo onde chegou a sofrer por conta de sua bondade, porém soube superar bem com a ajuda da família e amigos.

Fã da música, é amante do piano e da lira, o primeiro ele chegou a estudar, sabendo tocar lindamente, já o segundo é apenas por hobby. Adora conversar com os amigos. É fã de história e de biologia, matérias na qual tem destaque. Assim como todo jovem, Elliot, ama festas, só que sempre bebendo com moderação.

Sendo um garoto inteligente, tem um pensamento rápido e ágil, não que seja um calculista, mas sabe como usar o seu conhecimento quando a situação a pede. Sofre com a necessidade de ter uma resposta para tudo de vez em quando, mesmo que a resposta já esteja na sua frente.

Por fim, Elliot é um jovem comum, com alguns talentos escondidos que podem surpreender aqueles que o diminuem.


X


— Como descobriu a existência de seres místicos;
Aos 14 anos de idade, voltando para casa junto com seus avós por uma estrada escura e pouco iluminada na época em Fearwood, são atacados por uma enorme criatura.

Aquele borrão escuro, em forma de animal, fica gravado até hoje em sua memória. Não se sabe como aconteceu, mas Elliot estava certo de que aquilo não era normal, e que Fearwood escondia segredos.

A polícia declarou como ataque de urso. Porém sádico, e aborrecido pelo fato de seus avós terem se machucado, na frente do xerife falou: Desde quando ursos uivam durante a noite de lua cheia. Clichê, não?

Inconformado pelo fato de não irem mais a fundo. Prometeu aos pais aceitar a declaração da polícia, porém para Elliot ainda era nítido e marcante, já que a criatura deixou uma leve cicatriz de lembrança em seu peito, que aquilo não era normal e sim sobrenatural.

Mas após anos, a confirmação só veio à tona, quando Olívia explicou o verdadeiro motivo de Elliot ter os seus poderes.


X


— História;
A família Solano, sempre residiu em Fearwood. Não são como uma das famílias fundadoras, mas tem o seu reconhecimento entre outras famílias importantes. Os responsáveis por isso são Marceline e Robert Solano, avós de Elliot.

Nascido no dia 12 de novembro de 1999, a vida de Elliot foi normal como a de qualquer outro garoto. Crescendo sendo sempre vigiado  por seus pais e avós, o jovem perdia um pouco da sua privacidade, e como filho único, sempre tinha muita a atenção que não desejava. Até hoje é visto como um santo por sua família

Para se aliviar do incômodo da sua família em cima toda hora, Elliot decidiu estudar piano como uma forma de se desestressar, algo que o ajudou muito. As aulas de piano o faziam se sentir livre, e sempre estava satisfeito com a forma que sempre tocou. Seus pais ficaram impressionados com a atitude de uma criança de 9 anos decidir por ela mesma estudar um instrumento tão clássico.

Mesmo tendo um lado mais romântico, sendo demonstrado pelo piano. Elliot possui um fascínio por arco e flecha, desde a primeira vez que de fato parou na frente da tv para ver as olimpíadas. Como em Fearwood não tinha aulas de arqueria, o menino descobriu que seu avô tinha aptidão em manusear o arco, o que fez Elliot passar um pouco de mais tempo com o seu avô, e conhecer mais de seus antepassados. Saber que a família Solano era de origem espanhola, fazendo Elliot descobrir suas raízes com a Espanha.

Quando tinha 14 anos, voltando de uma viagem com seus avós a noite, o carro em que estavam é atingido por algo enorme fazendo o avô de Elliot perder o controle e bater em uma árvore. Todos não ficaram tão gravemente feridos, porém, alguma coisa começou a atacar o carro, as garras quebraram os vidros e arranhavam o metal do carro sem muita dificuldade, uma dessas garras perfurou o peito de Elliot, deixando uma cicatriz que o mesmo carrega até hoje.

No hospital, Elliot relatou o ataque a polícia, que declararam como ataque de urso, o que deixou o jovem furioso, porém Elliot desconfiava que Fearwood tinha seus segredos e ele queria descobrir.
Ao voltar para a escola, ao invés de receber apoio dos seus colegas, sem entender, virou motivo de piada na escola. A falta de sensibilidade fazia com que Elliot se sentisse mal, o menino sentia que ele absorvia todos aqueles sentimentos ruins o deixando num estado melancólico profundo, sendo salvo por uma pessoa que ele ao menos conhecia, Olívia.

Sua amizade com a caçula da família Culbert, foi essencial para sua recuperação. O que o ajudou a conhecer mais de si mesmo, e de até onde suas capacidades são capazes de alcançar, fazendo Elliot ter coragem de enfrentar seus medos, e lutar por suas ambições fazendo o descobrir mais sobre a sua bissexualidade, após ir em uma festa com Olívia, onde ficou com um garoto pela primeira vez.

Elliot prometeu a si mesmo mudar um pouco sua vida após quase morrer com seus avós, a vida tinha que ser seguida corretamente, porém não podia deixar de aproveitar as oportunidades e os momentos que a vida te proporciona. Porém depois desse dia ele sentia e sabia que sua vida já não era mais a mesma. Para Elliot, todos os sentimentos, literalmente, estavam mais intensos de ser sentidos, e quê, perto de algumas certas pessoas, parecia se intensificar ainda mais.


X


— Família


Robert Solano
69 anos
Avô de Elliot
Arquiteto aposentado
Ser avô de Elliot para Robert é tudo neste mundo. Super protetor e carinhoso, Robert tenta fazer de tudo para que Elliot se sinta bem. É um avô sempre presente e ajuda do jeito que pode o seu neto. Ensinou pessoalmente a usar arco e flecha.



Marceline Solano
65 anos
Avó de Elliot
Designer de interiores
Marceline é aquela avó bonita que faz todos os netos passarem vergonha, fazendo isso de propósito para irritar Elliot. Marceline não nega o seu amor pelo neto que tem, Elliot é uma das únicas pessoas com quem ela não consegue ficar brava. Dá suporte e apoio para tudo o que escolher, torce para que se inscreve num reservatório de música.



Daniel Woods
41 anos
Pai de Elliot
Médico
Daniel é um pai engraçado, presente e amável. Ensinou desde cedo a Elliot ter uma boa educação e ser gentil com todos. Quando pode, sempre passa um tempo com o seu filho, indo jogar videogame com ele. Daniel sempre espera que Elliot se abra com ele, e como o próprio Daniel pensa, ele é o melhor amigo de Elliot.



Rosie Solano Woods
40 anos
Mãe de Elliot
Designer de interiores
Rosie é uma mãe superprotetora que cuida todos os passos de seu filho. Elliot as vezes se sente sufocado, não apenas por todos os cuidados, mas pelo amor excessivo que sua mãe o dá. Ambos se amam muito, e Rosie é a única na família que consegue dar uma bronca em Elliot.


X


— Profissão;
Estudante. Elliot continua ainda estudando e pretende se formar o mais rápido possível para cursar a faculdade e começar a viver sozinho.
Atualmente, além de estudar somente, Elliot é voluntário na clínica veterinária de Fearwood, como auxiliar, isso durante a quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira.


X


— Curiosidades;

Elliot toca docemente o piano. Sua família insiste que ele entre num reservatório de música.

Com seu avô, Robert, Elliot aprendeu a manusear o arco e flecha. Atualmente fica apenas como hobby.

Elliot usa óculos apenas para ler. Elliot possui uma ótima visão, mas usa óculos apenas para parecer mais inteligente.

Elliot carrega até hoje uma cicatriz no meio do seu peito. De alguma maneira ela não desaparece.

✴› Relações
— Par?
(X) Sim, você escolhe;
Elliot é muito amoroso sabendo se entregar de coração a quem ama. Zeloso, e jamais seria capaz de trair, pois acredita fielmente no amor. O lado ruim é que ele pode se tornar bobo não sabendo ver bem a suas decisões. Num relacionamento, Elliot espera que receba o mesmo sentimento que ele oferece. Não é do tipo ciumento, curte dar e receber liberdade para sair com os amigos com toda a confiança. Como dito que ele se entrega de coração, se um dia o jovem Solano for traído, pode ter certeza que o relacionamento vai acabar sem perdão, ou pelo menos, sem desculpas.

( ) Sim, a Olívia Culbert.
( ) Sim, o Nicholas Finland.
( ) Sim, a Rosie LaVille
( ) Não


— Amigos;
O ouvinte do grupo, conselheiro com bons conselhos, e a farmácia ambulante, já que sempre anda com analgésicos. Com seus amigos é sempre verdadeiro e cuidador, se importa com as ações do amigos, apoiando os sempre para as melhores decisões. Quando ele vê que a pessoa precisa tomar um copo de realidade, não se importa em falar a verdade na cara, não como uma forma grosseira, mas de amor. Prefere sempre estar com os amigos, seja para sair ou assistir um filme na casa de alguém. Sempre encontra uma disponibilidade para conversar com seus melhores amigos. Não é surpresa que Elliot tenha a facilidade de fazer amigos, seu carisma é encantador para alguns e estranho para os outros.


— Inimigos;
Um inimigo é algo que ninguém neste mundo gostaria de ter, Ellliot então, jamais gostaria de ter um. Não pelo fato de ter medo, mas de saber que sempre um dos dois sempre sai perdendo, e pela sua lógica, o bem sempre supera o mal.
Elliot pode parecer um bobão, alguém burro e emocional demais, mas é aí que você se engana. Suas emoções são bem controladas, fazendo o não ser tão facilmente manipulado. Pode até seguir o ritmo do seu inimigo, mas estará preparado para contra-atacar.
Jamais dúvide-se de um inimigo, não importa a força ou a inteligência, esteja preparado para surpresas e saiba reagir na hora certa.


— Escolha um de meus personagens e descreva a relação com o mesmo: A escolhida, Olívia;
Elliot e Olívia se tornaram amigos após o acidente que Elliot sofreu junto de seus avós. Enquanto do nada todo mundo pareceu ser tão antipáticos, Olívia foi alguém que chegou simplesmente do nada, fazendo mudar um pouco a sua vida. Dessa amizade nasceu um certo vínculo de irmãos, quando ela precisa de apoio é o seu abraço amigável que a acalma e vice versa.
Ambos são moradores "antigos" de Fearwood porém nunca tiveram contato um com o outro, até agora. Isso mostrou que quase uma amizade verdadeira foi perdida.
Elliot tende a ser o cabeça muitas vezes, por incrível que possa parecer, Olívia percebe que era quase impossível esconder a verdade do coração aos olhos de Liott.



✴› Questionário I
— Habilidade em especial;
Empatia - A Empatia é um poder que permite ao usuário a capacidade de ler ou sentir sentimentos e emoções. Elliot pode sentir as emoções humanas quando está próximo ou chega a tocar em qualquer pessoa, e também é capaz de visualizar por 5 segundos mentalmente a razão da causa dos sentimentos. Pode muitas vezes ser atraído sem perceber até objetos com grande carga emocional, seja ela positiva ou negativa.



*Com o tempo, aprendeu que seus poderes não apenas servem para sentir, como também ajudam a curar feridas emocionais. Com concentração e grande gasto de energia, Elliot consegue curar feridas que prejudicam a alma de qualquer ser humano, desde a depressão (Um combate que pode leva-lo a morte), mágoas, tristeza, solidão e por assim em diante...


— Seu personagem trairia?
Não! Porém, poderia agir como um agente duplo em prol dos seus aliados e amigos. Elliot reconhece a sua integridade, não seria capaz de trair a confiança de seus parceiros.

— Mataria?
Uma pergunta que só o tempo e o tipo de situação que Elliot estiver, dirá! Matar, por simplesmente matar, não combina com Elliot. O bom é sempre agir para que o inimigo seja preso e pague pelos crimes. Porém ver seus familiares e amigos sendo torturados e a beira da morte nas mãos de um assassino, qualquer um tomaria as providências erradas, acho que neste quesito, Elliot mataria para proteger nos últimos dos casos.

✴› Questionário II
— Está ciente de que seu personagem pode ser ferido, preso, torturado ou até mesmo morto? Abandonaria a fanfic caso isso acontecesse?
Não abandonaria a fanfic, mas séria difícil (risos). Gosto de ver o desenvolvimento da história, e o como a fanfic tem uma pegada sobrenatural, não iria conseguir deixar de acompanhar.


— Irei tentar postar ao menos um capítulo por semana, mas está ciente que, vez ou outra, os capítulos poderão atrasar devido a falta de criatividade ou problemas pessoais?
Claro! Entendo perfeitamente.


— Algo a mais?
The Curse Is Killing Us !

Permalink Comentários (0)

[16/05/2018] Ficha para Phoebe Caulfield e o Juramento dos Renegados - Interativa (Ciano Belonte)

[10/02/2018] Crossfire - Interativa

[30/01/2018] Pokémon Delta Emerald

[24/05/2017] Gossip Girl - A Garota do Blog - Interativa


Atualizações do Usuário

Usuário: Epilif
https://www.spiritfanfiction.com/historia/auspicios-12817695
História Auspícios
História Auspícios
História Auspícios - História escrita por Epilif - Uma vida normal é o que todos querem. Por azar da curiosidade o jovem Dimitre descobre um mundo onde não deveria..
Usuário: Epilif
@SeventhDevil Desculpa, eu estava afastado/ainda estou do spirit por conta da faculdade. Perdão amigo!
Usuário: Epilif
@G4BRIL Esse icon da Nessa tá TOP!
Usuário: Epilif
@G4BRIL Estou te devendo dois comentários. Mas a semana tá foda mesmo. Quero ter tempo para ler direitinho e não me perder na história
Usuário: Epilif
@G4BRIL Sim!!! Com 3.000 palavras. Irei ler assim que eu terminar de estudar