História A help ( Byun Baekhyun ) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei mas tá aí kkkkkkk

Daqui a uns dia se eu irei viajar então acho que não terá capítulos, mas vou tentar a todo custo deixar alguns prontos para somente postar.

Enfim, era só isso mesmo.

Espero que gostem do capítulo ❤️

Capítulo 7 - Grab him!


Fanfic / Fanfiction A help ( Byun Baekhyun ) - Capítulo 7 - Grab him!

Capítulo 6 - Grab him!

Eu estava com uma cara emburrada, deitada em uma das espreguiçadeiras que ficava perto da piscina, encarando Baekhyun que estava em minha frente com seus braços cruzados.

Vamos lá para um bronca do menino Byun. 

— O que foi? — Murmurei. 

Baekhyun me olhou debochado.

— Agora terei que te ensinar química? 

Fecho meus olhos, jogando minha cabeça para trás. Ele não podia falar disso depois? Química é uma coisa feita pelo diabo! 

—  Acho que sim, seria estranho se na próxima prova eu tirasse um grande zero. Minha mãe e a sua iriam achar esquisito! — Sinto Baekhyun se sentar ao meu lado, com seus olhos em mim.

— agora terei que ser seu professor particular de química? — Rio pelo seu tom divertido. — E se você tirar uma nota ruim e não conseguir passar? 

— Aí terei que tomar medidas drásticas. — O encaro brincalhona, dando de ombros. — Acho que brincar de professor e aluna será divertido. Não acha? — Nós olhamos por algum tempo até cairmos na gargalhada. 

Até que tomar um ar com ele não foi uma má ideia, eu pensava que ele iria ser um chatão. 

— Mas agora é sério, pelo menos duas vezes na semana nós teremos que estudar. Não podemos deixar que elas descubram sobre nossa mentira. 

Ah, já estou vendo que terei que passar algumas horas a mais dentro da escola. Péssima ideia ter inventado essa mentira, péssima ideia! 

— Tio Baek! — Uma pequena menina com um vestido azul claro atravessa a porta de vidro para a piscina, correndo na direção de Byun e pulando em seu colo. 

Essa só pode ser a filha do irmão mais velho do menino. E que menininha fofa, assim da até vontade de ter um filho.

— Tio Baek, ela é sua namorada? — sinto minhas bochechas corarem após escutar o que a menina diz. Ele ri envergonhado, coçando sua nuca. 

— Não Mina, ela é uma amiga. 

— Sua amiga é bem bonita. Mas poderia ser sua namorada, não acha? — Seguro minha risada, pressionando meus lábios uns aos outros. — Qual o seu nome? Meu nome é Mina. — Mina tinha um sorriso no rosto e estendia sua pequena mão em minha direção. 

Estendo a minha, apertando a sua.

— Você também é bonita, Mina. — Baekhyun observava aquilo com um pequeno sorriso nos lábios. — Eu me chamo S/n. 

[...]

Os raios de sol entram pelo cômodo, incomodando meu sono. Puxo minha coberta até o rosto, me virando ao lado para poder sair da vista do Sol e dormir mais um pouco, afinal, era feriado.

— Ouch! — Esfrego atras de minha cabeça após cair no chão enrolada.

Suspiro derrotada, me levantando e caminhando como um zumbi até o banheiro. 

Quando não é o despertador me acordando e o sol me incomodando. Eu deveria ter fechado a cortina, nunca mais deixo meu lado preguiçoso falar por mim.

Já fazia dois dias que a festa havia acontecido, e logo no dia seguinte Baekhyun me deu aquela aula teórica que ele tanto queria dar. Devo dizer que não foi tão chata como eu pensei, Suho foi um ótimo professor me ensinando algumas coisas sobre festas e etc. Agora eu entendo o porquê dele ser o "líder" daqueles garotos, era um dos poucos que tinha noção. 

Devo citar também que minha mãe ficou me fazendo perguntas bem diretas sobre eu e Baekhyun, mas já acabei com suas ilusões. 

Tomo um banho rápido e vejo o horário em meu celular. Ainda era cedo e eu não tinha o que fazer.

— Que tal uma caminhada? Eu tô realmente precisando me exercitar. — Murmuro para mim mesmo, pegando uma muda de roupa e me vestindo, amarrando meu cabelo em um rabo de cavalo. 

Vamos lá, não será tão cansativo assim. 

 

Eu sinto que vou desmaiar! 

Por que eu escolhi caminhar logo nesse sol escaldante? Eu só posso ter problema, isso é incrível! 

Me jogo em um banco vazio no meio da praça, secando o suor que escorriam de minhas têmporas, fechando meus olhos e bebendo um pouco de água.

— Olha só quem decidiu fazer uma caminhada! — Olho para o lado, encontrando Kai com óculos de sol e com algumas sacolas em suas mãos 

Meus amigos, eu só conheci homem bonito depois de conhecer Byun. Obrigada por tudo! 

— Acho que fiz a pior escolha da minha vida! — Ele riu, se sentando ao meu lado. — E você? Está fazendo o que? 

— Fui comprar algumas bebidas, os meninos decidiram de última hora fazer uma festa lá em casa. Eu iria passar na sua casa agora para te convidar. — Arqueio uma de minhas sobrancelhas. 

— Irá precisar de ajuda? Posso passar lá em casa rapidinho e tomar um banho para tirar esse suor. 

— Será uma boa ideia. — Ele abriu um de seus lindos sorriso. 

Ei, o que foi isso coração? Tá batendo aí por que? Será que até você não resiste a esses sorrisos que esse moreno dá? 

[...]

Os meninos já tinham chegado e a festa já estava rolando, devo dizer que foi um ótima ideia aceitar esse convite. Esses tanquinhos estão me deixando hipnotizada!

— Se for pra secar ele que seque disfarçadamente. — Lança um olhar cansado para Baekhyun, e pego o copo que estendia em minha frente. 

— Eu estou fazendo o possível para não deixar na cara, mas é impossível. 

— Não irá entrar? — Aponta com a cabeça para a piscina. Nego com a cabeça. — Seria uma ótima oportunidade de se agarrar em Kai e esfregar suas mãos em seu corpo.

— Pare de rir, babaca! — Bato em seu braço. E que braço ele tem. — Caraca olha esse abs... 

murmurei para mim mesma. 

Byun Baekhyun, você pode ser um babaca, mas sua condição física é 10/10!

— Ei, tire seus olhos daí! 

— Hã? Eu não estava com eles em nenhum lugar. Tá doido? — Dou uma risada envergonhada, bebendo metade do conteúdo do copo. — Você me deu vodka?!

Ele deu de ombros.

— você tem que se preparar para o terceiro passo, sua resistência ao álcool. Ou você acha que eu vou deixar você beber que nem uma doida e ter uma bela de um ressaca, e com você ao menos sabendo o que fazer?

— Do jeito que você é, eu não duvidaria nada. — Ele me olha indignado.

— Me senti ofendido.

— S/n, venha entrar na água! Está uma delícia. 

Delicia está é vocês sem camisa, sehun. 

— Não deixe eles te esperando, se não será pior. — Arregalo meus olhos, me levantando logo em seguida. — Vê se agarra ele, em?! 

— Cala a boca! — Lhe mando o dedo do meio, fazendo o mesmo gargalhar.

Ah, mas esse era meu momento de realizar meu sonho.

Piscina, lá vou eu! 


Notas Finais


Baek e S/n criando uma amizade, em!
Amo kkkkkkk

Imagina a visão dos deus com eles tudo sem camisa, sonho de princesa amadas kkkkk


Espero que tenham gostado e até o próximo ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...