1. Spirit Fanfics >
  2. Tags >
  3. Jngkook

Fanfics com a tag Jngkook

Mommy, you're a bad girl Park Jimin (Reescrita) escrita por Mandynha_sii

Fanfic / Fanfiction Mommy, you're a bad girl Park Jimin (Reescrita)
Em andamento
Capítulos 2
Palavras 3.636
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Gêneros Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica / Sci-Fi, Fluffy, Gay / Yaoi, Hentai, LGBT, Romântico / Shoujo, Universo Alternativo
Jimin estava preocupado.

Já passava das dez da noite, na verdade, já eram quase uma da manhã! E nada da morena chegar em casa.



_Aish..._ Jimin suspirou se ajeitando no sofá.



O pequeno híbrido de cachorro já estava ficando nervoso. S/N, sua dona, nunca havia demorado tanto assim. Ela trabalhava em uma empresa no centro da cidade e já era de costume a moça chegar tarde em casa, mas dessa vez já estava extrapolando! seu expediente já havia terminado ha muito tempo. Pra ajudar, lá fora a chuva assolava a cidade de Seoul, deixando tudo ainda mais preocupante e caótico dentro da cabecinha loira.

Ele pensara em sair e procura-la, porém não tinha ideia de onde ela estaria á essas horas... Ou melhor, ele até podia imaginar...

Rosnou ao pensar que, talvez, aquela hora ela estivesse em algum lugar lá fora, rindo e conversando, se divertindo. Com outro macho.

Chacoalhou a cabeça, tentando mandar embora tais pensamentos, de qualquer forma, ele não tinha permissão para deixar o prédio sozinho.

Estava na merda mesmo.

Jimin estava todo cheirosinho dentro de seu pijama de patinhos amarelos, os cabelinhos dourados cheirando a algodão doce, as bochechinhas rosadas infladas pela raiva enquanto olhava constantemente para o relógio e para a porta, a preocupação e o sono começavam a dar lugar para a impaciência.



_ S/N, S/N... _ Ele se remexeu novamente no estofado sentindo seu bum bum doer, pelo tempo que passou sentado na mesma posição._ Hunf... _ Suspirou frustrado.



Agora, mais do que nunca Jimin adoraria dar umas boas palmadas naquela bunda gostosa de sua dona, carrega-la para a cama e então arrancar suas roupas, chupar sua boceta molhada e faze-la cavalgar nele até o dia amanhecer. Queria monta-la, morde-la e marca-la, mostrar a ela a quem ela realmente pertence.

Suspirou pensando em como a mais velha surtia efeito sobre si, por mais que ela o tratasse como uma criança ás vezes, ele sabia que ela o amava como um homem.



A porta foi aberta com um baque e o canino foi tirado de seu monólogo interior quando o cheiro delicioso de sua humana invadiu suas narinas.



_Jiminnie...?


***Reescrita***
  • 107
  • 6