1. Spirit Fanfics >
  2. A irmã de Harry Potter >
  3. No final, tudo compensa

História A irmã de Harry Potter - Capítulo 65


Escrita por:


Notas do Autor


Aproveitem o último capítulo de Prisioneiro de Azkaban <3

Capítulo 65 - No final, tudo compensa


POV Harry

 

Depois de um bom tempo de descanso e um banho, Hannah e eu decidimos ver o professor Lupin, nós chegamos a porta de sua sala e vimos ele distraído ouvindo música, ele estava de costas, então quando Hannah ia bater na porta, o professor disse:

- Olá, Potters. - ele se virou pra nós com um livro em mãos e percebendo que estávamos o olhando com curiosidade, ele logo interpretou nossas expressões - Eu vi vocês chegando. - ele estava com o mapa aberto na mesa.

Quando voltamos a enfermaria, Hannah decidiu que o melhor era devolver o mapa sala de Lupin, ela não achava justo e eu concordei.

Nós demos uma passada de olho por toda sala e vimos que tudo estava organizado em montes.

- Já estive pior, acreditem. - disse ele de repente se referindo a noite passada.

Começando a caminhar pra mais perto, especificamente até a mesa do professor, Hannah falou:

- Foi despedido.

- Não, não, pedi demissão na verdade. - respondeu ele rasgando uns papéis que estavam na mesa.

- Demissão? Por quê? - perguntei me aproximando.

- Bom, parece que alguém deixou escapar minha verdadeira condição. - respondeu Lupin - Amanhã, esta hora, as corujas vão começar a chegar e os pais não vão querer um … - ele olhou pra nós de forma dissimulada - bom, alguém como eu dando aula pros seus filhos.

Rapidamente eu falei:

- Mas Dumbledore …

- Dumbledore já se arriscou bastante por minha causa, - Lupin interviu - além disso, gente como eu ... an … bom, digamos apenas que já estou acostumado com isso. - professor puxou a varinha e com algumas sacudidas ele arrumou sua maleta de livros e o malão de seus pertences - Por que está tão infeliz, Harry?

Sua pergunta me pegou um pouco de surpresa, porém não hesitei em respondê-lo:

- Não fez nenhuma diferença, Pedro escapou.

Ele debruçou na mesa que nos separava e disse indignado:

- Não fez nenhuma diferença? Harry, fez toda diferença do mundo! Ajudou a depor a verdade, salvou um homem inocente de um destino terrível, fez uma diferença muito grande. - ele terminou de ajeitar a bolsa que estava em sua mesa, fechou-a e a pegou, rodeando a mesa e parando em frente a Hannah e eu - Se eu tenho orgulho de uma coisa, é do quanto vocês aprenderam este ano. Bom, já que não sou mais o professor de vocês, não me sinto nenhum pouco culpado de devolver isto pra vocês. - ele estava com a varinha em mãos e a usou pra apontar pro mapa do maroto - Agora vou me despedir, sei que nos encontraremos um dia, até lá … mal feito, feito. - mapa foi se dobrando e fechando, apagando aos poucos e o professor Lupin disse sorrindo - Mapa do Maroto!

Lupin olhou mais uns segundos pra nós e em seguida foi até a porta da sala pegando uma bengala que estava perto do batente e nós o observamos sair mancando da sala, só que dessa vez para não voltar mais.

- Ah, harry, eu não queria isso, por que as melhores pessoas tem que ir? - perguntou Hannah com tom de tristeza.

Eu não tive forças pra respondê-la, ver Lupin partir me deixou ainda mais chateado do que já estava.

 

POV Hannah

 

Depois que eu recolhi o mapa, Harry e eu decidimos ir ao salão principal pra tomarmos o café da manhã e foi quando estávamos chegando na porta, pudemos ouvir a voz de Rony:

- Pra trás, eu já disse, eu vou levar lá pra cima se continuar.

- HARRY! HANNAH! - gritou Neville correndo em nossa direção, assim como Simas - Onde foi que conseguiram?

- Posso dar uma volta? - perguntou Simas - Depois de vocês, é claro!

- Mas do que estão falando? - perguntei curiosa.

- Silêncio, deixem eles passarem! - disse Rony - Eu-eu não queria abrir, é que estavam mal embrulhadas e eles me forçaram a abrir. - ele apontou pros seus irmãos gêmeos.

- Mentira! - responderam Fred e Jorge juntos.

Ao olharmos pra mesa, que aliás tinham uma porção de pessoas da Grifinória, vimos duas vassouras de cabo envernizado e alguns detalhes metalizados, elas eram lindas.

- São Firebolts. - disse Fred.

- Ela é a vassoura mais rápida do mundo. - completou Jorge.

- Elas são pra nós? - perguntou Harry encantado, assim como eu também estava.

- Mas quem mandou? - perguntei olhando perplexa pras vassouras.

- Ninguém sabe. - respondeu Rony.

Foi então que Hermione, que por acaso estava perto de Harry, pegou uma pena que estava num dos embrulhos e nos mostrou dizendo:

- Isso veio junto.

Nós três nos olhamos, já sabíamos o que significava … Sirius.

Harry e eu olhamos pras vassouras e logo em seguida nos olhamos, eu já havia entendido o que aquilo significava, peguei uma das vassouras, assim como ele e nós começamos a correr pra fora do castelo, sendo seguidos por todos do grupo que estava contemplando as vassouras.

Assim que passamos pelo portão do pátio, que aliás estavam lá Draco, Pansy, Crabbe, Goyle e Nott, que nos olharam com curiosidade, meu irmão e eu nos posicionamos bem no centro do lugar, sendo enchidos de perguntas dos alunos da Grifinória que nos seguiam, nós montamos nossas vassouras e nos olhamos novamente felizes, fizemos um toque de mãos e seguramos firme no cabo da vassoura, quando demos o impulso pra voar, a vassoura disparou, tudo o que pôde-se escutar foram os gritos meu e de Harry, mas não gritamos por medo, mas sim por um leve espanto, que depois se tornou uma enorme adrenalina.

Meu corpo entrou em completo êxtase, eu sabia que nunca mais sentiria uma sensação como aquela, tudo que senti que tinha de fazer era aproveitar o momento e sorrir.


Notas Finais


Nos vemos em Cálice de Fogo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...