1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. In-Pectore

In-Pectore

In-Pectore
Nome: Bruna
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização:
Aniversário: 17 de Junho
Cadastro:

In-Pectore


“Um dia você será velho o bastante para voltar a ler contos de fada.”
- C.S Lewis

Projeto FRACTURED LOVE - (G)I-dle

Postado

Projeto FRACTURED LOVE - (G)I-dle

Sobre o projeto


FRACTURED LOVE é um projeto PESSOAL com base na discografia do grupo coreano (G)I-dle. Nele, contém sete oneshots que serão postados semanalmente, sendo as seis primeiras destinadas para cada integrante, e a sétima para todas juntas.
Espero que gostem!

Lista de contos:


Minnie


Soyeon


Shuhua
[Em breve]


Soojin
[Em breve]


Miyeon
[Em breve]


Yuqi
[Em breve]


(G)I-dle
[Em breve]



Citação:
O coração foi feito para ser quebrado.
— Oscar Wilde

Permalink Comentários (0)

Atualizações do Usuário

Usuário: In-Pectore
Adicionei uma nova história
História: Put it straight
História: Put it straight
Em uma penitenciária feminina, seis presidiárias revelam os motivos de terem parado na cadeia, e como o amor se transformou em um pesadelo. "Eu vou parar o tempo com você Ma..
Usuário: In-Pectore
Adicionei uma nova história
História: Give me your
História: Give me your
"Mas, para mim, quem está preocupada todas as noites, para mim, que gosta de você, isso não me satisfaz. Então, por favor, me dê seu amor. Não importa o quanto eu receba, não é s..
Usuário: In-Pectore
Adicionei uma nova história
História: Hear me
História: Hear me
"Eu estou aqui, com os dedos colados em meu piano, tentando recuperar tudo o que te ocultei, mesmo que você não queira me ouvir."
Usuário: In-Pectore
Adicionei uma nova história
História: What's your name?
História: What's your name?
“Ele era sua vida, e seu amor, assim como o mar, parecia ser infinito. Mas até o mar tem um fim. Porque agora tudo havia ido embora depois de um dia nublado, como uma ilusão, que..
Usuário: In-Pectore
Adicionei uma nova história
História: Dont text me
História: Dont text me
“Depois de todos os suspiros e finais que esculpiram, como podia simplesmente dizer “olá” no meio daquela madrugada solitária, como se tudo estivesse bem?”