1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. apaixonarei

apaixonarei

apaixonarei
Nome: 𝐴𝑁𝐷(𝑅)𝑌
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização:
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

apaixonarei


our last summer, memories that remain

. . . aphrodisios (as);

Postado

Escreveu ❛・ ˖ ˚ 𝑃𝐴𝑅𝐴𝐿𝐸𝐿𝑂𝑆 𝐷𝐸 𝐼𝑁𝑆𝑇𝐴𝑁𝑇𝐸𝑆 𝐿𝐻𝐸 𝐷𝐴̃𝑂 ▬ 𝑈𝑀 𝑀𝐴𝐿 𝐷𝐼𝐴 𝐶𝑂𝑀𝑂 𝐴𝐺𝑅𝐴𝐷𝐸𝐶𝐼𝑀𝐸𝑁𝑇𝑂
Mostrar Spoiler: 𝑆𝐸𝑁𝑆𝐴𝐶̧𝑂̃𝐸𝑆 𝐷𝐸 𝑈𝑀 𝑇𝑂𝑅𝑃𝑂𝑅 𝐸́𝐵𝑅𝐼𝑂 ❛𝑄𝑈𝐸 𝐿𝐻𝐸 𝐴𝐷𝑂𝑅𝑀𝐸𝐶𝐸𝑀 ⿻໋֒
Escreveu . . ! 𝐴̀𝑆 𝑉𝐸𝑍𝐸𝑆 𝑉𝑂𝐶𝐸̂ 𝑆𝐸 𝑄𝑈𝐸𝑆𝑇𝐼𝑂𝑁𝐴 𝑆𝐸 𝑉𝑂𝐶𝐸̂ 𝐸𝑆𝑇𝐴́ 𝑀𝐸𝑆𝑀𝑂 𝑉𝐼𝑉𝑂? ☽▾₊˚.
Tornou de seus sacrilégios, imagens cinematográficas, as emporcalhando em frente a devoção de profanos sobre Deus. Sujando a si mesmo de carmesim, sendo totalmente abocanhando pela ruína dos pecadores que só pretendiam amar e curar de vossas maneiras. Fora jogado ao chão sagrado e pisoteado como nunca. Emporcalhou-se com o ambiente frio e congelou aos montes. Permitiu se esculpir como mármore ao chão. Nadou num oceano que anelava a mais impura água. Viu-se a observar o sol ser engolido pela maré de águas, durante o instante em que a escuridão vinha a retomar a tela de um quadro cinzento. A fumaça acinzentada transparência como uma imagem criptografada na sola de seus pés. A noite era alucinógena, fazendo o pequeno corpo humano perder todo o seu calor, deixando-o tão sóbrio pelo frio e escuro pela dor. Rodando nas ruas de Seul, percebeu-se desaparecer no meio das gotas de água que envolviam-se com a estrada repleta de luz pelos faróis dos carros. Exalava o fulminante aroma de tabaco, escondendo seu real eu. Aphrodisios ria com escárnio, tão chapado para não remeter o ódio em seus olhos. Normalmente encontrava-se sem nada, sem saída e rumo. E este sentimento o afligia neste pretume, em mais um dia.
[img]nome[/img]
Escreveu ❘❙ 𝑎𝑝𝑒𝑛𝑎𝑠 𝑟𝑒𝑐𝑜𝑛ℎ𝑒𝑐̧𝑜 𝑚𝑒𝑢 𝑁𝑂𝑀𝐸, 𝑗𝑎́ 𝑄𝑈𝐸𝑀 𝐸𝑈 𝑆𝑂𝑈, 𝑛𝑎̃𝑜 ❘❚
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑂 𝑜𝑐𝑒𝑎𝑛𝑜 𝑑𝑒𝑣𝑜𝑟𝑜𝑢 𝑜 𝑎𝑟, 𝑑𝑒𝑖𝑥𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑡𝑜𝑑𝑜𝑠 ℎ𝑖𝑝𝑒𝑟𝑣𝑒𝑛𝑡𝑖𝑙𝑎𝑛𝑑𝑜, 𝑐𝑙𝑎𝑚𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑝𝑜𝑟 𝑢𝑚 𝑢́𝑙𝑡𝑖𝑚𝑜 𝑠𝑢𝑠𝑝𝑖𝑟𝑜 instantâneo, trazendo um soberbo colapso de mentes chocadas e de corpos gélidos, pesados e pressionados pelo físico vagaroso em feitio de câmera lenta, que pleiteava intrinsecamente por milésimos de pouquíssimos instantes através de alegações petulantes de seres juvenis tácitos, que involuntariamente já mantinham-se inquietos pela lentidão salafra. Enquanto pés derretiam vagarosamente percorrendo a borda da Terra, deveras que a angústia medrosa, atormentadora, traçava inúmeras fontes de névoas em seus devidos sensos, todavia não era o que predominava os pensamentos ilesos das tais mentes inescrupulosas. Podemos captar e entender quaisquer que sejam os estimulantes do cérebro, mas ouve-se dizer que não sabemos reconhecer comportamentos tautócrono, ou seja, é irreconhecível distinguir duas atitudes que acontecem aos mesmo tempo. Dizemos que tais ações, francamente, são invulneráveis, porém todas carregam efeitos após demonstradas, sejam eles colaterais ou não. Seres humanos são pecadores, sequer minimamente são dignos de suas próprias vastas mentiras. Discutem as façanhas do amanhã e traumatizam-se com suas fraudes humanistas, ambos corrompem todas suas camadas de pele. Afinal, que o ser humano é capaz de fazer? Ou melhor, o que o ser humano não é capaz de executar.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐴𝑜 𝑣𝑒𝑟 𝑞𝑢𝑒 𝑎𝑙𝑖 𝑡𝑜𝑑𝑜𝑠 𝑙ℎ𝑒 𝑣𝑖𝑎𝑚 𝑑𝑒 𝑚𝑎𝑛𝑒𝑖𝑟𝑎 𝑑𝑒𝑡𝑒𝑠𝑡𝑎́𝑣𝑒𝑙, 𝑎𝑝𝑒𝑛𝑎𝑠 𝑠𝑒𝑛𝑡𝑖𝑢-𝑠𝑒 𝑎𝑏𝑎𝑛𝑑𝑜𝑛𝑎𝑑𝑜 𝑚𝑒𝑠𝑚𝑜 aos braços culposos de uma mulher totalmente sem coração e nada cativante, era tão trágico sentir-se deslocado ali mesmo, sobre o colo materno. Ao enxergar luz em um mundo caoticamente escuro, pediu para ser preenchido pela avassaladora fonte de escuridão, recebendo juntamente a isso sua sentença de morte algumas após seu nascimento, e assim tornou-se drasticamente escuro quanto a paleta de cor única negra. Não poderiam nem cogitar em deixar aquele novo ser sem uma nomenclatura, porque de algum modo ou de outro, isso seria absolutamente blasfemo para o casal noviço. Aquele minúsculo ser, de corpo ainda avermelhado pelo parto de dias antes, foi alcunhado de 𝑾𝒐𝒐𝒌 𝑨𝒑𝒉𝒓𝒐𝒅𝒊𝒔𝒊𝒐𝒔, cujo nome que saiu sutilmente dos lábios jovens da mulher Wook. No entanto, após uma negação cartorial do país sobre tal nomenclatura, pois cujo eles disseram que não poderiam registrar a criança com tal nome, afinal necessitavam de uma nominação coreana, para pelo menos ser utilizada no cartório a fim de ser o nome usado para a melhor utilização de documentos e afins. Tendo assim, no seu registro de nascimento carrega o nome de 𝑾𝒐𝒐𝒌 𝑬𝒖𝒏𝒉𝒐, que serve como sua nominação coreana legítima. Além disso, tal nome — Eunho —, é pouquíssimo usado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐸𝑥𝑖𝑠𝑡𝑒𝑚 𝑒𝑠𝑝𝑒𝑐𝑢𝑙𝑎𝑐̧𝑜̃𝑒𝑠, 𝑞𝑢𝑒 𝑜 𝑟𝑎𝑝𝑎𝑧 𝑗𝑎́ 𝑓𝑜𝑟𝑚𝑎𝑑𝑜 𝑒𝑚 𝑠𝑒𝑛𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜𝑠 𝑚𝑜𝑟𝑖𝑏𝑢𝑛𝑑𝑜𝑠, 𝑔𝑢𝑎𝑟𝑑𝑜𝑢 por muito tempo pseudônimos queixumes. O que lhe fez, de certa forma, esquecer que aquilo referia-se a si, passou a não ligar de como era chamado, mesmo quando era algo ofensivo e nada inusitado. No entanto, apesar de já ter possuído diferentes nominações, a única a qual sente-se confortável é uma abreviação de seu nome, 𝑨𝒑𝒉𝒓𝒐. Particularizadamente, a pequenina escrita de sua nomenclatura nunca facilitou uma vasta variedade de alcunhas para o garoto castanho dos olhos negros, vindas de sua nominação.
[img]registro[/img]
Escreveu
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐸𝑟𝑎 𝑐𝑜𝑚𝑜 𝑢𝑚 𝑟𝑎𝑠𝑡𝑒𝑗𝑜 𝑎𝑡𝑒́ 𝑜 𝑙𝑒𝑖𝑡𝑜 𝑑𝑒 𝑚𝑜𝑟𝑡𝑒, 𝑑𝑒𝑠𝑔𝑎𝑠𝑡𝑎𝑛𝑡𝑒 𝑒 𝑠𝑢𝑡𝑖𝑙𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑓𝑟𝑢𝑠𝑡𝑟𝑎𝑛𝑡𝑒. Aquele de terno preto passou lugubremente pelo corredor silencioso de uma igreja, com o próprio diabo em seus olhos se pôs a olhar a ilustre e incrivelmente patética escultura daquele nomeado filho de Deus. Como uma dor lancinante, humilhou-se em frente a um banco e colocou suas mãos sobre o frígido local, quebrando totalmente o silêncio perturbador, revelou sua reza desaza. Pedindo assim pela morte do frágil ser que nasceria do ventre de sua mulher.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐴 𝑡𝑎𝑙 𝑚𝑎𝑛ℎ𝑎̃ 𝑑𝑒 𝑑𝑜𝑖𝑠 𝑚𝑖𝑙 𝑒 𝑑𝑜𝑖𝑠, 𝑒𝑠𝑝𝑒𝑐𝑖𝑓𝑖𝑐𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑒𝑚 𝑣𝑖𝑛𝑡𝑒 𝑒 𝑛𝑜𝑣𝑒 𝑑𝑒 𝑚𝑎𝑖𝑜, 𝑓𝑜𝑟𝑎 totalmente monocromática, tão superficial como uma tabela de cor que refletia o cinza monótono. O mundo paralisou e observou a criança aos berros diante aos braços de sua mãe. A atmosfera chorou e lamentou-se perante ao pequenino ser, ela lacrimejou tanto que deixou-se levar pelo sussurro do vento e derramou suas gélidas lágrimas em forma de uma tempestade barulhenta, trazendo um pavor aos país inteiro, quem via toda aguaceira jurava que esse era o fim do mundo. Era como nascer de um pesadelo, reviver a morte dolorosa, e novamente, encontrar-se morto crucialmente. Assim definiram-se todos os 𝒅𝒆𝒛𝒐𝒊𝒕𝒐 𝒂𝒏𝒐𝒔 de vida do rapaz, cada dia uma nova surpresa, as sensações só remetiam dor, ele sangrava perante aos olhos dos céus azuis e negros. O 𝒈𝒆𝒎𝒊𝒏𝒊𝒂𝒏𝒐, 𝒔𝒖𝒍-𝒄𝒐𝒓𝒆𝒂𝒏𝒐 e possuidor do 𝒕𝒊𝒑𝒐 𝒔𝒂𝒏𝒈𝒖𝒊́𝒏𝒆𝒐 𝒐-, ainda mantém as memórias de uma manhã fria de primavera, o início que aos seus olhos era como um fim sem ponto final.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐷𝑎𝑟-𝑠𝑒 𝑜 𝑑𝑒 𝑟𝑒𝑠𝑖𝑑𝑖𝑟 𝑢𝑚𝑎 𝑐𝑎𝑠𝑎 𝑡𝑎̃𝑜 𝑏𝑒𝑙𝑎, 𝑎𝑝𝑒𝑠𝑎𝑟 𝑑𝑎 𝑎𝑢𝑟𝑎 𝑛𝑎𝑑𝑎 𝑟𝑒𝑓𝑟𝑒𝑠𝑐𝑎𝑛𝑡𝑒 𝑑𝑒 𝑢𝑚𝑎 𝑓𝑎𝑚𝑖́𝑙𝑖𝑎 egocêntrica, é como um consenso inexistível de opiniões ávidas. Ou seja, não existe harmonia nas gigantescas, no entanto, irregulares, paredes esbranquiçadas, que molduram a casa alheia dos Wook. Amba possui uma bela localidade, em um dos distritos de Seul, Seodaemun-gu, próximo à delegacia local, e perto de lombadas íngremes. Vivendo ainda as custas dos pais, Aphrodisios cresceu e atualmente também localiza-se na região principal dali, um bairro conhecido pela vasta diversidade de mansões conhecidas por serem moradias de pessoas de 𝒂𝒍𝒕𝒐 𝒆𝒔𝒄𝒂𝒍𝒂̃𝒐, como médicos de sucesso até mesmo modelos de grande conhecimento da indústria comercial internacional. Sua morada atual se resume a uma área amplamente grande para somente três pessoas, sendo extremamente exagerada pelo tamanho da arquitetura. Fisicamente dentro da residência, sente-se como uma 𝒄𝒂𝒓𝒄𝒂𝒄̧𝒂 𝒅𝒆 𝒖𝒎 𝒂𝒏𝒊𝒎𝒂𝒍 em pratos humanos, em momentos que seus pais fazem questão de discutirem sobre o viver do jovem Wook na residência. No entanto, se lhe perguntarem sobre seu lugar favorito de toda residência, o tal ficaria em dúvida sobre a sacada e seu quarto. Por mais diferente que ambos locais fossem, já que enquanto está na sacada, ele sente-se renascido e permite seu pulmão inalar um superficial ar polido. Diferentemente de seu quarto, que o tranca do mundo, retirando toda aquela vasta dor de ser atormentado por qualquer mísero segundo e toque. Apesar do tormento familiar, nada os obriga a conviver, de maneira concreta mesmo, um com o outro, a não ser nos jantares que ocorrem em cima a uma enorme mesa, a qual chateia-se e se aborrece com o silêncio enquanto os três Wook’s alimentam-se sobre si.
[img]sexualidade[/img]
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑃𝑟𝑜𝑣𝑎𝑣𝑒𝑙𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑐𝑎𝑠𝑜 𝑛𝑎̃𝑜 𝑐𝑜𝑛𝑣𝑖𝑣𝑒̂𝑠𝑠𝑒𝑚𝑜𝑠 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑛𝑢𝑚𝑎 𝑠𝑜𝑐𝑖𝑒𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑖𝑚𝑝𝑟𝑢𝑑𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑒 𝑞𝑢𝑒 𝑑𝑖𝑧 que apenas tal coisa é o correto, muitas variáveis seriam bem mais fáceis de se lidar, afinal não existiria toda uma burocracia em cima de algo. Quando citamos a palavra 𝒔𝒆𝒙𝒖𝒂𝒍𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆, cujo no dicionário tem o significado de um conjunto de caracteres especiais, externos ou internos, determinados pelo sexo do indivíduo; é como jogar lenha na fogueira já alta. Quando você se descobre alguém não-heteroah, uau —, percebes que o mundo apenas cobria uma parte sua dizendo que ela era horrenda, ou seja, o porquê deles disseram isso pra ti é fato para repassar toda aquele ensinamento bíblico antiquado, dos primeiros séculos, fala sério. Mas infelizmente, ainda nos tempos de hoje, pessoas mentes fechadas comandam o mundo 𝙣𝙖𝙙𝙖 𝙫𝙚𝙧𝙨𝙖́𝙩𝙞𝙡, fazendo assim muitas pessoas se esconderem no armário, e para sair dele você precisa de muito apoio ou querer, porque não é fácil. Não existem fontes ou paralelos para você ir para a dimensão que quiser e ter pessoas 𝐢𝐧𝐜𝐫𝐢́𝐯𝐞𝐢𝐬 ao seu lado. No entanto, na internet — sim, nela, por incrível que pareça —, o meio de 𝐝𝐞𝐬𝐚𝐛𝐚𝐟𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨, 𝐝𝐞 𝐚𝐩𝐨𝐢𝐨, e de 𝐟𝐨𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐜𝐨𝐧𝐟𝐢𝐚́𝐯𝐞𝐢𝐬 de como ajudar você a se assumir para quem você quer que saiba sobre sua sexualidade. Aphro, 𝗻𝘂𝗻𝗰𝗮 realmente notou sua sexualidade de início, afinal ainda quando garotinho, era muito privado de tudo. Mas antes de notar, depois de determinados anos, ainda 𝙥𝙧𝙚𝙘𝙤𝙘𝙚𝙢𝙚𝙣𝙩𝙚, o rapaz se levou a tal descoberta quando viu a reação de seu corpo sobre as suas reações e modo de agir. Ambo tinha vontade de beijar meninas e garotos, e isso era claro, mas por que parecia tão errado? Porque, era o que a 𝒔𝒐𝒄𝒊𝒆𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒅𝒊𝒛𝒊𝒂. Ela falava que pessoas do mesmo sexo juntas era um caos, destruição das família corretas. Caso fosse pelos burburinhos alheios das pessoas, Aphrodisios com certeza encaixaria-se em qualquer sexualidade da sigla 𝑯𝑮𝑩𝑷. Apesar de ter entendido que ele se tratava de uma pessoa bissexual, ambo nunca havia comentado sobre tais temas com seus pais. E, após querer assumir-se aos seus pais, ele realmente notou que colocá-lo sobre a mesa Wook, foi uma decisão erradíssima. Pois o garoto fora criado em meio a uma família 𝒑𝒐𝒍𝒊𝒕𝒊𝒄𝒂𝒎𝒆𝒏𝒕𝒆 𝒄𝒐𝒓𝒓𝒆𝒕𝒂 — claro, falando de maneira irônica, porque certamente essa é a única denominação que não define a família Wook —, onde a heteronormatividade foi sempre bem comum. A tal situação que levou a resultar uma longa e gigantesca discussão por parte de ambos, ainda lembra-se de seu pai cuspindo palavras em seu rosto como "mas ao menos você ainda gosta de mulheres". Mas como qualquer família 𝐜𝐢𝐯𝐢𝐥𝐢𝐳𝐚𝐝𝐚 jamais tocaram novamente neste tema que aborda a sexualidade de seu primogênito, ignorando totalmente o fato dele gostar de homens também. Sentir-se confortável do jeito que as pessoas se retratavam a si, neste caso, como um garoto, nunca fora um problema porque afinal das contas ambo se reconhece como um ser do sexo masculino. Basicamente, o menino dos cabelos negros e olhos escuros como a noite, condiz com o gênero atribuído ao seu nascimento, ou seja, é alguém 𝐜𝐢𝐬𝐠𝐞̂𝐧𝐞𝐫𝐨.
[img]aparencia[/img][img]edit[/img]
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑆𝑒 𝑝𝑒𝑟𝑓𝑒𝑖𝑐̧𝑎̃𝑜 𝑑𝑒𝑓𝑖𝑛𝑖𝑠𝑠𝑒 𝑢𝑚𝑎 𝑑𝑒𝑡𝑒𝑟𝑚𝑖𝑛𝑎𝑑𝑎 𝑎𝑝𝑎𝑟𝑒̂𝑛𝑐𝑖𝑎, 𝐴𝑝ℎ𝑟𝑜 𝑐𝑒𝑟𝑡𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑙𝑒𝑣𝑎𝑟𝑖𝑎 o título do mais gritante e apaixonante rosto figurado nos últimos séculos. Recebendo constantemente elogios sobre sua aparência, de falas sinceras, dizendo que amba exala e 𝒕𝒓𝒂𝒏𝒔𝒃𝒐𝒓𝒅𝒂 𝒅𝒆 𝒏𝒂𝒕𝒖𝒓𝒂𝒍𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆, o que é pura verdade, Wook, não contradiz que sua beleza de fato é gritante, 𝒉𝒊𝒑𝒏𝒐𝒕𝒊𝒛𝒂𝒏𝒕𝒆 e traz a si numerosos olhares. Os detalhes de Aphrodisios o complementam verdadeiramente quando o motivo é um rosto formoso. Contudo, apesar de possuir características bem mais marcantes que apenas ter uma 𝒇𝒆𝒊𝒄̧𝒂̃𝒐 𝒃𝒐𝒏𝒊𝒕𝒂, o motivo de o elogiarem é apenas — na maioria das vezes — para citar sua vasta e 𝒂𝒃𝒖𝒏𝒅𝒂𝒏𝒕𝒆 beleza. Este garoto fora literalmente criado sobre 𝐭𝐫𝐚𝐜̧𝐚𝐝𝐨𝐬 𝐜𝐢𝐧𝐭𝐢𝐥𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬, completos pela escuridão e vertentes do mais puro prazer, aquele digno de tumulto e que beirava pelo pretume de suas íris cristalinas, aqueles em quase tons negros que guardam histórias que traçam o motivo da lentidão presente no exuberante enxergar. O desejo do desfruto dos bens mais gananciosos existentes, tornaram-se o meio de 𝐞𝐱𝐮𝐛𝐞𝐫𝐚̂𝐧𝐜𝐢𝐚 e 𝒍𝒖𝒙𝒖́𝒓𝒊𝒂 por parte do rapaz. Pelas orbes do olhar pretensioso, se é capaz de notar a complexidade abundante vinda dos mais perversos pensamentos e julgamentos. Sinta-se viajar por um desconhecido e gigantesco universo, propenso a existir apenas na mente 𝐚𝐠𝐨𝐧𝐢𝐚𝐧𝐭𝐞 de Wook. O diabo havia derramado o mais impuro sangue de suas veias contra os lábios do pequeno ser, tornando-o 𝒆𝒔𝒄𝒂𝒓𝒍𝒂𝒕𝒆, tão vermelho quanto o mais ardente fogo e mais desejável que qualquer outro toque. Fissurante fora o gosto deixado dentro daquela dimensão negra, nomeada de boca, sendo o mais desfrutante sabor de menta gélida. Do formato de um coração, lucidamente a única amostra de amor fora marcado em seus sutis lábios beijáveis. O garoto de belos traços memoráveis que, respectivamente, é admirado pelas pessoas aos seu redor, apenas perde seu cargo de artefato mais perfeito para a voz do jovem acastanhado. Ela soa como um cantar dócil de pássaros, ou como uma melodia doce de uma manhã, onde até o sol deixa de se apaixonar pela lua e traz seu amor ao garoto branco sul-coreano. Faíscas saem do mais lúcido corpo habitável pela alma extremamente lúgubre e negligente de Wook Aphrodisios Fez de sua feição o estilo de 𝐬𝐨𝐛𝐫𝐞𝐯𝐢𝐯𝐞̂𝐧𝐜𝐢𝐚, enaltecendo o único bem admirado por aqueles que o conhecem. Caia de olhos abertos diante ao corpo magro, mas estruturado. Foque na mais 𝒗𝒆𝒓𝒔𝒂́𝒕𝒊𝒍 feição amadora e gratificante dos tempos, e a transforme na mais pura coletânea de olhares desejáveis e inevitáveis. Cada minuciosidade caracterizada e 𝐩𝐢𝐧𝐜𝐞𝐥𝐚𝐝𝐚 acima do corpo humano branquelo, assemelhado ao tom leitoso o que demonstrava a cor de sua pele suavizada. O reconhecem como uma magnífica obra de arte, que inicialmente até o próprio 𝑴𝒊𝒄𝒉𝒆𝒍𝒂𝒏𝒈𝒆𝒍𝒐 sentiria-se inspirado ao observar a estrutura juvenil do geminiano. Sendo guardião de uma sensualidade extremamente possessiva a qualquer ato seu feito, e, juntamente também carrega aquelas particularidades da 𝒇𝒓𝒂𝒈𝒓𝒂̂𝒏𝒄𝒊𝒂 𝒂𝒈𝒓𝒊𝒅𝒐𝒄𝒆, que destacam o vestígio caótico de traços nem tão harmonizados ou organizados em sua cabeça.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐸𝑛𝑞𝑢𝑎𝑛𝑡𝑜 𝑛𝑎𝑠 𝑝𝑟𝑜𝑓𝑢𝑛𝑑𝑒𝑧𝑎𝑠 𝑑𝑜 𝑖𝑛𝑓𝑒𝑟𝑛𝑜 𝑒 𝑛𝑎𝑠 𝑟𝑎𝑖́𝑧𝑒𝑠 𝑑𝑜 𝑚𝑢𝑛𝑑𝑜, 𝑠𝑎𝑡𝑎𝑛𝑎́𝑠 𝑣𝑒𝑠𝑡𝑖𝑎 𝑝𝑟𝑎𝑑𝑎, aqui sobre o solo e debaixo do céu, Aphrodisios faz questão de trajar vestimentas que glamourizam seu gosto e definição para moda. De um estilo banal de um adolescente de ensino médio, encaixa-se perfeitamente em um 𝒈𝒂𝒓𝒂𝒏𝒉𝒂̃𝒐 dos anos oitenta. Pois sua jaqueta de couro sintético e juntamente com as calças jeans pretas, destacam seu corpo nada discreto sob as roupas apertadas. Com um guarda-roupa carregado de roupas 𝐞𝐱𝐭𝐫𝐚𝐯𝐚𝐠𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬 ao extremo, o menino jovem transmite luxúria mesmo ao suar de uma mão sobre o couro falso. Sendo assim, é dono de vestimentas que obtém a maior possibilidade de mostrar seu físico um tanto atlético, ou seja, seu corpo é naturalmente um dos mais 𝐛𝐞𝐥𝐨𝐬 𝐚𝐫𝐭𝐞𝐟𝐚𝐭𝐨𝐬 que possui e por isso não deixa de atentá-los em estilos marcantes, porque destacar seu ponto forte é necessário. Primeiramente, não podemos deixar de citar o bom gosto que Wook tem quando o assunto é trajes diários, pois o gosto particular de Aphro para determinados estilos de roupas é realmente bem único, normalmente suas peças de vestimentas são de traços 𝒎𝒊𝒏𝒊𝒎𝒂𝒎𝒆𝒏𝒕𝒆 bem pensados. A cada peça de farda usada, é como se ela fosse feita especialmente para ambo, basicamente ele sequer ousaria pensar em sair usando qualquer traje, já que seus 𝒆𝒔𝒕𝒆𝒓𝒆𝒐́𝒕𝒊𝒑𝒐𝒔 para roupas são bem específicos. Caso existisse a sensação de transmitir sua satisfação com seu corpo em relação as roupas que utiliza, o rapaz provavelmente transbordaria aos 𝒎𝒐𝒏𝒕𝒆𝒔. Primeiro e único ponto, Aphrodisios prefere roupas de tons mais escuros ou mesclados num cinza. Ocasionalmente, suas vestimentas são compostas, na maioria da parte, por camisetas de uma cor só, acompanhadas de uma jaqueta e uma calça qualquer escura, o que pode julgar-se como algo um tanto simples, mas que se fosse visto aos olhos do rapaz aquilo seria a própria luxúria em traje, pois quem o torna tão belo é seu corpo.
[img]personalidade[/img]
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑄𝑢𝑒𝑏𝑟𝑒 𝑢𝑚𝑎 𝑡𝑎𝑐̧𝑎 𝑑𝑒 𝑙𝑒𝑖𝑡𝑒 𝑑𝑒 𝑟𝑜𝑠𝑎𝑠 𝑒 𝑗𝑜𝑔𝑢𝑒 𝑢𝑚 𝑝𝑖𝑡𝑎𝑑𝑎 𝑑𝑒 𝑐𝑟𝑎𝑣𝑜, 𝑒 𝑒𝑛𝑡𝑎̃𝑜 𝑎 𝑡𝑟𝑎𝑛𝑠𝑓𝑜𝑟𝑚𝑒 𝑛𝑜 𝑐ℎ𝑒𝑖𝑟𝑜 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑝𝑒𝑐𝑢𝑙𝑖𝑎𝑟 𝑒 𝑐𝑢𝑟𝑖𝑜𝑠𝑜, 𝑜 𝑑𝑒𝑠𝑡𝑎𝑐𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 𝑜𝑢𝑡𝑟𝑜𝑠. Quando um ser é corrompido diretamente aos poros, existe em si míseros 𝐚𝐥𝐠𝐨𝐫𝐢𝐭𝐦𝐨𝐬 que provocam a morte interna de sentimentos familiares. Desta forma concretizamos que, tudo torna-se em vão e apenas remete-se a uma fração distorcida de borbulhantes e profundas cicatrizes que foram deixadas dolorosamente sobre a carcaça humana de um corpo carregado pela pele clara e leitosa. A permanência da aura fétida e negligente de um jovem rapaz de seus dezenove anos incompletos, é a vasta parte maléfica de seu eu, cujo a causadora de todos seus instantes 𝒊𝒏𝒄𝒂𝒑𝒂𝒛𝒆𝒔 de necessitarem a devoção alheia fervorosa. Freneticamente e deverasmente, porta-se ambiguamente como a latência de um ser sequer verossímil. Ou seja, também podemos, desta minuciosa forma, o transcrevemos como alguém drasticamente corroído pela sua fragilidade mental, conhecido por ser complexamente taciturno, aquele que transborda tristeza de dentro pra fora, que torna-se deslizante em mãos sóbrias encardidas de preto azulado, e, por fim, violentamente mentiroso. Azul. Azul cor mar. Azul cor céu. Após uma bala estourar os neurônios sóbrios inescrupulosos, vazasse pela estrutura óssea facial, 𝒔𝒂𝒏𝒈𝒖𝒆. Não aquele carmim, vermelho. No entanto, sim de tom azulado. Ele é uma deformidade, 𝒂𝒏𝒐𝒓𝒎𝒂𝒍𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒑𝒔𝒊́𝒒𝒖𝒊𝒄𝒂.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐸𝑥𝑖𝑠𝑡𝑒𝑚 𝑑𝑜𝑖𝑠, 𝑜 𝑑𝑖𝑟𝑒𝑖𝑡𝑜 𝑒 𝑜 𝑒𝑠𝑞𝑢𝑒𝑟𝑑𝑜, 𝑞𝑢𝑎𝑙 𝑙𝑎𝑑𝑜 𝑣𝑜𝑐𝑒̂ 𝑒𝑠𝑐𝑜𝑙ℎ𝑒? Cobiçador de suas difusões do lado esquerdo de seu cérebro, Aphro sequer possui 𝒓𝒆𝒍𝒖𝒕𝒂̂𝒏𝒄𝒊𝒂 mínima quando o contexto são suas ariscas, e estereotipadas, capacidades de produzir propagações de pequenos grupos que atingem um enquadramento pleonasmo. Formulando qualquer aspecto ácido, um fato significativo que o faz reter um grandíssimo intelecto, lhe permitindo assim realizar qual seja a fração humana do lado cinza desse ser. A busca meia-boca relatada pelo garoto de feição jovial, baseia-se num concreto de perspectividade humana e em relatos de cientistas dos séculos antepassados. Ambo é um jovem de um gigantesco raciocínio e lógica, que sobrepuja o alheio variável de suas concepções vastas e de seu enorme conhecimento. 𝑷𝒆𝒏𝒉𝒐𝒓𝒂𝒅𝒐 por desacertos, autêntico descendente do azar, pateticamente infortunado até o calar da boca, e fechar dos olhos acastanhados. Antagonista de sua história, o mais crucial e o principal ceifador do seu leito de morte mental e de seu psicológico, atormentado por suas palavras inexistentes e que o amedrontam. Acolhido pela maldita vida que Deus o forneceu, a qual o abomina fortemente durante cada dia sem rota a seguir. Excêntrico e egocentricamente incentiva uma atmosfera melancólica, onde se vê negado pelo mundo. Neste caso, Wook não é estapafúrdio apenas por ser, a vida simplicidade não foi gratificante o suficiente até os dias de hoje com o rapaz pálido
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑁𝑎̃𝑜 𝑠𝑒𝑗𝑎 𝑠𝑒𝑛𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑎𝑙, 𝑣𝑜𝑐𝑒̂ 𝑛𝑒𝑚 𝑠𝑎𝑏𝑒 𝑜 𝑠𝑖𝑔𝑛𝑖𝑓𝑖𝑐𝑎𝑑𝑜 𝑑𝑒𝑠𝑠𝑎 𝑝𝑎𝑙𝑎𝑣𝑟𝑎 "𝑠𝑒𝑛𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜𝑠", 𝑜 𝑞𝑢𝑒 𝑠𝑎̃𝑜 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑣𝑜𝑐𝑒̂? Aphrodisios incessamente 𝒅𝒆𝒔𝒆𝒔𝒑𝒆𝒓𝒂𝒗𝒂, 𝒍𝒂𝒄𝒓𝒊𝒎𝒆𝒋𝒂𝒗𝒂 𝒆 𝒔𝒆𝒏𝒕𝒊𝒂 𝒐 𝒕𝒐𝒒𝒖𝒆 𝒅𝒂 𝒎𝒐𝒓𝒕𝒊𝒇𝒊𝒄𝒂𝒄̧𝒂̃𝒐 𝒊𝒏𝒔𝒆𝒏𝒔𝒂𝒕𝒂 dos demais ao seu redor, e continuamente seu rosto envergonhado avermelhado era esquartejado pelo vento frio e chocante. O flagelo de uma tortura, nunca foi uma sensação noviça, por dentro estava podre, era igulado e nomeado de carne de pratos bronzeados, totalmente sem vida, morbida e sequer era 𝐬𝐮𝐜𝐮𝐥𝐞𝐧𝐭𝐚. Talvez por tais meios, e razões 𝒂𝒃𝒔𝒕𝒓𝒂𝒕𝒂𝒔, seu escrupuloso modo de expressar-se fora notavelmente alterado por míseras ações de seus convívios alheios, lhe fazendo possuir outro papel na sua própria história nada romantizada, ambo fora modificado de sua escrita original como ser humano. Então, enxergou-se como um dos seres mais 𝙞𝙧𝙧𝙚𝙡𝙚𝙫𝙖𝙣𝙩𝙚𝙨 e 𝒃𝒂𝒏𝒂𝒊𝒔 de se conviver regularmente. Tornou-se visivelmente oportunista em relação aos demais, sabendo assim tirar vantagem sobre cada e peculiar 𝐚𝐬𝐩𝐞𝐜𝐭𝐨 𝐡𝐮𝐦𝐚𝐧𝐨 intrigantemente ganancioso. Raramente não via-se ansioso por acontecimentos, sua pele clara formigava, amba era 𝐚𝐫𝐫𝐚𝐧𝐡𝐚𝐝𝐚 e 𝒎𝒂𝒄𝒉𝒖𝒄𝒂𝒅𝒂 pelas unhas, que deixavam transparecer o vermelhão acima de seus pulsos, principalmente. Um bebê chorão, isto é o que ele é. Porque ele 𝒈𝒓𝒊𝒕𝒂𝒗𝒂, 𝒃𝒆𝒓𝒓𝒂𝒗𝒂, ninguém aguentava toda sua melancólia ou seu entorpecimento sob os buracos negros, que puxavam e sugavam toda sua energia física e sentimental, ele estava frio, completamente frívolo, sem reação alguma.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑉𝑜𝑐𝑒̂ 𝑏𝑟𝑖𝑛𝑐𝑎 𝑑𝑒 𝑒𝑠𝑐𝑜𝑛𝑑𝑒-𝑒𝑠𝑐𝑜𝑛𝑑𝑒 𝑐𝑜𝑚 𝑠𝑖 𝑚𝑒𝑠𝑚𝑜 𝑒 𝑛𝑒𝑚 𝑝𝑒𝑟𝑐𝑒𝑏𝑒 𝑝𝑜𝑟 𝑞𝑢𝑎𝑙 𝑠𝑒𝑢 𝑒𝑢 𝑣𝑜𝑐𝑒̂ 𝑒́ 𝑐𝑜𝑛𝑡𝑟𝑜𝑙𝑎𝑑𝑜. Desta vez um poeta encantou-se e criou seu próprio 𝒅𝒆𝒍𝒆𝒊𝒕𝒆 sobre suas poesias sentimentais, e diversas das vezes irracionais ou racionais demais, sendo elas desconhecidas por todos, fez com que ambo se tornasse seu 𝐮́𝐧𝐢𝐜𝐨 𝗮𝗽𝗿𝗲𝗰𝗶𝗮𝗱𝗼𝗿 e 𝗮𝗱𝗺𝗶𝗿𝗮𝗱𝗼𝗿 de suas escritas criadas. A complexidade natural dos bens espertos e desagradavelmente tolos de Eunho, são a própria vida do 𝐩𝐨𝐜̧𝐨 𝐬𝐞𝐦 𝐟𝐢𝐦 para tal, tais são complementares, complementares para sua 𝒂𝒖𝒕𝒐-𝒅𝒆𝒔𝒕𝒓𝒖𝒊𝒄̧𝒂̃𝒐 𝒑𝒔𝒊𝒄𝒐𝒍𝒐́𝒈𝒊𝒄𝒂, 𝒎𝒆𝒏𝒕𝒂𝒍. Aphrodisios possui uma desgraçada coincidência em seus detalhes que traçam sua personalidade a ser um tanto indescritível e sem lógica, totalmente bipolar, sem noção que seja. Notavelmente pormenorizado pelo abismo territorial, nascente do inferno e residente de sua mente esquerdista[/b]. Seu modo de proferir exala [i]murmúrios sombrios ou gritos ardentes, em curtas e resumidas palavras, Wook é capaz de virar de cabeça para baixo, sentimental ou agressivo, ruínas ou um possível sinal de esperança. Ambo é realmente difícil de se decifrar, compreender ele é como tentar montar um cubo mágico corretamente de olhos fechados. O tal já não aguenta mais apenas 𝙧𝙚𝙨𝙞𝙙𝙞𝙧 𝙣𝙪𝙢 𝙘𝙤𝙧𝙥𝙤 𝙨𝙚𝙢 𝙥𝙤𝙙𝙚𝙧 𝙘𝙤𝙣𝙩𝙧𝙤𝙡𝙖́-𝙡𝙤, odeia viver como um corpo alheio enquanto é movido a fios por mãos gélidas e sem cor. As deslumbrantes concepções desconhecidas por si, lhe assombram e, tornam-se o mais sutil medo e único sentimento puro transmitido em suas poesias.
[img]historia[/img]
Escreveu


[img]extras[/img]
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑆𝑒𝑟 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑢𝑚𝑎 𝑔𝑜𝑡𝑖́𝑐𝑢𝑙𝑎 𝑑𝑒 𝑎́𝑔𝑢𝑎 𝑒𝑚 𝑚𝑒𝑖𝑜 𝑎 𝑢𝑚𝑎 𝑡𝑒𝑚𝑝𝑒𝑠𝑡𝑎𝑑𝑒 𝑐𝑒𝑟𝑡𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑛𝑎̃𝑜 𝑠𝑒𝑟𝑖𝑎 𝑛𝑎𝑑𝑎 espetaculoso, todavia ser um oceano dividido em 𝒎𝒂𝒓𝒆𝒔 𝒕𝒆𝒎𝒑𝒆𝒔𝒕𝒖𝒐𝒔𝒂𝒔 é um meio de destacar-se ferozmente, mas ele não tratava-se disso. Existem pequenos convívios de 𝒄𝒆́𝒍𝒖𝒍𝒂𝒔 𝒒𝒖𝒆 𝒕𝒓𝒂𝒄̧𝒂𝒎 𝒂 𝒑𝒆𝒓𝒔𝒑𝒆𝒄𝒕𝒊𝒗𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 𝒄𝒐𝒏𝒕𝒖𝒓𝒃𝒂𝒅𝒂 de qualquer adolescente em pleno século vinte e um, o que destina da convivência de uma sociedade francamente negligente e peculiarmente baseada na 𝐥𝐞𝐢 𝐝𝐨 𝐜𝐨𝐫𝐫𝐞𝐭𝐨, cujo esta que é vista de uma maneira completamente controversa por esses seres. Trajando seu complexo com este mundo ardiloso, Wook não trata-se apenas de um peão nas mãos do grandioso criador do universo, no entanto, nunca chegaria a 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐞𝐳𝐚 𝐬𝐨𝐜𝐢𝐚𝐥 𝐝𝐞𝐬𝐭𝐚 𝐡𝐢𝐞𝐫𝐚𝐫𝐪𝐮𝐢𝐚. Ele diria que é um contraste sobre os oceanos e terras, não resume-se em 𝒑𝒐𝒅𝒆𝒓 𝒐𝒖 𝒇𝒓𝒂𝒄𝒂𝒔𝒔𝒐, apenas resiste a uma base mediana e particularmente popular por serem drasticamente egocêntricas por existência. Deveras que o acastanhado negro, carrega um abismo cinético, regido pela profundidade de seus longos, mas lentos, 𝒃𝒂𝒕𝒊𝒎𝒆𝒏𝒕𝒐𝒔 𝒄𝒂𝒓𝒅𝒊́𝒂𝒄𝒐𝒔 e, acompanhado fielmente pela respiração fraca e desregulada pela aflição de um choque emocional. Aphro, de seu jeito, tenta apropriar-se a um cotidiano real de um mundo nada fantasioso, porém a cada instante sobre a área ácida de uma superfície plastificada, é como dissolver-se por vontade própria, como clamar pela 𝐦𝐨𝐫𝐭𝐞 𝐟𝐚𝐧𝐭𝐚𝐬𝐭𝐢𝐜𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐩𝐞𝐫𝐯𝐞𝐫𝐬𝐚 𝐞 𝐝𝐨𝐥𝐨𝐫𝐨𝐬𝐚. Uma textura lisa, de gosto amargo, vicioso para os estimulantes que residem uma alucinação de 𝐭𝐨𝐫𝐩𝐨𝐫 𝐞́𝐛𝐫𝐢𝐨, o deixando vazar pela boca negra, e logo fermentada pelo sabor, acompanhados por julgamentos sádicos, que lhe entorpecem da cabeça aos pés. Já se fazem poucos anos desde a sua iniciação alucinógena, pois, especificamente já se completam dois anos desde esse seu começo com tais substâncias, afinal quando iniciou beirava o final dos seus 𝒅𝒆𝒛𝒆𝒔𝒔𝒆𝒊𝒔 𝒂𝒏𝒐𝒔. Não possuindo qualquer experiência com trabalho, o único meio que lhe sustentava a base de tais remédios ilícitos, era seu ganho da mesada. No entanto, sendo um rapaz juvenil um tanto desenfreado no consumismo alheio destas 𝐬𝐮𝐛𝐬𝐭𝐚̂𝐧𝐜𝐢𝐚𝐬, venho a acarretar para si mesmo problemas com falta de dinheiro para manter essas suas frequências com a mente alterando sua conduta realista, sendo assim, na maior parte furtava uns tostões de seus pais. Mas caso você se pergunte como ele partiu a frente com tal consumo, bom basicamente, em meados de 𝒅𝒐𝒊𝒔 𝒎𝒊𝒍 𝒆 𝒅𝒆𝒛𝒐𝒊𝒕𝒐, um garoto levemente desocupado e atordoado, navegava subitamente, indo de link em link, fornecendo, de maneira bem provável, vírus ao seu computador e dados seus em sites nada confiáveis, até se deparar com Teddy, um site que oferecia segurança em suas compras e para seus usuários. Fala sério, qualquer adolescente que quisesse fugir da realidade incessante chatíssima, pediria pelo menos uma entrega de determinadas substâncias. Aphrodisios, vendo uma boa oportunidade como essa aproveitaria, pois bem, apesar de já saber o gosto de 𝙣𝙞𝙘𝙤𝙩𝙞𝙣𝙖 pela variável vez que experimentara apenas por querer parecer 𝐝𝐞𝐬𝐜𝐨𝐥𝐚𝐝𝐨, o garoto coreano nunca havia ingerido qualquer 𝒎𝒆𝒓𝒄𝒂𝒅𝒐𝒓𝒊𝒂 𝒊𝒍𝒊́𝒄𝒊𝒕𝒂, ou seja, foi na base do "se eu gostar contínuo, caso não curtir eu paro", e por algum motivo ele fissurou-se no tal gosto. Ambo notou que precisava de livramento sob seus sensos repetitivos, e foi desta maneira que encontrara-se num poço sem escalada até o topo, tornando-se um usuário de compra regular.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑃𝑜𝑟 𝑞𝑢𝑒 𝑎𝑙𝑔𝑢𝑒́𝑚 𝑡𝑎̃𝑜 𝑖𝑛𝑠𝑖𝑔𝑛𝑖𝑓𝑖𝑐𝑎𝑛𝑡𝑒 𝑐𝑜𝑚𝑜 𝐴𝑝ℎ𝑟𝑜𝑑𝑖𝑠𝑖𝑜𝑠 𝑡𝑒𝑟𝑖𝑎 𝑜 𝑑𝑖𝑟𝑒𝑖𝑡𝑜 𝑑𝑒 𝑝𝑜𝑑𝑒𝑟 reclamar dos seres alheios que convive e que lhe fornecem palavras que sequer possuem sustância? Porque, no fim de tudo, Aphro é mais um dos 𝐡𝐮𝐦𝐚𝐧𝐨𝐬 que ajudam a completar uma corrente totalmente embolada com negações e vibrações espontâneas. Não é possível 𝗺𝗼𝗹𝗱𝗮𝗿-𝘀𝗲 em um espaço pequenino, mínimo de um passo, então ambo permanece como é e como foi feito, não cria uma moldura 𝙨𝙤𝙛𝙞𝙨𝙩𝙞𝙘𝙖𝙙𝙖 sobre seu eu no lugar de sua aura 𝒊𝒎𝒑𝒊𝒆𝒅𝒐𝒔𝒂. Sua vida não se deriva de qual grupo social pertence, em qual se adapta melhor ou com quem anda, apesar de que a sociedade moderna requer que o rapaz qualifique-se em algum termo, afinal não podemos ser um 𝒍𝒐𝒃𝒐 𝒔𝒐𝒍𝒊𝒕𝒂́𝒓𝒊𝒐 para todo o sempre, não é mesmo? Exato, precisamos andar em bandos, para disfarçamos nossos interiores verdadeiros escondidos através de 𝙧𝙤́𝙩𝙪𝙡𝙤𝙨 colegiais. Wook Aphrodisios, um legítimo aluno rico com marra de ser 𝐦𝐚𝐥 𝐞𝐧𝐜𝐚𝐫𝐚𝐝𝐨, nefasto. Facilmente enxergado e invejado por muitos dali, falando a real, não é pra qualquer um chegar fazendo um som estridente? pelo motor da moto que pilota, e não ser direcionado a diretoria. Não é um mágico que 𝙝𝙞𝙥𝙚𝙧𝙗𝙤𝙡𝙞𝙯𝙖 seus truques, no entanto, ele constrói uma 𝒈𝒂𝒎𝒂 𝒅𝒆 𝒂𝒓𝒈𝒖𝒎𝒆𝒏𝒕𝒐𝒔 sobre seus lúcidos pensamentos, que lhe acarretam distração sobre seu próprio andar desequilibrado, mas firme. Ambo, garoto Wook, está a quilômetros de ganhar um título de 𝒂𝒍𝒖𝒏𝒐 𝒆𝒙𝒆𝒎𝒑𝒍𝒂𝒓, o que lhe acanha mais olhares julgadores por cima de sua jaqueta de couro desgastada, pois sua aura quieta, no entanto competitiva, trouxe a si reputação na escola, pois devido aos seus 𝙚𝙨𝙩𝙞́𝙢𝙪𝙡𝙤𝙨, muitos ali precisavam ver o chilique inválido de um estudante juvenil, que sempre ocasiona algumas discussões durante o horário que, provavelmente, deveria estar dentro de uma sala de aula. Aphrodisios não procura briga e bate-boca por imprudência, ele jamais age sem possuir motivos concretos. O jovem, já quase de maioridade, é tão irresponsável, pois a princípio, sua vasta desorganização para as aulas, lhe prejudica em pequenas partes, por exemplo, quando chega tarde e perde horários das matérias, ocasionando diversas faltas no seu boletim escolar. Lhe falta ar, estar dentro de uma sala de aula minúscula e cheia com diversos alunos, é de deixar todos com claustrofobia, parecendo que convivem num 𝒄𝒖𝒃𝒊́𝒄𝒖𝒍𝒐 𝒔𝒖𝒂𝒅𝒐. Apesar dessas variáveis, o rapaz normalmente encontra-se com um sorriso lascivo enquanto seus olhos fixam em determinada coisa. O menino, ao contrário de muitos sem interesse nas aulas, não adormece entre elas, apenas fecha seus ouvidos para tudo e tranca-se num mundo e complexo diferente.
[img]relaçoes[/img]
Escreveu
Escreveu
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑃𝑒𝑙𝑜 𝑏𝑒𝑚 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑠𝑎𝑔𝑟𝑎𝑑𝑜 𝑒𝑥𝑖𝑠𝑡𝑒𝑛𝑡𝑒, 𝑝𝑜𝑟 𝑎𝑚𝑜𝑟 𝑑𝑒 𝐷𝑒𝑢𝑠, 𝑎𝑙𝑔𝑢𝑒́𝑚 𝑑𝑒̂ 𝑎 𝑚𝑎𝑛𝑠𝑖𝑑𝑎̃𝑜 𝑑𝑜 universo para Aphrodisios. Ele já não aguentava mais todo aqueles murmúrios e sussurros que lhe sufocavam. Tudo rodava e de convite os talheres arranhavam-se entre si, cortando a carne sangrenta animal. Qualquer ênfase fazia sua cabeça explodir feito bombas atômicas, mas por quê? Porque ali, os Wook's precisavam olhar-se olho a olho.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀— Você… Como vai nas aulas? – Ele 𝒅𝒆𝒔𝒆𝒔𝒑𝒆𝒓𝒐𝒖, respirou o ar gelado que percorreu friamente por suas narinas, sentindo seu olfato aguçar, assim ele pode inalar o 𝐚𝐫𝐨𝐦𝐚 𝐧𝐨𝐣𝐞𝐧𝐭𝐨, oh céus, era carniça.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑁𝑜 𝑒𝑛𝑡𝑎𝑛𝑡𝑜, 𝑝𝑜𝑟 𝑞𝑢𝑒 𝑒𝑙𝑒 𝑝𝑒𝑟𝑚𝑖𝑡𝑖𝑢-𝑠𝑒 𝑖𝑙𝑢𝑠𝑖𝑜𝑛𝑎𝑟 𝑎𝑙𝑔𝑜 𝑡𝑎̃𝑜 𝑓𝑎𝑛𝑡𝑎𝑠𝑖𝑜𝑠𝑜 𝑐𝑜𝑚𝑜 𝑢𝑚𝑎 conversa decente com seus pais, sem qualquer levantamento de vozes ácidas? Olhando novamente as figuras progenitoras, os viu sangrar… Porém, por um acaso, apenas soltou um cobiçado 𝒈𝒂𝒓𝒈𝒂𝒍𝒉𝒂𝒓 cortante.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀— Vocês são realmente patéticos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑆𝑒𝑟 𝑝𝑟𝑖𝑚𝑜𝑔𝑒̂𝑛𝑖𝑡𝑜 𝑑𝑒 𝑝𝑒𝑠𝑠𝑜𝑎𝑠 𝑎𝑏𝑎𝑠𝑡𝑎𝑑𝑎𝑠, 𝑎𝑙ℎ𝑒𝑖𝑎𝑠, 𝑛𝑎̃𝑜 𝑙ℎ𝑒 𝑓𝑎𝑧𝑖𝑎 𝑎𝑏𝑜𝑟𝑟𝑒𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑒 faminto por poder quanto os demais. 𝑰𝒏𝒔𝒆𝒏𝒔𝒂𝒕𝒐 é dizer que a família Wook é de se desejar como um exemplo familiar saudável, mas caso alguém 𝙘𝙤𝙜𝙞𝙩𝙖𝙨𝙨𝙚 a comentar tal especulação, seria uma 𝘱𝘦𝘯𝘢, afinal seriam apenas palavras que foram jogadas aos quatro ventos, da boca pra fora. Ambos, um policial e outra psicóloga, possuem tudo o que ansiam na palma das mãos. Basicamente os dois carregam auras que dizem ser retas, enquanto realmente não passam de 𝒎𝒂𝒏𝒊𝒑𝒖𝒍𝒂𝒄̧𝒂̃𝒐 𝒕𝒐𝒕𝒂𝒍 𝒅𝒂 𝒋𝒖𝒏𝒄̧𝒂̃𝒐 𝒅𝒂𝒔 𝒒𝒖𝒂𝒕𝒓𝒐 𝒎𝒂̃𝒐𝒔. Talvez seja pelas suas atitudes de diversas as situações, cujo quais os adultos demonstraram-se tão 𝙞𝙣𝙛𝙖𝙣𝙩𝙞𝙨 e em outras prezaram pela 𝘧𝘳𝘪𝘦𝘻𝘢 de seus corações, que seus níveis de 𝐛𝐢𝐩𝐨𝐥𝐚𝐫𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 agem de textura diferente e específica em cada situação. Raramente são dissuadidos pelas suas egocêntricas da ponta das línguas, tente os contrariar com 𝐚𝐫𝐠𝐮𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨𝐬 𝐯𝐚́𝐥𝐢𝐝𝐨𝐬 que o já formados lhe o transformam em inválidos na questão de milésimos. Uma gigantesca parte da relação familiar dos três, facilmente descrevemos como 𝐝𝐞𝐩𝐥𝐨𝐫𝐚́𝐯𝐞𝐥. Eles possibilitam a maior 𝙡𝙚𝙩𝙖𝙡𝙞𝙙𝙖𝙙𝙚 do 𝘥𝘦𝘴𝘢𝘴𝘵𝘳𝘦 Wook, da queda 𝒊𝒏𝒗𝒆𝒓𝒂𝒄𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆 montada a visão de fora. Diferentemente de uns seres um tanto comum, que necessitam na maioria das vezes de descanso e momentos para se recordar, os Wook's advém ordem, sobretudo medo sobre si, estranhamente são de opiniões fortes, tanto quanto socos direcionados ao estômago alheio, deixando cada segundo se passar como qualquer instante. O Eunho os amaldiçoá de todas maneiras e jeitos possíveis por serem tão pequenos com o próprio ser que produziram juntos. Os olhares 𝒊𝒏𝒅𝒊𝒔𝒄𝒓𝒆𝒕𝒐𝒔 e dificilmente de se cruzarem e palavras 𝐝𝐞𝐬𝐠𝐚𝐬𝐭𝐚𝐬, como um disco vinil repetitivo, são o suficiente para acabar com a feição quieta, a deixando com um clima sombrio, que a família aparenta possuir para qual fato seja.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝑆𝑒𝑢 𝑝𝑎𝑖, 𝑢𝑚 ℎ𝑜𝑚𝑒𝑚 𝑐𝑜𝑚 𝑑𝑒 𝑎𝑡𝑖𝑡𝑢𝑑𝑒𝑠 𝑝𝑒𝑟𝑣𝑒𝑟𝑠𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑒𝑠𝑑𝑟𝑢́𝑥𝑢𝑙𝑎𝑠, 𝑝𝑟𝑖𝑛𝑐𝑖𝑝𝑎𝑙𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑐𝑜𝑚 sua mulher e filho, os 𝐡𝐞𝐫𝐝𝐞𝐢𝐫𝐨𝐬 de seu bem patrimônio, após sua morte, é óbvio. Aquele que construiu em si longas paredes de 𝒇𝒖𝒈𝒂𝒔, fazendo seu único 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗿𝗲𝘀𝘀𝗲 si mesmo, o que honestamente o facilita a ignorar fielmente o modo 𝐞𝐬𝐪𝐮𝐢𝐬𝐢𝐭𝐨 de agir de sua familia, seja pelas loucas conturbações de sua esposa ou da ridícula relação que tem ao seu primogênito. ChangIn seria um ótimo 𝙢𝙤𝙙𝙚𝙡𝙤 de pai a se seguir, caso não fosse rígido e minucioso com cada mísero detalhe em relação ao seu filho.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝐽𝑎́ 𝑠𝑢𝑎 𝑚𝑎̃𝑒, 𝑖𝑟𝑜𝑛𝑖𝑐𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒, 𝑒́ 𝑓𝑟𝑒𝑛𝑒𝑡𝑖𝑐𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑡𝑎𝑐𝑖𝑡𝑢𝑟𝑛𝑎, 𝑞𝑢𝑒 𝑝𝑜𝑑𝑒𝑟𝑖𝑎 𝑎 𝑓𝑎𝑧𝑒𝑟 𝑣𝑖𝑟𝑎𝑟 𝑑𝑜 𝑠𝑜́𝑙𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑜 líquido instantâneo. Mas não pense que a consciência da mulher vem a 𝒒𝒖𝒆𝒔𝒕𝒊𝒐𝒏𝒂𝒓 sua convivência familiar, pois a adulta certamente não tem tendência de querer assemelhar seu primogênito e seu marido como pessoas que a 𝙖𝙜𝙧𝙖𝙙𝙚𝙢. Apesar de tantos fatores que causariam 𝐩𝐞𝐧𝐚 de início, amba possui tantos desvios deste lado, dos quais sem dúvida causariam um imenso susto e que, fielmente, colocariam uma 𝒇𝒆𝒊𝒄̧𝒂̃𝒐 de surpresa no mais ingênuo rosto de quem prestasse bem atenção nos 𝗽𝗲𝗾𝘂𝗲𝗻𝗶𝗻𝗼𝘀 detalhes. A descrevendo, de traçar mais fiel, a mulher jovem, possui uma personalidade fria e 𝐞𝐠𝐨𝐜𝐞̂𝐧𝐭𝐫𝐢𝐜𝐚.

Permalink Comentários (13)