História A fórmula do amor. - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Personagens Originais
Visualizações 87
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi... Sei que demorei...
Mais me entendam, eu tive que pensar muito para ter uma ideia digna de um cap dessa fic Kkkk
Espero que goste e... Boa leitura!!!

Capítulo 17 - Lutando contra as feras.


Autora on

- Yoko, leve inuyasha e Shopia para dentro e crie uma barreira em torno da casa. Por favor tome conta dos meus irmãos! - disse sesshoumaru seriamente.

Yoko concordou com a cabeça e em seguida usou de seu poder espiritual para se teletransportar para dentro do templo.

Rin olhou para sesshoumaru e neste momento sentiu algo estanho em seu interior. Como se algo quisesse se libertar.

"Cuidado Rin!" disse a parte má de Rin.

- vamos Rin! Meu pai precisa de ajuda. - disse e já saiu voando.

Meio desajeitada ela voou atrás dele.

Rin ainda sentia algo estranho dentro de si. Podia sentir uma raiva que não era sua.

Olhou para sesshoumaru ao seu lago e viu que seu olhar estava mais felino que o de costume. Se concentrou mais um pouco e sentiu uma energia maligna muito forte emanando do corpo dele. Neste momento foi inevitável não ficar preocupada.

- sesshoumaru, você está bem? - perguntou o olhando, ainda voando por sobre as árvores.

Ele olhou para ela de canto de olho.

- melhor impossível - disse sério.

Sua voz estava mais grossa que o de costume.

Rin ficou ainda mais preocupada.

°°°

Na cidade do youkais as coisas não iam bem. Vários youkais estavam desacordados e alguns mortos.

Yamada desenvolveu um veneno que paralisa o corpo do youkai e logo após o seus órgãos.

Inu já havia tentado lutar, mais suas tentativas foram todas falhas.

- E AGORA YPUKAIS IMUNDOS? O QUE VÃO FAZER? PERDENDO PARA HUMANOS? QUE PATÉTICO! - disse Yamada gargalhando.

Inu espumou de raiva. Como queria triturar cada órgão do corpo daquele ser do inferno!

Logo pôde sentir o cheiro de Rin e sesshoumaru. Sentiu também o estado de sesshoumaru. Sua fera estava acordando.

Suas esperanças estavam em Rin, nesse momento.

- E ENTÃO YOUKAIS? O QUE VÃO FAZER? - provocou ele novamente.

Inu bufou de raiva.

Rin e sesshoumaru pousaram ao lado dele.

- como estão as coisas por aqui pai? - perguntou sesshoumaru seriamente.

- nada boas meu filho. Esse demônio fez um novo veneno que é capas de paralisar os membros de nossos corpos.

- desgraçado! - disse entre dentes.

Sesshoumaru então correu na direção dele e já foi lhes lançando seu chicote de veneno com toda a sua fúria.

- ho não! Isso não é um bom sinal - disse Rin

- você percebeu também né!? - disse inu.

- o que ele tem exatamente.

- longa história. Só saiba que você é a única salvação para ele. Sua fera interior vai querer se libertar e você em que impedir. Eu não posso fazer muita coisa Rin! Salve meu filho.

Rin olhou para sesshoumaru e viu que o cabelo dele estava ficando com mexas vermelhas feito o sangue.

A cada golpe que ele dava mais seu cabelo mudava de cor.

"O que eu faço?" perguntou mentalmente e desesperada.

Teve uma ideia e não demorou para a colocar em prática.

Se concentrou e juntou as mãos. 

"Repita comigo: escudo do dragão" disse a parte má de Rin.

- escudo do dragão...

Uma esfera azul apareceu em torno do corpo de sesshoumaru, este que não gostou muito da ideia.

- meu solta Rin! Eu quero matar todos esses miseráveis! - disse com a voz alterada e socando inutilmente a esfera.

- sesshoumaru, calma!

- calma? Esses miseráveis mataram meus companheiros e você me pede calma!? - disse com os olhos começando a ficar vermelhos.

- isso sesshoumaru, calma! - disse Yamada debochado.

Sesshoumaru rosnou.

- ho Rin! Vejo que mudou o visual. Ficou ainda mais gostosa! Tô doido pra te colocar de quarto na minha cama! - disse ele provocativo.

- não se atreva! - disse sesshoumaru.

Rin sentiu um enorme ódio, que não era seu, brotar em seu peito. Percebeu que era de sesshoumaru.

- sabia que graças a você a sua amiga sofreu? Todinha da Kagome. - disse de forma sádica.

Rin arregalou os olhos.

- o quê você fez com ela? - perguntou irritada.

Yamada sorriu alto e fez sinal para que trouxessem alguém.

Assim que os capangas dele se aproximaram com uma Kagome quase desacordada, Rin ficou perplexa.

- o que eu fiz? O que você fez! Olhe para ela Rin! Veja como sua amiga ficou por sua culpa! Veja! - disse levantado a cabeça de Kagome pelos cabelos.

O olhos de Rin se cruzaram com os de Kagome e foi inevitável não chorar.

- seu monstro!!!! - disse ela quase gritando.

- eu? Monstro?Você que é! Se você não tivesse ajudado esse youkai, nada disso teria acontecido! Isso é tudo culpa sua Rin!

Rin ficou ainda mais se reação diante daquilo. Será mesmo que ela era a culpada?

- olhe em volta Rin! Veja quantos morreram por sua culpa! Veja! - disse ela apontando para os lados.

Rin olhou e sua mente ficou em branco nesse momento.

"Eu sou mesmo a culpada por tudo isso? Todas essas pessoas... A Kagome... O sesshoumaru..." pensou ela olhando em volta com o olhos arregalados.

- não ligue para o que ele fala Rin! - disse takao se aproximado juntamente de Keneke.

- takao...? - disse ela desnorteada.

- olha... Eu não gosto muito de você... Mais com certeza isso não é culpa sua! Desde antes de eu nascer essa guerra já existia. Então pare de ser burra e ficar dando ouvidos para ele! Baka! - disse sério.

- ele tem razão Rin! Você é a nossa salvação!- disse Keneke.

De repente um forte soco foi ouvido e todos olharam para a esfera.

Todo a cabelo de sesshoumaru ficou vermelho e seus olhos estavam em um tom carmesim e as pupilas em um tom caiano intenso.

- me soltem agora! Eu vou mostrar para vocês como se luta! - disse ele com uma voz monstruosa.

Yamada disparou mais uma bomba de veneno E Rin em um reflexo criou um escudo que consumiu a bomba.

- o quê? - disse todos até mesmo Rin.

Sesshoumaru deu mais um rosnado e seu pele ficou vermelha também.

"O que eu faço?" se perguntou desesperada.

"Lutas não vão adiantar de nada! Sempre vai existir um revoltado que vai começar com as guerras de novo! O que eu faço? O sesshoumaru está morrendo e eu não sei o que fazer!"

"Só a uma saída Rin... Mais pode custar a sua vida" disse malévola a parte má se Rin.

"Diga e eu o farei!"

"Você irá converter a mente de todas as pessoas do mundo! Usando o seu poder espiritual até mesmo os mortos vão reviver. Até mesmo a fera de sesshoumaru irá se unir definitivamente a ele... Porém para isso você vai usar 90% do seu poder espiritual e isso pode te levar a... Morte"

"Me diga como fazer e o farei!"

" primeiro se desligue do mundo real e deixe sua mente em branco, só não liberte o sesshoumaru! Logo após isso una as mãos em forma de triângulo, concentre seu poder nele e os espanda para todo o mundo e invada as mentes e mude os preceitos do humanos para com os youkais e vice e versa".

"Ok!"

Ela fez do jeito que malévola disse e logo seu corpo começou a levitar. Yamada tentou atirar mais bombas, porém  todos paralisaram no tempo.

Um colar apareceu nas mãos de Rin e nele estava escrito: selo das trevas.

Rin o olhou e logo entendeu. Era uma ajuda de midoriko.

Juntou as mãos como malévola disse colocou o colar no centro.

Se concentrou e logo uma luz dourada emanou e suas mãos. Ela a expandiu e a luz foi para toda a terra.

Cada mente, cada coração foi invadido pelo seu poder. Todos os preconceitos e raivas foram desfeitas.

Rin sentiu seu corpo fraquejar porém, não desistiu.

Podia ver seu poder passar por cada lugar e cada pessoa.

Logo veio sesshoumaru. Sua fera tentou lutar mais foi inútil. A acalmou e a selou por completo, unindo assim, os dois.

Seus batimentos ficaram mais fracos, porém ela não parou. Tinha que terminar. Invadiu a mente de Yamada e apagou tudo sobre formas de matar youkais e seu ódio pelos mesmos.

Foi agora para os corpos sem vida. Fez seus membros retomarem os movimentos e logo após a ar voltar ao seus pulmões.

O colar que antes estava em suas mãos foi para sua testa a ajudando a ficar acordada até terminar o que começou.

Quando a última pessoa foi invadida Rin caiu no chão já desmaiada. Sesshoumaru caiu também só que acordado. Todos os outros voltaram a vida e logo olharam para Rin.

Os humanos foram para suas casa como último mandado de Rin.

Sesshoumaru estava normal novamente e assim que a viu caída no chão foi até a mesma correndo. Os outros fizeram o mesmo.

- Rin! O que ela fez? - perguntou sesshoumaru ao chegar até ela e se ajoelhar ao seu lado.

Inuol hou em volta e viu os youkais antes mortos retornando a respirar, e logo entendeu o que ela fez.

- ela fez o mesmo que midoriko... Salvou todos nós.

Sesshoumaru a pegou no colo e a levou para dentro de casa.

Takao foi junto e inu e Keneke foi socorrer os youkais feridos.

- você não pode morrer Rin! - disse ele enquanto a carregava nos braços.

Ao longe inu suspirava.

- espero que você a ajude, midoriko... Ela não merece morrer... A ajude por favor! - pediu olhando para o céu.



Continua...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...