1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Tulyan >
  4. Histórias

Tulyan - Histórias

6 histórias

As Leis do Sol

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction As Leis do Sol
Em andamento
Capítulos 36
Palavras 147.870
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Gay / Yaoi, LGBTQIA+, Literatura Erótica, Luta, Magia / Misticismo, Romântico / Shoujo, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo
Os relatos a seguir foram extraídos de documentos de cunho pessoal, escritos a mão por Franklyn Müller nos anos de 410 da Terceira Era de Nyrmillion, a criatura lendária hoje conhecida como Ihirihe, traduzido do Oxkak como, Celeste.

Os documentos retratam a sua chegada e estadia no campo de guerra entre os reinados de Sazin e Ophalon, evento esse crucial para o desenrolar do conflito militar e para revoluções tecnológicas e sociais hoje alcançadas. Outra conquista posterior é o seu notório conhecimento vindouro de seu mundo natal, ilustrado em suas memórias e contos como um lugar da mais alta tecnologia não mágica, evidenciado nesses mesmos tomos em sua inesgotável sede por conhecimento e pelo oceano vasto do mesmo que já possuíra.

É impossível encontrar todo os detalhes e mistérios contidos em suas anotações, não só por conta da sua chegada turbulenta e miraculosa, como também as pequenas referências e as misteriosas citações que apenas um conhecedor íntimo de seu fantástico mundo poderia compreender em sua totalidade.
  • 23
  • 143

O Caçador e a Raposa - Livro 2: Jornada

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction O Caçador e a Raposa - Livro 2: Jornada
Em andamento
Capítulos 26
Palavras 92.606
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção, Gay / Yaoi, LGBTQIA+, Magia / Misticismo, Policial, Romântico / Shoujo, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo
Meses depois de enfim encontrarem sua paz, Elly e Kifen preservam um amor fugaz e inquietante, no entanto, Elly ainda mantém para si segredos pessoais que podem ser necessários para o futuro de ambos. Serem Nancis sempre será um motivo de receio, pois, a qualquer instante, a magia certa, na hora errada, poderá desfazer esse pequeno paraíso, e arruinar tudo que foi construído e tão magnificamente florescido da dor.
  • 26
  • 118

Tradição da Caçada

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction Tradição da Caçada
Concluído
Capítulos 29
Palavras 84.911
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Fantasia, Ficção Científica / Sci-Fi, Policial, Sobrenatural, Universo Alternativo
O Ano é 2036, o mundo se recupera não só do grande extermínio mágico do Renascer, que dizimara 40% da população mundial, como também ainda reestrutura toda a sociedade, abalada profundamente pela Terceira Guerra Mundial. Países continentais, literalmente, são formados ao fim da guerra, em 2028, porém, os casos de criaturas mágicas e seres misteriosos ainda pontuam os noticiários, e na cidade de Alvorada, uma das várias cidades renomeadas da província de Goiás, não é diferente...
Após diversos assassinatos seriais onde as vítimas são encontradas decapitadas, os agentes investigativos Mattew e Tim são designados ao caso, porém, para esse caso se provará necessário muito mais do que se imagina, pois, é consenso entre os legistas que as marcas do que separou a cabeça dos cadáveres, são de uma mordida.
  • 27
  • 100

Crônicas de Althunrain - A Torre de Eklesya

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction Crônicas de Althunrain - A Torre de Eklesya
Concluído
Capítulos 31
Palavras 99.301
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Fantasia, Gay / Yaoi, Luta, Magia / Misticismo, Universo Alternativo
Mais uma vez vendido, mais uma vez comprado. Sils deixou de se importar com a coleira ou com a forma que é tratado a muitos anos, como um escravo Nanci, apenas mais uma propriedade. Rapidamente entendeu seu lugar abaixo dos animais, servindo eternamente a mestres que podem torturá-lo até a morte quando quiserem.

Porém, sua mais nova dona, Aalya Lhauna, o leva a aproxima-se de Yoly, um humano que conhecia vagamente, antes mesmo de ser propriedade de Aalya, e que pela primeira vez, o trata como algo mais que uma propriedade, e quem sabe, o Nanci consiga chamá-lo de amigo. Mesmo que este humano seja quem assegura sua escravidão.

Sendo um dos guardas contratados por Aalya Lhauna, Yoly se aproxima cada vez mais do jovem escravo, o afundando num crescente embate interno, entre dever e honra.

A cada metro que cresce, a cada pedra unida e emaranhada em magia, a Torre de Eklesya se ergue contra esta improvável amizade, pois, assim que concluída, um escravo não será mais necessário, e se isso acontecer, talvez, eles nunca mais se encontrem.
  • 60
  • 104

Crônicas de Althunrain - Rei Lich

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction Crônicas de Althunrain - Rei Lich
Em andamento
Capítulos 92
Palavras 373.321
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica / Sci-Fi, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Policial, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo
Uma morte sem glória leva um homem ao encontro de um espírito antigo que, juntos, trarão a justiça de Avony aos vivos, e aos não vivos. Com sua foice, espalha o caos e a felicidade a quem o vê, seu poder vasto ecoa pelas terras frias de Althunrain, atraindo seguidores e inimigos.

Alguns o chamam de aliado, outros de monstro, mas no fim, todos o chamarão de Rei Lich...
  • 82
  • 250

Crônicas de Althunrain - O Caçador e a Raposa

escrita por Tulyan
Fanfic / Fanfiction Crônicas de Althunrain - O Caçador e a Raposa
Em andamento
Capítulos 43
Palavras 148.145
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Gay / Yaoi, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Sobrenatural, Terror e Horror
Edward Whitemoon sempre foi um homem solitário, aprendeu com a morte de seus pais que o mundo não é nenhum campo florido, e nas sujas e escuras ruas de cidades brutais, que somente os mais fortes podem viver, assim ganhou a vida, aprendeu a manejar uma espada logo cedo, logo trabalhava como mercenário e caçador, de animais ou humanos, não importava na época, porém, acontecimentos o fizeram rever o que conhecia como verdade, a perda do que mais amou um dia, sua única parceira desde que se lembra... Por mais que esmurrasse o monstro responsável, nunca pareceu o suficiente.

Se isolou em terras distantes depois de conseguir comprar tal lugar e passou a ser um sobrevivente cada vez menos civilizado e antipático, isso até encontrar um jovem Nanci, e talvez, repito, talvez, ele consiga se apegar a algo mais do que sua espada.
  • 145
  • 219