Fanfics de Harry Potter com Ronald Weasley com o gênero Shonen-Ai - Tag Amor

Love me before it falls escrita por GirlNormanDixon

Fanfic / Fanfiction Love me before it falls
Terminada
Capítulos 53
Palavras 91.971
Atualizada
Idioma Português
Categorias Harry Potter
Gêneros Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Violência
|Primeira temporada da saga "Fall" | Pode ser lida solo| Segunda temporada, "Remember the fall" já postada |Fic Snape/Personagem Original

Ele estava condenado a passar seus dias com aquela mulher que tanto desprezava, cujo qual fazia parte do maldito “quarteto de ouro”. Ele se irritava cada vez mais com as decisões tomadas e quanto mais aqueles malditos olhos verdes o irritava, mais cruel ele se dispunha a ser, porém, faria o que tinha que ser feito, mesmo que significasse ter que tolerar a presença de Larissa para não ir a Azkaban.
Ela, no entanto, perdida, condenada a passar seus dias com Severus Snape, mesmo com sua inocência e mesmo que aquela punição sequer estivesse nas leis bruxas, e esconder tudo de seus amigos, seus dias a faziam apenas se perguntar cada vez mais o que o dono do tão delicioso perfume de ervas escondia dela. Será que era tudo tão simples quanto acontecia, ou havia algo por trás de seu destino?
Voldemort quer o poder e Snape deve impedí-lo dentro do campo inimigo, e a convivência com sua nova esposa não tornava mais fácil, mas talvez pudesse dar um sentido maior a sua jornada.
  • 499
  • 620

Fix You escrita por Beladantas

Fanfic / Fanfiction Fix You
Em andamento
Capítulos 57
Palavras 81.804
Atualizada
Idioma Português
Categorias Harry Potter
Gêneros Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)

Acho que as situações pelas quais passamos nos levaram ao que somos agora. De alguma forma nós dois acabamos procurando consolo um no outro. Nas palavras. No toque. Consolo este que só ele poderia me dar e só eu poderia dar a ele, afinal, mesmo que de uma forma estranha e um tanto inusitada, eu era o único que o entendia por completo e ele era o único que me via como ninguém era capaz de ver.

Ele dizia que nós éramos ligados por uma linha invisível, que nossas almas estão entrelaçadas e eternizadas. Eu não tenho tanta certeza sobre isso... Mas também não discordo por completo.

Havia quem nos odiasse pelo nosso amor, havia também quem dizia que nós éramos extremos opostos que se completam. Como o preto e o branco. O dia e a noite.

Mas a verdade é que nada disso importava quando éramos só nós dois, nada disso fazia sentido quando era só eu e ele sob o silêncio das estrelas. Não. Nada era certo ou errado, nada era eterno e nada era completo quando eu estava longe dele.

Afinal, ele havia me cativado. E eu havia cativado ele.
  • 584
  • 440