dyokyo

Nome: Nara
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 16 de Setembro
Cadastro:
내가 원하는 것들만 내 머릿속에 그리네 有一个地方只有我们知道 / Townsville
ficwriter ; illustrator ; wattpad diokio

LUTAREMOS!

Postado

Bom, está rolando no Facebook uma tour em que uma autora daqui foi exposta. Ele escreve fanfics LGBT, mas não acredita na nossa luta. Sim, nossa luta, porque eu sou BISSEXUAL.

Eu não apareço aqui há tempos e peço perdão por isso, mas diante de tamanha imprudência senti a necessidade de me pronunciar e por isso eu não peço perdão.

Não tenho a mesma visibilidade que a sujeita e isso não me importa, pois a necessidade de expurgar esse sentimento de desvalorização e até mesmo de humilhação é maior que tudo. Ela já apagou o seu jornal chamado "Minha Pátria", mas vou questionar aqui alguns pontos dos quais me recordo.

"Minha melhor amiga por cinco anos namorava uma garota" - esse é a pior forma de você começar a se justificar, você pode ter amigos de todos os jeitos, mas se você semeia intolerância, como ela fez confessando que votou no bolossauro, você não tem empatia por essas pessoas. É como dizer "não tenho nada contra negros, tenho até amigos que são (negros)". Não use seu amigo para se redimir e dizer que você tem propriedade sobre qualquer discurso só por ser amigo dessa pessoa, isso é oportunismo.

Em dado momento do jornal ela justifica seu voto na INTOLERÂNCIA como um grito de socorro, por ser pobre, viver em um lugar sem segurança e por ter 21 anos e não estar na faculdade. Só queria dizer que nas últimas 24 horas houve oito mortes violentas. Bom, eu também sou pobre, SOU NEGRA, também estou exposta a insegurança e também não estou na faculdade. Mas que bom que no nosso país existem programas do governo que facilitam o acesso ao curso superior, existem cotas para baixa renda e existe bolsa em cursinho, que é exatamente o que estou buscando. Talvez se ela saísse um pouco desse mundinho de fanfics, encarasse a vida adulta e estudasse, fosse buscar ela não usaria isso como pretexto para comover.

Ela disse que não é obrigada a levantar bandeira alguma e que se afastou de qualquer militância por questão de saúde. Esse ano fui diagnosticada com Transtorno de Ansiedade e um possível Transtorno Dissociativo, mas não abandonei o que acredito porque estou fazendo a coisa certa, estou defendendo meu gênero, minha raça, minha sexualidade, a sexualidade do meu irmão e amigos e os meus direitos.

Estamos fartos de pessoas se aproveitando da nossa luta e da nossa dor. Desde o começo do ano em torno de 300 LGBTS foram assassinados, mas isso não é relevante, porque o importante é ter inúmeros leitores em cima de uma luta que nao lhes convém. Como se já não bastasse a indústria do entretenimento que constantemente lucra com Pink Money, somos obrigados a encarar mais essa.

Não sabia da existência dessa pessoa, não conhecia suas histórias e agora que eu não tenho o menor interesse. E olha que eu não costumo criticar sem ler/ver/escutar, mas só de ter lido aquele jornal me senti devastada, mas isso foi combustível para a minha esperança de que chegará um dia em que a intolerância será apenas uma palavra.

QUERO TODOS NO MASP AMANHÃ ÀS 17 LUTANDO PELO NOSSO DIREITO DE VIVER SEM MEDO. PINK WRITERS NÃO PASSARÃO.

Permalink Comentários (0)

[01/07/2015] Preciousletter


Atualizações do Usuário

Usuário: dyokyo
Adicionei uma nova história
História: This charming man
História: This charming man
Chen, este homem encantador, veio até mim como uma miragem no fervoroso calor de um vale desolado. [suchen!au]
Usuário: dyokyo
Adicionei um novo capítulo
História: Não me deixe ir (a tribute)
História: Não me deixe ir (a tribute)
Jonghyun finalmente aceitara seu destino, seu fardo. Aproveitando sua juventude dentro das limitações de suas capacidades físicas ele caminhava turbulentamente para seu último fe..
Usuário: dyokyo
Adicionei uma nova história
História: Hellboy loves his cats
História: Hellboy loves his cats
Todos possuem alguns demônios, mas o de Baek era grande e vermelho, com uma paixão incondicional por seus gatos. [exo!au | chanyeol!hellboy | besteirol]
Usuário: dyokyo
Adicionei um novo capítulo
História: Não me deixe ir (a tribute)
História: Não me deixe ir (a tribute)
Jonghyun finalmente aceitara seu destino, seu fardo. Aproveitando sua juventude dentro das limitações de suas capacidades físicas ele caminhava turbulentamente para seu último fe..
Usuário: dyokyo
Adicionei uma nova história
História: Não me deixe ir (a tribute)
História: Não me deixe ir (a tribute)
Jonghyun finalmente aceitara seu destino, seu fardo. Aproveitando sua juventude dentro das limitações de suas capacidades físicas ele caminhava turbulentamente para seu último fe..