História A neta do 17 - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 17
Visualizações 11
Palavras 415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Famí­lia
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Após a batalha dos universos, 17 casou-se com uma mulher, e alguns anos depois gerou frutos: Yuri e Suri. Um casa de gêmeos que nasceram alguns anos depois que Marron, sobrinha do 17.

O rapaz ajudou a cuidar dos filhos bebês porém seu serviço na área florestal lhe exigia muito tempo, seus filhos iam crescendo tendo cada vez menos a  presença do mesmo.

Os anos se passaram e quando o casal de gêmeos completou 10 anos, o rapaz começou a ter algumas desavenças com a mãe de seus filhos até resultar num divórcio. Ele então foi morar em outra cidade onde 4 anos depois ele conheceu Bra, a filha de Vegeta que tinha 19 anos e era amiga de Marron.

Nesse tempo os gêmeos estavam com 14 anos, Yuri entrou para o Colégio Militar indo morar em outro país e Suri decidiu estudar para ser cientista. Raramente via o pai...ele parecia cada vez mais distante e depois da nova namorada ele não se deu mais as caras de vez.

- Cretino... - murmurou a menina que as vezes via nas redes sociais o pai, decidiu deletar os contatos que tinha com ele já aos soluções de chorar.

Após mais 3 anos a menina engravidou de seu namorado, tentou esconder ao máximo mas uma hora chegou aos ouvidos de  seu pai que no mesmo dia apareceu.

- Não me diz que você fez isso! - Esbraveou aparecendo de surpresa  o homem furioso fazendo a filha se assustar muito.

- Nossa! Olha quem apareceu! 

- Me de um motivo para não lhe dar uma surra sua peste... garota fácil, nunca imaginei que você iria chegar nesse ponto.

Aquelas palavras doeram o coração da menina, segurou as lágrimas.

- Não tem o direito de falar de mim! Arrumou uma garota 5 anos mais velha que Eu! Eu to com 17 e ela com 22 e ainda é amiga da minha tia... você que não tem o direito de me exigir nada até porque foi sumindo da minha vida aos poucos.... LÁPIS.

Ao falar o nome do pai o androide levantou a mão enfurecido para dar um tapa na filha mas se travou e passou a mão no rosto vermelho. Um filho era tamanha responsabilidade, sua filha ainda era adolescente e não sabia realmente o que arranjou, não queria ela tão jovem já assumindo tamanha responsabilidade.

- Faça o que quisser,  assuma tia responsabilidade sozinha.

Falou virado de costas  e  voou para longe dali deixando a menina aos prantos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...