História 15 de Agosto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags 15 De Agosto, Naruto, Sasuke
Visualizações 13
Palavras 584
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Opah!!!! voltei de novo. Dessa vez com um NaruSasu, para minha querida amiga Ana Laura, que está fazendo anos hoje.
espero que gostem, boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction 15 de Agosto - Capítulo 1 - Capítulo Único


 Era um dia quente e úmido no Japão, era 15 de agosto e das quatros estações do ano, naquele mês era verão. Havia um garoto alto, loiro, de belos olhos azuis deitado no sofá de sua casa. Não tinha ninguém ali, além dele. 


  Seu nome era Naruto Uzumaki.
  Entediado e sem nada para fazer, Naruto resolveu dar um passeio pela sua cidade. Conhecer gente nova, respirar ar puro,caminhar...
 Tomou um rápido banho, arrumou-se e saiu de casa.


 Naruto caminhou olhando tudo a sua volta, fazia tempo que ele não saia de casa. O garoto tinha muita ansiedade, nesses últimos dias sua vida estava nublada, e ele costumava ser o sol de todos, mas com ajuda de bons e verdadeiros amigos ele voltou a sua realidade.


 Ele tinha grande expectativa com o mundo, então passou a ser o sol de todos em sua volta.


 Caminhando com desdém e uma mão atrás da cabeça ele viu algo bem interessante. O que lhe chamou atenção foi uma família, ao menos parecia ser, estavam comemorando um aniversário de uma linda garota. Só eles três: Mãe, Pai e Filha. Era um simples bolo, entretanto com um grande significado.


 Aquela cena o fez lembrar da época em que ainda morava com seus pais, e sua vida era leve e sem preocupação.


 Ele sorriu e continuou andando. Observando cada detalhe da sua querida e linda cidade, Konoha, os jardins bem cuidados, a grama molhada, o ar, as crianças brincando, os vendedores animados... tudo estava perfeito.


 Uma vida perfeita, aquele era o dia.


 Ele passou horas de sua tarde admirando a beleza que aquela cidade tinha. Naruto parou em uma cefeteria para tomar um Capuccino e ir para casa. 


 Ainda sentado tomando seu café, Naruto olhava as pessoas passarem animadas na rua e sentiu-se solitário, estava sozinho observando outras pessoas.


 "Não é adorável? Ficar sozinho?" -Pensou o garoto


 Terminando de tomar seu Capuccino ele espantou o pensamento para longe de sua cabeça, pagou pelo que tomou e saiu rumo a sua residência.


 Já anoitecendo um vento forte e frio passou por ele levando seu cachecol vermelho para longe. Sentindo o ar gelado batendo nele, Naruto começou a andar mais rápido.


 Quando estava próximo a sua casa, virando a esquina, Seus olhos azuis, que passava sentimento de calma, cruzou com um par de Olhos onix  de um belo moreno que guardava mistério em si.


 Eles passaram segundos se encarando, mas pareciam anos. 


 E então aquele sentimento de solidão no coração, acabará de ser preenchido, sem nenhuma brecha.


 Naruto sorriu e no mesmo instante surgiu um novo brilho no profundo olhar do moreno.


 Sem parar, os dois olharam para frente e continuaram a andar. Mesmo sem trocar uma palavra, eles se sentiam felizes, 'por razão desconhecida'.


 O garoto loiro chegou em casa super feliz, como se tivesse encontrado o motivo da sua vida fazer sentido, sentiu uma vontade enorme de comemorar então ligou para o seus amigos e todos alegres foram comer algo no Ichiraku, restaurante preferido de Naruto.


 Já o moreno, Sasuke Uchiha, andou até encontrar um belo cachecol vermelho no chão. Ele parou, encarou e cheirou o tecido, que provavelmente havia sido feito mão.


 E imediatamente, em um momento raro, saiu um pequeno e sincero sorriso dos lábios do moreno. Ele pegou o Cachecol para si e saiu rumo ao seu destino.


 Assim, a noite terminou, com dois jovens desconhecidos e longe um do outro, mas conectados em pensamentos.


 Aquele dia, 15 de Agosto, não seria esquecido por nenhum deles dois, Jamais!


Notas Finais


Ana Laura:
Ok, vamos lá! sei que tava esperando mais, mas estou tão cansada que farei um pequeno texto. Você é uma pessoa muito especial para mim, espero que saiba disso, e que nunca te esquecerei. Passamos muito momentos juntas, uma apoiando sempre a outra... Eu gosto muito de você e espero que tenha passado seu dia muito bem!
Te amo, mil milhões <3
Gostaram? sim? não? porque?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...