califoria

califoria
— Just a Fool
Nome:
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 9 de Dezembro
Cadastro:

califoria - — Just a Fool


..:: Domus of pecto;-((;

Postado

Escreveu 愚かな少年 。𝑇𝘩𝑜𝑢𝑔𝘩 𝐼 𝑡𝑟𝑦 𝑡𝑜 𝑟𝑒𝑠𝑖𝑠𝑡 𝐼 𝑠𝑡𝑖𝑙𝑙 :: 𝑤𝑎𝑛𝑡 𝑖𝑡 𝑎𝑙𝑙 …. 📫

┄` ♡ ༘۬۟. ↷home is just a room full of my safest sounds 'Cause you know that III. › I can't 𝐭𝐫𝐮𝐬𝐭 myself with my 3 A.M. shadow ┄` ⌨︎ ༘۬۟. ↷ I'd rather fuel a fantasy than deal with this ALONE I wanna sleep next to you ╰.˚̩̥̩̥◂: but that's all I wanna do right now So come over now and 𝕋𝔸𝕃𝕂 𝕄𝔼 𝔻𝕆𝕎ℕ I wanna 𝒉𝒐𝒍𝒅 𝒉𝒂𝒏𝒅𝒔 𝒘𝒊𝒕𝒉 𝒚𝒐𝒖 but that's all I wanna do right nowAnd I 𝑤𝑎𝑛𝑛𝑎 get close to you 'Cause your hands and 𝓁𝒾𝓅𝓈 still know their way around. So if you don't mind, I'll WALK that line 𝐬𝐭𝐮𝐜𝐤 on the bridge between us gray areas and expectations ˚ ₍☁₎
Mostrar Spoiler: — 𝐴𝑔𝑜𝑟𝑎❞ 𝑒𝑙𝑒𝑠 𝑑𝑖𝑧𝑒𝑚 𝑞𝑢𝑒 𝑎 𝑗𝑢𝑣𝑒𝑛𝑡𝑢𝑑𝑒 𝑒𝑠𝑡𝑎́ 𝑝𝑒𝑟𝑑𝑖𝑑𝑎。 迷子の貧しい人

。。long nights, daydreams sugar and smoke rings, I’ve been a fool ✉︎ . . › but 𝚜𝚝𝚛𝚊𝚠𝚋𝚎𝚛𝚛𝚒𝚎𝚜 and 𝒸𝒾𝑔𝒶𝓇𝑒𝓉𝓉𝑒𝓈 always taste 𝐥𝐢𝐤𝐞 𝐲𝐨𝐮 headlights, on me ✁・・・ Remember when you •̀¸ะ taught me 𝔽𝔸𝕋𝔼 said it all be 𝙒𝙊𝙍𝙏𝙃 the wait you 𝑎𝑙𝑤𝑎𝑦𝑠 leave me wanting more 。Lighters and 𝒸𝒶𝓃𝒹𝓎, I’ve been a fool ༄*:。‵˚.
✉︎ᵎ OME OMPLETO❰❰❞.★⇅ᴗ
╭,⋆̥›. Uriel Denis Charpentier´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel, é uma derivação da forma hebraica Uriy’el, cuja composição é um resultado da soma ente os verbetes uriy, ou “iluminar”, e El, também traduzível por “Deus”. O nome significa primeiramente ‘Deus é minha luz‘ ou ‘o Senhor me ilumina‘, entretanto, ‘chama divina‘ e ‘fogo de Deus‘ também são considerados significados plausíveis. Este nome se associa à luz que o Pai Eterno deposita em forma de coragem no coração daqueles que persistem no caminho da fé sem estremecer diante do medo ou do pecado, bem como a imagem do fogo reforça essa ideia, remetendo ao calor e à força que são fornecidas continuamente para que a esperança da bondade nunca se perca. O rapaz não possui um apelido, visto que seu nome já é curto o suficiente, e sente-se perfeitamente bem não possuindo um por sinal. Seu nome do meio, Denis, vem do grego Dionysios formado pela união dos elementos dyu, que significa "céu, espírito, dia" e nisa, que quer dizer "noite, água", portando consigo os significados “consagrado a Dioniso”, “espírito das águas”, “o céu e as águas”, “dia e noite”. Enquanto Charpentier, significa literalmente “carpinteiro”, que vem do meio de trabalho cujo seus pais trabalham como sobrevivência.

✉︎ᵎ DADE❰❰❞.★⇅ᴗ
╭,⋆̥›. 18 Anos ₊ Sagitário´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel tem 18 anos, bem como sua aparência transparece essa faixa etária, as vezes causando impressão de ser 16 normalmente. O garoto é nascido no dia 25 de novembro, assim possuindo o signo de sagitário, apesar de Uriel pouco importar-se com signos, achando tudo uma grande baboseira.
¨̮ — ˇᵋ ˇ Sagitarianos são regidos pelo elemento fogo e regidos pelo planeta Júpiter. Conhecidos pela sua dualidade de sentimentos e mistura entre o que sente, e por ser um dos signos mais positivos do zodíaco.

✉︎ᵎ PARENCIA❰❰❞.★⇅ᴗ
╭,⋆̥›. Lee Jeno´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇ De aparência jovial e serena, Uriel carrega com ele uma beleza incomum e encantadora, e apesar de não considerar o “mais belo do mundo”, as pessoas não podem negar que o rapaz é bonito. Tem um rosto fino, mas com bochechas bem preenchidas assim deixando o rosto mais “cheinho”, seu nariz tem um tamanho mediano, e em sua extremidade é levemente larga, nada muito exagerado, suas orelhas são bem pequeninas, chegando até a soarem fofas.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Seu cabelo possui madeixas escuras, que sequer na luz solar clareia tanto, com um corte bem comum, mas que não deixa de ser atraente, além disso, seu cabelo é extremamente macio, e mesmo que o garoto não faça nada com ele, o cabelo parece ficar ótimo de qualquer jeito. Bem como seu cabelo, os olhos de Uriel são escuros, possuindo os puxadinhos asiáticos e que destacam-se na pele mais clara do rapaz, lábios pequenos e finos, que escondem dentes alinhados e branquinhos, que faz muitas pessoas prestarem atenção no sorriso do jovem, que ao sorrir, praticamente fecha seus olhos, como se eles estivessem sorrindo junto. Um sorriso simplesmente arrasador, que sem dúvidas é um dos seus traços que mais chama atenção.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel não tem um porte físico incrível e de se gabar. Possui 1,71 metros de altura, sendo considerado medida e o seu peso proporcional para a sua estrutura, possuindo assim por volta de 45kg. Oblíquos mais salientes se destacam sob sua pele clara e mesmo que não seja um garoto “malhado” possui barriga chapada e com pouquíssimos músculos, tanto que, seus braços e pernas são finos, dando a ele um ar mais delicado. O garoto não é um Deus Grego, mas que não deixa de ser um rapaz com uma beleza incomparável.


📷¹..ᄒᄒ. . 𝒑𝒊𝒄𝒔 𝒂𝒏𝒅 𝒈𝒊𝒇𝒔



✉︎ᵎ ACIONALIDADE❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel é Francês, facilmente confundido devido suas características asiáticas, o que é comum, sua família paterna possui descendência asiática, sendo assim, Uriel teve a proeza de adquirir fortemente as mesmas características da família vinda de seu pai. O garoto nasceu e cresceu em Montersaint.
_&◝༚ᔗ The weight of a simple human emotion weighs me 𝒟𝒪𝒲𝒩 more than the 𝕋𝔸ℕ𝕂 ever did 私と私の傷ついた心 the pain It's DETERMINED and demanding ¸.৲+. to ache, but I'm ̶ᴏ̶ᴋ̶ᴀ̶ʏ and I don't wanna let this go I don't wanna lose control I just wanna see the 𝓈𝓉𝒶𝓇𝓈 with you and I don't wanna say 𝚐𝚘𝚘𝚍𝚋𝚢𝚎 +˚ ༘ˀˀ someone )˚̣̣̣͙ ୧ tell me 𝑊𝐻𝑌 ☹.*+ I just want to 𝑠𝑒𝑒 the stars with you。˹♡: い↺ 私はただ愛されたいだけでした。
✉︎ᵎ ISTORIA❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel nasceu em uma família acolhedora, e que sempre lhe dava atenção desde quando era somente um recém-nascido, até quando foi crescendo e tornando-se um garoto brincalhão, e por mais que fosse “perfeita” aos olhos do pequenino não era bem assim que as coisas funcionavam. Sua mãe, uma mulher sempre educada e correta, seguindo os valores impostos por todos do vilarejo, normalmente sendo alguém ignorante para novas ideias, uma mulher temente a Deus e que sempre foi devotada, alguém a se admirar, entretanto, completamente domada e submissa ao seu esposo, dito cujo poderia fazer qualquer coisa, pois sabia que a esposa não reclamaria de nada, afinal porque faria isso? Ela tinha uma ótima vida, um filho lindo, um esposo trabalhador, ela não tinha direito nenhum de levantar um dedo a respeito, e assim era feito. Enquanto sua mãe cuidava de Uriel e da casa, seu marido, saía com outras mulheres, e não era nenhuma suspeita que a mulher tinha, todos sabiam disso, inclusive ela, que não tomou nenhuma posição, preferindo estar acomodada em casa cuidando de seu pequeno garoto. O rapaz com seus três anos de idade já andava e falava, e costumava ser muito agarrada em sua mãe, sempre estando em volta dela em todos os afazeres de casa.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Quando em casa, seu pai sequer ergueu um dedo para bater na mãe de Uriel, pelo menos não que o garoto tenha visto, e sempre era um ótimo pai com o garoto, teve uma boa infância, sua atividade favorita era ficar em volta de seu pai enquanto ele trabalhava, o garoto gostava bastante do odor que exalava da matéria prima sempre que seu pai estava trabalhando com a madeira. Por volta dos oito anos de idade, o pequeno já havia começado ajudar o pai com o trabalho, e mesmo sendo um garoto fraco e desajeitado, seu pai sempre lhe dava um desconto, e o animava dizendo-lhe que o rapaz tornaria-se um homem forte e robusto, as vezes, até o bajulava um pouco dizendo que foi justamente por isso que o garoto recebeu o sobrenome carregado pelos avós de Uriel como uma herança, visto que a família paterna do garoto estava nesse ramo por bastante tempo.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Com sua mãe, o garoto era brincalhão, e sempre animava sua mãe, cujo sempre carregava uma expressão tristonha, o garoto sempre acompanhava a mãe durante as idas na igreja, sendo bajulado pelas outras mulheres da igreja, que sempre diziam que Uriel iria tornar-se um homem bonito e inteligente, na verdade, o rapaz sequer prestava muita atenção na igreja, e ficava fazendo brincadeiras e se distraindo com as coisas em sua volta, normalmente recebia sermões de sua mãe, mas Uriel queria saber mais de brincar, já que sentia sono quando tentava manter-se atento.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Tudo começou a ficar mais confuso quando Uriel começou a aprender escrever, o garoto escrevia com a mão esquerda, e isso perturbava profundamente seu pai, que sempre brigava com o pequeno para que escrevesse direito e que ele estava fazendo errado, chegando a denunciar o garoto para sua mãe muitas vezes, que só dizia que o rapaz iria tomar jeito, já que ele estava aprendendo a escrever agora, e que provavelmente iria se ajeitar posteriormente. Coisa que não aconteceu, visto que por mais que o garoto tentasse, simplesmente não conseguia escrever com a mão direita, sempre saia tremida e feia, e Uriel nunca entendeu no que tinha de errado, mas ele não conseguia escrever como seu pai queria, não importava o esforço que fazia. A imagem paterna caridosa e gentil, cujo sempre o animava quando ele se sentia triste, aos poucos foi sumindo para Uriel, dando espaço para uma nova imagem. A de um pai arrogante, maldoso, e que só sabia gritar com o garoto toda vez que o via escrevendo, lhe passava medo, e o garoto até mesmo evitava escrever, pelo mais puro medo, tanto que, sua letra foi ficando horrenda aos poucos, pela falta de prática. Escondendo isso, não teria problemas certo? Pensou o pequeno Uriel, e mal sabia que posteriormente, teria ainda mais problemas a respeito de seu pai, além de que, por saber escrever somente com a mão esquerda, seu pai jamais o trataria da mesma forma.

¨̮ — ˇᵋ ˇ E mais uma vez, lá estava o garoto com mais uma confusão para lidar, por volta de seus quinze anos, enquanto seu pai lhe orientava a escolher uma menina bonita, e que fosse boa suficiente para o rapaz casar-se, e por mais que o homem deixou de dar tanta atenção ao filho, pelo menos ele deveria escolher uma mulher boa e correta, Uriel até achava as garotas bonitas, mas não sentia qualquer tipo de atração nelas, muito menos vontade de beijá-las ou ter algum tipo de relacionamento fora a amizade. Com o tempo, toda aquela falta de atração passou a incomodar, todas as garotas que havia beijado não lhe proporcionam prazer, proporcionaram nada sendo sincero, na verdade, só as beijou por insistência de seu pai, que sempre pegava em seu pé por conta disso. Passou até achar-se um garoto anormal por sentir uma atração nula por garotas, e se achou mais estranho ainda quando percebeu que sentia formigamentos quando ficava encarando homens, observando os detalhes deles. Uriel passou um longo tempo se negando, e tentando ainda investir em garotas, mas não dava certo, nada dava certo, até que, em meados dos dezesseis anos Uriel finalmente olhou pra si e aceitou-se, e por mais que nunca havia beijado um homem para provar a sensação, era nítido que o garoto sentia excitação por homens. O segredo, logo não durou, e aos seus dezessete anos, faltando por volta de 5 meses para completar seus dezoito, boatos de que Uriel gostava de homens rolou pelo vilarejo inteiro, até chegar no ouvido de seus pais, e então, foi quando tudo pegou fogo na família. Uriel foi chamado de tudo quanto é possível, tanto por seu pai quanto sua mãe, o rapaz tomou uma grande e bela surra de seu pai, tanto que, posteriormente o rapaz mal conseguia se mexer, coisas horrendas foram ditas que foram como facas apunhalando o coração do garoto, era chamado de vergonha, seu pai dizia que tinha nojo de ter dado o nome de herança de sua família para ele, sua mãe dizia que sentia vergonha de ter dado a luz a um menino que gostava de homens, e coisas como que já sabia que Uriel não era um garoto correto e centrado quando passou a escrever do jeito errado, que ela já sabia que o garoto estava perdido, dizendo não saber porque esperou que tivesse uma mudança significativa no rapaz, entre outros insultos que ficaram gravados para sempre em Uriel. Também foi quando sua família morreu totalmente para o rapaz, que ficou desacreditado de como foi tratado, e sente grande mágoa por seus pais até então.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Logo após a descoberta, seus pais buscaram rapidamente providências para colocar o jovem em um lugar onde ele fosse devidamente doutrinado, e voltasse como um homem de verdade, liberto dessa vergonha que foi trazida para sua família. Algo que só aconteceu após Uriel já ter completado seus dezoito anos de idade. Atualmente, ele se encontra aonde foi prometido que seria doutrinado.

✉︎ᵎ AMILIA❰❰❞.★⇅ᴗ
╭,⋆̥›. Leonor Olivier Denis Mãe, Dona de Casa, 39 Anos ₊ Isaac Huet Charpentier, Pai, Carpinteiro, 43 Anos´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇ Antes de toda a confusão acontecer, e a família auto quebrar-se, a relação com seus pais até esse ponto era ótima, sua mãe sempre cuidava de Uriel, e o levava para todo o lugar da casa consigo, carregava o menino junto para a igreja principalmente, visando fazer com que o pequeno tivesse juízo desde pequeno, bem como ela havia aprendido. Com a descoberta de Uriel ser canhoto, Leonor passou a levar o rapaz com mais frequência a igreja, e mantendo a vergonha em sigilo, orou pelo filho esperando uma melhora. Posteriormente, depois da “grande descoberta” Leonor passou a repudiar o filho, que é a atual situação de relacionamento deles, afinal, é recíproco, visto que sua mãe morreu no coração de Uriel. Já com seu pai, não foi tão diferente, eles eram próximos, e o garoto era o fiel ajudante de Isaac, mesmo que não era o mais forte ainda, o menino era dedicado, e seu pai apreciava isso, era uma ótima relação, e apesar de ser muito pequeno e não entender as saídas noturnas de seu pai, ambos se davam muito bem, claro que, tudo mudou com os acontecimentos e seu pai já começou a sentir nojo pelo próprio filho e fazer linha grossa sem pensar duas vezes logo quando viu que o rapaz escrevia com a mão esquerda, ficou enfurecido com isto, que já foi o suficiente para quebrar todo o afeto dele por Uriel. Posteriormente, Isaac se sentiu traído quando descobriu sobre a sexualidade de seu filho, logo ele, que tinha recebido de herança o nome dos seus ancestrais, e que fugiu da linha dessa forma. Claro que seu pai não deixaria passar disso, e logo tomou a providência, buscando ter de volta o filho que ele sempre desejou em ter.

✉︎ᵎ OTIVO STAR NTERNATO❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Como citado na história, Uriel foi colocado no internato com a esperança de que saísse de lá como a imagem de grande homem que sua família criou de si, tal imagem cuja foi quebrada com pecados vergonhosos do seu filho, já que o rapaz havia "escolhido" gostar de homens, simplesmente nojento e já seria motivo suficiente para o rapaz estar no internato. Como se não bastasse, como extra, Uriel ainda é um rapaz canhoto, um pobre garoto de letra horrenda que não sabe escrever da forma correta. Com isto, seus pais visam que seu filho "cresça" mentalmente e amadureça, saindo de lá como uma nova pessoa.

✉︎ᵎ ERSONALIDADE❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Vamos partir do ponto em que Uriel nasceu em uma família que, apesar de ser super acolhedor com ele no ínicio, cobrava muito para que ele se torna-se um grande forte homem. A partir disso, podemos começar então que o rapaz tem um enorme abismo de bloqueio sobre confiar nas outras pessoas — visto que, logo quando mais precisava do apoio dos pais, tanto quanto dar-se conta que era homossexual, quanto ser um garoto canhoto, foi apunhalado pelas costas justamente por aqueles que ele tinha confiança e afeto, assim aprendendo a não baixar a guarda com ninguém, e caso alguém consiga a confiança do rapaz, é um grande sortudo, e por sinal, alguém bastante persistente por ter insistido no garoto até conquistá-lo. Mas claro, se você ousar traí-lo, Uriel devolverá cinco vezes pior e transformar a vida dessa pessoa em um inferno.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Quem decide o que é bom para mim além de eu mesmo?” O garoto também aprendeu a valorizar todo seu trabalho duro, logo quando seu pai passou a menosprezar o pequeno por ser canhoto, já que ele deu tudo de si para agradar seu “querido” pai, mesmo que somente anos depois ele percebeu que não teria nada errado em ser canhoto. E de fato, Uriel é um jovem deveras esforçado, visto que sempre dá tudo de si em algo, inclusive atividades braçais que nunca foram seu forte, o que faz dele também alguém um tanto teimoso, visto que sempre vai até o fim quando inicia algo. Diria também que ele é um jovem bem equilibrado e pacífico, sempre preferindo resolver discussões a base da conversa, até porque, se sair no soco com certeza o rapaz perderia essa briga. Mas claro, ser pacífico não é sinônimo de ser bonzinho, e por mais fiel que o rapaz seja a seus amigos, ele é o tipo de pessoa que se recorda de cada errinho cometido. É um garoto de língua afiada, e que sabe bem como tirar informações, que no caso, seria mentindo, já que percebeu que isso move as pessoas normalmente, deixando-as agitadas, ou como ele prefere chamar “omite a verdade”.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Claro que, por baixo de toda essa armadura forte, Uriel ainda tem o lado adorável de si, um lado sensível que poucos conhecem, apesar de ser sério e aparentemente estar sempre calmo, o garoto sempre tem um conflito interno consigo mesmo, principalmente em relacionar-se com as pessoas, já que uma parte de si diz para ele não baixar a guarda, e sua outra metade diz para ele se jogar de cabeça. Um garoto extremamente carinhoso, e que, mostra para poucos, gosta de demonstrar afeto por meio de ações e carinhos, apesar de não negar em mostrar por meio de uma espécie de poema totalmente improvisado sobre como se sente recheado de metáforas — isso muitas vezes o torna um rapaz romântico, e de fato, ele realmente é, e não pode-se negar que Uriel é o tipo de cara “clichê” em relação ao romance.

¨̮ — ˇᵋ ˇ O jovem é muito determinado, e nunca é visto fazendo algo de cabeça baixa, e até mesmo, gosta muito de ajudar as pessoas, quando estas lhe dão passagem para que Uriel ofereça ajuda, e normalmente, ele é bem cuidadoso no quesito de outras pessoas, sempre carrega um olhar desconfiado com a aproximação de alguém, mas isso é normal de todo ser humano afinal das contas. Quando já tirada a enorme armadura de Uriel, o mesmo sabe ouvir as pessoas com um sorriso e se mostra alguém extremamente gentil e com um leque de conselhos ótimos para dar, além de esbanjar sorrisos com essas pessoas. No quesito amor, ele não sabe bem como lidar, já que nunca soube o que é amor verdadeiro, mas para ele, ninguém precisa impor o que é o amor, uma hora ele vai sentir, e quando sentir, ele vai saber perfeitamente do que aquilo se trata.

✉︎ᵎ ELAÇOES❰❰❞.★⇅ᴗ
╭,⋆̥›. Adoraria um par amoroso ´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇAmigos: Como citado em sua personalidade, Uriel é um rapaz que dificilmente consegue fazer uma amizade, ainda mais quando fechou-se muito no quesito de relações. Entretanto, nada é impossível, e quando o coração do garoto é amolecido pode-se dizer que ele torna-se em outra pessoa, um garoto dócil, generoso, e que se importa muito com seus amigos, provavelmente, volta a ser o "pequeno Uriel" cujo possui uma natureza dócil. Normalmente, Uriel é um amigo muito grudento, e gosta de demonstrar que você é importante para ele, além de que, sempre se preocupa com o bem estar da pessoa, sendo um bom ouvinte e um ótimo conselheiro, tais que muitas vezes ajudam muito a clarear os pensamentos alheios, geralmente, ele é bastante sorridente enquanto estiver com seus amigos. Mas mesmo assim, qualquer passo em falso já seria o suficiente para Uriel desconfiar.

¨̮ — ˇᵋ ˇ Par Amoroso: Uriel é um garoto muito romântico, e por mais que nunca tenha se apaixonado por alguém verdadeiramente até então, quando seu coração for conquistado, Uriel será o rapaz mais bobo apaixonado já visto, ouso a dizer que é praticamente possível ver uma aura de corações a sua volta. E por ser um rapaz muito romântico, com toda certeza ele tentaria surpreender a pessoa de formas diferentes toda hora, com flores, abraços etc, e como seus amigos, estaria ao lado dessa pessoa para o que der e vier, e apesar de ser muito desconfiado com tudo, Uriel sempre tentaria ver pelo lado bom, e tentar compreender a pessoa que ama e seus motivos para determinadas situações, inclusive, o seu amor seria tremendo que por mais que não seja um garoto forte e bom de briga, ele seria capaz de se meter em uma se isso significasse na proteção da pessoa que ama.

— +♡ꜛ Like bitter TANGERINE like sirens in ₍*ೃ₎¨̮ ˂ͣ the streets 熟した桃のように 🚏ᵎᵎ … ↷ maybe our 𝕋𝕀𝕄𝔼 has 𝚌𝚘𝚖𝚎 maybe we’re 𝑜𝓋𝑒𝓇𝑔𝓇𝑜𝓌𝓃 even the_sweetest.mp3 plum has only got so long 沈没感

✉︎ᵎ UE ENSA OBRE XISTENCIA AINT ISTRICT ALL?❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Simplesmente um show de horrores, Uriel classificaria com o próprio inferno em formato de igreja, o que soa irônico, e quando foi para lá, se sentiu em um hospício ou algo do gênero. Além de se sentir constantemente pressionado, e mesmo que seus pais o colocaram lá para ter uma "melhora", ele duvide muito que isso realmente vá acontecer, afinal não tem nada de errado em si, e só porque não seguiu as devidas "normas" impostas pela igreja, Uriel não sente que deva mudar, porque ele é assim, ele nasceu assim, e faz parte de sua natureza. Mas por ser um lugar extremamente rígido, Uriel sequer ousa falar um pio do que realmente pensa, e em grande parte é um garoto obediente, mas que de vez em quando quebra algumas regrinhas pra não sentir-se em uma lavagem cerebral.

✉︎ᵎ EMENTE EUS?❰❰❞.★⇅ᴗ
¨̮ — ˇᵋ ˇ Uriel nunca foi temente a Deus, e quando pensou a apagar-se a tal, tudo desmoronou-se na sua vida, então o rapaz constantemente se pergunta se Deus realmente se importa consigo, e se a resposta for sim, porque ele tinha que estar sofrendo por tudo isso. Por outro lado, ele não julga pessoas que são tementes a Deus.

✉︎ᵎ IENTE UE EU ERSONAGEM STA INHAS AOS?
╭,⋆̥›. E submetido a diversas situações? ´◟̆.°٭¨̮,.
¨̮ — ˇᵋ ˇ Sim, se meu personagem for aceito ele estará totalmente nas suas mãos, e estou ciente que Uriel pode sofrer qualquer tido de situação. Cuide bem do Uriel, sim?



Permalink Comentários (1)

[24/11/2018] .Break News;;((!)))

[24/02/2018] .Lollipop Girl.

[28/01/2018] .wysteria.

[17/12/2017] .Amaranthine.


Atualizações do Usuário

Usuário: califoria
e eu tenho que começar a fazer o negócio dos pré-aceitos
Usuário: califoria
socorro parando pra ver aqui eu não fiz nenhuma personagem feminina pra bn, triste
Usuário: califoria
alguém tem alguma interativa top pra recomendar?
Usuário: califoria
nunca um icon durou tanto tempo nessa conta como esse
Usuário: califoria
falei pra mim mesma que ia tirar só um cochilo de tarde, acordei uma hora depois