1. Spirit Fanfics >
  2. Tags >
  3. Kh4

Fanfics com a tag Kh4

Cafajeste escrita por ValotDeadly e krishoflowers

Fanfic / Fanfiction Cafajeste
Terminada
Capítulos 1
Palavras 12.378
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO, Kris Wu
Gêneros Comédia, Ficção, Gay / Yaoi, LGBT, Universo Alternativo
Kim Junmyeon era o que todos chamavam de cafajeste, gostava de sair com várias pessoas por apenas uma noite, mesmo que sua amiga, Kim Jongdae alertasse que isso era apenas um mecanismo de defesa. Ele não importava-se, estava seguro e isso era tudo que importava.
Wu Yifan era o que todos chamavam de homem perfeito. Possuía um bom emprego, era doce e muito educado. Mas dentro de si escondia um segredo que o machucava dia após dia. Decidiu depois de muito pensar, contar aos amigos Luhan e Yixing sobre seu segredo e a reação dos amigos foi inesperada demais para o arquiteto.
Luhan namorava Zitao, que possuía uma banda de Rock Metal com as amigas: Baekhyun e Jongdae. As mulheres cantavam por liberdade e contra o sistema.
Em uma apresentação da banda, todos acabam se encontrando de uma maneira inusitada e bom, Junmyeon agradeceria aos céus por gostar tanto de homens quanto de mulheres com os cabelos longos e bundas fartas.
  • 45
  • 4

Antares A e B escrita por tinimyeon e krishoflowers

Fanfic / Fanfiction Antares A e B
Terminada
Capítulos 1
Palavras 3.164
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO, Kris Wu
Gêneros Gay / Yaoi
No fim, todas as estrelas me levam até você. O brilho delas me faz pensar no seu beijo, no seu abraço e no seu sorriso. E assim como as mais brilhantes, Antares A e B, sempre estaremos na mesma sintonia.
  • 20
  • 2

Passado Estrelado escrita por xunqiest e krishoflowers

Fanfic / Fanfiction Passado Estrelado
Terminada
Capítulos 1
Palavras 2.585
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO, Kris Wu
Gêneros Drama / Tragédia, Universo Alternativo
Os olhos de Yifan brilhavam como uma bela noite estrelada;
E Junmyeon sentia-se como um observador longínquo, apenas um admirador daquelas orbes que escondiam uma imensidão solitária e inconstante, algo que lhe despertava sentimentos intensos que talvez não devesse sentir.
  • 19
  • 5