História A Caçada - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Academia de Vampiros (Vampire Academy)
Personagens Personagens Originais
Visualizações 18
Palavras 694
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, Galerinha do Spirit, tudo bem com vocês? Hã?

Essa One na verdade é apenas uma cena e sim é outro desafio de escrita daquele grupo do facebook em que eu participo e que eu gostei tanto que resolvi compartilhar! No entanto ela é um ótimo gancho para uma Short/Long que talvez (Repito TALVEZ) eu escreva no futuro.

Enjoy It!

PS: Na imagem segue os elementos que eu deveria usar na cena! ❤

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction A Caçada - Capítulo 1 - Capítulo Único

  Os olhos dela brilhavam enquanto passavam pela enorme estrutura a sua frente, um de seus maiores sonhos, desde que começou a estudar história, era o ver assim, de pertinho.

  Nas fotos o Independence Hall  sempre lhe pareceu um prédio bonito, que valia a pena de se conhecer e pessoalmente ele era mais bonito ainda. Ela desejava poder o conhecer por dentro, mas não podia, tinha uma missão a cumprir e estava ficando sem tempo.

  Deixando de lado a menina sonhadora e assumindo a guardiã que era, se virou para o homem ao seu lado e disse em uma voz firme e desprovida de qualquer humor:

  — Nós temos que ir, estamos ficando sem tempo, não demora e o sol começa a nascer.

  Theodore apenas assentiu em resposta. Ele estava com medo, a ruiva via isso com facilidade, porém, o moroi estava determinado o suficiente para o enfrentar.

  Eles eram tão parecidos e ao mesmo tempo tão diferentes. Ambos possuíam rebeldes cabelos ruivos e encaracolados, tinham os olhos verde e um rosto que parecia ser esculpido de tão belo e proporcional, mas as semelhanças acabavam ali, enquanto ela tinha apenas um e sessenta e cinco de altura, ele quase atingia os um e oitenta e oito, ela tinha o corpo definido por músculos fortes e modelados e ele era magro, o mais alto era pálido e a baixinha tinha uma tonalidade de pele mais bronzeada. E enquanto a ruiva era destemida e centrada e séria, o jovem era medroso, disperso e divertido

Eles dividiam o sangue, entretanto, carregavam sobrenomes diferentes: ela era uma Miller e ele um Lúkin, mas não um qualquer e sim o próximo na linha de sucessão do trono.

  — Vai ser difícil, Ted. - Ela se pegou falando novamente. — Muito difícil, mas precisamos fazer.

  — Não sei se consigo. - ele sussurrou com a voz trêmula enquanto abraçava o próprio corpo. — Estamos falando de matar, Zoey!

  — Pense nisso como uma salvação.

  Ele concordou novamente e após uma longa troca de olhar significativa, ambos seguiram seu destino.

  Atravessaram um dos arcos do monumento histórico mais valioso da maior cidade do estado da Pensilvânia, se dirigindo para a parte de trás do edifício.

  Pararam não muito longe da passagem, para que pudessem obter uma rápida rota de fuga se as coisas dessem errado, e observaram o local vazio, escuro e mergulhado em um silêncio mortal.

  O vento silencioso e frio que açoitava os longos cabelos cor de fogo da guardiã parou repentinamente, como se a avisasse que o "inimigo" havia chego.

  — Ele está aqui. - Ted chamou a  atenção de Zoey para si. — Posso sentir.

  Zoey se permitiu dar uma rápida olhada em Lúkin antes de focar nas sombras a sua frente, e o que via a preocupou: ela viu dor e uma única lágrima escorrer pela face pálida.

  Sabia desde o começo que seu futuro rei estava envolvido emocionalmente na missão, mas ao longo de sua jornada ele havia provado que mesmo com medo ele poderia sim ser um ótimo aliado em uma batalha. Só esqueceu que ela estava se preparando para matar um Strigoi, um ser das trevas, maligno e desprovido de vida, enquanto ele se preparava para matar o homem que amava.

  No entanto, não teve tempo para se prender a esse pensamento, pois da escuridão que cercava o outro lado do pátio saiu uma figura.

  Rocco Salvatore parecia o mesmo de sempre ao primeiro olhar - um belo homem loiro beirando seus vinte e seis anos, quase tão alto quanto Theodore, porém um pouco mais forte. - Mas bastava olhar com um pouco mais de atenção que você veria que a pele estava muito mais pálida que a do moroi, seus olhos vermelhos e o rosto marcado em uma máscara de pura crueldade.

  Como se fossem um só, e em perfeita sincronia, Zoey e Ted sacaram suas estacas e ficaram em posição de ataque.

  Um sorriso frio se abriu no rosto de Rocco. Os olhos vermelhos estudaram as futuras fontes de refeição a sua frente, demorando-se no herdeiro do trono vampiresco.

  — Já que se deram o trabalho de vir até aqui, vamos brincar, crianças!


Notas Finais


Siiim! Acabou no melhor momento! Baby I'm Sorry, Not Sorry! 🎶

Em minha defesa eu avisei que era só uma cena! ❤😘

Bem, espero do fundo do meu ser que tenham gostado (Se alguém de fato ler isso! RS).

See Ya!

❤Moon.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...