História A Mascote Do Time - Jeon Jungkook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Red Velvet
Personagens Irene, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Min Yoongi (Suga), Seulgi
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Fluffy, Hiscarletti, Jeongguk, Jungkook, Romance
Visualizações 223
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá minhas bebês!! Como vocês estão???
Eu estou me sentindo muito bem, espero se coração que vocês estejam muitomuito animadas e felizes.
Bem, esse capítulo vai ser um pouquinho mais emocional, e, esse foi o penúltimo capítulo aaa!
Tenham uma boa leitura!
Leiam as notas finais!

Capítulo 7 - Seis


Fanfic / Fanfiction A Mascote Do Time - Jeon Jungkook - Capítulo 7 - Seis

Omo! — Mamãe levou sua mão até a boca, surpresa. — Eu irei falar ali com o médico rapidinho, podem ficar sozinhos crianças, à vontade.   

— Mãe, não! — Elevei meu tom, acreditando que assim mamãe voltaria para trás, que nada, aposto que essa foi uma das razões para ela correr mais ainda.

— Não percebeu onde está? — O moreno que ainda segurava minha mão, agora acariciava-a, fazendo-me perder a concentração.

Pela primeira vez desde que havia acordado, resolvi olhar em volta. Arregalei os olhos no mesmo momento que me toquei, eu estava no hospital.

— Sohye, olhe para mim — Jeon aproximou-se. — Como está a sua alimentação?

— O quê? — Desvencilhei-me, com um riso frouxo. — Você é doutor agora?

— Eu estou falando sério, Sohye. — Engoli em seco, vendo sua expressão mudar da água para o vinho. — Céus, você ao menos tem comido?

— Jungkook, isso não é da sua conta. — Praguejei-me por lhe responder de uma forma tão seca.

— Você tem razão — Franzi o cenho, olhando-o novamente. — Eu só não consigo entender como mulheres como você, se deixam levar por padrões tão insignificantes, comparado ao que vocês são.

— Jeon, você não entende que eu preciso fazer isso, eu preciso — Jungkook agora, dava alguns passos à porta, prestes à ir. — Eu quero ser uma líder de torcida Jeon, eu quero ao menos caber naquele uniforme do menor tamanho uma vez na vida, você sabe como é difícil ter que ser lembrada como uma gorda que se veste com uma fantasia tão ridícula e... grande? Eu gostaria que as pessoas me vissem como uma menina, é só isso.

Jeon girou seus calcanhares, suspirando fundo e vindo até mim novamente. Fui surpreendida por um abraço tão caloroso, junto à seus afagos. Não pestanejei em segundo algum, apenas o apertei forte, deixando que desçam algumas lágrimas solitárias por minhas bochechas.

— Você fez alguma magia em mim, Sohye? — Jeon separou-se, colocando uma madeixa de meus cabelos escuros atrás da orelha. — Quando você está por perto, eu não consigo pensar em outra coisa a não ser te proteger.

Nessas horas eu já estava rezando para todas as nossas senhoras da bicicletinha para eu continuar respirando, porque, já me encontrava em nárnia vendo fadas.

— Pare de dizer bobagens, Jeon. — Olhei para baixo, envergonhada.

— E, quando você está longe Sohye... — Arfou, esboçando um sorriso adorável. — Quando você está longe, eu quero que você esteja por perto.

— Jeon? — Chamei-o. — Essa foi a primeira vez que vi uma declaração só depois de um pedido.

— Então, você aceita? — Seus olhinhos brilharam, fazendo-me rir.

— Você acha que eu seria capaz de negar um pedido desses? — Jeon sorriu, arqueando as sobrancelhas logo em seguida, parecendo se lembrar de algo.

— Espere, eu já volto princesa — Assenti deveras vezes, tentando não demonstrar na margarina derretida que me transformei por dentro, com esse adjetivo carinhoso.

Ao ver que o moreno saiu do quarto, tombei a cabeça para trás, levando minha destra até meu peito, tentando normalizar minha respiração. — Socorro, Jeongguk um dia me mata —  murmurei, olhando para o teto.

— Mocinha, mocinha. — Jisoo entrou no quarto, pronta para me dar uma bronca, imagino eu.

— Perdão Ji, eu juro que quando entrar para o time das líderes pararei. — Juntei minhas mãos, pedindo por misericórdia.

— Nada disso! — indagou, animada. — Não vai ser preciso nenhum esforço.

— Explique-se melhor. — Arqueei minha sobrancelha direita.

— Pois bem — inflou o peito, fazendo uma pausa dramática. — Na festa que nós fomos ontem, uma das organizadoras dela foi a Seulgi, vulgo cobra de maquiagem. — Revirei os olhos, gesticulando para a mesma ir direto ao ponto. — Encontraram drogas na casa, e ela foi suspensa.

— E onde isso me interessa? — Cruzei os braços, vendo a morena em minha frente revirar os olhos em desaprovação à minha calma.

— Te interessa na parte em que ela, não poderá mais ser líder de torcida. — Sorriu, agora olhando para suas unhas. — E eu, sou a mais nova capitã!

Levei minhas mãos até a boca, evitando um grito que ecoaria por todo o hospital. — Eu não acredito que minha melhor amiga, é a mais nova capitã das líderes!

Mesmo depois de minutos terem se passado, nos encontrávamos pulando e rodopiando no meio do quarto, como duas crianças.

— E você, é a mais nova líder de torcida! — exclamou, fazendo-me abrir um sorriso incomensuravelmente grande. Segundos depois, pude ver os olhos da Kim encherem-se de lágrimas, e os meus não estavam diferentes. — Nós conseguimos, Sohye!

— Isso Jisoo, conseguimos — repeti suas palavras, ainda descrente de que nós realmente tínhamos realizado nossos sonhos do ensino médio.

Ji parou de pular e se escandalizar, agora, concentrando seu olhar na porta, fazendo-me virar em direção à mesma. A arritmia que conquistei com aquele ato, foi inexplicável. Ver um Jeon parado na porta, envergonhado por ter interrompido o famigerado momento das amigas, e, com um buquê enorme de margaridas em mãos, fez meus olhos brilharem mais que a lua em pleno eclipse — que quase ninguém viu.

— Park Sohye — Jeon chamou-me, com seu sorriso charmoso escancarado em seus lábios. — Aceita ser a minha princesa, neste baile de formaturas?

Tudo o que pude fazer foi olhar para Jisoo de relance, cuja qual estava morrendo de amores pelo novo casal. Nem sequer recuei, corri para os braços de Jeon, como uma cena de filme. Como a Rose correu para salvar o Jack. Em câmera lenta, cheguei mais próxima de Jungkook, capturando seus lábios para mim, o que fez o mesmo entender que aquele beijo foi um “sim”.


[...]


Passaram-se duas semanas. Duas semanas em que eu estava em paz descomunal, por quê? Kang Seulgi mudou-se de colégio, não teve outra opção, já que a mesma fora suspensa e perdera toda a matéria para a semana de provas.

Kim Jisoo, como dito, se tornou a capitã das líderes de torcida mais empoderada que você já viu. Finalmente conseguiu com que Min Yoongi rastejasse aos seus pés, e não, não faço ideia de como ela fez para que minha irmã desgrudasse dele.

Bem, e eu, estava preparando-me para as apresentações finais, e claro, para o famigerado baile de formatura.



Notas Finais


AAA esse foi o capítulo de hoje! O penúltimo capítulo rsrs
Por mais de eu ter retratado a bulimia/anorexia de uma forma rápida, eu queria ao menos dizer para vocês algumas palavras sobre. Gente, a anorexia não é de acordo com o que você come, e o que você não come não! A anorexia é um problema do psicólogico, quando você está obcecada com calorias, emagrecer, e emagrecer.
Por favor meus chuchus, permitam que as pessoas te ajudem, isso é uma doença que pode te destruir tanto mentalmente como fisicamente, eu digo isso por experiência própria, certo? Por favor, permitam que te ajudem.
Obrigada por lerem até aqui! Não se esqueçam de comentarem o que acharam, hein?
Tenham uma boa noite!
Perfil: @hiscarletti


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...