História A n g e l - Jikook (REESCREVENDO) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Angel, Anjo, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 91
Palavras 2.769
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeey!!
Voltei gente, demorei um pouquinho?
Bem, eu planejava terminar de escrever e postar ontem, mas eu sai com meus amigos e voltei um pouco alterado, sabe, então não consegui terminar
Você quer incompetência, @?
Na próxima juro não beber só pra atualizar♡
Fiquem com o capítulo nenéns♡

Capítulo 10 - Espécies


Ainda não conseguia acreditar que Jungkook tinha me beijado, ele apenas selou nossos lábios e eu travei legal, então depois de um tempinho com os lábios colados, ele os soltou, soltando um sorrisinho mais do que lindo para mim e se deitando na cama novamente.

— É... Hm... Eu vou pra minha cama — Digo me levantando rápido da cama dele e indo parar na minha, segundos após eu ja estava coberto e olhava para a parede sorrindo por causa do beijo.

— Boa noite, Jimin... — Ele disse sonolento e eu sorri mais ainda.

— Boa noite, Jungkook — Respondo sorrindo e mordo os lábios enquanto imaginava algumas coisas em minha mente.

Jungkook queria me beijar, certo? Então isso significa que eu atrai ele? Foi isso o o quê? Porque não é meio comum você sair beijando pessoas que você não sente atração, ou acha bonito, sei lá... Só sei que fiquei com uma sensação nada boa ao pensar que Jungkook me beijou só porquê me acha bonito, mas espera, o que diabos eu 'tô pensando?! Preciso dormir! Dorme, Jimin, dorme.

°

°

— Não vale, Namjoon! Você roubou, seu safado! — Hoseok gritava enquanto tentava tirar a carta das mãos de Namjoon.

— Hoseok, para de gritar, caralho! A gente ta na biblioteca, sua mula! — Yoongi disse ao amigo que bufou e revirou os olhos.

— Não chama ele assim, Yoongi, deixe de ser chato e rancoroso! Seu velho! — Tae apontou um lápis na direção de Yoongi, que riu alto.

— Olha só, defendendo o namoradinho, uiuiui! — Yoongi provocou e Taehyung tacou o lápis na bochecha dele. — DEMÔNIO! — Yoongi se levantou e saiu correndo atrás de Taehyung, este que ja corria para fora da biblioteca.

— Gente, realmente não temos paz nem na hora do estudo, misericórdia! — Jin disse ainda lendo seu livro.

Acontece que eles entraram com um "projeto de estudo", que fazia com que todas as pessoas (anjos) presentes aqui dentro, estudassem, pelo menos duas vezes na semana. Então dividiam por ala, hoje era o dia da nossa ala, então viemos todos juntos para a biblioteca, mas não se tinha paz, como já era de se esperar.

Não tinha falado com Jungkook desde o acontecido de ontem à noite, no caso o beijo. Hoje eu acordei mais cedo que ele e me arrumei, quando ele acordou eu apenas dei a desculpa que já estava saindo apenas para evitar conversa, pois ainda estava bastante confuso e envergonhado. E agora estamos aqui, com ele sentado ao meu lado. Juro que estou tentando não olhar para ele, mas seu rosto me atraí com um imã.

— Voltaram? — Namjoon disse assim que viu Yoongi e Taehyung se sentarem novamente à mesa.

— Aham, depois de correr o edifício inteiro eu me rendi. — Taehyung disse rindo. — Ele é baixinho mas corre demais! — Yoongi o olhou com raiva por ser chamado de baixinho. — Ah, Yoonie, você é baixinho sim! Tem a altura do Jimin quase, seria perfeito vocês dois se beijando, porque tem a mesma altura e tals. — Bati no braço de Taehyung que resmungou.

— Pare de falar isso, eu hein... — Digo baixinho e ele ri.

— Mas é verdade! Não é Jin hyung? — Jin concordou rindo. — Tá vendo? Jin é a voz do poder, então eu to certo!

— Não, não está, deixe de falar asneiras, cacete! — Digo já bufando e eles riram. — Yoongi, diz a eles que a gente se beijando não seria perfeito, por favor!

— Mas por que não seria perfeito, Jiminzinho? — Ele responde sorrindo e eu viro os olhos.

— Ah, pronto, é um complô pra me destruir agora, é? — Pergunto já ficando com raiva.

— Não sei que complô, é a penas a verdade! — Tae rebate e eu nunca quis tanto esganar ele como agora!

— Se você acha que isso é verdade você 'tá muito enganado! — Grito e ele revira os olhos. — Deixa de falar merda e faz alg...

— CHEGA! — Sou interrompido por Jungkook que se levanta e bate na mesa com bastante força. Ele se recompõe e se senta. — Só vamos... estudar que nem gente, nada de ficar discutindo por causa da porra de um beijo!

— Ok, capitão Jungkook — Hoseok disse e todos riram, é, já voltamos ao normal. Sempre era assim.

Me veio na mente o livro que eu vi aqui aquele dia... uma coisa relacionada a anjos e demônios... eu fiquei de ler o livro e nunca mais voltei porquê esqueci.

— Já volto gente, vou procurar um livro. — Me levanto atraindo alguns lugares e saio da mesa, indo até as grandes estantes.

Os livros sempre me fascinaram, desde pequeno, enquanto os meus colegas brincavam de bola, carta, e tudo mais, eu estava lá no cantinho lendo meus livros e quadrinhos. Sempre estou com algum livro em mãos quando não tenho nada para fazer, e especialmente amo livros de drama. Não curto muito romance, mas até leio alguns, é raro, mas eu leio.

Acho o livro de capa negra em uma das fileiras da grande estante, pego o livro e me sento no chão, me encostando na parede. Abro o livro e pulo algumas páginas até o livro começar de verdade.

"Anjos e Demônios, de onde eles vem e como sobrevivem?

Todos nós temos curiosidades em saber se existem anjos e demônios e, sim, eles existem! Para as pessoas que enxergam a pura e verdadeira realidade, os anjos e demônios não são seres que vem do céu ou do inferno, mas também são seres humanos que estão na terra; entre nós! Sim, já estão entre nós.

Lógico que o governo nunca anunciaria que existem anjos e  que eles estão sendo testados em centros, mas eles existem. E têm três espécies, e existem teorias de uma espécie ainda desconhecida por todos, uma espécie rara da rara".

Calma, espécie rara da rara? E isso existe? Taehyung não é a espécie rara? Então existe uma espécie rara da rara agora, é? Falando em espécies, até hoje não sei qual sou, mas espero pacientemente...

"As três espécies são estas;

1. Anjo branco; os anjos brancos são espécies geralmente passivas e calmas, costumam ter aparência angelicais, como se estivessem em uma nuvem. Sua personalidade pode oscilar, alguns são doces e amáveis, outros já são mais atrevidos e ousados. A cor principal das asas dos anjos brancos é um braco acinzentado.

2. Anjos negros; já os anjos negros são conhecidos por serem seres amargos e sem paciência, geralmente xingam muito e são grossos com as pessoas. Mas pode depender bastante da pessoa, alguns já são mais tranqüilos e tendem a fazer amidade, mas outros, já são mais agressivos e não tendem a fazer amizades. Sua aparência costumam ser angelicais mas sombrias. A cor principal de suas asas é preto e azul escuro.

3. Anjos brancos/negros; são seres totalmente amigáveis e confiáveis, são bastante afetivos e confidentes. Costumam ser amorosos e defendem à quem amam. Hora ou outra eles tem alguns surtos, alguns chegam a se suicidar, pois em sua cabeça não são normais. Costumam gostar bastante de abraços. Suas aparências costumam ser as mais lindas o possível, com seus únicos e diferentes olhos cinzas. A cor principal de suas asas é preto misturado com branco.

Céus, meus amigos meio que se encaixavam um pouco nessas categorias, olha só que louco. Mas eu 'tô doido mesmo é pra saber qual espécie eu sou, é pedir muito? Poxa...

O mistério ainda não acabou, existe uma espécie desconhecida até hoje, apelidada pela gente como "rara da rara". É uma espécie que apenas uma pessoa dela existiu, á cerca de 76 anos atrás. Existe uma lenda de que existia um anjo desconhecido, ele era lindo, sua beleza era inconfundível e inacreditável. Ele nunca fez amizades com ninguém e sempre ficava na sua.

Teorias dizem que a espécie rara da rara eram seres totalmente curiosos, corajosos, amáveis, não tinham papas na língua e eram tímidos. Lendas dizem que suas asas tinham um tom rosa e brilhavam como o sol, ofuscavam qualquer luz.

Mas, como eu disse, são apenas lendas, ou talvez são verdades e nunca saberemos.

Então a espécie rara da rara realmente existiram? Faria de tudo para conhecer um algum dia, seria interessante...

— Jimin! — Jin apareceu na minha frente e me ajudou a levantar do chão. — Estamos indo lá pra fora jogar, vem com a gente? — Pergunta e eu penso um pouco entre ir com eles e me divertir ou continuar lendo o livro.

— Vamos — Decido ir. Guardo o livro em um lugar que eu possa me lembrar e acompanho Jin até o campo ao lado de fora.

°

°

Estavamos todos ao lado de fora. Taehyung, Hoseok e Yoongi estavam jogando bola. Namjoon, Jin, Dinah e Jungkook estavam jogando queimado. Enquanto eu estava aqui sentado debaixo dessa árvore olhando os meninos e cantando uma musica sozinho, eu que quis ficar aqui sozinho.

— Sozinho ai? — Escuto a voz de Taemin e logo vejo ele se sentar ao meu lado.

— Aham, e você, fazendo o quê? — Pergunto e ele dá de ombros, olhando para frente.

— Nada demais, estava só passando por perto e te vi, dai decidi vir aqui falar com você. — Disse, agora, me olhando.

— Sei... — Digo fechando os olhos.

— Que foi? — Pergunta e eu rio.

— Nada — Digo dando de ombros. — Só fechei os olhos, o que tem de mais nisso?

— Sei lá, acho que nada. Eu hein, doido. — Diz rindo e eu o acompanho.

— Jimin! — Escuto Jungkook gritar enquanto corria até onde eu e Taemin estavamos. — Quem é esse? — Pergunta olhando feio para Taemin, assim que se posicionou ao meu lado.

— Meu amigo, Taemin. Taemin, esse é Jungkook, meu amigo. — Apresento Jungkook à Taemin.

— Prazer! — Taemin estende a mão e Jungkook o ignora, se virando para mim e dizendo;

— Levanta dai e vamos jogar, Jimin! — Diz estendendo a mão para eu me levantar.

— Não quero, Jungkook! — Recuso e ele bufa.

— Se você não levantar agora eu te pego no colo e te levo a força. — Diz me olhando sério. É melhor eu ir logo e evitar que ele faça isso mesmo.

Bufo e pego em suas mãos, me levantando e revirando os olhos quando ele sorriu satisfeito para mim.

— Você vem, não é, Taemin? — Digo o olhando como um cachorrinho e ele aceita.

— O quê?! — Jungkook pergunta exaltado e eu o olho tipo "oi?", e ele bufa saindo andando na frente.

Ando com Taemin atrás de mim até os meninos, decido ficar no time de Jin e Dinah, enquanto Taemin foi pro time do Jungkook e Namjoon.

— Preparados para perder, babes? — Pergunto rindo e todos riram.

— Aqui eu e Namjoon só nos preparamos para ganhar, bebê. — Diz e eu rio alto.

— Hey, eu também 'tô no time de vocês! — Taemin disse e Jungkook o ignorou.

— Vamos lá, gente, valendo! — Namjoon gritou.

°

°

— Caralho, você tem algum problema contra mim?! — Taemin gritou para Jungkook e foi pra perto dele. — Eu sou da porra do seu time e você 'tá fazendo o favor de me acertar a bola a cada cinco minutos!

— Eu?! — Jungkook disse rindo alto. — Se enxerga, garoto. Eu hein, se não gostou vai embora.

— Vou mesmo! — Taemin disse e saiu pisando campo abaixo, furioso.

— Taemin, espera! — Grito indo atrás dele.

— Isso mesmo, vai lá defender ele, não quero mais saber de caralho nenhum também! — Escuto Jungkook gritar, olho para trás e vejo ele indo embora também.

Céus, o que deu neles dois?! Puta que pariu, hein! Acontece que nós estávamos jogando queimado, mas Jungkook fazia questão de jogar a bola em Taemin, que era do seu time, então deu no que deu. Bufo e volto para perto dos meninos.

°

°

Estava na biblioteca novamente, desta vez estava sentado só com o Jin. Ele me chamou aqui para conversarmos.

— Você viu o showzinho que o Jungkook fez? — Pergunta e eu assinto rindo. — Nunca tinha visto ele fazer isso antes, e olha que eu 'tô a bastante tempo com ele.

— Sério? — Pergunto e ele assente. — Chegou aqui quando?

— Eu? Bem, meu numero é 0006, então eu fui a sexta pessoa a entrar aqui. E eu sou um anjo branco. — Diz e eu fico surpreso. — Como o Jungkook foi o primeiro a chegar, assim que eu cheguei eu conheci ele. Já que ele foi o primeiro a chegar, eu fui o sexto, Yoongi foi o oitavo a chegar, ele é um anjo negro, Namjoon foi o décimo, ele é um anjo branco, Hoseok foi o décimo segundo, ele é anjo branco, Dinah foi a décima terceira, ela é anjo branco também, Taehyung o décimo sexto e agora você, o vigésimo terceiro.

— Uau, 'tô até me sentindo mais novo agora... — Digo e ele ri. — Jin, o que você tem com o Namjoon?

— Como assim? — Pergunta corando e eu rio.

— Vocês namoram? Se pegam? Ou algo assim? — Pergunto e ele olha para todos os lados menos para mim. — Pode responder, Jin.

— 'Tá, 'tá! A gente ta namorando... — diz baixinho e eu dou um grito nada hetero.

— Sabia! Os olhares nunca mentem! — Digo e ele revira os olhos.

— E você e o Jungkook, hein? — Pergunta e eu o olho rindo.

— O que tem?

— Ah, sério que você não percebeu o ataque de ciúmes que ele teve de você por causa do Taemin?! — Diz revirando os olhos e eu me ensgasgo.

— Jiminnie, 'tá morrendo ai, é? — Escuto Taehyung chegar dizendo e batendo nas minhas costas.

— Ta nada, ele ta assim porquê eu falei do ataque de ciúmes do Jungkook dele com o Taemin. — Jin diz e Tae se senta ao meu lado.

— Você viu também? Nossa, ele tava com muito ciúme! — Tae diz rindo e eles dão um high-five.

— Vocês são inacreditáveis! — Digo revirando os olhos e eles riram.

— Ah, Jimin, vai dizer que não percebeu? — Taehyung pergunta me encarando e eu bufo.

— Ta, talvez eu tenha percebido mas ignorei porquê pensei que era coisa da minha cabeça. — Digo fazendo um bico com os lábios.

— Jimin, vocês dois estão tão juntos assim pra ele ter tido aquele ataque de ciúmes? — Jin pergunta e eu nego. — Estranho...

— Só aconteceu uma coisa... — Digo e eles me olham curiosos.

— O quê? — Taehyung pergunta e eu brinco com os meus dedos criando coragem.

— Ele me beijou ontem... — Falo e eles me olham e depois se olham.

— MEU DEUS! — Tae grita e Jin bate palminhas.

— Já shippo, ai meu Deus, nunca tinha ficado sabendo de nada assim do Jungkook! — Jin diz e suspira. — Ele deve gostar do Jimin.

— Verdade! — Tae concorda.

— Aish! Não fala merda! — Reviro os olhos e eles riram.

— Eu apoio! — Tae diz e eu o olho.

— Apoia o quê, doido? — Pergunto rindo.

— Você e o Jungkook, já podem se casar e ter filhos!

— Verdade, tenham dois filhos logo, uma menina e um menino, é só adotar —  Jin diz.

— Gente, eu realmente acho que vocês estão sob efeitos de maconha. — Digo me levantando e indo em direção a porta da biblioteca.

— Onde vai, Jiminnie? — Tae grita.

— Embora, tchau! — Digo

— Não fica bravinho, bebê! A gente só falou a verdade! Não sabia que a verdade doía tanto assim! — Jin diz e eles gargalham.

— Vão pra casa do caralho! — Saio da blioteca.

°

°

Estava sentado na cama enquanto lia um livro, era um de terror. Era até bom, mas não me criou muito interesse. Mas como estou aqui dentro e não tenho celular ou algo do tipo, tenho que ler alguns livros ruins mesmo... Afinal, eu não sei quanto tempo ficarei aqui.

Escuto a porta se abrir, olho para lá e vejo Jungkook entrando apressado. Ele, quando me viu, andou até a mim e se sentou à minha frente na cama.

— Jimin, posso conversar com você? — Pergunta e eu assinto.

— Pode sim — Fecho o livro e o deixo sobre minhas pernas.

— É... — Ele coça a nunca em sinal de nervosismo e me olha. — Eu queria pedir desculpas, sabe... Pelo beijo... — Diz me encarando.

— Ah... — Quase tive um ataque, mas me contive. — Não precisa se desculpar, não tem problemas. Sério. 

— Sério mesmo? — Pergunta e eu o olho.

— Mesmo.

— Hm... — Ele sorri e se levanta, logo me puxando da cama e caminhando até a porta.

— Ta me levando a onde? — Pergunto pegando meu casaco enquanto ele abria a porta.

— Em um lugar, vem ou não? — Pergunta e eu finjo pensar.

— Vamos! — Termino de colocar o casaco e saio do quarto com ele.


Notas Finais


ETA QUE TEVE MUITA COISA NESSE CAPÍTULO 100OR!
O tal do livro explicou muitas coisas sobre as espécies deles e tals
JK TAVA COM CIÚMES DO JM???? EU VI ISSO MESMO???
Jin explanou todo mundo, disse os números e as espécies de geral, gosto assim heheh
JIMIN COM RAIVA DO TAE E DO JIN KKKKK MORRI!
Onde que o Jk levou o JM, hein?
Nos vemos em breve, bebês♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...