História A day in the life - Frazel - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, The Beatles
Tags Frazel
Visualizações 10
Palavras 579
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olar, meus amores!
Essa é minha primeira fic eveeer, então peguem leve nas críticas rsrsrsrs.
Eu a coloquei como "song fic", mas é basicamente porque cada capítulo vai ser inspirada em uma música dos Beatles (não chega ser uma coletânia de short fics, é apenas inspiração pra escrever, entendem?)
Se houver um bom retorno, pretendo continuar postando, mas já tenho mais dois capítulos no forninho!
Espero muuuito que vocês gostem, obrigada por pararem pra ler :)

Capítulo 1 - In my life


- Olha! Está tudo praticamente como me lembrava... Apesar de algumas coisas terem mudado. - Hazel olhava diretamente para o buraco no teto do Senado.

Eles estavam de volta à Nova Roma após terem derrotado Gaia, o lugar ainda estava meio destruído por causa do “ataque” de Leo e a batalha que tinha ocorrido anteriormente. Frank e Hazel finalmente teriam um pouco de paz desde que Percy chegara ao acampamento, ou assim esperavam, e não conseguiam imaginar como seria voltar à mesmice na quinta coorte depois de meses dentro de um navio (apesar de que agora Frank era um pretor, ao que parece algumas coisas realmente mudaram).

- Hum... O jardim de Vênus está mesmo arruinado, não acho que conseguirão deixá-lo tão bonito quanto antes e – Frank arregalou os olhos e quase gritou – Ah, não! Não pode ser! Leo carbonizou minha sorveteria favorita!

Hazel sorriu ao lembrar-se do amigo. Ela, por ser filha de Plutão, sentira a morte do Valdez, mas houve algo diferente. Em algum momento foi como se o mundo inferior tivesse se recusado a receber a alma do filho de Hefesto, dando a ela certa esperança.

- Pelo menos o hipódromo está intacto. - Ela pôs a mão no ombro do namorado na tentativa de confortá-lo e afastar aqueles pensamentos.

- Eu me lembro, sabe? De tudo o que vivemos aqui com a quinta coorte, mesmo que pareça ter acontecido em outra vida. Por isso a sorveteria era tão importante, foi a primeira vez que me trouxeram para o centro comercial de Nova Roma e, bem, foi a primeira vez que te vi.

O sorriso de Levesque aumentou lindamente ao escutar aquilo, mas, ao se lembrar daquele dia, ela não pôde deixar de ficar triste com todos os amigos e companheiros de coorte que haviam morrido durante a guerra. O filho de Marte entendeu o porquê do semblante da namorada ter mudado e a abraçou, dando-lhe um beijo na testa.

- Eu sei, também fiquei arrasado ao ver a lista de heróis que partiram, eu realmente me importava muito com eles.

O casal caminhou até um banco que ficava perto da fonte de Juno e Hazel suspirou ao ver o pôr do sol.

- Me sinto péssima por todas aquelas mortes, mas não sei se conseguiria agüentar se você ou Nico se ferissem. E isso me faz sentir ainda pior, pois me sinto aliviada que meus dois amores estão vivos enquanto muitos nem tiveram a chance de se despedir de quem amavam!

Frank entendia muito bem os conflitos dela, ele mesmo estava sentindo essa confusão, mas acabou por se derreter ao saber que era um dos dois amores da filha de Plutão. O que fez com quem ficasse mais confuso, se isso é possível.  

- Pode parecer horrível o que vou dizer, mas apesar de amar a sorveteria, o telhado do Senado e todos aqueles romanos, eu te amo mais que tudo isso!

- Você me comparou com o telhado do Senado?- A garota de olhos dourados tentou parecer indignada, apesar de claramente tentar esconder o sorriso ao escutar que ele a ama.

- Ei, era um telhado muito bonito e impedia que a luz do sol me cegasse! – Ele disse gargalhando.

Hazel não agüentou e beijou com delicadeza o namorado, que logo lhe retribuiu. Quando o ar se fez necessário ela se afastou sorrindo pra ele e, olhando nos seus olhos, disse:

- De tudo na minha vida você é o que eu mais amo!  


Notas Finais


Eu sei que ficou curtinho, mas, como eu disse, é minha primeira fic, então é meio que experimental.
Se você gostou e leu até aqui, por favor, comente suas críticas para eu saber se estou fazendo certo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...