1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Expectadora

Expectadora

Expectadora
Nome: Bárbara Vitória de Sousa Thomás
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização:
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Expectadora


Em altas Expectativas

TAG - Entrevistando o Escritor Expectadora

Postado

TAG - Entrevistando o Escritor Expectadora

No jornal de hoje falaremos sobre a influencia do corpo ideal na romantização e criação de fanfics.
Ao longo dessa plataforma, é comum encontrar diversos tipos de temáticas e histórias sobre os personagens mais queridos de cada categoria. Logicamente por esse ser o principal objetivo do site: criar as historias que você gostaria que acontecesse com os personagens que tanto ama.
Todavia, diante de toda a criatividade encontramos um problema que por sua vez não é muito abordado. A falta de representatividade de personagens com péssima aparência. Até mesmo personagens considerados bastantes amados pelos fandons e que possuem importante papel dentro de sua via de entretenimento (seja livro, filme, série etc) não possuem nada mais que uma participação secundária na maioria das fanfics, ou então exercem um papel voltado à comédia, nunca possuindo um romance sério e dramático sobre si.
Logicamente que se trata de uma questão social: personagens bonitos são popularmente mais interessantes para romance. Contudo promover uma maior representatividade de personagens longe do ideal de beleza não só seria uma mudança do típico clichê como seria uma grande inclusão de grande parte dos leitores que se enquadram longe desse ideal.
A seguir entrevistaremos uma autora conhecida por gostar de dar voz a personagens menos conhecidos: Expectadora.

Mas antes de tudo as regras já que essa tag foi criada pela @Srta__Wu (com dois underlines) e a bendita vai ter que ler TUDINHO



1 - Todos podem participar.

2 - Monte o jornal respondendo livremente às seguintes questões sobre a sua fic que foi indicada:
Citação:

I - O que levou você a escrever essa fic? Desafio? Compartilhar alguma ideia? Uma história para conscientizar alguém?

II - Como tirou inspiração para escrever essa fic? (Séries, músicas, memes, experiência pessoal...)

III - Quais dificuldades você teve para escrever essa história?

IV - Qual a parte favorita da história?

V - Alguma curiosidade que queira contar sobre a fic?


3 - Em seguida, você pode citar as histórias que você mais gostou de escrever.

4 - Para finalizar, indique os escritores e suas respectivas fics que você gostaria de saber mais.

5 - Ao postar o jornal, não retire as regrinhas sobre o funcionamento da brincadeira.

6 - O título do jornal deve ser “TAG - Entrevistando o escritor (seu user no Spirit)”, assim fica mais fácil de localizar outras pessoas que estão participando e ler o jornalzinho do outro para conhecer novos escritores e suas histórias.



Vamos às perguntas:

I – O QUE LEVOU VOCÊ A ESCREVER ESSA FIC? DESAFIO? COMPARTILHAR UMA IDEIA? UMA HISTÓRIA PARA CONSCIENTIZAR ALGUÉM?
Eu diria que os três motivos? Acho que nunca escrevo uma história por um motivo só ou, no mínimo, encontro mais outros para me ajudar a permanecer motivada. Vamos por partes. Como autora sempre me motivei a me desafiar e tentar fazer o máximo de coisas novas que eu puder, ao ponto de que eu acabei por ter prazer em fazer isso. Adorava não repetir ships e estava ficando meio sem ideias kkkk. Claro sempre tive alguns conceitos na minha mente, mas nada que fosse concreto o suficiente para me motivar a escrever. Lembro que na época a @Lucy_Yagami tinha pedido o Ship MiraxDroy e que, em homenagem do Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência a @Daroon havia criado um desafio de inclusão. Outra coisa que sempre havia me incomodado era a popularidade de ships famosos que se sobressaíam aos outros de personagens menos conhecidos (inclusive os que eram cannon) mas o que havia menos ainda eram historias de romance com personagens que não compartilhavam aquele padrãozinho de anime (tanto que a historia MakarovxIchiya havia chocado a muitos do fandom de Fairy Tail). Na verdade, a maioria desses personagens nem ao menos tinham muita participação. Na maioria das fics Gale, por exemplo, Jet e Droy praticamente não apareciam ficando aquele grupinho fechado (Erza, Natsu, Gray, Juvia, Lucy, e até Laxus e Mira que não possuem tanta participação na historia do anime). Richard quase não aparece junto com a Oracion Seis e tirando a Milliana os outros amigos de infância da Erza ninguém nem ao menos lembra o nome (#simonforever), enfim, percebi que isso acontecia também em outros animes e me deu muita vontade de tentar criar uma história bacana de romance com alguem mais... digamos assim, comum. Juntando todos esses motivos foi que acabei criando coragem pra escrever a historia, só faltava o plot ficar pronto mas deixarei isso pra outra pergunta por que essa já tá muito grande.


II – COMO TIROU INSPIRAÇÃO PARA ESCREVER ESSA FIC?

Isso foi algo bem curioso. Eu já havia mais ou menos a ideia geral de como seriam as personalidades dos personagens. Mas depois eu li uma novel que até hoje admiro o enredo. Trata-se um isekai com temas mais adultos sobre misoginia entre outras coisas que não podem ser citadas nesse jornal que é de classificação livre (jk haru wa isekai de shoufu ni natta) e nessa historia houve a interação entre a protagonista considerada uma garota bastante atraente e um personagem acima do peso e considerado feio pela própria protagonista, além de não possuir habilidades sociais, mas de ótimo caráter. Acabei que gostei tanto do desenvolvimento que me inspirei na minha história. Levando um pouco mais para vida real trazendo mais destaque para a relação desses dois.


III – QUAIS DIFICULDADES VOCÊ TEVE PARA ESCREVER ESSA HISTÓRIA?

Muitas, primeiro pois eu não sabia desenvolver um romance, a maioria dos meus personagens já possuíam o romance desenvolvido ou eu nem fazia questão de desenvolver esse tipo de relacionamento e somente deixava subentendido. Segundo eu queria trazer algo engraçado para a situação da Mira mas não queria fazer brincadeira diante da relação dela com o Droy pois ai não passaria... a vibe que eu queria. Terceiro que eu gostaria de trazer o ar de realidade na questão da Mira sendo que o mais perto de trabalhos que eu fiz foram voluntários e eu não me preocupava com dinheiro e direito de empregados. Outra coisa que dificultou minha vida foi a linguagem e o tempo verbal utilizado na historia. E por fim fazer que tudo ficasse de acordo com as regras da plataforma pois ainda possui traumas em relação a histórias minhas e não queria me preocupar com isso.


IV – QUAL PARTE FAVORITA DA HISTÓRIA?

Certamente a que a Mira ganha um novo emprego. A história não demonstra tanto de maneira bruta, mas a situação da Mira estava péssima. Podemos pensar assim: até que ponto ela permitia aquele tratamento para se manter com aquele emprego. De maneira técnica, ela sustentava os dois irmãos tão jovem com nada mais que um salário de garçonete. Não deveria estar sendo fácil para essa família sobreviver ainda mais com a Mira largando a escola jovem para cuidar deles. Perder aquele emprego era como entrar no limbo para a garota e eu senti meu próprio peito se aliviar quando ela recebeu um emprego novo. Pode ter sido um final feliz que considero clichê considerando que em muitos casos não acaba tão bem assim, mas eu tenho meus momentos fofinhos.

V – ALGUMA CURIOSIDADE QUE QUEIRA CONTAR SOBRE A FIC?

Bem... pra achar nome do senhor Yajima foi uma luta. Ele na verdade era o dono do 8island no anime, contudo preferiria deixá-lo como o cozinheiro por que sim. O José Porla tinha o nome José e falar seu José era muito legal kkkkkk.
Outra coisa é que minha primeira ideia para historia seria um colegial. O Droy seria um importante amigo da Levy e como consequência seria bem teimoso e arrogante como aquele tipo de pessoa que estuda muito e sua vida gira em torno disso (nem me identifico) e Mira seria... bem ela seria bonita mas aquele tipo de pessoa que anda em péssimas amizades e não se encaixa. Acabei tirando por ser uma ideia bem clichê (tbm tenho planos de encaixar ela em um colegial se algum dia eu fizer mais um)
Uma última coisa é que o Laxus só é o vilão porquê eu não vou com a cara dele. E também queria fazer os bonitões uns babacas. Me julguem kkkkkk


Bem aqui a autora poderia citar as historias que eu mais gostei de escrever. A famigerada hora do biscoito. Mas esse bagui... digo... essa reportagem está muito estendida e a autora faria questão de colocar aqui todas as suas histórias (inclusove seus passados negros) por isso fiquemos com a outra que ela escreveu pro Dia internacional das Pessoas com Deficiência.

Quem precisa mais do que eu.

Belíssima história. Agora citaremos outros enredos criativos por autores que também contarão sua experiência sobre essas histórias @AicitelSevla Fero af Álfar (nome complicado) @ValentinaBlack Lustre @Impostora Titânia


Tendo em vista que a matéria não chegou a lugar algum esse jornal convida os escritores a abordarem mais personagens marginalizados e fora do ideal de padrão.

Escutando: Vozes em minha cabeça
Lendo: Td de quimica
Assistindo: A vida passar diante dos meus olhos
Jogando: Advinha? O terrivel jogo da vida
Comendo: Muito Bem! Fizeram as compras
Bebendo: Água(hidratem-se)
Permalink Comentários (3)

[27/01/2021] PESQUISA AFIRMA QUE OUVIR MÚSICAS NÃO É O HOBBY MAIS COMUM ENTRE OS JOVENS: tag da playlist

[09/10/2020] AUTORA DESCONHECIDA CONTA UM POUCO SOBRE SI: Conhecendo meu "eu escritor"

[09/09/2020] Ainda não sabendo fazer jornal, mas querendo falar sobre minha pessoa

[18/07/2020] Eu não sei fazer jornal


Atualizações do Usuário

Usuário: Expectadora
Adicionei uma nova história
História: Ciclo da Vida
História: Ciclo da Vida
Por que temos repostas para perguntas tão inusitadas e complexas e não temos para as mais simples e cotidianas? Afinal, qual a melhor forma de declarar seus sentimentos, de saber..
Usuário: Expectadora
Favoritei a história
História: Dai-nos a benção, ó mãe querida - anos depois
História: Dai-nos a benção, ó mãe querida - anos depois
Fazia nove anos que Natsu desapareceu depois de sofrer um grave acidente. Nem sequer um vestígio seu foi encontrado. Cabia a Lisanna viver sua vida da melhor forma possível nesse..
Usuário: Expectadora
Favoritei a história
História: O fantasma que há entre nós
História: O fantasma que há entre nós
Fazia algum tempo que Faustão não se sentia assim. Frustrado, carente, triste… um desejo constante de quebrar tudo. Afinal, como Selena pôde? Deixá-lo na Globo enquanto saía com ..
Usuário: Expectadora
Favoritei a história
História: Fios de um livro caótico
História: Fios de um livro caótico
"Todo ato de criação é, antes de tudo, um ato de destruição". Kakuzu e Konan são ligados pelo mesmo ato de destruição de seus países em confronto armado que ocorre no Cáucaso As..
Usuário: Expectadora
https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-narciso-de-londres-22975627
Biscoitem se puderem fazer o favor
História O Narciso de Londres
História O Narciso de Londres
História O Narciso de Londres - História escrita por faustonana - Darwin diz que a seleção natural do meio faz o indivíduo adaptar-se a fim de sobreviver. Assim, H..