1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Gaia_De_Angeles >
  4. Histórias

Gaia_De_Angeles

Gaia_De_Angeles
Nome: ⊰ Ɱɑʀiɑɳɑ.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: ⊰ ɓɛɑcѳɳ ɦiʆʆร. || 𝙀𝙢 𝙝𝙞𝙖𝙩𝙪𝙨.
Aniversário: 20 de Julho
Cadastro:

Gaia_De_Angeles - Histórias

49 histórias

Adeus, escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Adeus,
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.728
Atualizada
Idioma Português
Categorias Harry Potter
Gêneros Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Magia, Violência
"Lílian sentia-se demasiada inquieta naquela noite. Não havia conseguido pegar no sono de modo algum. Ficava rolando de modo interminável na cama, enquanto os segundos iam se arrastando de modo vertiginoso. As horas divagando, vindo e indo. E nada de sonhos e pálpebras cerradas.

Não parava de espiar, volta e meia, pela janela a pequena Godric's Hollow. Aquele vilarejo era sempre imerso na paz, não havia grandes movimentos por lá. Todo constituído de bruxos e bruxas. Alguns já em uma idade bem avançada. Outros jovens.

Nada de anormal havia naquela atmosfera imersa na mais plena tranquilidade. E tampouco algo obscuro e mortífero iria pular das casas que se estendiam de modo preguiçoso pela paisagem.

Apertou os lábios em linha reta, estreitando os olhos para enxergar melhor. Colou o nariz bem rente á janela, sua respiração embaçando o vidro. Piscava lentamente, atenta á qualquer espécie mínima de ruído. Sua mente viajando ao nada e ao tudo.

Tentava não despertar seu marido, mesmo que uma espécie estranha de formigamento lhe atingisse diretamente na nuca, como uma espécie de sexto sentido. "
  • 7
  • 0

Sempre a seu lado. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Sempre a seu lado.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.926
Atualizada
Idioma Português
Categorias Harry Potter
Gêneros Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Magia
"Jorge achou que Fred II parecia demasiado pequeno em meio aquela cama grande e cheia de objetos de bruxo. Ele não devia medir mais do que 1m30cm. Era um menino franzino e de pernas e braços compridos. Era como se uma brisa pudesse quebrá-lo em pedaçinhos.

Dirigiu-se á cama, sentando-se na beirada da mesma, próximo aos pés de Fred. Colocou as mãos de modo gentil sobre os joelhos do menino, dando-lhe pequenos tapinhas.

- O que aconteceu? – Jorge Weasley perguntou com a voz baixa, tentando dar um jeito nos fios rebeldes de seu pequeno, que se desvencilhava das mãos do pai.

- Eu tive um pesadelo. – A voz do menininho saiu baixa e um tanto trêmula.

Jorge o olhou com receio. Não gostava de quando Fred II tinha pesadelos. Eles deixavam seu filho agitado.

-E com o que sonhou?

O olhar de Fred II foi profundo, mirando aos olhos do próprio pai. As mãos apertaram uma almofada próxima em formato de coruja. As juntas dos dedos dele ficaram brancas nas pontas. Ele mordeu a bochecha por dentro, como se resistisse em falar. Mas por fim, decidiu dizer a verdade:

- Sonhei que você tinha morrido em uma batalha. Que a vovó Molly, o vovô Arthur e meus tios estavam em volta de você. E ah, tinha um homem muito parecido com você chorando por sua morte."
  • 8
  • 1

O retorno. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction O retorno.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.238
Atualizada
Idioma Português
Categorias Stranger Things
Gêneros Gay / Yaoi, LGBT
*Pode conter spoiler para quem não assistiu a terceira temporada de Stranger Things.

"Steve se sentia vazio.

Uma casca ambulante. Sem alma. Sem coração. Sem nada.

Depois da morte de Billy, as coisas já pareciam sem sentido. Tristes. Cinzas. Pesadas como nuvens.

Desde a batalha no Starcourt, quando vira o Harrigrove partir, o Harrington não tinha ânimo. Não conseguia comer ou dormir direito.

Sua cama parecia muito maior e fria. Errada. O castanho sequer tinha vontade de sair de casa. Nem mesmo Dustin conseguia arrancar uma risada do mais velho.

- Cara, você tem que seguir em frente. - O Henderson disse ao ver Steve deitado no sofá, encarando o teto. - Sei que o amava, mas, você ainda está aqui, vivo. Precisa aproveitar as oportunidades.

- Falar isso é muito fácil. - O maior retrucou, soltando um suspiro pesado, cerrando as pálpebras. - Não foi você que perdeu alguém que amava."

  • 13
  • 1

Always. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Always.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 929
Atualizada
Idioma Português
Categorias Supernatural
Gêneros Drama / Tragédia, Famí­lia, Gay / Yaoi, LGBT
"Há coisas na vida que não podemos controlar.

E a morte é uma dessas coisas. Ela é a única certeza que temos em nossa vida. Sabemos que um dia, virá e não há o que possamos fazer.

Nossas vistas vão se escurecer e então não haverá mais nada. Somente lembranças de quem você já foi um dia, choro e luto. Histórias a serem contadas.

Há pessoas que encontram a morte muito cedo. Outras a encontram no meio da estrada. E alguns, quando estavam bem velhos.

No caso de Sam, ele é um dos que acharam o ceifeiro antes do previsto. O moreno está doente. Muito doente. Um câncer. Sem chance alguma de sobrevivência. Nenhuma esperança."
  • 16
  • 2

Arrependimentos. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Arrependimentos.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.048
Atualizada
Idioma Português
Categorias Stranger Things
Gêneros Drama / Tragédia, Gay / Yaoi, LGBT
"E então, como se já não fosse tortura o suficiente estar ali, se martirizando pelo passado, uma música alta começou a tocar. Uma antiga, de romance, daquelas que tem a letra triste e fazem a pessoa refletir sobre tudo.

Alguns casais se levantaram para dançar. E por alguma razão, Steve olhou para Billy. O castanho não pareceu ficar magoado. Nem irritado. Sequer com nojo. Tudo que o Harrington fez, foi sussurrar algo à Jonathan e se ergueu, indo em direção ao californiano.

- Oi. – O menor disse, sorrindo educado. Estava bonito como sempre.

- Oi. – Billy deixou o copo de bebida de lado, curioso. – Por que veio falar comigo?

- Queria saber se quer dançar comigo.

Houve alguns segundos de silêncio. Steve deveria odiá-lo, mas parecia incapaz. O coração do castanho era grande demais. Bom demais para aquele mundo e para alguém como o Hargrove.

- Tudo bem. – O maior respondeu, levantando e segurou a mão do Harrington."
  • 15
  • 4

Punição. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Punição.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.863
Atualizada
Idioma Português
Categorias Stranger Things
Gêneros Gay / Yaoi, LGBT, Literatura Erótica
"Billy estava ficando impaciente de tanto esperar, esperar e esperar.

Parado, no estacionamento da escola, o cigarro habitual preso entre os dentes, soltando a fumaça tóxica e acinzentada pelos lábios, encostado ao carro com sua pose descolada de bad boy californiano, as unhas pintadas de preto e as feições endurecidas.

Ele era a carne nova do pedaço. O novo rei do colégio, que chegara ofuscando Steve Harrington, tirando seu posto do mais belo do colégio Hawnkins. E todos pensavam que o castanho tinha raiva do Hargrove por aquilo. Que os dois se odiavam.

Ah, mas se todos soubessem a verdade... Seria um grande choque. A tensão que emanava de Billy e Steve, sempre que estavam peto demais, nada tinha a ver com raiva. Estava mais para tensão sexual."
  • 37
  • 3

Testando. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Testando.
Concluído
Capítulos 1
Palavras 576
Atualizada
Idioma Português
Categorias Stranger Things
Gêneros Gay / Yaoi, LGBT
"- Tem certeza mesmo de que deseja fazer isso?

Havia tom de dúvida na voz de Billy, enquanto o loiro encarava o namorado, Steve, que tinha ar determinado, um ar que o Hargrove conhecia bem.

- Claro. E quero fazer isso agora.

- Tudo bem. Mas, só farei isso, por que você está quase implorando, pretty boy.

Um sorrisinho maroto surgiu nos lábios do Harrington. Ele sempre conseguia convencer o maior a fazer o que queria. Era quase como um dom natural.

- A recompensa por isso será grande, baby. – O castanho piscou, mordendo o lábio devagar."
  • 23
  • 2

Mais que amigos. escrita por Gaia_De_Angeles

Fanfic / Fanfiction Mais que amigos.
Concluído
Capítulos 2
Palavras 3.686
Atualizada
Idioma Português
Categorias Smallville
Gêneros Gay / Yaoi, LGBT, Literatura Erótica
*Capa feita pela @Aniomatyc , agradeço muito à ela.*

"Porém, o que mais deixava Clark intrigado era que não conseguia parar de pensar em Lex por um só segundo. Do gosto dos lábios dele. Por que não o tirava de sua mente? E por que agora, sempre que se lembrava do amigo, sentia borboletas no estômago?

Lana já não parecia mais atraente como antes para o jovem. Não conseguia mais olhá-la e sentir o que sentia antes. Na verdade, desde que salvara Lex, seu coração não acelerava mais perto da Lang.

- Filho? – A voz de Jonathan trouxe Clark de volta à realidade. – Estou te chamando faz tempo. E você não me ouviu. Aconteceu algo?

- Nada demais. Só estava pensando mesmo.

- No Lex, não era?

Clark assentiu lentamente..."
  • 8
  • 4