shysoo

shysoo
.i'm in the black dress
Nome: ━ thais ama a kaylanne demais; [email protected]
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Francisco Beltrao, Paraná, Brasil
Aniversário: 21 de Julho
Cadastro:

shysoo - .i'm in the black dress


{{❝ᵏʸᵘⁿᵍˢᵒᵒ & ˢᵒᵒʸᵒᵘⁿᵍ ᵘˡᵗⁱᵐᵃᵗᵉᵈ❞/}}

'hurted 4nia | star wars dc comics & marvel trash | no one's love | ¡get out! | chansoo hard shipper
「 kpopper;; otaka;; dorameira;; ficwriter;; gamer;; cancerian;; 03line 」
#namorando

.oh yeah bad girls can kick your ass, babe

Postado


Mostrar Spoiler:
ʜᴇʀᴇ is the reason of all 𝓎𝑜𝓊𝓇 (𝔟𝔞𝔡) 𝒹𝓇𝑒𝒶𝓂𝓈

Nome & Significado Apelidos:
𝓢am 𝓥an 𝓖allagher ;; 반 갤러거 유진 ;; 사만 다 반 갤러거.
Seu verdadeiro nome é Yujin Van Gallagher, porém adotou o Samantha Gallagher para menor difiiculdade tanto na pronúncia quanto na escrita já que nasceu na Holanda.
Yujin não possui um significado listado; já Samantha exemplifica ❝flor que tem o nome de Deus❞, ❝limite❞ ou ❝término❞, é um nome de origem incerta, que provavelmente surgiu como uma variante feminina de Samuel. Acredita-se que houve a união da palavra grega anthos, que quer dizer ❝flor❞ ao nome Samuel com a intenção de transformá-lo em um nome feminino.
Van, no holandês, preserva ainda a indicação a nobreza.
E Gallagher significa ❝admirável❞.

𝕊am || 𝕊ammy || 𝕐uyu || 𝕁innie || 𝔾allagher
𝒮𝒶𝓂 ela gosta dele, aliás foi ela quem o escolheu como encurtamento do seu apelido, e adora que a chamem por ele.
𝒮𝒶𝓂𝓂𝓎 somente os amigos e a sua equipe podem usa-lo, mas se você não infrigir essa lei dela, ela o ama por demais.
𝒴𝓊𝓎𝓊 se ela o deixar que a chame desse modo, sinta-se lisonjeado(a), porque ela odeia o seu nome verdadeiro, então isso significa que a conquistou parcialmente; ela tem uma relação de amor e ódio com este apelido, mas não chega a voar em quem a chame por ele (ou talvez pule sim).
𝒥𝒾𝓃𝓃𝒾𝑒 sua mãe o deu, no intuito de deixa-las mais proxímas, o que até deu certo, mas ela não gosta muito dele nos tempos atuais.
𝒢𝒶𝓁𝓁𝒶𝑔𝒽𝑒𝓇 apenas mais um modo de tomar a atenção dela, sendo esse criado na época do colegial ainda; não chega a odia-lo.



Idade Data de Nascimento & Signo:
Samantha atinge o auge do seus vinte anos de idade (com carinha de dezenove ainda); veio ao mundo na data de dezessete de novembro de mil novecentos e noventa e sete (17.11.1997), consequentemente pertecendo ao signo de escorpião.


❝Pelo lado positivo, o escorpiano é emotivo, decidido, poderoso e apaixonado. Escorpião é um signo com muito magnetismo. E pelo lado negativo, é ciumento, compulsivo e obsessivo. Os escorpianos podem ser ressentidos e teimosos.❞



Nacionalidade & Local de nascimento:
Yujin nasceu na cidade de Westkapelle, encontrada no litoral da Holanda, mas foi criada um período em Quebec, Canadá, e outro em Seul, Coréia do Sul.



Sexualidade:
Seria errado dizer que se lhe dessem a possibilidade de ficar com uma garota, Samantha negaria. Ela é a maior bissexual assumida que você conhecerá em toda a sua vida, até porque se existe a alternativa de gostar dos dois, quem seria ela para não o fazê-lo? Mas exemplificando, ela é bissexual.

A bissexualidade é atração afetiva ou sexual por mais de um gênero. Contrapõe-se às monossexualidades (heterossexualidade e homossexualidade). Não significa, necessariamente, atração por homens e mulheres, não inclui todos os gêneros não binários e nem sempre se refere a atrações simultâneas. É, frequentemente, usada como "termo guarda-chuva" para incluir outras não monossexualidades.



Aparencia Photoplayer:
Krystal Jung of 𝓯(x).
Samantha é a verdadeira encarnação do ditado ❝As aparências enganam❞. Ela tem feições tão delicadas que tem uma beleza considerada angelical, um bom disfarse; os cabelos castanhos e curtos, já antes descoloridos (já foram ruivos, loiros e mais), agora encontram-se num tom de castanho que beira o mais escuro que é o mesmo que predomina em suas sobrancelhas, tão bem cuidadas. Os olhos puxados — em prol de sua descendência — num tom de mel são acompanhados por um belo par de cílios de tamanho mediano que são bom álibi para enganar sobre a sua verdadeira personalidade; os lábios finos e a boca pequena compõe um sorriso branco, de aspecto doce e carregado de uma leveza ilusória. O formato do rosto é um circular um tanto oval que não foge do normal, apenas acentua suas feições. A estrutura corporal de Sam é bem formado tanto pelos treinamentos feitos quanto pela alimentação controlada que utiliza; a cintura é bem marcada e a barriga é, como comumente falam, ❝chapada❞, e claro, as coxas e ante-braços no volume adequado para seu corpo magro. Os dígitos, assim como sua mãe dizia, eram de pianista, sendo eles longos e finos, não a deixando menos bonita. Sua pele alva (daquelas bem claras que teme que se ao tomar Sol por tempo demais, possa ficar vermelha) livre de manchas, possui somente pequenas pintinhas, predominante no seu dorso e costas além de seu charminho encontrado em sua bochecha direita, no caso a sua pintinha que costuma chamar a atenção quando observa-se o rosto de Sam.
Mostrar Spoiler: +headers+













Personalidade:
Citação:
❝𝓔u queria viver a vida boa, uma vida diferente. Eu não queria ir ao mesmo lugar todos os dias e ver as mesmas pessoas fazendo o mesmo trabalho. Eu queria desafios interessantes.❞
Harrison Ford
É de sua natureza ser uma pessoa intensa, magnética, fascinante e com uma personalidade muito forte. Samantha é alguém muito misteriosa e que sente tudo com muita intensidade, o que faz com que ela seja emocional e muito sensível a tudo o que a rodeia. No entanto, tem dificuldade em mostrar as suas fragilidades, o que faz com que aparente uma frieza que por vezes choca os outros, por não conseguirem captar a intensa sensibilidade que ela esconde. Os seus sentimentos são muito profundos e duradouros, não se poupam a esforços nem olham a sacrifícios para proteger aqueles que realmente gosta. Contudo, também não esquece uma traição nem a falta de lealdade para com ela; uma vez traída a sua confiança, Sam dificilmente volta a confiar nessa pessoa. Discreta e capaz de guardar um segredo a vida inteira, ela é alguém muito atenta e sempre sabe impor suas ideias. Seus amigos podem ter uma confiança absoluta nela, mas ela não terá neles.


Profissionalmente, Yujin é individualista e sempre gostou de fazer tudo à sua maneira. Prefere trabalhar por si só, pois é muito compenetrada e rigorosa — tanto consigo quanto com os outros —, faltando-lhe por vezes tacto para compreender outras maneiras de trabalhar. Tem uma capacidade de resistência notável e nunca desiste das suas metas, nem se poupa a esforços para conseguir aquilo que ambiciona. Apenas para de persistir quando sente, no seu coração, que já não vale a pena. Samantha possui um instinto que rege toda a sua vida, e faz sempre aquilo que, para si, deve fazer. A nível familiar e de amizades, ela é extremamente leal e dedicada às pessoas que gosta, e defende-as com unhas e dentes. É muito apegada aos seus e protege os que considera mais frágeis, pois é muito corajosa e ainda assim procura sempre ser imparcial com suas decisões. A nível social, apenas se mostra a quem conquista a sua plena confiança, o que leva tempo; para o resto, uma boa parcela de alguém grossa e rude já está o suficiente para ela. Mesmo assim, Yujin mantém sempre segredos!


No quesito romance, tem um enorme magnetismo e sensualidade, que fascina as pessoas à sua volta. Certamente, Sam é muito atraente e possui um olhar sedutor capaz de persuadir qualquer um que o encarar. Ela, de natureza, é mais intensa e apaixonada do que boa parte das pessoas que conhecerá, vive o amor como se fosse uma questão de “tudo ou nada” e entrega-se de corpo e alma quando está verdadeiramente apaixonada. Para seduzi-la, deve mostrar que é uma pessoa de confiança, capaz de estar ao lado dela em todos os momentos, sem exceção. Samantha rege muito a lealdade para quem ama, e por isso demora tempo a deixar-se conquistar, exigindo provas constantes. Para consegui-la, de fato, como ela não dispensa um bom mistério, não lhe revele logo tudo se deseja despertar o seu interesse. Vá-lhe dando pistas e deixe-a cada vez mais curiosa, isso faz com que ela queira conhecê-lo. Quando Yujin sente que está apaixonada é capaz de fazer tudo para esquecer desse amor que ela considera sendo passageiro. Ela é uma pessoa plena, sensual e apaixonada que usa todo o seu poder para seduzir e tentar o outro. Sendo uma pessoa de origem e história desconhecidas, que está sempre afastada dos outros e que ainda não se conhece bem e nem superficialmente, ela é símbolo, por excelência, de mistério e do desconhecido. É difícil conhecê-la, de fato, pois a transformação é uma das palavras-chave dela, e ao longo da sua vida Sam passou por diversas metamorfoses, superando-se a si própria e muitas vezes mudando radicalmente de vida, de amigos, de estilo, etc. A sua essência, no entanto, permanece sempre igual: a Gallagher é capaz de amar por toda a vida a mesma pessoa, mantém sempre os mesmos amigos que lhe provem ser sinceros, preserva os mesmos ideais e a mesma determinação, e não se importa se tiver de estar sozinha a defender uma ideia ou opinião.


Yujin aprecia particularmente tudo aquilo que tem um caráter misterioso, secreto e até mesmo inatingível. Além disso, é difícil de atingir o alvo, a paixão é formidável, as apostas são altas. Ela é capaz de tudo para chegar a seu objetivo. Ela sabe utilizar todas as estratégias para chegar a sua meta final, está pronto para mentir e manipular. Ela odeia, acima de tudo, ser traída e esquecida; isso despertaria uma fúria incontrolável e prejudicial à qualquer perto de si em tal momento. Sem dúvida é por esta razão que ela procura uma pessoa única, que poderá lhe oferecer a vida que ela sonha para enfim ser feliz. Ela, que pode ser assustadora e extremamente perigosa se for magoada, é muito inteligente na percepção das coisas. Gosta de usar deu magnetismo natural para ser adorada e adotada. Ela sabe cultivar a arte do segredo. Possui uma personalidade espontânea, forte, maligna e misteriosa. Samantha vive com todos os seus sentidos e pode, frequentemente, mudar de direção no curso da vida. Ela fica ligada em tudo que a faz vibrar, que os deixa vivos, que a deixa vivenciar o tão procurado poder. Passa por períodos de grandes felicidades e por períodos de dúvidas. Sua moral tem altos e baixos... por causa das almas que cruzam seu caminho e que ela tenta, às vezes, conquistar. Ela pode explodir a qualquer momento e é melhor estar avisado, porque ela não irá parar depois que começar.


É um ser de paixão que coloca tudo em seu caminho: ela sabe fazer com que o ódio conviva com o amor, a tristeza com a felicidade, a disputa com a harmonia. Ela exige certa exclusividade, pois ela é daquelas que gosta de ter os olhares dos outros voltados para si. É uma pessoa vibrante, apaixonada e magnética. E sendo desconfiada, Samantha não confia imediatamente. Este defeito faz com que pensemos que é difícil conhecê-la; e sim, é extremamente difícil saber decifra-la. Ela tem um ciúme mórbido. Ela pode se mostrar autodestrutiva quando se sente em perigo ou em uma situação que o incomode, mas normalmente isso é involuntário ou não. E bem, após o acidente, ela não chegou a mudar drasticamente a sua forma de agir, somente passou a confiar menos nas pessoas da sua rotina; deixar a impressão de que tinha feito algo errado era a última de suas vontades.



GostosDesgostos:
[+] irritar as pessoas; rir da desgraça alheia; cantar; escutar música; ler; dormir; aprender coisas novas; se sobre sair nas situações; receber elogios e ameaças, a faz rir ou sorrir; cores quentes; apesar de estranho, gosta de passear pelos terraços dos prédios; camarão a milanesa; grupo sul-coreano 4MINUTE; anime/mangá; desafios; obviamente, vencer; treinar Muay Thai, especialmente sozinha; considerando o seu humor terrível, piadas ruins; que se sintam intimidados na presença.

[-] trocar mensagens com seus poucos amigos; ser contrariada; surpresas; filhotes; rir e fazer os outros rirem; observar as estrelas (acha um clichê muito brega); desenhar; fotografar; passar algum tempo ao lado de pessoas, quase todas; verão e primavera; animais; séries; dias chuvosos; dias com sol; jardins floridos; mar; drama; que a façam perder tempo com coisas inúteis, como algum problema pessoal; cálculos; espanhol, não suporta as aulas que era obrigada a ter; homofobia; odeia xenofobia.



Medos Traumas Fobias Alergias:
Seus medos estão dentro da casa dos dez, já que de tudo que Samantha viu em toda a sua vida, é pouca coisa que realmente a assusta, tanto que muitos tentaram a amedrontar e bom, a maioria deles falharam em seu objetivo. No máximo, o que teme é o sentir que está sendo posta como segunda opção, tanto em relação de ódio ou gostar; ela nunca aceitou e nem pensa em aceitar o segundo lugar. Assim como tem medo do esquecimento ou de não ser mais a favorita, tentar isto com ela, deixa-a extremamente irritada e apenas fará com que ela queira socar a sua cara; além de que tem medo especificamente do sentir, ainda que Sam não tema o próprio medo em si, mas lidar com os seus sentimentos guardados a sete chaves é querer demais. E seu único e mais temido trauma, é a relação familiar, tão incômoda para a Gallagher. Não possui fobias.

Tem alergia principalmente a poeira, podendo espirrar sem parar se em contato com tal por muito tempo; sua pele em contato com certos tipos de cremes fica vermelha e começa a coçar além não poder comer castanhas, já que dois minutos depois possivelmente estará tendo uma crise alérgica.



História:
Em uma noite de saída com os amigos, o plano de Soojung era apenas beber um pouco e depois "mendigar" uma carona até que alguém lhe desse, o que indiciava que esta queria permanecer o mínimo possível no local, além claro da expressão de poucos amigos que ela apresentava ao chegar, contudo foi somente ver aquele indivíduo desconhecido no meio de seus colegas de faculdade que Soojung ficou curiosa sobre ele. E ele a encantou de primeira! As palavras bonitas que proferia parecia apenas bônus ao apreciar a beleza de Rafael, principalmente aos seus vinte e cinco anos, em seu maior esplendor, o que obviamente conquistou e atraiu a jovem de vinte e três. Não demorou muito para que engatassem numa troca de olhares suspeitos e numa conversa animada sobre os gostos que tanto tinham em comum e sobre outaras coisas completamente banais. Soojung acabou em uma situação diferente do que havia idealizado: às onze e quarenta e três da noite, rindo das piadas horríveis de Rafael. Um leve pesar a acompanhou quando se viu obrigada a voltar para casa porque a sua única carona já estava partindo, então deu o seu número ao novo conhecido e se despediu com um beijo em sua bochecha; que foi capaz de deixa-lo olhando para o nada, sorrindo que nem um bobo. Meses depois de encontros e troca de mensagens, o mais velho finalmente tomou coragem e a pediu em namoro, e esta respondeu com milhares e milhares de sim, distribuindo selares por todo o rosto do, agora, namorado. Quando contaram aos amigos, ninguém acreditou de primeira, porém logo começaram a azucrinar o mais novo casal; o namoro, no total, durou dois anos, já que momentos mais tarde, junto do pedido de casamento, veio uma gravidez. Soojung se desesperou. Tudo bem que já havia terminado a faculdade assim como o seu noivo, porém a surpresa surgiu inesperadamente. Contudo, depois de mil e um pedidos de Rafael e das famílias de ambos, ela desistiu de abortar e continuou com a criança pelos os noves meses seguintes, a receber mimos e mais do marido, e companhia — como os pais, sogros, tios e amigos. Yujin nasceu na troca do inverno para primavera, no dia dezessete de novembro do ano de dois mil novecentos e noventa e sete, não estando sob a possibilidade de morte por hipotermia por causa da data que já estava sendo encontrada na estação da queda das folhas do ano, mas o problema de verdade foi, realmente, o cordão umbilical envolto de seu pescoço, tamanho foi o susto de Soojung que esta desmaiou, acordando horas depois somente para receber a ilustre notícia que sua filha sobrevivera. A mais nova chorou ao pega-la no colo, dizendo como o amava e que cuidaria muito bem dela. Seus primeiros dias de vida passaram-se no hospital, apenas para certificar que estava bem, logo sendo liberada para voltar para casa; e nesta, fora recebida aos gritos pelos avôs que babaram instantaneamente na criança. Os primeiros dois meses foram extremamente tranquilos, afinal chegara a primavera na China e a família saía quase todos os fins de semana passear, com diversas pessoas os parando para ver a pequena Sam; já com seis meses ela arriscava algumas sílabas, mas nada tão surpreendente para o seu tempo de vida. E assim seguiu-se até a mudança deles para a Coréia do Sul, por questões economicamente melhores, em que tiveram de "abandonar" o restante da família Choi no país natal de Yujin. Fixaram-se então na capital, Seul, onde Rafael começou a trabalhar numa renomado restaurante, que lhe rendeu uma leve fama pelos pratos feitos — além de um ótimo salário, o que disponibilizou a bela casa que compraram e com tamanha mundança, uma novidade . De início complicado, a sua infância na Coréia fora marcada de poucas amizades, já que a pequenina de cinco anos era extremamente introvertida e anti-social em sua menor idade, isso até os sete anos, quando deixou a Coréia para ir a tão conhecida Inglaterra, por causa de uma doença desenvolvida por Soojung, um câncer na traqueia, que, muito felizmente, podia ser tratado até que sumisse completamente o tumor; foram os dois anos mais conflituosos de sua vida, antes de sua adolescência. A mulher frequentou o hospital especializado em doenças cancerígenas por doze meses, mas o que marcou a sua estadia lá fora a nova amizade feita por Yujin, no qual o sujeito era Stephen. Porém logo viu-se obrigada a voltar para a China uma vez que sua progenitora tinha concluído o tratamento, fazendo-a mais outra vez duvidar se gostava realmente de seus pais ou sentia-se forçada àquilo; a despedida do melhor amigo foi mais dolorosa do que o esperado acarretando até mínimas lágrimas vindo da menor que foi prontamente abraçada por Stephen. Depois de tal episódio, ao voltar para o país natal, tornou-se ainda mais fechada e com tendência a pouquíssimos amigos.



Qual seu curso na Universidade?
Cursa Astronomia.



Participara de algum clube da Universidade? Se sim, qual?

Não, não participa de nenhum.



Manias Hobbies:
[M] Mordiscar os cantos internos da boca, causando feridas de porte pequeno; batucar os dedos ou cruzar as pernas quando ansiosa, assim como passar a mão no cabelo quando nervosa; ficar realmente inquieta quando algo importante está para acontecer e ela não pode fazer nada; comprimir os lábios, ou umedece-los; dizer coisas aleatórias quando concentrada; comprimir os lábios; revirar os olhos quando falam coisas desncessárias.

[H] Meditar sempre que estressada; cultivar plantas, a deixa mais relaxada; cozinhar nas horas vagas; dança também; brincar de lançar dardos, a moda antiga, sabe?; andar pela cidade e evitar boa parte das pessoas (cuidando para sempre esbarrar no ombro alheio); escrever notas em mandarim, uma vez que estuda tal língua; ler; treinar Muay Thai sempre que possível; limpar seu quarto quando a bagunça começa a acumular; na alta temporada, costumava ir à praia e surfar; mesmo que não considere um hobbie, ela cozinha; falar mal das pessoas mal educadas que encontra na rua; antigamente, ela e seu pai, iam praticar arco e flecha num clube que frequentavam, mas com o aumento de conteúdo no colégio, ele logo foi deixado de lado.



Família:


𝓒hoi "𝓓iane" 𝓢oojung || quarenta e três anos || mãe || Rinko Kikuchi || escritora
Sam já foi muito ligada à ela, porém por conta de problemas familiares e o seu jeito rigido de ser, elas se afastaram com o sonho de Yujin em ser cantora, mesmo sendo uma das mães mais doces que se verá em anos. Soojung é extremamente interligada ao seu país de origem, no caso, o Japão, e por conta disso acaba por pôr tudo o que aprendeu de seus pais na educação de seus filhos, principalmente na mais velha. É claro que nunca quis o mal ao repreender os outros, apesar dessa seriedade toda, ela não agiria assim. Ainda que não demonstre, ela sabe amar, e isso já é considerado o suficiente para ela, mas não quer dizer que para Sam, sim. E apesar de tudo isso, a garota nunca odiou sua mãe realmente, tanto que hoje a evita, por conta de não saber lidar com tudo isso.


𝓡afael 𝓥an 𝓖allagher || quarenta e quatro anos || pai || Song Kang-ho || cozinheiro
O senhor Rafael é compreensivo com a garota, até demais. Por todo o amor que ele deu para ela, esta fora apegada demais ao pai; sempre adorava passar um longo tempo com ele, conversando sobre coisas banais e idiotices. Contudo, o mais velho é assim apenas porque sua mãe deu-lhe pouco amor e carinho, e ele não quis repetir isso com seus filhos. Ainda que seja essa pessoa alegre quase o tempo todo, ele sabe quando ser sério e severo, porém prefere não mostrar esse seu lado frequentemente; acha e acredita que a vida deve ser vivida de forma leve e harmoniosa.




Rela ç oes:
Mostrar Spoiler:
BAE SEULGI
Em relação a Seulgi, Samantha pode dizer que a considera muito já que a mesma sempre tentou ajudá-la com seus problemas ainda que Sam se negasse a receber qualquer ajuda, principalmente por orgulho. A amizade delas é extremamente boa, considerando que no começo, Samantha não gostava nem um pouco da Bae; achava-a doce e perfeitinha demais, uma vez que na época era mais sincera e rude do que atualmente, isso com somente doze anos. Evitava todos os dias Seulgi, já que a menor a procurava afim de saber o porquê de a Gallagher a odiar tanto, até que um dia após uma aula de educação física, algumas meninas que implicavam com Yujin resolveram prendê-la na dispensa da quadra. A questão foi que Seulgi, ao tentar impedi-las, acabou presa junto da garota. Samantha nunca esteve tão irritada. Presa numa dispensa minúscula e ainda por cima com Bae Seulgi; era tortura demais. Porém para a sua surpresa, a menor permaneceu quieta até Sam chama-la e questiona-la por comportamento tão diferente de seu habitual, recebendo a resposta de que sabia que a odiava e que não queria deixa-la mais brava e isso estranhamente mudou a opinião da Gallagher sobre a Bae. Samantha sorriu para ela e disse um simples "eu não te odeio", e a acabaram por ficarem conversando por uma hora até a professora as achar lá. Depois do ocorrido, começaram a andar mais tempo juntas e logo só encontravam-as uma na companhia da outra. Uma amizade para a vida toda, Sam diria.

Mostrar Spoiler:
PARK SANGWOO
Para a garota é fácil definir o seu vínculo com Sangwoo: o constraste perfeito. Talvez com quem se dá um pouco melhor entre os seus amigos, já que sente plenamente que não precisa fingir nada em frente ao rapaz, e ainda que não sinta a mesma coisa vindo dele, prefere não reclamar ━ entre discutir e ficar de boas com o Park, a escolha parece óbvia para si.

Mostrar Spoiler:
PARK TAEJOON
.

Mostrar Spoiler:
AMIGOS
Não lida bem com esse termo, já que sempre tendeu as inimizades do que as amizades mesmo. Prefere se manter sozinha, ainda que seja obrigada ao convívio com outras pessoas que desejam a mesma coisa ou quase, isto é, o mal ou uma grande vingança, e claro mantém aqueles que considera bons para o seu desempenho ou, raramente, próximos de si; mas no geral, bem, é muito possessiva com quem quer que seja, independente de como aja ou do que diga, Samantha sabe escolher bem seu círculo de amigos. Mas o que gostará mais em sua amizade, com certeza será quando esta estiver de bom humor, e agir de maneira tranquila contigo e, se tiver sorte, até sorrirá para ti. Todavia, repito: somente se ela estiver de bom humor e, claro, te considerar amigo dela, que é uma tarefa difícil a ser cumprir. E ela mantém essa pose porque sabe como é "perder" alguém de seu convívio; ela foi afastada do seu melhor e único amigo. Então, ela demora para se apegar num sentido literal, ela precisa apenas de tempo para decidir se vale a pena ou não.




Par?
Não.



Faz parte do grupo que quis ligar para a policia, ou do que preferiu esconder o corpo?
Se sente meio mal toda vez que relembra, mas foi uma das pessoas que preferiu manter a boca fechada sobre o ocorrido, afinal como iriam explicar que estavam dirigindo, bêbados e que haviam atropelado um cara qualquer? Assim, na hora de se dividirem entre quem queria ligar para a polícia e quem queria esconder o corpo, seguiu para o segundo, sentindo oso olhares lhe julgando queimando em suas costas.



Como lida com o segredo que guardam? J á quis contar para alguem? Se sim, o que / quem te impediu?
Samantha lida muito bem para alguém como ela, no caso um tanto emotiva, mas afinal quando é para guardar algum segredo, sua boca permanece fechada até estar enterrada a sete palmos do chão, já que carrega a lealdade sempre ao seu lado, ou seja, nem ao mesmo idealizou entregar seus amigos e a si mesma à polícia, seria totalmente desleal, coisa que Sam não é e nem nunca será.



Estilo:



Tem total nocao de que, a partir do momento em que seu personagem for aceito, ele(a) me pertence e por isso, posso fazer leves alteracoes para melhor adequa-los para a historia?
Tenho sim.



Sabe que seu personagem pode morrer?
Sim, com clareza.



Frase-chave:
'Cause two can keep a secret if one of them is dead!



Algo a acrescentar?
A pincípio, não.



Mostrar Spoiler:
he is 𝒶𝒸𝓉𝓊𝒶𝓁𝓁𝓎 cute and (such) a ɢᴏᴏᴅ ʙᴏʏ


Nome & Significado Apelidos:
𝓗ayato 𝓣akahashi ;; 高橋勇人 ;; 타카하시 요시다.
Mais conhecido por Ayato, uma vez que preferiu ignorar o ❝h❞ no começo do seu nome.
Hayato significa ❝pessoa rápida❞, ❝pessoa corajosa❞, ❝pessoa que age com prontidão❞ ou ❝pessoa peregrina❞.
O sobrenome tem como significado ❝ponte alta❞ (Taka = alto ; Hashi = ponte).

𝔸yato-ah || 𝔸to || 𝕊hin || '𝕃il blue
𝒜𝓎𝒶𝓉𝑜-𝒶𝒽 uma simples variação do seu nome, a qual é acostumado escutar de pessoas que considera próximos à si, e gosta dele; talvez dado pelos colegas para faze-lo sentir-se mais confortável já que havia acabado de se mudar do Japão.
𝒜𝓉𝑜 raramente usado, porém não em desuso, dado por seu primo quando eram pequenos; gosta dele.
𝒮𝒽𝒾𝓃 esse seria o nome coreano que Ayato possivelmente adotaria porém preferiu continuar com o seu original, contudo ás vezes é chamado assim e não tem nada contra.
'𝐿𝒾𝓁 𝒷𝓁𝓊𝑒 dado por sua melhor amiga assim que pintou o seu cabelo azul com a raiz escura, gosta muito dele pois acha-o fofo.



Idade Data de Nascimento & Signo:
Ayato está próximo de completar a sua décima nona primaveira, tendo nascido no dia vinte e um de julho de mil novecentos e noventa e oito (21.07.1998), sendo assim o seu signo astrológico sendo câncer.

❝Pelo lado positivo, o canceriano é emotivo, carinhoso, protetor e simpático. Ele tem muita imaginação e intuição. Sabe ser cauteloso quando precisa. Mas pelo lado negativo, o canceriano tem uma tendência ao mau humor. É calculista, desordenado e auto compassivo. Muda de humor facilmente e é muito suscetível. Custa-lhe abandonar uma situação.❞



Nacionalidade & Local de nascimento:
Ayato nasceu na cidade de Fukuoka, que é a capital da Ilha Kyūshū, localizada no Japão (sendo assim japonês), e foi criado até seus dezessete anos em tal país até murdar-se para Seul, Coréia do Sul.



Sexualidade:
Ayato é heterossexual.

━ Heterossexualidade refere-se à atração sexual e/ou romântica entre indivíduos de sexos opostos, e é a mais comum orientação sexual nos seres humanos. Esta continuou a influenciar o desenvolvimento do conceito moderno de orientação sexual, sendo associada ao amor romântico e identidade sexual adicionalmente ao seu exclusivo significado sexual. O adjectivo heterossexual é usado para descrever relações íntimas e/ou sexuais entre indivíduos do sexo masculino e do sexo feminino.



Aparencia Photoplayer:
Kim Jungwoo of 𝓝ct.


Mostrar Spoiler:
+headers+












Personalidade:
Ele é intenso, sente muito de tudo como se tivesse o coração do tamanho do corpo. E talvez até tenha. Por isso não consegue ser mais ou menos. É sempre 8 ou 80. Tudo ou nada. On e off. Agora ou nunca mais. E nem é questão de exagero não, é só que ele não aprendeu a limitar seus sentimentos. Ayato ama com a alma, mas quando é vazio transborda indiferença. Você pode ser a vida dele ou a próxima que ele vai esquecer o nome. E é sensível, vai saber quando algo não estiver muito bem, ainda que não fale nada esperando que você diga primeiro. Ele percebe muito mais do que os outros caras. E a escuta, pronto para tentar ajudar. Nada nunca vai passar despercebido por ele. É emotivo também. Mas não com tudo ou o tempo todo como dizem por aí. Ele pode se tocar com uma propaganda de manteiga ou um filme de drama, como também pode ser indiferente a tudo isso. Depende do dia, do mês, do tempo, da vida. Não existe uma regra, então não pense que ele é previsível. Se você for fã de quebra-cabeças isso será bom. Ele é um jogo difícil de montar. Porém consegue ser doce com as palavras, mesmo nas circunstancias mais ruins possíveis. Talvez seja um dom dele, manter a calma em momentos assim e continuar com gentileza e delicadeza que tem.

Ele guarda dentro dele um pouquinho de tudo aquilo que viveu. Tem certo apego com o passado, como se ele mesmo fosse construído por cada uma daquelas experiências vívidas. Ele não esquece fácil, parece até que tem dentro do cérebro uma gaveta repleta de recordações. E ela vive aberta, nada de cadeados, ele gosta de lembrar, não de esquecer. Cada memória, momento e pessoa que tiveram importância em sua vida revestem uma de suas camadas. E ele tem várias. Para se proteger, talvez. Para não voltar a cometer os mesmos erros, com certeza. Ele toma cuidado pra não dar passos em falso, porque quando se atira não tem mais volta. Por isso Ato não costuma dar segundas chances, salvo exceções, ele acha burrice voltar ao mesmo lugar que já lhe rendeu machucados. Ele é daquelas pessoas fechadas que não se entrega na primeira ou na segunda vez, mas depois de um tempo se escancara inteiro sem medir as consequências. Ele é pé no chão demais, realista demais e tem medo de se machucar mais uma vez. A cara de emburrado é só cara mesmo, porque quando ele está perto você se sente à vontade, como se já o conhecesse de vidas passadas. Meio clichê, mas ele tem essa mania de esboçar sorrisos no rosto de quem está a sua volta. A verdade é que convencê-lo a confiar não é uma tarefa fácil. Ayato confia em pouca gente, têm medo de sofrer e com eles o negócio é assim mesmo: um olho no peixe e outro no gato. Ele é meio intrometido. Se estiver interessado vai tentar saber tudo a seu respeito, é que para planejar um futuro ele quer entender o passado, quando começou essa mania, como ganhou essa cicatriz no braço e se você sempre foi durona, ele quer conhecer os caminhos que te levaram a ser quem é. Acostume-se também com o perfeccionismo extremamente irritante, inúmeras horas de stress porque nada nunca parece bom o suficiente, e tentar convencê-lo do contrário é uma missão quase impossível. Ele é força e por vezes até fúria. É quem não consegue dormir brigado, por isso insiste no desfecho de discussões que costumam ser dignas de novelas mexicanas. Aquela história de “hoje não quero brigar” não funciona com ele, começou, vai até o fim da discussão, quando ele mesmo fala “não quero mais brigar com você”. E então ele te beija, te abraça. Tem aquela mania, de família, de necessitar ter a última palavra. Ele mora entre o entusiasmo e a carência. Adora uma balada, mas só até às três da manhã, aceita convite para tudo que não envolva passar horas em pé. Gosta daquele bar escondido, que vai toda sexta, sábado, domingo... Aquele que o dono já conhece e os garçons o tratam como se fossem amigos. Ele é harmonia, é doçura. Vê beleza nos pequenos gestos.

Conte com ele, para qualquer coisa, a qualquer hora. Ele te protegerá com toda a sua força. Ele é o rapaz que você jamais esquecerá o nome. Carismático, ele tem um jeito tímido e fofo. Ele parece ser meio introvertido, mas não tem medo algum de chegar em você e te conquistar. Ele te encara e manda aquele sorriso cheio de charme que somente ele tem e que já diz tudo. Ele até não se entrega de primeira, mas depois que estiver contigo, se torna muito difícil se desapegar desse cara. Ele é intenso, carinhoso, se valoriza e vai te valorizar ainda mais. Júpiter tem um jeito tão autêntico e descontraído. Ele se cuida. Cheiroso, estará te esperando na frente da casa para o primeiro encontro, todo bem arrumado e quando ele se virar irá sorri docemente. Ele é educado, carismático e muito romântico. Sabe te compreender como nenhum outro que já te esteve contigo. Aquele, que por ser um cara de bem, tende a exaltar todas as características positivas que tem. Ele sabe ter humor, trata todos bem de um jeito simples e humilde. Conquista as pessoas pelo seu simples jeito de ser. Gosta de dar carinho, gosta de amor. Ele é aquele que se sacrifica por você, te protege te acolhe, tem um tipo de liderança sutil... Ele é aquele que nunca vai deixar nada passar em branco, quando você acha que ele esqueceu o aniversário de três meses de namoro, ele te aparece cheio de presentes e te faz se sentir a mulher mais sortuda do mundo. Ato é o homem em quem você confia, para tudo, porque com ele se entrega de corpo e alma, para seus amigos, sua amada, sua família... Ele é o mais fiel, e mais amigo. O que melhor sabe dar conselho. O melhor amigo. O único que te sabe te fazer sentir muito especial, e não exagero em dizer isso, porque ele é também muito especial, e ele será tudo o que nenhum outro cara já foi pra você. Ele é social e tímido ao mesmo tempo. Sabe aquele cara que sabe ser elegante e carismático, fofo e culto ao mesmo tempo? Adora estar com você no meio dos amigos, fazendo graça e rindo muito, mas às vezes tem seus momentos de ficar sozinho em momentos pessoais. Ele gosta do sentido de família, e sim, ele é um cara muito família e tem uma relação muito forte com a dele. Ele cuida de tudo, cuida da casa, cuida da família. E a verdade é que ora ou outra esquece um pouco de se cuidar. Ele abraça o mundo porque gosta tanto de abraçar que, vai entender, criou o abraço mais gostoso do mundo para você não querer parar mais de abraçar. Ele vai ficar do seu lado, e ele vai te defender e te proteger. Por que esse é o instinto natural dele: amar.



GostosDesgostos:
[+] abraços; atos de carinho; adora perder tempo escutando música; trocar mensagens com seus amigos; fazer caretas no espelho; aprender coisas novas; filhotes; rir e fazer os outros rirem; ler; observar as estrelas; anime/mangá; desenhar; fotografar; passar algum tempo ao lado de sua irmã; primavera e outono, e um pouco do inverno; animais; séries; dias chuvosos; dias com sol; jardins floridos; mar; dormir.

[-] ser usado; ser feito de idiota; situações constrangedoras; pessoas estúpidas; perder em algo; que o tirem do sério; ser contrariado; injustiça; coisas azedas demais; que o façam perder tempo com coisas inúteis; cálculos; ir a hospitais; comida apimentada; ficar longe da irmã; olhar de pena; promessas vazias; filmes de terror; apesar de ser quase isto, drama; b-; e não menos importante, espanhol, não suporta as aulas que é obrigado a ter; xenofobia.



Medos Traumas Fobias Alergias:
[M] possui medo, principalmente, de filmes de terror, de que o humilhem e de borboletas; por conta da infância turbulenta, o medo de borboletas apareceu inconscientemente, e dos filmes foi pela quantidade destes que sua irmã mais nova o forçou a assistir, deixando-o quase que com fobia, segundo si mesmo, porém consegue agora ver algum deles sem ter um surto de pânico ou coisa assim. Ayato tem temor também de perder seus amigos ou irmã ou até família,



História:
k



Qual seu curso na Universidade?
Atualmente cursa Gastronomia, como um bom amante de culinária.



Participara de algum clube da Universidade? Se sim, qual?
Sim, o de teatro.



Manias Hobbies:
[M] batucar os dedos ou cruzar as pernas quando ansioso, assim como passar a mão no cabelo quando nervoso; ficar realmente inquieto quando algo importante está para acontecer e ele não pode fazer nada; bufar sempre que não consegue algo ou lhe tiram do sério (o que raramente ocorre); estalar os dedos; comprimir os lábios, ou umedece-los.

[H] ler; cozinhar; repintar a parede de seu quarto; treinar sempre que possível; olhar aleatoriedades no tumblr; limpar seu quarto quando a bagunça começa a acumular; na alta temporada, costuma ir à praia com os pais e surfa; mesmo que não considere um hobbie, ele cozinha; dança.



Família:


𝓣akahashi 𝓜ina || quarenta e três anos || mãe || Kim Tae-hee || arqueóloga

Mina não é a melhor das mães já que quase sempre procura por defeitos nas coisas feitas pelos filhos, porém tem os seus momentos de boa progenitora em que acolhe a família com todo o amor em si. Apesar disso, Ayato a ama demais já que acaba ignorando tais coisas ruins mesmo sem percerber; chegou a uma vez denfende-la de seus amigos que acusavam que sua mãe era muito cruel consigo, este que rebateu dizendo que ela não fazia por mal. E de fato, esse é o jeito dela e ele aprendeu a lidar com ele.


𝓣akahashi 𝓘chiro || quarenta e cinco anos || pai || Ken Watanabe || empresário



𝓣akahashi 𝓨asu || dezessete anos || irmã || Kim Jiyu || estudante


Rela ç oes:
Mostrar Spoiler:
BAE SEULGI
.

Mostrar Spoiler:
PARK SANGWOO
.

Mostrar Spoiler:
PARK TAEJOON
.

Mostrar Spoiler:
AMIGOS
Ayato é dócil, protetor e ciumento. Pensar na possibilidade de que seus amigos terem outros amigos mais próximos além dele é uma tortura, mas tirando isso, costuma brincar com estes ou ter conversas longas e interessantes; gosta demais dos mesmos para se quer processar a ideia de um dia perde-los ou magoa-los. Vai sempre aconselhar e ajudar quando requisitado. Será o mais sútil possível quando precisar contar algo ruim ou triste para alguns deles; talvez isso o faça pensar tanto antes de dizer alguma coisa. Toma o maior cuidado com o que deseja falar, perder uma amizade nunca está e nem estará em seus planos. Exagera na hora de dar a sua dose de carinho diária, contudo é impossível fugir desta se já conquistou o afeto dele; é como tentar escapar do bote de uma serpente: difícil e imprevisível. Maz faz o maior drama quando o troca por outra pessoa ou tarefa, dizendo que não se importa consigo e que não é seu amigo mais; o que não passa de uma dramatização exagerada. A coisa que mais gostará se for amigo de Ato, será o seu abraço, que parece esquenta-lo e conforta-lo no mesmo instante que o recebe.


Par?
Não.



Faz parte do grupo que quis ligar para a policia, ou do que preferiu esconder o corpo?
Ayato quis muito ligar para a polícia, sabia do risco que corriam em ter aquilo tudo por baixo dos panos, mas como a maioria preferiu manter sigilo, não contestou, ainda que a culpa o corroesse aos poucos, tanto que decidiu nem ao menos ajudar a se livrar do corpo do sujeito.



Como lida com o segredo que guardam? J á quis contar para alguem? Se sim, o que / quem te impediu?
Vontade de revelar tudo, ele não pode negar que teve, porém nunca o fez principalmente por ser leal aos seus amigos e sentiria-se horrível se traísse a confiança deles; os ama demais para se quer pensar nisso.



Estilo:
Geralmente as peças de sua escolha são coisas simples como calças jeans, jaquetas escuras, tênis comuns e outros, pois ele gosta de passar despercebido com uma pitada de estilo por assim dizer. Quem as escolhe, a dedo devo citar, é sua irmã mais nova que possui o melhor senso de moda que já fora visto; e a morena adora quando a elogiam por isso. Porém a melhor parte vem quando Yasu decide fazer o irmão usar roupas que o destacam mais, como calças coladas de couro, blusas brancas e uma jaqueta jeans clara que de acordo com a menor, faria qualquer homem ou mulher se ajoelhar aos pés de Ayato. Os sapatos variam de all star para os mais variados tipos, já que com a condição financeira mais do que estável da família, a menor não poupa dinheiro quando se trata em moda, é um tremendo desperdício. Este também não dispensa o uso de diversos bonés, que seria tipo uma espécie de hábito muito usado por ele, que acaba complementando o visual com os óculos geralmente necessários; em casa, no horário noturno sob a soma de um clima frio, adora usar um suéter e no quente, apenas um pijama simples basta. Em festas de gala ou em sociais, se obriga a usar o tão comum terno preto, que raramente ele varia para um cinza escuro ou claro, saídas as quais arruma o curto cabelo com gel, o deixando com um injusto ar mais sério; palavras sinceras de Yasu. No quesito roupas de banho, ele opta por um calção de banho, porque não se sente confortável usando sunga (acha que o expõe demais). Seu pijama é simples e de duas cores apenas: cinza e preto; sendo o que comumente utiliza. E como o único esporte que Ayato já praticou na vida, e ainda pratica, é basebol, este usa somente um conjunto simples de roupas para treinar, nada demais.



Tem total nocao de que, a partir do momento em que seu personagem for aceito, ele(a) me pertence e por isso, posso fazer leves alteracoes para melhor adequa-los para a historia?

Sim, total conhecimento.




Sabe que seu personagem pode morrer?
Sim, com clareza.



Frase-chave:
'Cause two can keep a secret if one of them is dead!



Algo a acrescentar?
A pincípio, não.

Permalink Comentários (1)

[22/02/2018] .the regress

[14/02/2018] .come come

[10/02/2018] .keep going

[22/10/2017] [.be essen+tial/}


Atualizações do Usuário

Usuário: shysoo
Favoritei a história
História: As sweet as a lolipop
História: As sweet as a lolipop
Saciávamos aquele sentimento de saudade com o mais impuro dos desejos, mas o amor que realmente se nutria ia muito além do carnal. Ele nos elevava a um lugar, muito melhor do que..
Usuário: shysoo
Favoritei a história
História: Pour up - luwoo
História: Pour up - luwoo
aonde jungwoo acaba encontrando umas composições no meio do banheiro luwoo~songfic - pour up-dean
Usuário: shysoo
Favoritei a história
História: Viciado em você
História: Viciado em você
Eu estou viciado e obcecado por você. { Luwoo | Jungwoo!centric | Addicted to you } [+18 por causa do yaoi]
Usuário: shysoo
Favoritei a história
História: A fofura amorosa disposta entre carícias trocadas
História: A fofura amorosa disposta entre carícias trocadas
“Sobre como Yukhei achava a coisa mais adorável do mundo quando Jungwoo, todo manhoso, chegava em bicos pedindo por mais uma sessão de carinho.” 『luwoo | soft fluffy | uma tent..
Usuário: shysoo
Favoritei a história
História: .me liga
História: .me liga
eu gosto de ouvir sua voz. {luwoo} {lucas!centric}{fluffy} {+18 pelas regras}


Dados do Usuário

Citação Pessoal:
❝ela desejava apenas que elx ficasse, mas ela se deu conta que querer ainda não é poder.❞