1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. jaemean

jaemean

jaemean
Nome: — 🇼 🇮 🇳 🇽 ❀
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: 🔍 neocity
Aniversário: 3 de Novembro
Cadastro:

jaemean


⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀≪『 𝔫𝔞 𝔧𝔞𝔢𝔪𝔦𝔫 | 03' 𝔩𝔦𝔫𝔢 | 𝔣𝔩𝔬𝔯𝔞 』≫
⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀𝕗𝕚𝕔𝕨𝕣𝕚𝕥𝕥𝕖𝕣 𝘢𝘯𝘥 𝕓𝕖𝕥𝕒 𝕣𝕖𝕒𝕕𝕖𝕣
⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀❥ @neotype


. . . minha muié: @Pys

Protegidos dentro do potinho de amor

Postado


Quem é vivo sempre aparece, né, rs. Bem, eu sempre fugi de correntes do zap, mas essas do Spirit eu tô gostando além da conta, já que eu tenho toda a liberdade do mundo para panfletar e tagarelar sobre as fanfics que eu gosto — sério, quando eu começo, só vou parar quando estou satisfeita.
A pessoa que me indicou, dessa vez, foi a fofa linda perfeita — sim, eu puxo muito o saco e enalteço mesmo — da @hikuno_chan



Escreveu ☆regrinhas☆
Regras surrupiadas do jornal da @wonhoutboy, que surrupiou do perfil de alguém, que surrupiou de outra pessoa.

I. Ao serem indicados, vocês precisam repostar o jornal com as mesmas regras e com “potinho do amor” no título. Bom, se você pode ser indicado mais de uma vez? Claro que pode! Inclusive, reposte este jornal quantas vezes você quiser e desafie novas pessoas.
II. Indique até seis pessoas para cumprirem o desafio também — quem colocar “faz quem quiser” não vai pro céu.
III. Você precisa indicar de três a seis histórias que você tenha lido em 2020 e não vale serem de sua autoria. Vale do mesmo autor? Vale! Mas seria muito legal da parte de vocês indicar histórias de autores diferentes também.
IV. No final do jornal, reservem um espaço para divulgar a sua própria fanfic — não importa o número de palavras nem a categoria, indiquem aquela fanfic que vocês olham e que te faz sentir “eu sou um gênio”.
V. Não é uma regra, é uma sugestão, mas vocês podem colocar resumos do que vocês acharam das histórias, tipo o que mais gostaram nela.



Mostrar Spoiler: ✾surpresas do potinho do amor✾

admito que foi um pouco difícil escolher essas fanfics, porque em 2020 eu não li quase nada.



Citação:
❝Naquele ano Ten era o bailarino em destaque dentro de um espetáculo sobre quatro tipos de amor, porém, se sente incompleto e mentiroso com sua arte quando se depara com a realidade de que nunca havia vivido um amor apaixonado. E sob a motivação de interpretar verdadeiramente um romance para seu público, ele busca pelas ruas movimentadas de Seoul, seu amor de Eros.

Enquanto isso, longe dos palcos dos teatros glamourosos de dança clássica, Jaemin, é um garoto colegial que finge ter vinte anos para poder tocar bateria em uma banda punk nos barzinhos undergrounds das noites de Hongdae.

Naquele outono, a malevolente capital coreana parece o palco perfeito para contar histórias de amor.❞

Eu leio essa fanfic desde o ano passado e, sinceramente, eu sou apaixonada nela e na história de cada personagem que a compõe. Estou bastante ansiosa para ver o que se vai dar com o Jaemin, afinal, preciso assumir que fui atraída para essa estória por causa de nomin, e acabei me apegando muito ao personagem do Nana e a relação que ele criou com o Jeno.
Recomendo-a bastante, não só por seu desenrolar fluido e que prende, mas também por envolver muito diversos tipos de arte com a qual os personagens, principais ou secundários, se envolvem.



Citação:
❝Lee Taeyong é, segundo os seus colegas de curso, sensível demais. Parece um pouco estúpido que traços da sua personalidade o coloquem em caixinhas sobre as quais nunca pensou a respeito antes. Parece mais estúpido ainda que meninos, supostamente, não possam ser do jeito que ele é.
Mas as coisas mudam com a chegada de Jung Jaehyun. O calouro atende todos os critérios do estereótipo masculino. Ele é bom nos esportes, possui um corpo forte e esconde as suas emoções muito bem. Tão bem que quase ninguém é capaz de notar a bagunça na qual a sua vida pessoal se encontra.❞

SENHOR JESUS CRISTO, POR ONDE DEVO COMEÇAR?
Primeiramente, quero dizer que sou uma fã de carteirinha de tu, Maria, sério. Desde que li Tamanho M, eu fiquei viciada em suas fics e na sua escrita. Simplesmente impecáveis!
Ok, deixando o meu lado fangirl de lado, eu quero relatar aqui o quão o protagonista, Taeyong, é similar a mim. Na teimosia, no orgulho, no jeito de pensar... Ai, eu me enxergava ali, vivendo a estória.
Ainda não superei o "Terminado", mas, ok, eu sobrevivo.
Recomendo muito essa fanfic a todos, porque ela trata de diversos problemas cotidianos de forma bastante real e te faz sentir como se estivesse na pele do Tae — ok, talvez eu seja meio suspeita para falar, porque muitas das coisas que ele lida na fic são extremamente semelhantes com coisas que lidei recentemente, rs. Além disso, um certo acontecimento me pegou de surpresa [ALERTA SPOILER], que foi quando, logo depois de darem o primeiro beijo, Jaehyun dá um sumiço no Taeyong e fica todo aquele lero-lero orgulho de mando-ou-não-mando-mensagem. Eu sou bem esse tipo de pessoa que não gosta de pisar no próprio orgulho e mandar mensagem — claro, quando se trata de romance e essas coisas —, então entendi muito bem como o Tae estava se sentindo. Mas, é como dizem, pequenos gafanhotos, a comunicação é essencial, e não só ela, como demonstrar interesse também. Fico imaginando o que teria acontecido entre esses dois se o Jaehyun não houvesse ido atrás do Taeyong e falado-lhe certas coisas, finalmente o fazendo deixar o estado de inseguro-e-orgulhoso e ser honesto.
Gostaria muito de dissertar mais sobre a fanfic, mas acho que já está bom, senão isso aqui vai ficar monstruoso KKKKKK



Citação:
❝Taeyong não se surpreendia mais quando olhava para alguém e, sobre sua cabeça, via um número que representava a quantidade de mentiras já contadas por essa pessoa. Tinha esse “dom” desde o início de sua puberdade e quase sempre o odiava, afinal, gostaria de poder conversar com alguém sem procurar saber o tempo inteiro se estaria mentindo e queria, principalmente, confiar de verdade nas pessoas.

Era difícil fazer amizades quando sabia todas as vezes em que alguém mentia para si e, consequentemente, não tinha ninguém realmente próximo na escola. Isso, pelo menos, até Jung Jaehyun chegar, com seu jeito todo extrovertido e fofo, e chamar a atenção de Taeyong. Não apenas por ser o garoto mais bonito que já vira em toda sua vida, mas principalmente pelo perfeito 0 sobre sua cabeça.❞

Só pela sinopse e a premissa da fic, eu já fiquei toda LSDKFJKLJDGJG MINHA NOSSA SENHORA EU TENHO QUE LER ISSO URGENTEMENTE e foi exatamente o que eu fiz.
Acho que é um senso comum já eu ser amante daquele clichê, daquela comédia romântica adolescente água com açúcar. Nem faço questão de esconder — tanto que as fanfics que escrevo são, basicamente, só nesse tema. Porém, Contagem 0 me pegou de surpresa por tratar de certos assuntos que eu nunca havia refletido antes, e os traz no ponto de vista do Taeyong, desenvolvendo isso ao passar dos capítulos.
Eu fiquei completamente encantada pelos personagens, e como a amizade entre eles vai fluindo. Mas o que roubou o meu coração mesmo foi a reflexão que a @hikuno_chan mostra sobre as mentiras, podendo elas serem boas ou más, grandes ou pequenas, necessárias ou não; e como cada personagem lida com elas. O Jaehyun, que é sempre sincero e tem um total de 0, o Yukhei que mente, mas logo se arrepende e diz a verdade... Enfim, é lindo demais.
Não só isso, mas também como saber a quantidade de mentira das pessoas afetou o Taeyong no modo de interagir socialmente e em como ele pensa. Juro, se eu estivesse em seu lugar, com certeza teria ficado extremamente paranoica. Ele lidou até que muito bem, na minha opinião KKKKKKKK Vale ressaltar que, apesar dele se afastar de todos por causa do medo de ser alvo de suas mentiras, o Tae dá ênfase no fato de que ele também não era o ser mais honesto da Terra e como não estava em posição de julgar os outros. Gostei muito do fato dele reconhecer essa "hipocrisia".
ENFIM, já tagarelei demais novamente. Recomendo muito a todo mundo que leia essa fic, ela é maravilhosa (e infelizmente só tem três capítulos, sofroh).




Mostrar Spoiler: ☾auto panfletagem básica, né☽


Citação:
Ok, essa fanfic eu postei há quase dois anos e nunca a finalizei KKKKKKK mas eu gosto bastante da narração dela, do Renjun e da "amizade" Markhyuck. Eu espero mesmo um dia a terminar, e olha que é supostamente para ser apenas uma twoshot.



Beleza, acho que foi isso, a. Nunca demorei tanto para fazer um jornal eu só fiz um até hoje, esse é o segundo.



Escreveu 『indicados』
A maioria das pessoas que conheço aqui no spirit já foram indicadas, então sobrou para vocês SJDDJHSDJH @SunnyDaylo @seulguilty @bossrenjun

Escutando: affection - Between Friends
Permalink Comentários (2)

[16/04/2020] Tag da Escrita


Atualizações do Usuário

Usuário: jaemean
Favoritei a história
História: Cause You Were Never Mine
História: Cause You Were Never Mine
Jaemin não fazia ideia que Mark era apaixonado por outra pessoa quando eles se beijaram pela primeira vez, mas mesmo após sua descoberta, o Na não saiu daquele redemoinho de prob..
Usuário: jaemean
Favoritei a história
História: Worst Nights
História: Worst Nights
As coisas nunca dão certo na vida de Mark, isso é um fato. Encontrar um vampiro no terraço do seu bloco na universidade em um de seus piores dias de existência é só mais uma dess..
Usuário: jaemean
Favoritei a história
História: Dores, flores e outros sabores
História: Dores, flores e outros sabores
“Decidiu que, se Kiyoko cruzasse seu caminho de novo, talvez ela pudesse acreditar na insistência magnânima do destino.” Ou uma história sobre crescer, valorizar-se, cultivar ..
Usuário: jaemean
que preguiça meus amores
Usuário: jaemean
@apesar KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK A IRONIA