~emogorgon

emogorgon
Nome: .misa mesa mosa musa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Brasilia, Distrito Federal, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

~emogorgon


Fairy Tales - Kota & Koda

Postado









❝ O passado pode machucar, mas como eu vejo: você pode fugir dele ou aprender com ele ❞



Citação:
♢ — Nome completo e apelidos — ♢

Dakota Rolfe Smith
Kota "O apelido Kota, surgiu apenas por ser um diminutivo de Dakota junto com o de seu irmão que era Koda, sem muitos significados"

Dake/Daky "Daky é o apelido que ela sempre gostou de ser chamado pela avó, por a avó ter dado o nome por causa de um colar de família que se chamava Daky"

♢ — Data de nascimento — ♢

12/07/1999
Signo: Câncer

♢ — Sexualidade — ♢

Heterossexual

♢ — Aparência — ♢

Photoplayer - “Maia Mitchell” Maia Charlotte Mitchell
























Citação:
♢ — História — ♢

Dakota foi a gêmea mais velha dos dois, seis minutos antes de Takoda, sendo que acabaram sendo adotados dias depois de sua chegada no orfanato apenas com seus registros por um casal chamado Marta e Thomas Rolfe a sua infância foi normal, é claro que ela e Koda tinham algo mais estranho, já que qualquer animal que chegassem perto deles pareciam ter um costume natural, ou as folhas que pareciam acompanhar os dois, sendo descendentes de alguma tribo indígena que nenhum dos dois teve muito interesse em descobrir.
Kota nunca teve nenhum problema ou bullying na sua adolescência, ela sempre foi alguém independente, que se alguém tentasse lhe bater ela batia de volta, sempre foi uma pessoa que defendia as outras, desde os cinco anos aos quinze que foi quando ela e Koda saíram da Virgínia e foram morar em Beverly Hills com a avó, lá é claro ela teve seu grupo e arranjou um namorado, Kevin era o garoto “perfeito” com quem ela permaneceu namorando dois anos, até aos dezessete anos ter pego ele a traindo em uma festa nas férias de verão, é claro ela não fez um escândalo mas terminou com o garoto quando invadiu a aula de geometria dele e gritou um “Tá tudo terminado Kevin, e vai se foder seu merda”, e levando uma advertência logo após mas havia valido a pena, com dezoito simplesmente ela teve a maior descoberta da vida dela, era não era filha de seus pais, era a filha de um conto de fadas, era a filha de Pocahontas.

♢ — Personalidade — ♢

De começo pode se dizer que Kota é alguém bastante animada mas dá impressão de calma por ser um pouco tímida quando não conhece alguém ou é sua primeira vez num lugar, mas se solta após um tempo revelando a garota com temperamento forte, animação e um pouco lerda.
Kota não é o tipo de garota que você conquistaria de primeira, apenas quando ela sabe que terá que se adaptar há algum lugar ela tira a sua armadura para não se mostrar muito arrogante, mesmo não precisando de ninguém sendo completamente independente desde o dinheiro que seus pais tentavam mandar dinheiro para ela quando foi morar com a avó em Bervely Hills e ela mandava de volta e acabavam sendo mandados novamente por Koda.
Ela é uma pessoa corajosa mas tem seus medos que ela faz de tudo para não enfrentá-los, a única vez que ela fica fofa sem ao menos perceber é quando com medo, já que é muitas vezes comparada a um filhotinho, ela é uma garota honesta e que em todas suas relações quanto menos mentiras melhor ainda, é claro que de vez em quando uma ou duas saem mas ela quase nunca mente, ela gosta de ser a imparcial com esse tipo de coisa, como é uma pessoa bastante indecisa se for posta para escolher algo acaba ficando horas vendo prós e contras daquilo.
Ela não se envergonha facilmente o que leva que muitos tentem deixá-la envergonhada, mas quando fica nesse estado, fica claro que toda a suas paredes de proteção para as suas emoções ficam mais expostas, ela fica vermelha e consequentemente vem outras ações como a timidez, o desvio do olhar ou o fato dela morder o lábio, quando alguém realiza a proeza de deixá-la envergonhada a pessoa consegue refazer novamente.
Ela com certeza é uma pessoa com uma animação que muitos poderiam não saber de onde ela tira, ela dificilmente vai se mostrar superficial com alguma coisa, já que simplesmente odeia ser toda a aparência, ela ainda tem o seu lado dominante que somado a ironia que muitas vezes está presente no seu diálogo e a falta de filtro que ela não tem causam que ela tenha uma personalidade animada, fofa e forte ao mesmo tempo.

♢ — Sua reação ao descobrir a verdade? — ♢

Ela claramente se chocou com isso e achou que não era verdade, não aceitou aquilo de primeira, e riu da situação, demorando para assimilar que era verdade.

♢ — Relação com os outros adolescentes — ♢

Ela tem uma ótima relação com eles quando os conhece, dá uma impressão de tímida mas na realidade é uma pessoa bastante animada e simpática, ela gosta de conhecer novas pessoas, as vezes passa uma imagem de fria e arrogante mas essa imagem logo sai após passar no mínimo dois minutos com a garota.

Mas com o passar do tempo muitos percebem que ela não é nada tímida ou boba, já que se mostra alguém independente e feroz que não aceita nada de mão beijada ou desaforo.

♢ — Relação com o par — ♢
A relação dela com o par vai ser a típica amo-odeio, no começo ela vai desgostar bastante do par, por ações ou situações que ele a coloca, ou a própria personalidade dele, mas a relação deles acaba por melhorar depois de algum tempo,
e depois de algumas acções, ela e ele mostram seu lado mais casal mesmo ainda mostrando o lado amo-odeio da relação, já que mesmo amando ela ainda é um pouco agressiva.




Citação:
♢ — Terá alguma habilidade ou não? — ♢

Sim, ela terá a habilidade de se comunicar com com espíritos ancestrais como a mãe que conseguia ver alguns espíritos, reflexos do passado e do futuro e presente.

♢ — Curiosidades — ♢

1. Ela é descendente da tribo indígena Powhatan, já que foi descoberto quando ela fez exame de sangue.
2. É uma grande fã do Stephen King, o que faz que carregue seus livros favoritos com ela.
3. Adora ler, já que quando pequena era chamada de Índia por alguns colegas e então isso a incentivava a ler mais.
4. Ela quase virou vegetariana por amar muitos os animais, mas desistiu da idéia vendo que poderia continuar comendo carne mas ajudar o ambiente.
5. Ela já teve 3 cachorros, mas 2 morreram.

♢ — Algo mais? — ♢

Não, e boa sorte com a fic!













❝ O passado pode machucar, mas como eu vejo: você pode fugir dele ou aprender com ele ❞



Citação:
♢ — Nome completo e apelidos — ♢

Takoda Rolfe Smith
Koda "Foi apenas um apelido dado junto com o de sua irmã que era Kota''
Take " O garoto teve seu período no colégio que era apaixonado por fotografia e vivia dando alguns takes quando gravava algo"

♢ — Data de nascimento — ♢

12/07/1999
Signo: Câncer

♢ — Sexualidade — ♢

Bissexual
Sim,Takoda é completamente assumido com a sua sexualidade e não tem problema nenhum em expor ou explicar sobre a sua sexualidade.

♢ — Aparência — ♢

“Jake T. Austin” Jake Toranzo Austin Szymanski

















Citação:
♢ — História — ♢

Takoda foi o segundo irmão após Dakota, os legendários gêmeos, sendo que acabaram sendo adotados dias depois de sua chegada no orfanato apenas com seus registros por um casal chamado Marta e Thomas Rolfe, Koda sempre foi o garoto polêmico e playboy desde pequeno, talvez por ter sido mais mimado que Kota, mas os dois se davam bem, viviam as mesmas coisas, os mesmos grupos de amigos, mesmo ele sendo mais novo tratava Kota como a bonequinha que precisava ser protegida, mesmo a garota sabendo muito bem se defender se alguém a provocasse o garoto sempre estava lá para ajudá-la.
O garoto sempre foi popular, desde pequeno tinha uma aura que atraía os outros, as garotas mais velhas o achavam fofo e as da sua idade o achavam legal por sempre defendê-las, com seus doze/treze anos, todas as garotas gostavam dele e os meninos o achavam legal, era forte e tinha uma personalidade boa mesmo sendo grosso as vezes e ainda sendo um pouco preguiçoso, com quinze anos foi praticamente arrastado pela irmã pra ir morar com a avó em Beverly Hills para não deixar a senhora de idade sozinha na mansão após a morte do avô, logo ao chegar conseguiu uma popularidade instantânea como em qualquer escola que entrava, parecendo até um encanto, foi lá que ele se descobriu bissexual, numa festa que acabou ficando com ambos garotas e garotos, apareceu com um namorando chocando a avó mas que depois de algumas explicações entendeu o neto até que muito bem, com dezessete quase implorou para voltar a morar na Virgínia pois já não aguentava ser arrastado para todo lugar com sua irmã, mas ele conseguiu aguentar mais um ano, poucos meses antes de voltar, quase no final do ano, a vida dele virou de cabeça pra baixo, ele não era normal, era descendente de um conto, era o filho de Pocahontas.

♢ — Personalidade — ♢

Koda nunca foi uma Miss Simpatia pra ninguém, no máximo com seus melhores amigos, mesmo quando é rude ou irônico sua aura ainda o deixa com uma impressão fofa e simpática independente do que esteja saindo de sua boca como uma manifestação de seu lado mais aberto,o garoto ainda em si é uma pessoa humilde, ele não carrega culpa nas costas mas sente a culpa dos outros, é ótimo em dar conselhos e um bom ouvinte, mesmo não sendo um anjinho também não é um demônio, consegue ser um ótimo amigo dependendo da situação que está, é um pouco indeciso com tudo em sua vida já que na maioria das vezes tem duas opções, é charmoso mesmo com as coisas que saem de sua boca literalmente esculpida por anjos, consegue passar uma imagem até fofo-sexy para um garoto da idade, ele ainda é calmo e tranquilo na maior parte das vezes quando não está xingando alguém ou sorrindo.

♢ — Sua reação ao descobrir a verdade? — ♢

Sua reação foi bem parecida coma a da irmã, tirando o fato de que ele aceitou rapidamente toda a informação.

♢ — Relação com os outros adolescentes — ♢

Ele é alguém bastante animado e consegue fazer amizades rapidamente, não importando se são quietas ou loucas, ele é alguém que de longe mostra sua face indiferente e as vezes misteriosa para os outros que o veem mas nunca é arrogante.

Pode ser alguém malvado também em seus momentos, mas dificilmente isso acontece, ele é sempre alguém piedoso e humilde mesmo que dificilmente caía na lábia das pessoas e consiga ver o que elas realmente querem.

♢ — Relação com o par — ♢

Eles seriam aquele casal que ele era o playboy e ela ou ele seriam os mocinhos, ele seria uma pessoa bastante carinhosa mesmo sendo indiferente, sempre está lá pra cuidar com qualquer coisa que seja preciso, mesmo sendo ciumento não é possessivo e não é alguém que gosta de limitar ou ser limitado.




Citação:
♢ — Terá alguma habilidade ou não? — ♢

Sim, a habilidade de ter uma conexão com a natureza, como com os animais ou plantas.

♢ — Curiosidades — ♢

1. Ele sempre teve uma mão ótima com a terra e os animais, sendo que muitas plantas que ele plantava não morriam e os animais gostavam dele até os não-domesticados.
2. É bastante preguiçoso
3. Ele tem medo de cobras, mesmo adorando os animais o único que ele não gosta são as cobras.
4. É um ótimo cantor, mesmo sua irmã não sendo uma boa cantora o garoto consegue ser alguém encantador que atraí olhar de alguns com a voz.
5. Não tem nenhum problema em ouvir piadinhas sobre ele já que o mesmo brinca com tudo dele.

♢ — Algo mais? — ♢

Não e boa sorte com a fic!

Permalink Comentários (0)

[11/08/2017] Belle - Sirenes

[27/05/2017] 「A Seleção - Ficha」

[15/04/2017] 「 Ficha Hidden Charm 」

[19/03/2017] •「 Monsters - Ficha 」•


Atualizações do Usuário

Usuário: ~emogorgon
Vou fazer maratona de filme da Barbie e depois maratona de filme da disney
Usuário: ~emogorgon
Assistir Barbie da uma nostalgia
Usuário: ~emogorgon
@amityville o poste dá a luz em cima a grávida em baixo