1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. _starbugbee

_starbugbee

_starbugbee
Nome: Alegna
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Good Place
Aniversário: 22 de Julho
Cadastro:

_starbugbee


【•✠•】Amo um bom clichê

【•✠•】Minhas sagas favoritas são Rainha Vermelha; Corte de Espinhos e Rosas; Trono de Vidro; Harry Potter; Percy Jackson; Magnus Chase; Provações de Apolo; A Seleção entre outras.

【•✠•】Minhas séries favoritas são Friends; The Vampire Diaries; The Originals; Teen Wolf; Grey's Anatomy; Lúcifer; Once Upon a Time; How i met yout mother; O mundo sombrio de Sabrina entre outras que começo e não termino.

【•✠•】Adoro os filmes da Marvel e da DC.

【•✠•】E eu amo Miraculous, She-ra e séries animadas.

Alessia Saggio D'Angelus, Mutante (Geocinese and Fitocinese)

Postado



"ɴᴀᴏ ᴍᴇ ʟᴇᴍʙʀᴏ ᴅᴀ ᴜʟᴛɪᴍᴀ ᴠᴇᴢ ǫᴜᴇ ᴇᴜ ᴀʙʀɪ ᴍᴇᴜs ᴏʟʜᴏs ᴘᴀʀᴀ ᴠᴇʀ ᴜᴍ ᴍᴜɴᴅᴏ ᴛãᴏ ʙᴏɴɪᴛᴏ"

❖ ── ✦ ──『ɴᴏᴍᴇ』── ✦ ── ❖

Alessia Saggio D’Angelus
Alessia; “Aquela que protege”, “Aquela que repele as coisas más”, este nome lhe foi concedido em homenagem a sua falecida avó paterna, “Eleonora Alessia D’Angelus”.
Saggio; “Sábio”, literalmente. A mãe de Alessia sempre achou a sonoridade da palavra adorável aos seus ouvidos, deu-lhe “Saggio” não só como segundo nome, mas também em um desejo silencioso para que a filha fosse possuidora de grande sabedoria.
D’Angelus; “Anjo”, “Angelical”, “Voz de Deus”, é um sobrenome muitíssimo comum na Itália e é de origem nobre, sendo um orgulho ter em sua certidão este belíssimo sobrenome.


❖ ── ✦ ──『ɢᴇɴᴇʀᴏ』── ✦ ── ❖

Feminino


❖ ── ✦ ──『ɪᴅᴀᴅᴇ』── ✦ ── ❖

Vinte anos (20 anos).


❖ ── ✦ ──『ᴅᴀᴛᴀ ᴅᴇ ɴᴀsᴄɪᴍᴇɴᴛᴏ』── ✦ ── ❖

Nasceu em plena manhã de primavera, no dia quinze do mês de maio, quando o clima era agradável e o cheiro das mais diversas fragrâncias podiam ser sentidas e apreciadas, inebriando todos na bela Itália (15/05).


❖ ── ✦ ──『ᴘʜᴏᴛᴏᴘʟᴀʏᴇʀ』── ✦ ── ❖

Emeraude Toubia.



❖ ── ✦ ──『ᴀᴘᴀʀᴇɴᴄɪᴀ』── ✦ ── ❖

Com uma beleza natural esplêndida, Alessia chama atenção por onde passa, com sua pele alva, seus cabelos negros sedosos e brilhantes, que caem como cascatas negras pelos ombros, seu sorriso é a coisa mais linda nela, e os lábios carnudos quase sempre estão pintados por um batom escarlate, seus olhos castanho-escuros, herdados pela parte materna, quase beiram o negro, e apesar de ser italiana, e por parte paterna sua família também ser composta por italianos, a ragazza mais se assemelha a família de sua mãe.
Corpo atlético devido a uma dieta saudável e exercícios diários.

ᴘʜᴏᴛᴏs


ɢɪғs



❖ ── ✦ ──『ɴᴀᴄɪᴏɴᴀʟɪᴅᴀᴅᴇ』── ✦ ── ❖

É uma Italiana ardente, porém tem descendência colombiana por parte materna. Nasceu em Roma (Itália).


❖ ── ✦ ──『ᴏʀɪᴇɴᴛᴀçᴀᴏ sᴇxᴜᴀʟ』── ✦ ── ❖

Heterossexual, porém...
“🇨 🇴 🇳 🇸 🇮 🇩 🇪 🇷 🇦 🇲 🇴 🇸
🇯 🇺 🇸 🇹 🇦 🇸
🇹 🇴 🇩 🇦 🇸
🇦 🇸
🇫 🇴 🇷 🇲 🇦 🇸
🇩 🇪
🇦 🇲 🇴 🇷 "
O amor é algo belo a ser apreciado, não importa se o amor é entre dois homens, duas mulheres ou um homem e uma mulher.


❖ ── ✦ ──『ᴘᴇʀsᴏɴᴀʟɪᴅᴀᴅᴇ』── ✦ ── ❖

Quando Alessia lembra da criança que foi, não se reconhece nas fotos sorridentes ou nas fofas marias-chiquinhas que vivia usando. Ela se tornou alguém completamente diferente do que um dia foi, e não vê a mudança na personalidade como algo completamente ruim.
Ela foi fruto de um grande amor, e, portanto, é alguém que foi criada com tamanho carinho, então, devo ressaltar que carência definitivamente não é uma de suas características. Apesar de estar longe dos pais atualmente, e nunca se comunicar com eles, para a própria segurança deles, ela ainda pode sentir todos os dias aquele amor incondicional e aquela preocupação diária que eles tinham com ela.
Ela é segura de si e tem um grande complexo de autossuficiência, não necessitando de ninguém para sobreviver. É a garota mais decidida e teimosa que qualquer um poderia conhecer, quando ela põe algo em sua cabeça, é praticamente impossível convencê-la do contrário. O que é uma combinação terrível com sua impulsividade e necessidade de se expressar. Ela não segura a língua quando algo a incomoda, e sempre fala o que lhe vem à cabeça, irritando muitas pessoas com esse seu jeito sincero.
Previsivelmente, Alessia tem um espírito ambientalista, amando a natureza, apesar de que, morando na cidade grande, ela não possui tanto contato com áreas verdes quanto gostaria. Lutando contra todos os estereótipos, Alessia não tem nada de “mãe-natureza”, mais se assemelhando a um terremoto do que qualquer outra coisa.
Tem um temperamento forte, e é tão diferente da família nesse ponto, onde todos são calmos e amáveis, enquanto ela é uma espécie de bomba ambulante, com sua cabeça quente e sua mania de usar o sarcasmo de modo esbanjador quando irritada. Seus poderes também costumam se manifestarem mais facilmente quando ela se sente irritada ou muitíssimo feliz. Considerando que Alessia é alguém de emoções intensas, isso é um problema enorme, já que a garota muitas vezes se encontra no estado “muito feliz” ou “muito furiosa”.
É muito impaciente, e sempre fica irritada quando as pessoas a fazem esperar, isso talvez seja pelo fato de Alessia ser um tanto ansiosa em relação as coisas, muitas vezes agindo de modo precipitado.
Alessia também é uma jovem extrovertida, apesar da personalidade difícil, ela tem um senso de humor espirituoso em um dia que não esteja de mau humor, tem um sorriso lindo e é fácil se sentir bem conversando com ela. Ela é descontraída e carismática, conquistando as pessoas facilmente com seu jeito encantador. Também é alguém que adora uma boa diversão, bebidas, garotos, baladas são normalmente o ponto alto de sua semana agitada por assaltos. Quando está ocupada se divertindo, tudo quase parece mais simples.
Ela é alguém de grande coragem, não tem medo de atitudes drásticas e nem de um possível perigo, ela sempre está disposta a correr riscos se isso significar que tudo ficará bem no final, de alguma maneira. Tem uma força inigualável, e sempre faz de tudo para vencer seus obstáculos, quase sempre usando da lábia e da persuasão para tal feito.
Um conselho, não ofenda as pessoas que ela ama perto dela. Que a chamem de vadia, arrogante, louca, qualquer coisa. Mas se vierem falar da família dela, sendo de sangue ou não, a pessoa com certeza levará um nariz quebrado por esses comentários. Isso se seus poderes não se manifestarem e a coisa acabar de maneira pior ainda, é claro.
Por ser a irmã mais velha, tem um certo instinto materno, de modo que ela se dá muito bem com crianças pequenas ou pessoas mais novas do que ela. Com crianças, ela quase parece uma outra pessoa, sempre sendo amável e protegendo-as como se fossem uma de suas irmãs.
Ela tem responsabilidade, apesar de certas vezes não parecer. Ela é responsável e sempre assume as consequências de seus atos, não é do tipo que deixa os outros assumirem seus erros. Se ela errou, que se dane o orgulho, ela vai assumir o erro e encarar as consequências de queixo erguido.
Pode ser difícil de acreditar, mas Alessia nunca matou uma pessoa. Ela pode até deixá-los gravemente feridos, mas nunca chegou nem perto de matar, ela acredita que não hesitaria em matar alguém que ameasse sua segurança, mas ela prefere incapacitar as pessoas invés de partir para o assassinato. Alessia é ladra, não assassina, e ela não se sente nem um pouco tentada em se transformar em uma.
Um fato curioso sobre Alessia é o fato dela possuir memória fotografia, de modo que se lembra de quase toda sua vida dos quatro anos até agora. Isso também é uma habilidade incrível, já que ela se lembra de pequenos detalhes praticamente impossíveis para qualquer outra pessoa normal lembrar.
Normal...Bom, claramente Alessia não é sinônimo de normalidade, ela pode ser tudo, mas “normal” é algo que ela está bem longe de se tornar.
"🇳 🇴 🇷 🇲 🇦 🇱 🇮 🇩 🇦 🇩 🇪
🇳 🇺 🇳 🇨 🇦
🇫 🇴 🇮
🇲 🇪 🇺
🇫 🇴 🇷 🇹 🇪 ."


❖ ── ✦ ──『ʜɪsᴛᴏʀɪᴀ』── ✦ ── ❖

Alessia nasceu na capital da Itália, Roma, filha de Alessandro Gianni D’Angelus e Myriam Rodriguez D’Angelus, sendo a primogênita do casal.
A garota viveu até seus cinco anos de idade na cidade onde nasceu, mas mal se lembra da Roma e da sua infância lá, ela tem apenas flashes de memória, mas sabe que foi muito feliz lá. Ela e seus pais moravam em um bairro um pouco afastado, e na vizinhança várias crianças de sua faixa etária brincavam com ela dia e noite. Ela tinha vários amigos, e seus pais a amavam de modo incondicional, a única certeza de Alessia é que lá era tudo mais fácil
Quando se mudou da Itália para Nova York, ela não sabia o motivo exato, mas quando cresceu identificou rapidamente o motivo. Como o motivo de tudo de terrível que aconteceu na vida de Alessia, seus poderes foram o gancho da mudança.
Ela não sabe exatamente o que aconteceu, mas lembra de quando brincava com um amiguinho de pega-pega e ela não o alcançava, ela se irritou e a terra pareceu abrir-se aos pés do seu colega. O menino era mais novo que ela, portando quando o garotinho contou para a mãe sobre o ocorrido, pensaram ser apenas alguma bobagem de criança. Os pais de Alessia pensaram o mesmo no momento, mas ao longo dos meses, eles foram notando coisas estranhas que rodeavam sua filhinha. Como quando ela balançava tranquilamente no balanço da árvore do quintal da casa de seus pais e eles flagraram os galhos curvando-se até a garota, como se ela fosse um imã. Depois de algumas pesquisas, o casal constatou que a garota era muito mais perigosa por trás do rosto angelical.
Na época a mãe de Alessia estava grávida de Barbara, a segunda filha do casal, e para a segurança, tanto da família, quanto de Alessia, o casal mudou-se para a grande Nova York. Na cidade grande o casal esperava que os poderes sobre a natureza da filha não tivessem tanto lugar quanto nos campos.
O apartamento para qual se mudaram era pequeno e com apenas dois quartos, bem diferente da casa enorme com um quintal maior ainda que Alessia vivia. A vida era diferente em Nova York, mas Alessia logo se acostumou. Alessandro, pai de Alessia, trabalhava como dono de uma padaria na Itália, mas logo mudou de profissão quando chegou em Nova York, entrando para a academia policial e virando oficial mais tarde. Myriam era dona de casa, e como era muitíssimo talentosa na cozinha, resolveu abrir um pequeno empreendimento, um restaurante, entrando como sócia junto de mais três mulheres.
Alessia e a nova irmãzinha, Barbara, praticamente passaram o primeiro ano de suas vidas em Nova York num canto da cozinha do restaurante da sua mãe.
Alessia sabia e ao mesmo tempo não sabia que era uma mutante. Seus pais sempre se dirigiam aos poderes da filha como “dons de Deus”, e a palavra “mutante” naquela época nunca foi mencionada em casa. Myriam e Alessandro se preocupavam tanto com a segurança da filha que a orientavam diariamente para manter seus dons escondidos, principalmente quando a garota iniciou a vida escolar.
Na escola, ela era uma garota alegre e sorridente, fazia amigos com uma facilidade surpreendente, mas jamais citou seus dons a qualquer um deles. Ela era obediente, ao menos na época era, e nunca contrariou os pais sobre qualquer ordem que eles passavam a ela. Ela suspeitava que eles tinham motivos bons o suficiente.
A vida parecia estar tranquila depois que eles se estabilizaram na nova cidade, mas, como nem tudo era um mar de rosas, logo veio um período complicado para a família.
A adolescência de Alessia e algo chamado “Serviço Sentinela” começava a ganhar força.
Com os hormônios da adolescência, os poderes da garota pareciam ficar cada dia mais difíceis de serem controlados, e isso era motivo de grande preocupação, ainda mais com o tal “Serviço Sentinela” caçando pessoas como ela dia e noite. Quando os pais da garota se mudaram para Nova York, esperavam que na cidade grande os poderes da garota sob a natureza não tivessem tanta força, mas estavam terrivelmente enganados. Tremores na terra onde ficava o apartamento da família eram constantes, principalmente quando a garota se encontrava irritada, Alessia ficava cada dia mais propensa aos poderes se descontrolarem, e como qualquer adolescente, seus genes estavam programados para brigar com seus pais, o que resultou em tantos tremores de terra que foi preciso se mudarem novamente, dessa vez para um apartamento mais distante do centro de Nova York. Quando Alessia se encontrava em uma discussão com os pais, eles sempre se retraíam, dizendo que não queriam brigar. Mas, na realidade, Alessia conseguia enxergar o medo nos olhos dos pais, que apenas paravam a discussão por puro medo de que a garota fizesse seus poderes se manifestarem. Isso só serviu para que ela ficasse mais irritada ainda.
Com o tempo, as coisas pioraram. Certo dia, quando Alessia voltou da escola com a irmã mais nova, Barbara, dois agentes do Serviço Sentinela estavam na portaria do prédio da família. Não era difícil reconhece-los. Barbara apertou a mão da irmã com força, e Alessia sussurrou um “Siga em frente, não encare”. As duas irmãs andaram até o elevador, e quando passaram pelos homens, claramente ouviram algo sobre tremores estranhos no local. Quando chegaram em casa, a primeira coisa que os pais fizeram foi empacotar as coisas para uma nova mudança.
E depois dessa veio outra. E mais outra, depois outra.
Conforme ela foi crescendo, mais se irritava com o fato de ter que se esconder, fugir, manter seus dons, que cada dia mais se pareciam com maldições, longe dos olhares dos agentes do S.S. (Serviço Sentinela).
Aos meados dos dezoito anos, foi quando resolveu dar um basta para aquilo tudo. Ela nunca teve aspirações, ou sonhos, como fazer faculdade, casar-se e ter filhos, mas mesmo assim foi difícil abandonar sua família, deixar tudo pelo o que lutou para manter e sair de casa. Sem um dólar sequer no bolso, e nada além de uma mochila com algumas roupas e um saco para dormir, Alessia foi morar nas ruas, virando-se como pode para sobreviver e não levantar suspeitas. Mas com um temperamento como o dela, foi difícil manter-se longe de problemas. Numa briga qualquer com um bêbado que tentou agarra-la, e em sua defesa, num ato impulsivo, Alessia fez heras venenosas irromperam do concreto da calçada e agarrarem a garganta do homem. Como Alessia é extremamente sem sorte, uma câmera presenciou a cena com o bêbado naquela noite, e depois disso ficou tudo mais difícil para a jovem Alessia.
Para sobreviver nas ruas da cidade, a garota ou virava prostituta ou usava seus poderes para vantagem própria. Com comida era fácil, arvores frutíferas eram razoavelmente fáceis de fazerem brotar, mas cada dia mais a garota ficava resignada em dormir nas ruas, e tomar banho era um dos prazeres que ficavam cada dia mais difíceis de se obter. Com o tempo, Alessia começou a roubar pequenos empreendimentos, roubando dinheiro e alguns itens do dia a dia básicos. Mas, claro que, uma garota que invadia comércios e amarrava os comerciantes com vinhas que irrompiam do próprio chão chamava atenção. O tipo de atenção errada.
Agora com vinte anos completos, ela fugia diariamente da polícia e dos agentes do S.S., que no momento já notaram que tipo de ser aquela garota é, sem moradia fixa, roubando cada dia mais para se manter viva, e tentando a todo custo não ser pega. Mas, a menos de um mês, uma ação ousada quase lhe rendeu uma cela para mutantes. Ela roubou um banco. Sim, sim, que orgulho seria para seus pais.
Ela invadiu o maldito banco de Nova York e roubou, nada menos, nada mais, que quase trezentos mil dólares. Claro que se tivesse mais tempo, tentaria pegar mais dinheiro, mas o alarme acabou soando cedo demais. Ela não foi nada sútil, tão tola, entrou no banco pela porta da frente em horário comercial e imobilizou todos com suas plantas, obrigou o gerente a abrir o cofre e pegou o máximo de dinheiro que conseguiu carregar com suas duas malas. Ela exibiu seus poderes pela primeira vez, e nunca se sentiu tão bem. Mas pela noite, quando viu seu rosto estampado em todos os telejornais, ela quase chorou pelo o que havia se tornado. Mas o que podia fazer? Não havia um lugar para pessoas como ela no mundo.
Alessia foi uma criança promissora, uma garota tão surpreendente boa e adorável, mesmo com seus poderes, ela poderia ter vivido de outro modo, podia ter ficado com os pais, aguentado esconder os poderes, fazer faculdade, talvez até estivesse casada a àquela altura. Mas a que custo? Valeria a pena viver fechada, obrigando-se a fugir sempre que alguém desconfiasse? Por mais que doesse dizer aquilo, ela preferia mil vezes a vida que levava hoje do que a vida de dois anos atrás.
“🇳 🇦 🇴
🇸 🇮 🇳 🇹 🇴
🇲 🇦 🇮 🇸
🇦 🇸
🇨 🇴 🇷 🇷 🇪 🇳 🇹 🇪 🇸
🇶 🇺 🇪
🇲 🇪
🇵 🇷 🇪 🇳 🇩 🇮 🇦 🇲 .
🇸 🇴 🇺
🇱 🇮 🇻 🇷 🇪 ”


❖ ── ✦ ──『ғᴀᴍɪʟɪᴀ』── ✦ ── ❖

Alessandro Gianni D’Angelus
Quarenta e quatro anos (44 anos).
Pai


O relacionamento com o pai era muito bom. Na infância, Alessandro sempre amou e zelou pela segurança da filha, os dois eram demasiados unidos, e Alessia sempre sentiu uma ligação especial com seu pai. Os dois brincavam juntos, ele contava histórias para ela dormir, e ela sempre fazia de tudo para alegrar seu pai, fosse contando uma piada ou apenas fazendo gracinha para arrancar um sorriso dele.
Conforme Alessia foi crescendo, nada em relação ao amor e zelo que Alessandro sentia pela filha mudou, mas, diferentemente da esposa que quase parecia esquecer das outras duas filhas do casal, Barbara e Rosetta, Alessandro zelava igualmente pela segurança das três, principalmente das mais jovens, já que com os poderes bizarros da primogênita, por mais que ele amasse Alessia, ele seria um tolo em dizer que a segurança das filhas mais novas não ficava em risco com o convívio diário de Alessia na vida das meninas.
Quando Alessia fugiu de casa, Alessandro se culpou por tudo que ele fez a filha passar. A pressão nos ombros da garota era grande demais para uma adolescente de apenas dezoito anos. Eles brigavam quase todos os dias na época em que ela fugiu, e Alessandro sempre citava como era importante manter aqueles malditos poderes sob controle.
A reação do homem ao ver o rosto da filha estampar os telejornais pelo roubo ao banco foi das piores. Ele chorou por sua garotinha, que agora se encontrava tão longe de casa, e ao mesmo tempo tão próxima, sua menininha foi embora para nunca mais voltar, ele falhou com a filha. Vergonha. Era isso que ele sentia em relação a si mesmo.


Myriam Rodriguez D’Angelus
Trinta e nove anos (39 anos).
Mãe


Alessia é o maior amor de Myriam, é sua primogênita, a menina que lhe trouxe a alegria de ser mãe, seu bem mais precioso. As duas sempre se deram bem, eram confidentes e grandes amigas na infância de Alessia, infelizmente as duas acabaram por se afastar na adolescência da garota, um período especialmente difícil para toda a família. Myriam temia pelo bem da família quando a filha mais velha e ela, junto do marido, discutiam, a manifestação dos poderes dela sempre preocupavam eles, por isso Myriam sempre evitou discussões com a filha mais velha. Só que quando ela evitava as discussões, também evitada a conversa, o que afastou muito mãe e filha. As duas mal se falavam durante o dia, e com o tempo, isso se tornou normal para as duas. Frases simples como “Como seu dia? ” e “Dormiu bem?” eram cada dia mais raras, e com o tempo Myriam e Alessia sequer tinham uma relação para citar.
Isso não significa que Myriam se importava menos com a filha. Seu coração ficou destroçado quando a filha partiu, e a mulher sentiu como se tivesse falhado completamente com a filha quando viu seu rosto, oh, um rosto tão belo, estampando todos os telejornais por ter roubado um banco! Myriam se sente péssima com isso, mas não pode simplesmente ir atrás da filha. Alessia voltará para a casa apenas quando se sentir pronta para isso.


Barbara Antonella D’Angelus
Quinze anos (15 anos).
Irmã mais nova


Barbara e Alessia sempre foram extremamente unidas, a garota parecia ser a única a entender a primogênita, apesar de não ter poderes como ela. As duas quando mais jovens sempre brincavam juntas e passavam as noites em claro papeando como desejavam que o mundo fosse, sonhos distantes de duas crianças ignorantes em relação ao mundo cruel que existe lá fora.
Conforme Alessia crescia, Barbara notava sempre a mudança na personalidade dela, e não aprovava de maneira alguma esse seu lado rebelde e indomável que ela insistia em manter. Mas, ao mesmo tempo, entendia parte da frustração dela por ter que esconder diariamente seus dons. Só que Barbara ficava totalmente irritada com a irmã por ela não notar que ela não era a única a sofrer com as constantes mudanças de casa e escola.
Barbara sofria tanto quanto Alessia por ter que mudar de casa, mudar de escola, onde seus amigos estavam. Barbara sempre era a novata, e isso a frustrava tanto que ela chorava na calada da noite, sozinha.
Nessa época, Barbara culpou um pouco a irmã mais velha por essas mudanças. E Alessia só notou isso quando, certo dia, ela pegou a irmã mais nova chorando a noite e Barbara confessou como se sentia para a mais velha. A frase que Alessia disse para Barbara jamais lhe saiu da cabeça novamente.
—Quando você é humano e perde o controle, você grita, chora, as vezes quebra as coisas. —Um sorrisinho passa pelos lábios dela. —Mas quando se tem essas... Habilidades, esses dons. —Seu sarcasmo era tão claro quanto o dia numa manhã sem nuvens. —Não se sabe até que ponto podemos chegar, eu machuco as pessoas, machuco o papai e a mamãe, eu vivo com medo de mim e do que posso me tornar.
Dois meses depois que ela lhe disse isso, Alessia saiu de casa para nunca mais voltar, e todos os dias de sua vida Barbara sente um vazio no peito, bem no lugar onde sua irmã deveria estar. Mas ela não está, porquê a dor e a pressão dos seus poderes foi maior do que seu amor pela família.
Barbara ainda tem esperança, e sempre diz a Rosetta como Alessia é forte e corajosa, sempre ressaltando as qualidades da mais velha para a caçula da família. Foi um choque para Barbara e seus pais quando viram o rosto da primogênita estampar o jornal por ter assaltado um banco, mas mesmo assim, Barbara se nega a acreditar que a irmã é alguém de má índole.


Rosetta Emanuela D’Angelus
Oito anos (8 anos).
Irmã mais nova


Rosetta e Alessia jamais tiveram a melhor das relações, a garotinha de oito anos nasceu em uma época ruim para Alessia, onde a mais velha já começava a se reprimir, tentando a todo custo manter seus poderes contidos. Rose tinha certo medo da mais velha no começo, e Alessia jamais fez algo para mudar isso, quando Alessia foi embora foi o momento que Rose, que apenas tinha seis anos na época, começou a ter certa afeição pela mais velha.
Os sacrifícios de Alessia ficavam um pouco mais claros para Rose, e a mais nova até se permitiu sentir saudades da irmã quando ela foi embora, porque apesar delas não serem exatamente amigas, ninguém rompe um laço de sangue. Barbara foi de extrema importância para o relacionamento de Alessia e Rosetta, já que a filha do meio que contou todos os sacrifícios de Alessia e como ela se sentia infeliz por não ser ela mesma para Rose. Depois de Alessia ir embora, Barbara sempre conta de uma época de que ela e Alessia eram felizes para Rose, o que fez a mais jovem desenvolver certo carinho pela irmã.


❖ ── ✦ ──『ᴘᴏᴅᴇʀᴇs (ʜᴀʙɪʟɪᴅᴀᴅᴇ ᴍᴜᴛᴀɴᴛᴇ)』── ✦ ── ❖

Ela possui a capacidade de controlar e criar o elemento terra, incluindo areia, pedras, minerais, rochas ou poeira. Com isto, é possível levitar rochas, causar tremores de terra, desencadear tempestades de areia, saber a localização das falhas tectônicas, entre outros. Também possui a capacidade de controlar quaisquer vidas vegetais, ou seja, possui controle sob quaisquer plantas. O usuário pode criar, moldar e manipular plantas, incluindo madeira, videiras, plantas, musgos e partes das plantas, como folhas, sementes, frutas e flores. O usuário pode fazer com que as plantas cresçam, movam-se, ataquem ou até mesmo se levantem do solo e "caminhem", mudar as plantas reorganizando a estrutura do DNA e revivendo as plantas secas ou mortas.
Alguns nomes para essa capacidade são “Geocinese”, “Fitocinese”.



❖ ── ✦ ──『ʟɪᴍɪᴛᴇs ᴏᴜ ғʀᴀǫᴜᴇᴢᴀs』── ✦ ── ❖

Alessia não possui total controle dos seus poderes, de modo que ainda não atingiu potencial máximo, ela já causou pequenos tremores de terra e faz plantas crescerem rapidamente, mas ela sabe que possui força o suficiente para causar o maior terremoto já visto, ou fazer florescer uma floresta inteira do zero.
Ataques com fogo ou gelo podem representar um problema.


❖ ── ✦ ──『ʜᴀʙɪʟɪᴅᴀᴅᴇs』── ✦ ── ❖

É fluente em três línguas, Italiano, Inglês, Espanhol. E fala um pouco de Russo.
Pensamento ágil e reflexos bons. Para sua sobrevivência, Alessia sempre precisa pensar rapidamente em momentos decisivos, e seus reflexos são os melhores, isso sendo modesta.
Seus poderes agem conforme suas vontades, de modo que sair de situações difíceis sempre são mais fáceis para Alessia.
Ela é veloz e ágil, seu bom condicionamento físico é essencial para isso. Na adolescência, a garota participou de diversas lutas corporais, tais como boxe, krav maga e jiu-jitsu. Apesar da vida nas ruas, a garota ainda tira tempo para praticar os esportes e manter seu corpo bem cuidado.
Alessia possui memória fotográfica. Memória eidética, popularmente conhecida como Memória fotográfica, é a capacidade de se lembrar de coisas vistas, com um nível de detalhe perfeito.


❖ ── ✦ ──『ǫᴜᴇʀ ᴘᴀʀ? sᴇ sɪᴍ, ᴇᴜ ᴇsᴄᴏʟʜᴏ ᴏᴜ ᴠᴏᴄᴇ ᴇsᴄᴏʟʜᴇ?』── ✦ ── ❖

Desejo par sim, deixo em suas mãos a escolha.


["Eu quero lutar por isso"]


❖ ── ✦ ──『ʀᴇʟᴀçᴏᴇs ᴄᴏᴍ...』── ✦ ── ❖

🇦 🇲 🇮 🇬 🇴 🇸

Alessia é alguém extremamente leal aos amigos. Isso se deve porque a garota é bem seletiva quanto a suas amizades, de modo que ela sabe que pode confiar em seus amigos. Também é o tipo de pessoa que se pode contar “Para o que der e vier”. Ela sempre os apoiará em suas decisões, e se caso seus amigos precisem de alguma ajuda, ela sempre estará lá para dar um auxílio a eles.


Ela sempre estará lá, ao lado dos amigos para dar a eles força ou um sorriso de incentivo. Ela deseja que eles atinjam seus objetivos e que sejam felizes tanto quanto deseja a felicidade própria. Se eles precisarem de um conselho, ela vai estar lá para eles, e sempre tentará aconselha-los da melhor maneira possível. Como dito antes, ela sempre os apoiará, mas isso não significa que ela também não vá tentar abrir os olhos deles caso veja algo que eles estejam fazendo e que não é certo. Se ela tiver que chacoalhar eles e gritar com eles, não hesitará em fazer tal coisa.




🇵 🇦 🇷

No começo, talvez Alessia se sinta um pouco insegura quanto a esse sentimento. Ela sempre foi uma garota com vários amores, e entregar seu coração para apenas uma pessoa e desejar que ele não a magoe é algo que a deixa um pouco acanhada. Quando aceitar seu sentimento, tanto para si mesma quanto para seu par, provavelmente era irá com calma no relacionamento, porque se ela deseja que dê certo, ela certamente fará de tudo para que seu par fique à vontade no relacionamento
Se tem algo que ela não tem é complexo de Cinderella, ela não vai ficar sentada esperando seu príncipe encantado e, vale ressaltar, ela não precisa de alguém para protege-la. Isso não significa que ela não goste de que alguém a proteja, ela só quer que seu par tenha em mente que ela sabe se cuidar sozinha e que ele não precisa se preocupar com a segurança dela.


Ela não é a frágil da relação, e também espera que seu par não seja, ela não tem paciência para lidar com alguém que precisa de sua proteção 24 horas, talvez por isso seus relacionamentos passados com humanos não tenham dado certo. Ela deseja dar proteção, não a entenda mal, ela só prefere que seu par consiga se cuidar sozinho também.


["Você deveria ter visto a maneira como ela estava olhando para você."]

Ela é extremamente sexy e bonita, de modo que é entendível que seu par possa ser um pouco ciumento com ela. Mas ela é totalmente fiel, se ela está em um relacionamento sério, jamais irá trair seu par. Ela não é do tipo ciumenta também, só que se alguma garota começar a dar em cima do seu namorado...Vocês verão uma garota realmente nervosa.



🇬 🇷 🇺 🇵 🇴

Muito provavelmente ela terá alguma desavença com alguém no grupo, mas isso não significa que não vá oferecer ajuda em um momento ruim. Eles são iguais, são pessoas, mutantes, como ela. E ela não vai deixar de ajudar seu grupo, eles estão nessa junto, e se quiserem sobreviver, terão que aprender a conviver como uma equipe.


["Alguém pediu suporte?"]

Ela deseja ter um bom relacionamento com a maioria, e não quer ser um “peso morto”, sempre fazendo de tudo para ajudar a equipe. Ela é independente, o que pode fazer as pessoas acharem que ela não trabalha bem em equipe, mas, pelo contrário, Alessia é muito boa em trabalhar em equipe, afinal, duas mentes trabalham melhor do que apenas uma.



🇮 🇳 🇮 🇲 🇮 🇬 🇴 🇸

Ela tem a capacidade de tirar todos do sério, e isso é pior ainda quando ela faz de propósito. Seus inimigos são alvos de piadinhas maldosas e sorrisos venenosos, que fazem simplesmente eles desejarem estrangular Alessia. Ela é extremamente debochada quando fica irritada, e usa do sarcasmo e tons de ceticismo para deixar seus oponentes fervendo de raiva.


["Não fique arrogante"]

Ela não hesitaria em entrar numa briga corpo a corpo com alguém, usando de toda sua força e suas habilidades em lutas para infringir o maior dano possível em seu inimigo. O fato dela ser extremamente ágil e flexível ajuda na hora de uma briga, sempre desviando dos golpes com facilidade e desferindo socos com uma velocidade surpreendente.


["Ela está se mantendo sozinha."]


🇩 🇪 🇸 🇨 🇴 🇳 🇭 🇪 🇨 🇮 🇩 🇴 🇸

É alguém muito divertida e engraçada, de modo que qualquer um se sente bem ao lado de Alessia. Ela adora dançar, cantar, falar alto. É seu lado extrovertido, e as pessoas adoram este seu lado, suas piadinhas fazem sorrisinhos surgirem por toda parte, seu senso de humor é espirituoso. Homens também se aproximam da garota pelas roupas curtas e sensuais que ela usa, fazendo um bom uso das curvas acentuadas. Alessia não se importa com essa aproximação, só porque ela é uma garota não significa que também não goste de “sexo de uma só noite”. Claro que isso jamais vai acontecer se ela estiver em um relacionamento, mas enquanto é solteira, o melhor a fazer é aproveitar.


Deixar os homens babando é um dom. As pessoas simplesmente gostam dela, no começo talvez apenas admirem apenas sua beleza, mas depois de conversar um pouco ela e a conhecer melhor, as pessoas percebem que ela não é apenas um rosto bonito, mas também uma garota cativante com um sorriso lindo.



❖ ── ✦ ──『ɢᴏsᴛᴏs』── ✦ ── ❖

Ela ama música eletrônica, ou quaisquer gêneros musicais que dê para ela se acabar de dançar.
Ela adora bebidas quentes, chocolate quente ou cappuccino são suas favoritas.
Motos, a garota ama andar de moto e sentir o vento bater em seu rosto, bagunçando seus cabelos.
Roupas de couro. Alessia adora roupas de couro, valorizam seu corpo e são ótimas em situações extremas, como fugir. Roupas largas são horríveis para fugir, e alguém que vive em fuga como Alessia, precisa de roupas ideais para correr.
Ela ama lutar, seu tipo de luta favorito é o boxe e o krav maga. Ela aprendeu a lutar para autodefesa, e acabou se apaixonando.
Ela adora quaisquer animais, em especial cachorros, ela os acha uma graça, principalmente o pastor alemão, ah, ela ama essa raça.
É apaixonada por doces, quase não entende como pode manter um corpo tão bonito se sempre se empanturra de chocolates e balas. É a genética.
Cantar, ela adora ouvir música e cantar o mais alto possível enquanto faz tarefas do dia a dia. No apartamento que atualmente possui, comprado pelo dinheiro de seus roubos, ela sempre canta no último volume enquanto lava a louça ou limpa alguma superfície. Por mais difícil que seja de acreditar, Alessia limpa a casa sozinha, sendo uma dona de casa de dia, e ladra a noite.


❖ ── ✦ ──『ᴅᴇsɢᴏsᴛᴏs』── ✦ ── ❖

Pode ser difícil de acreditar, mas Alessia não gosta de roubar. É algo que ela precisa para sobreviver, não há outra maneira, e depois que você começava a roubar, é bem difícil de parar.
Odeia pessoas que se acham superiores por bens materiais, títulos ou afins. No fundo, somos todos iguais.
Não suporta pessoas covardes, que não assumem seus erros, que não lidam com as consequências de seus atos. Pessoas que simplesmente fogem das responsabilidades.
Odeia chá. Ela apenas...não gosta.
Ela odeia estereótipos.
Não gosta de melancia. Muitas sementes.


❖ ── ✦ ──『ᴍᴀɴɪᴀs』── ✦ ── ❖

Quando precisa se concentrar em algo ou pensar, ela batuca seus dedos em alguma superfície, como uma mesa ou na própria coxa, isso a ajuda a clarear a mente.
Ela sempre passa os dedos entre os fios de seu cabelo quando nervosa ou incomodada com algo.
Ela estala seu pescoço quando está cansada ou muito tempo numa mesma posição.
Quando ela sente que está prestes a começar a chorar, ela pressiona o lábio inferior com o superior para evitar que um soluço escape de sua boca. Ela odeia chorar na frente das pessoas.


❖ ── ✦ ──『ᴅᴇғᴇɪᴛᴏs』── ✦ ── ❖

Teimosa; A garota quando teima com algo, ela bate o pé e se recusa a aceitar uma opção diferente. Ela não cede a opiniões de terceiros e se mantém firme em suas premissas e ideias sem pestanejar ou mostrar sinal de dúvida.
Indomável; Ela não permite ser controlada, ela não é um animal para ser contido ou enjaulado. Ela é livre, e faz o que bem entender e quando entender. Ninguém a deve controlar.


❖ ── ✦ ──『ᴍᴇᴅᴏs ᴏᴜ ғᴏʙɪᴀs』── ✦ ── ❖

Ela tem um pouco de medo do escuro, não há motivos, ela apenas tem medo e quando era pequena deixava a porta do seu quarto entreaberta, para a luz do corredor entrar e não deixar o quarto no breu total.
Ela tem medo da morte. Ela tem muito medo por não saber o que acontece com a pessoa quando morrer, portanto, ela realmente não planeja morrer tão cedo, aproveitando a vida ao máximo enquanto pode.


❖ ── ✦ ──『ʜᴏʙʙɪᴇs』── ✦ ── ❖

Dançar; ela ama dançar, tanto em baladas, boates, bares ou em casa. Ela adora movimentar o corpo e seguir o ritmo da música com ele.
Lutar; lutar é uma das suas coisas favoritas, ela adora socar, chutar, usando toda a sua raiva acumulada, usando do esporte como uma forma de extravasar os sentimentos ruins.
Correr; Correr até seus pulmões queimarem é uma das coisas favoritas dela, além de treinar para quando tiver que fugir, é uma coisa realmente prazerosa a garota.
Cozinhar; Apesar de não ser a melhor das cozinheiras, ela gosta sempre de tentar cozinhar.
Treinar seus poderes; Ela sempre arruma um tempinho diário para treinar seus poderes, e cada vez mais ela fica mais forte e poderosa.
Ir a boates, bares e baladas; Não é exatamente um hobbie, mas todos os finais de semana ela passa em algum desses lugares, se divertindo e dançando ao som de músicas eletrônicas. As vezes apenas para em algum bar e bebe alguma bebida, quando a semana é difícil principalmente.



❖ ── ✦ ──『ᴀʟɢᴜᴍᴀ ᴄᴏɪsᴀ ᴀ ᴍᴀɪs?』── ✦ ── ❖

Alessia, toda sexta á tarde, vai até em frente a escola das irmãs e observa elas saírem da escola e caminharem até em casa, ela sempre mantém uma distância considerável, tomando extremo cuidado para não ser vista pela família. Ela faz isso como uma maneira para matar a saudade, mas isso sempre a deixa com mais saudade ainda.


❖ ── ✦ ──『ᴀᴄʀᴇᴅɪᴛᴀ ɴᴀ ᴄᴏɴᴠɪᴠᴇɴᴄɪᴀ ᴘᴀᴄɪғɪᴄᴀ ᴇɴᴛʀᴇ ᴍᴜᴛᴀɴᴛᴇs ᴇ ʜᴜᴍᴀɴᴏs ᴏᴜ ɴᴀ sᴜᴘᴇʀɪᴏʀɪᴅᴀᴅᴇ ᴅᴏs ᴍᴜᴛᴀɴᴛᴇs? 』── ✦ ── ❖

É um sonho distante, porém não impossível. A convivência pacifica requer que os dois lados desejem tal coisa, e isso é muito difícil de equilibrar, os humanos se sentem ameaçados por esses seres tão poderosos, e os mutantes se sentem ameaçados com a constante caça. Vai ser, provavelmente, a coisa mais complicada de fazer acontecer, mas não é algo de todo impossível.
De certa forma, os mutantes são sim superiores, eles são a evolução, mas isso não significa que mereçam tratamento especial.


❖ ── ✦ ──『ғʀᴀsᴇ-ᴄʜᴀᴠᴇ』── ✦ ── ❖

"🇪 🇻 🇪 🇷 🇾
🇷 🇪 🇻 🇴 🇱 🇺 🇹 🇮 🇴 🇳
🇧 🇪 🇬 🇮 🇳 🇸
🇼 🇮 🇹 🇭
🇦
🇸 🇵 🇦 🇷 🇰 "



🇧 🇾 🇪 🇧 🇾 🇪 !

Permalink Comentários (0)

[14/01/2018] Charlotte Chambers, duquesa da Austrália.

[04/01/2018] Khallea Lara Kent, filha do Superman.

[06/12/2017] Marjorie Frontin, Princesa da França.


Atualizações do Usuário

Usuário: _starbugbee
Adicionei um novo capítulo
História: What If (Loki and Sylvie edition)
História: What If (Loki and Sylvie edition)
Loki convenceu Sylvie a aceitar a proposta de Kang. Eles são o Rei e a Rainha do Final dos Tempos, e controlam a linha temporal, além de conseguirem manter uma disfuncional e ado..
Usuário: _starbugbee
Adicionei um novo capítulo
História: What If (Loki and Sylvie edition)
História: What If (Loki and Sylvie edition)
Loki convenceu Sylvie a aceitar a proposta de Kang. Eles são o Rei e a Rainha do Final dos Tempos, e controlam a linha temporal, além de conseguirem manter uma disfuncional e ado..
Usuário: _starbugbee
Adicionei um novo capítulo
História: What If (Loki and Sylvie edition)
História: What If (Loki and Sylvie edition)
Loki convenceu Sylvie a aceitar a proposta de Kang. Eles são o Rei e a Rainha do Final dos Tempos, e controlam a linha temporal, além de conseguirem manter uma disfuncional e ado..
Usuário: _starbugbee
Adicionei um novo capítulo
História: What If (Loki and Sylvie edition)
História: What If (Loki and Sylvie edition)
Loki convenceu Sylvie a aceitar a proposta de Kang. Eles são o Rei e a Rainha do Final dos Tempos, e controlam a linha temporal, além de conseguirem manter uma disfuncional e ado..
Usuário: _starbugbee
Adicionei um novo capítulo
História: What If (Loki and Sylvie edition)
História: What If (Loki and Sylvie edition)
Loki convenceu Sylvie a aceitar a proposta de Kang. Eles são o Rei e a Rainha do Final dos Tempos, e controlam a linha temporal, além de conseguirem manter uma disfuncional e ado..