Captain_Price

Captain_Price
Awesomesauce!
Nome: Kim
Status: Usuário
Sexo: Outro
Localização: Indisponivel
Aniversário: 17 de Março
Cadastro:

Captain_Price - Awesomesauce!


Sigrid "Daughter Of The Sun"

Postado

>>> SIGRID "DAUGHTER OF THE SUN" <<<


"Os deuses sempre sorriem para mulheres valentes."



>>Nome: Sigrid "Daughter Of The Sun"

>> Apelido: "Filha do Sol"

>> Idade: 26

>> Orientação Sexual: Homossexual

Mostrar Spoiler: Aparência

Possui longos cabelos dourados, pele clara e olhos azuis, típico de seu povo. Por ser muito ativa fisicamente, seu corpo é bastante atlético, com musculatura definida, embora não costume mostrar muito. Seus seios são medianos e mede 1,78 de altura.

>> H I S T Ó R I A <<

Sigrid nasceu ao meio-dia, quando o Sol alcançava seu ponto mais alto no céu. Seu nascimento foi previsto por um sacerdote de Odin muito respeitado pela sua tribo. A menina surgiu como um fio de esperança para seus pais, que nunca conseguiram gerar sua prole antes, por Edmund ser um homem estéril. O sacerdote havia dito que uma garota iria nascer com a benção dos deuses, mas que ela deveria ser mandada para a floresta espinhosa aos 20 anos, afim de sobreviver por si mesma durante três anos e se conseguisse, participaria de um ritual para agradecer aos deuses e então teria que lutar até a morte contra um dos guerreiros da tribo pela honra dos deuses e para provar ser digna da dádiva da vida que lhe fora concedida e caso passasse por todas essas provas, seria chamada "Filha do Sol".

A garota cresceu cercada pelas histórias sobre a profecia feita pelo sacerdote - que poucos anos após o nascimento da menina, sumiu misteriosamente - e sempre achou tudo uma grande idiotice. Era uma menina rebelde. A única coisa boa que via nisso tudo era que com seu nascimento cercado de misticismo, acabou conseguindo driblar as regras de separação de deveres entre os homens e mulheres da tribo, pois ao invés de somente ficar com Erika, sua mãe e aprender a cozinhar, cuidar da casa, costurar, etc. Passou a dedicar-se à batalhas, manejar espadas, escudos e lanças - que eram suas favoritas. Caçava com seu pai e sempre procurava orgulhá-lo, embora tivesse que ouvir repetidas vezes a história sobre seu nascimento milagroso e como ela tinha uma missão no mundo e que precisava descobrir os planos dos deuses para a sua vida, etc. Ela ouvia, mas nunca estava realmente presente durante essas conversas já que a vida de batalhas sangrentas e glória era tudo o que ela queria, sem nenhuma "baboseira" de profecia envolvida.

E o tempo passou. Aos seus 16 anos, Sigrid conheceu Lis, filha do chefe da tribo principal do seu povo, que havia mudado para a tribo em que estava, afim de somar os exércitos e ampliar o território. Sigrid então apaixonou-se pela primeira vez, entendendo suas tendências a partir dali. Lis, ao contrário de Sigrid, era uma garota cheia de fé nas divindades e um dos motivos da garota ter se aproximado de Sigrid era a curiosa história a respeito do nascimento da mesma - embora a garota odiasse falar sobre esse aspecto da sua vida, era impossível esconder de Lis.

Mostrar Spoiler: Lis (PP: Rose Leslie)


As jovens tornaram-se inseparáveis e com a aprovação do rei Ludvig, pai de Lis, se encontravam sempre que possível para conversar, caçar e trocarem carícias quando não tinha ninguém por perto. Os cabelos vermelhos de Lis lembravam o pôr do Sol e seus olhos azuis acinzentados cintilavam deixando Sigrid encantada sempre que olhava para ela. Os anos se passaram e o aniversário de Sigrid estava cada vez mais próximo e ela sabia o que iria acontecer. Então ao completar 20 anos, a jovem foi levada de olhos vendados até o meio da floresta espinhosa, que ficava ao noroeste da tribo e era uma zona proibida pela quantidade de animais perigosos e plantas venenosas. Sigrid havia se preparado durante toda a sua vida para aquele momento, mas nada a preparou para a despedida de Lis, que a fez jurar que voltaria.

Ela passou os anos abrigada em uma caverna, tendo que fazer seu próprio agasalho e caçar sua própria comida. O fogo era sua única companhia, junto com as memórias que tinha de seus pais e de Lis, que imaginava estar esperando por ela. Sigrid amaldiçoava as profecias em volta do seu nascimento todas as noites, por tê-la obrigado a se afastar do seu grande amor, até que em uma noite um urso invadiu seu local de descanso afim de se abrigar de uma chuva pesada. A garota foi pega de surpresa e logo agarrou a lança que havia feito no tempo em que estava lá, justo como seu pai havia ensinado. Ela andou em volta da fogueira, segurando sua arma improvisada enquanto a criatura caminhava lentamente, pronta para atacar. O único som no local além da chuva à distância era o crepitar da madeira queimando, a respiração ofegante de Sigrid e os grunhidos do urso que não parecia querer abrir mão do novo "lar" que havia encontrado.

A moça sentiu que não iria conseguir fugir, então ao pensar nos seus pais e em Lis fez o que nunca havia feito antes em toda a sua vida. "Quando sentir medo, peça auxílio aos deuses. Eles estarão ao seu lado, porque os deuses sempre sorriem para as mulheres valentes." Foi a última coisa que Lis havia lhe dito antes da despedida, entregando-lhe um colar com um símbolo de árvore cercada de runas, com escritos de uma oração aos deuses. Sigrid então leu as runas e começou a rezar em voz alta, com as mãos trêmulas mas sentindo seu peito em chamas. Estava pronta para atacar o urso caso o mesmo se aproximasse ainda mais, mas acabou vendo que não foi necessário. O urso começou a recuar lentamente, então abaixando a cabeça, saiu da caverna indo de volta para a chuva que só fazia ficar mais forte.

Sigrid caiu de joelhos ao sentir a descarga de adrenalina se esvair do seu corpo e então com o suor escorrendo pelo seu rosto e pingando no solo rochoso, lágrimas brotando dos seus olhos e um sorriso, ela reconheceu o poder dos deuses ao ver a cena como um milagre e então mudou completamente a forma como pensava antes, se tornando uma mulher e guerreira cheia de fé a partir dali.

Três longos anos se passaram e utilizando as aulas de localização que recebeu durante toda a sua vida, Sigrid voltou para sua tribo, deixando todos surpresos, menos Lis e seus pais, que pareciam saber o resultado antes mesmo dela sair. A vida da jovem mudou, já que ela começou a ter mais respeito e alcançou um posto como líder de um grupo de guerreiros, com quem costumava saquear aldeias e conquistar terras para seu povo.



Ela, porém, viu sua alegria se transformar em extrema fúria ao ver que a mão de Lis fora prometida em casamento para o mais valente guerreiro de todo o reino dentre seu povo e general do rei Ludvig. Nem mesmo o grande respeito que a mulher tinha entre seu povo foi o suficiente para desfazer o noivado. Sigrid então confrontou o rei Ludvig diretamente, assumindo seus sentimentos por Lis - que para sua surpresa não eram novidade para o monarca - que disse não entender o relacionamento "anormal" que elas tinham, mas que mesmo assim, não entregaria a mão de Lis para alguém que não fosse bom (ou boa) o suficiente. Ele então propôs para a jovem o desafio de matar o bruxo de quem todos estavam falando e capturar Magnus, filho do rei de Izalith sem questionar nada e sem deixar que nada acontecesse com a criança.



Ela prontamente aceitou, cerrando os dentes de ódio ao olhar para Niets, o homem que estava noivo de Lis. Este que por sua vez apenas zombou da mulher, dizendo que ela não seria capaz de tal ato. Ela por sua vez apenas olhou uma última vez para Lis que a olhava com uma expressão desolada, porém silenciosa e se retirou do local, despedindo-se de seus pais e partindo para sua missão, sabendo que os deuses estariam ao seu lado mais uma vez.

_______________________________________________________________________________________

>> P E R S O N A L I D A D E <<


Sigrid é, acima de tudo, uma mulher guerreira - em todos os sentidos. Determinada, nunca desiste e sempre está pronta para uma boa luta, preferindo morrer a se render. É bastante cabeça-quente e impulsiva, mas dificilmente muda sua opinião, porém, quando o faz é pra valer e ai de quem vai contra seus ideais, pois os defende com unhas e dentes, assim como defende aqueles por quem se afeiçoa. Apesar de tudo, não é uma mulher emotiva, prefere ocultar ao máximo seus sentimentos, vendo-os como pontos fracos que precisa cobrir, por isso acaba dando uma de "durona" durante a maior parte do tempo, o que não faz com que seja insensível - pelo contrário - acaba sentindo tudo com muita intensidade, mas a única forma de demonstrar geralmente é quebrando coisas (ou pessoas), xingando ou algo violento do tipo. Porém, quando tira sua "armadura emocional", demonstra ser uma pessoa doce, romântica, atenciosa e muito carinhosa, mas só consegue ser assim com a pessoa por quem se apaixona ou com seus pais - exceto a parte romântica, claro. Em geral, vê a vida como uma oportunidade de buscar a honra e glória, afim de um dia ser julgada digna de chegar à Valhalla.


>> Gostos:
Sigrid gosta da luz do dia, de armas, bebidas alcoólicas, batalhas, cavalos, cicatrizes e possui um enorme fascínio pelo fogo, sentindo como se fizesse parte dele.

>> Desgostos:
Odeia perder, ser zombada ou que não a levem a sério, flores - embora seja capaz de colhê-las para presentear alguém -, que a subestimem.

>>Traumas:
Por ter vivido anos sozinha em uma caverna, não suporta ficar muito tempo em locais fechados, em ambientes apertados. Desenvolveu um certo grau de claustrofobia.

>> Roupa:

>> Armas:
Uma espada bastarda, adaga pequena, escudo e uma lança.

>> Equipamento:
Um Corsel branco que chama de Trovão, mochila com suprimentos, odre cheio de vinho e e um saquinho cheio de moedas de ouro.

>> Armadura:


>> Proficiências:
Para Sigrid, a guerra é uma arte e o campo de batalha é o palco perfeito! É uma excelente lutadora tanto armada quanto desarmada. Também é perita em sobrevivência, rastreamento e possui um senso de direção impecável. Uma verdadeira máquina de guerra, onde sente que é seu lugar. Sigrid também é ótima em intimidar caso seja necessário e também possui uma grande afinidade com animais, (mesmo os animais selvagens) desde o episódio com o urso.

>> Inabilidades:
A mulher acabou dedicando-se tanto a lutar que nunca conseguiu aprender muita coisa sobre a vida doméstica da maioria das mulheres. Não sabe cozinhar absolutamente nada de forma minimamente requintada. Por ter aprendido a se virar com o que tinha, acabou se acostumando com a falta de talento na cozinha, mas ai de quem comer algo preparado por ela. Sigrid também não tem noção alguma de etiqueta ou modos, não se importando em se coçar em público ou arrotar. Ela também não sabe tocar nenhum tipo de instrumento e não tem a mínima noção de afinação vocal, então se alguém espera que ela cante, pode esquecer - se não quiser perder os ouvidos. A jovem também não é a pessoa mais paciente do mundo, por isso não é do tipo diplomata e em situações de tensão, pode acabar piorando as coisas ao invés de melhorar, pois sutileza com as palavras não é seu forte. Também não consegue manusear arco e flecha - o que é algo que a irrita profundamente - pois nunca consegue se concentrar e tem uma mira péssima, por isso evita ao máximo batalhas à longa distância.

>> Objeto Especial:
O talismã de runas que ganhou de Lis.

>> Família:
Edmund e Erika, seus pais.

>> Quer Par:
Ela meio que já tem, mas dependendo do desenrolar da trama, tudo pode acontecer e ela pode acabar se interessando por outra pessoa. Mas teria que ter um motivo muito bom pra ela não querer mais continuar com a Lis. De qualquer forma, ela terá um par romântico, seja a Lis ou outra personagem escolhida pela autora.

>> Sua posição sobre o bruxo misterioso:
Não tem nada pessoal contra o bruxo, apenas o vê como um alvo a ser eliminado. Um obstáculo no seu caminho.

_______________________________________________________________________________________

>> Como se Relaciona com:
- Par:
É totalmente o oposto do que se pode imaginar. É romântica, dedicada, atenciosa, diz coisas bonitas e é capaz de fazer coisas que nunca faria por ninguém mais. Quando está sozinha com sua amada, Sigrid parece outra pessoa e até mesmo se envergonha disso.

- Amigos:
É uma companheira para todas as horas. Para ela não tem tempo ruim e a lealdade é um de seus princípios, sendo incapaz de virar as costas para um amigo necessitado. Mesmo assim, é dura e chega a ser grossa muitas vezes, mesmo com seus amigos, lhes dizendo sempre aquilo que pensa e deixando claro quando concorda ou não com alguma coisa. Talvez por isso, Sigrid seja uma mulher de poucos amigos, mas suas amizades são com certeza para a vida toda.

- Inimigos:

É feroz e implacável contra seus inimigos. Não dá segundas chances e desconhece a palavra "misericórdia". Sigrid é o tipo de pessoa que é muito melhor ter por perto como amiga, pois conseguir sua inimizade é como assinar uma sentença de morte, não importa quanto tempo leve até que seja cumprida.

- Autoridades:
Apenas respeita as autoridades dentre seu povo. Não dá tanta importância para as demais, apenas evita ficar no caminho deles, da mesma forma que espera que fiquem fora do seu caminho.

- Subordinados:
Apesar de seu sangue quente e de ser bastante irritadiça, sabe reconhecer a justiça (mesmo que seja um tipo de justiça próprio) e procura sempre praticá-la, até mesmo com seus subordinados, mas não aceita rebeldia ou que desafiem a sua autoridade, sendo capaz de executar um subordinado diante dos outros para dar o exemplo ou de fazer algo semelhante ligando uma punição mais "branda". Fora isso, é razoável e costuma se dar bem ao liderar grupos, contanto que não seja desafiada por alguém sob seu comando.

- Os que cultuam o bruxo:
Não se importa com eles, só acredita que estão desperdiçando seu tempo.

- Os que o consideram uma aberração:
Também não tem nada contra eles, na verdade sabe que pode usá-los em prol da sua missão.

- Magia:
Acredita que possa existir, mas também acredita que não precisa dela. Apenas da sua própria força e auxílio dos deuses.

- Animais:
Gosta de animais, principalmente cavalos. Porém, não hesita em caçar quando necessário ou de matar algum caso seja atacada.

>> Questionário Rápido sobre sua personagem:
- Que animal ela seria?
Uma felina, provavelmente uma tigresa.

- Qual Música/Álbum representaria ela?
Música: Indestructible - Disturbed

- Qual o elemento favorito dela?
O fogo.


- Ela tem alguma fraqueza?
Sim, com certeza. Sua maior fraqueza é principalmente seu amor por Lis, mas também seu carinho por seus pais.

- Como ela sente-se sobre magia?
Por um lado é indiferente, mas por outro imagina que possa ser uma dádiva dos deuses.

- O que ela dificilmente faria?
Sigrid dificilmente voltaria atrás nos seus planos ou objetivos.

- O que ela não faria de jeito algum?
Ela jamais se renderia em uma batalha ou faria algo humilhante ou que fosse contra seus princípios para salvar a própria vida. Ela até pode tomar uma retirada estratégica para retornar depois, mas nunca desistiria.

>> Curiosidades:
> Apesar de ser impiedosa na maior parte do tempo, Sigrid é totalmente contra ferir seres indefesos sem uma boa razão.


> Embora seu coração seja de Lis, Sigrid se considera uma mulher livre e por isso não se importa de se divertir com outras mulheres, ao menos até completar sua missão e tomar a mão de Lis. Embora seja grossa, Sigrid consegue exibir um lado sedutor quando lhe convém, já que adora estar cercada de companhia feminina, sendo um tanto "mulherenga", mas sempre deixa claro que já tem alguém que ama e que as demais são apenas passatempo, não dando falsas esperanças pra ninguém.

> Constantemente tem pesadelos com as pessoas que mata e os lugares que invade, mas prefere ignorar.

> Embora não saiba cozinhar, gosta de fazê-lo e até tenta aprender, mas suas tentativas sempre acabam em fracasso.

> Dificilmente ri ou sorri. Costuma fazer isso apenas quando está bêbada, com pessoas com quem tem um certo grau de amizade ou com seu par romântico.

> Seu maior medo é morrer de forma não-gloriosa, de alguma doença ou enquanto dorme, por exemplo.

> *** Nunca assisti Vikings, então não estou me inspirando na Lagertha pra fazer essa personagem -qq ***

> Vê suas cicatrizes como troféus. Suas costas possuem várias marcas, assim como a região da sua costela e seu braço direito. Todos de cortes recebidos em combate.

> Costuma se sentir atraída por mulheres com personalidade oposta a sua, como foi com Lis. Mulheres gentis, delicadas, meigas, pacíficas, etc. Até porque não se dá bem com mulheres que se impõem demais, pois acaba sendo um choque de personalidades, mas pode ser que em um caso desse tipo ela vá em frente, apenas pelo seu instinto competitivo, apenas pelo prazer de subjugar e dominar a outra para se divertir.

> Luta de forma extremamente violenta e muitas vezes entra em um frenesi sangrento onde não consegue parar de atacar, podendo ferir até mesmo aliados que se aproximem.

> Embora seja uma Viking, Sigrid odeia o mar e fica enjoada muito facilmente quando navega, por isso evita ao máximo fazê-lo. Tem muito medo de se afogar, por isso prefere ficar em terra firme sempre que possível.

> Às vezes se pega pensando nas pessoas que mata e nas coisas ruins que faz. É como se tivesse algumas crises de consciência - e isso é responsável pelos seus pesadelos - mas Sigrid luta constantemente contra isso, acreditando que tudo o que faz é válido pois está dentro do seu próprio código moral, embora nem sempre se adeque ao pensamento da maioria das pessoas. Acredita que os fins justificam os meios.

> É uma grande defensora das mulheres por acreditar que todos tem o direito de ser independentes e uma coisa que a tira completamente do sério é ver uma mulher sendo injustiçada, maltratada, humilhada ou sofrendo qualquer tipo de abuso. É capaz de entrar em uma grande briga sem pensar duas vezes caso presencie algo do tipo.

> Fica muito envergonhada quando está de vestido pois não acha que fica boa neles, mas usou uma vez enquanto experimentava roupas com Lis e ao ser elogiada por ela, guarda o vestido usado até hoje e pretende usá-lo ao tomar a mão dela.

Permalink Comentários (0)

Atualizações do Usuário

Usuário: Captain_Price
Entrei no grupo
Grupo: Col&#233;gio Interno Kokuri
Grupo: Colégio Interno Kokuri
No ano de 1920, uma época de ouro para todos que viviam nela, existia um homem com um sonho peculiar, de que todos podiam encontrar o amor, aqueles que o ouviam sabiam que ele er..
Usuário: Captain_Price
Favoritei a história
História: As Cr&#244;nicas do Vento
História: As Crônicas do Vento
Depois de acordar em um lugar estranho sem se lembrar do próprio nome, Maia vai descobrir que não é uma pessoa comum. Sua raça ainda é desconhecida por todos. Ela vai descobrir o..
Usuário: Captain_Price
Adicionei um novo capítulo
História: Transcendent
História: Transcendent
Ela tem o sorriso mais lindo que eu já vi... O que faz com que eu sempre queira provocá-lo. Aproveito todas as oportunidades que tenho só pra tocar sua pele macia e sentir seu ch..
Usuário: Captain_Price
Favoritei a história
História: Lumione (oneshot)
História: Lumione (oneshot)
"E tê-la assim, todos os dias ao meu lado, me olhando nos olhos e me prensando em seu corpo ao me abraçar, se tornou uma tentação difícil de resistir."
Usuário: Captain_Price
Favoritei a história
História: Hainshon - Interativa
História: Hainshon - Interativa
ℳottomo Seinaru High School é um conhecido colégio em Tokyo. Conhecido pela rígido ensino, tipicamente japonês, ele abrange alunos de vários países. Com uma disciplina excelente ..