História A Professora Da Minha Filha (Lutteo) - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Carolina Kopelioff, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais
Tags Gastina, Lutteo, Simbar, Soy Luna
Visualizações 198
Palavras 2.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1
Quem quer +1 cap???
Pessoas eu nem ia postar hj mas n consegui resistir aos comentários kkk eu sou mt boazinha com vcs né?? n posso ver os comentários com pedidos pra continuar e já vou postando kkkk
Tbm vou postar hj pq minhas aulas infelizmente (queria q as férias durassem mais) vão começar na segunda-feira e como eu estudo em tempo INTEGRAL fica difícil ter tempo pra postar, e eu n quero deixar vcs n curiosidade mt tempo kk
Bora ler????
Espero q gostem
E nesse cap vai ter hot, vou deixa-lo em itálico e sublinhado, quem n quiser ler é só pular, tá??

Capítulo 22 - Non pensare, Fallo e Basta


Fanfic / Fanfiction A Professora Da Minha Filha (Lutteo) - Capítulo 22 - Non pensare, Fallo e Basta


Luna On

Eu estava sozinha em casa, Ámbar está na faculdade e depois vai dormir na casa de uma amiga, então vou ficar sozinha no AP essa noite. Confesso que não gosto de passar a noite sozinha, sei lá... tenho medo. Isso é muito bobo, né? Uma adulta com medo de ficar sozinha em casa rs

Pequei um travesseiro e me sentei no sofá para assistir um pouco de tv, quem sabe assim eu chamo o sono e durmo rápido para não perceber que estou sozinha em casa? Não tinha nada de bom passando então fiquei mudando de canal várias vezes procurando algo que me chamasse a tenção. Até que escuto alguém bater na porta. Que estranho. A Ámbar vai dormir fora, e eu não estou esperando ninguém. Me levantei e fui ver quem é por curiosidade. Quando abri a porta senti o efeito que esse homem tem sob mim; meu coração acelerou bruscamente, achei que fosse sair pela boca, meu cérebro parou de funcionar, e minhas mãos começarão a suar
  

Luna: O que você...? 

Matteo nem me deixou terminar a frase e tomou meus lábios, me agarrou pela cintura e entrou no meu apartamento sem permissão, em seguida fechou a porta atrás de si com o pé, para não parar o beijo. 

O beijo se tornava mais feroz a cada segundo, cheio de desejo e calor. Eu passei minhas mãos em seus cabelos e nos ombros. Matteo me segurou pela cintura com posse, mantendo-me unida a ele, me beijando intensamente. Um beijo que emanava diversos sentimentos; carinho, atração, cuidado, desejo, saudade, paixão, raiva, e... amor?? Não... será??

Matteo foi me empurrando para dentro do apartamento sem para de me beijar, até que eu cai no sofá. Ele veio por cima de mim juntando nosso lábios outra vez, me obrigando a deitar, senti um arrepio por todo meu corpo. Infelizmente, o ar se fez necessário nos abrigando a parar o beijo.

 

Luna: Matteo... o que você... [tentei falar alguma coisa, mas não consegui formular nem uma frase]
 

Matteo: Te quero, Luna, te quero muito [falou me olhando profundamente nos olhos] Você nem imagina o quanto
 

Luna: Imagino sim, porque te quero igual [vi seus olhos mudarem e ficarem mais desejosos] Te quero muito, Matteo

Não me perguntem qual foi o bulg maluco que deu no meu cérebro pra mim dizer uma loucura dessas. Tê-lo tão perto, em cima de mim, me beijando, confessando que me quer... não resisti. Também o quero, e muito, muito, muito! Não posso mais negar. Matteo voltou a me beijar profundamente, enquanto eu passava minhas mãos em seus cabelos, nos braços, e nos ombros tentando tirar seu colete. Consegui. Joquei-o no chão da sala

 

Matteo: Vamos para o seu quarto?
 

Luna: Achei que não fosse perguntar

Me levantei e segurei sua mão o puxando para meu quarto. Entramos e ele voltou a me beijar. Entrelacei meus braços em volta de seu pescoço, e Matteo aproveitou pra tentar tirar minha blusa. O ajudei levantando mais os braços. Ele me deitou na cama ficando por cima de mim, sem parar de me beijar. Já me sinto molhada e louca para tê-lo

Nem percebi quando ele tirou me sutiã, foi tão rápido que nem vi. Só senti sua boca atacar um seio enquanto sua mão brincava com o outro. Gemi sem medo. Senti uma linguá determinada rodear meu mamilo. Me arrepiei dos pés até cabeça. Gemi mais alto ainda quando senti dois dedos afoitos massagearem minha intimidade por cima da roupa e pressionarem meu clítoris com força

 

Luna: Mat..teo [gemi]
 

Matteo: Agora pode gemer o quanto quiser. [murmurou roucamente] Amo te ouvir gemer
 

Luna: Hãm [dessa vez foi de proposito]   

Matteo voltou a me beijar, agora com mais intensidade que da outra vez, pressionando seu quadril contra mim. Abri mais as pernas mantendo-o entre elas, e puxei sua camisa para cima, tentando tira-la. Ele se curvou para me ajudar e consegui

 

Matteo: Dessa vez não vai aparecer ninguém pra atrapalha, né?
 

Luna [neguei com a cabeça]: Ámbar vai dormir na casa de uma amiga da faculdade, estou sozinha esta noite
 

Matteo: Não está mais [ele sorriu com malicia e beijou meu pescoço]

Quando estou perto do Matteo sinto como se existissem borboletas na minha barriga, meu coração acelera e perco totalmente o controle sobre minhas ações. Esse homem me tira do sério e me leva as nuvens ao mesmo tempo. 

Seus beijos se transformaram em chupões na minha pele. Gemi com cada um. Seus lábios fizeram um caminho de beijos, lambidas, chupões, e mordidas do meu pescoço até meu short. Matteo se sentou em cima de suas pernas para tirar meu short juntamente com a calcinha. E mais uma vez estou eu nua para ele. Matteo abriu ainda mais minhas pernas com uma mão, depois pressionou minha intimidade com a outra. Gritei

 

Luna: Matteo! [gemi-gritei] 
 

Matteo: Não sabe o quanto quis fazer isso, Luna [fala me penetrando com um dedo, me contorci]

Começou com um movimento lento e preciso. Gemi me contorcendo enquanto fexei os olhos. Senti quando um segundo dedo entrou acompanhando o mesmo ritmo.    

O que estou fazendo? Não posso transar com ele, o Matteo tem namorada, não é certo. Eu não gosto da Cabelo de Salsicha, mas não é certo fazer isso com ela. Se os dois estão namorando é porquê o Matteo gosta da Candelária, né?... Cala boca! Não quero me importar com os problemas agora, só quero senti-lo, ama-lo, tê-lo para mim, mesmo que seja só por essa noite. E daí se amanhã tudo mudar? E daí se a Cabelo de Salsicha descobrir? E daí? Só quero ama-lo. Mesmo que seja só por essa noite, quero estar nos braços dele

Senti quando Matteo acelerou os movimentos e gritei seu nome três vezes. Logo os dedos foram substituídos por uma linguá feroz fazendo movimentos circulares, pressionando meu clítoris, me chupando sem dó. Não aguentei e gozei em sua boca, murmurando coisas sem sentido.

Ele parou o que estava fazendo só para ficar me assistindo, então nossos olhares se cruzarão. Meu coração saio pela boca igual desenho animado

 

Matteo: Não sebe o quanto esperei esse momento

Me levantei e o beijei, empurrando-o para deita-lo na cama. Fiquei por cima o encarando de perto, sentindo meu coração bater na velocidade da luz

 

Luna: Você é incrível [um pouco ofegante]
 

Matteo [sorri]: Achei que eu fosse um "idiota" [brinca]
 

Luna: E você é, um idiota incrível [sorri com malicia e ele também]

Voltei a beija-lo passando as mãos pelos seus braços fortes, apertando cada músculo perfeito que ele tem. Como é possível que ele seja tão perfeito? Desci os beijos para seu pescoço dando uma mordidinha de leve. Escutei-o gemer roucamente. Estremeci

Continuei descendo pelo seu peitoral definido, onde fiz uma trilha de arranhões até seu umbigo. Ouvindo-o gemer falhamente quando minha boca passou por cima da trilha feita por minhas unhas. Lambi cada gominho desenhado perfeitamente naquele abdomen trincado, até chegar no seu short. Retirei-o sem esperar um segundo

Vi uma grande protuberância marcada na cueca e fiquei hipnotizada. Não é possível que além de ter um copor maravilho, cheio de músculos bem definidos, e um rosto lindo, digno de príncipe encantado de conto de fadas, esse homem também é bem dotado! Ele vai me enlouquecer! É gostoso de mais! Retirei o último pano que me impedia de vê-lo como veio ao mundo [não exatamente como veio ao mundo porque tenho certeza ele deve ter crescido bastante de lá pra cá] e babei vendo um pau duro e enorme apontado para o teto do quarto 

 

Matteo: Gosta do que vê? [me encara com malicia]
 

Luna: Não sabe o quanto 

Falei sem pensar, só para mim, saio mais como um murmuro bem baixinho. Será que ele ouviu? Acho que sim porque sorriu com cara de safado me comendo com os olhos. Morri

Não pensei duas vezes antes de segurar aquilo com as duas mãos, mansturbando-o lentamente. Ouvindo-o gemer meu nome, e olhei em seus olhos, ficamos nos olhando enquanto eu fazia tudo o que queria. Fui com bastante calma, subindo e descendo tranquilamente [por fora, porque por dentro estava louca para tê-lo de uma vez], sentindo-o pulçar nas minhas mãos. Depois de um tempo aumentei a velocidade usando uma mão só. Seus gemidos aumentarão também. 

Não aguento mais esperar! Me sentei em seu colo com as penas abertas em volta da sua cintura, encaixando nossos sexos. Gememos juntos com o contato. Ele é muito grande, tive que recebe-lo devagar, e aos poucos para não me machucar. 

Meu corpo precisou disponibilizar de mais elasticidade para tê-lo por completo. No começo até doeu um pouco, o Matteo é realmente muito grande. Mas depois de uns minutos, finalmente, senti que minha pele atingiu a elasticidade necessária para conte-lo dentro de mim sem me causar dor, apenas MUITO prazer

Esperei tanto para estar em seus braços que agora não quero sair deles nunca mais. Sentir seu membro me invadindo é tão maravilhoso que ainda não inventarão palavras suficientes para descrever a sensação da sua pele em contato com a minha

Comecei a subir e descer em cima dele ora com mais velocidade, ora com menos. Ditei o ritmo, fiz o que quis. Meus olhos ficarão presos a ele durante todo o tempo. Ficamos nos olhando sem pausas. Meu coração batia em uma velocidade inacreditável, de um jeito que só o Matteo consegue me deixar.

Até que o ele segurou minha cintura com força ditando o ritmo das investidas. Me fazendo subir e descer bem rápido. Nossos lábios foram colados diversas fezes, trazendo beijos intensos e apaixonados. Senti cada sentímetro da sua grandiosidade dentro de mim, e gemi cada vez mais

Depois de vários minutos de cavalgadas e beijos intensos, Matteo mudou nossas posições me deitando na cama, ficando por cima agora. Começou com um ritmo mais rápido ainda, me fazendo gemer mais e mais. Ouvi vários ofegos vindo dele. Nossos olhos não se desgrudarão, até que ele mergulhou sua cabeça no meu pescoço. Vi estrelinhas quando o ritmo aumentou ainda mais. Não consegui entender como ele conseguiu ir tão rápido. Não entendo nada de Exatas, mas não achei que a Física permitisse isso

Cravei minhas unhas em seus braços fortes e nas suas costas largas, ouvindo um urro de prazer vindo dele. Grite quando senti seus lábios chuparem meu pescoço com força. Gozei intensamente, cansada, acabada, e mole em baixo dele. Matteo continuou por um tempo antes de chegar ao seu límite também. Deitou ao meu lado ainda ofegante e me olhou nos olhos

 

Matteo: Você me enlouquece
 

Luna: E você a mim

Nos cobrimos com o lençol e ele me puxou para deitar em seu peitoral, fui. Matteo ficou fazendo carinho no meu cabelo por um tempo, enquanto eu alisava seu outro braço. Ficamos assim por incontáveis minutos; calados, e quietos, apenas curtindo a presença um do outro. Foi magico. Meus lábios foram tomados por um grande sorriso, não consigo ver seu rosto, mas acho que ele também. Ficar em seus braços é a melhor coisa do mundo para mim, é magico, perfeito, único... indescritível

Matteo: Não entendo porquê brigamos tanto [falou ainda fazendo carinho no meu cabelo]

Luna: Porque nós não nos suportamos, você é insuportável [brinquei]

Matteo: E você é um doce de pessoa [brincou irônico] 

Eu ri vendo que a gente não se dá bem, mesmo assim gostamos de estar juntos. Que doideira. Quando estamos perto brigamos e quando estamos longe sentimos falta. Me inclino para olhar em seus olhos e responder

Luna: Nós poderíamos tentar conviver melhor

Matteo: Podemos tentar [coloca uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha] Não gosto de ficar longe de você

Luna: Nem eu de você [sorri e ele também]

Matteo me puxou delicadamente para um beijo calmo, lento, e cheio de sentimentos. Nossas lingas dançaram Valsa com esse beijo tão doce, e tão terno, eu queria que durasse para sempre

Luna: Mas e a Cande?

Matteo: Não vamos falar nela? [pede] Só quero ficar com você agora, não quero me pensar em nada 

Luna: Então não pense

Matteo: Parei de pensar desde que sai da minha casa para vir até aqui, e não quero voltar a penar. Só quero ficar com você

Ele me abraçou fazendo-me deitar em seu peitoral de novo. Me senti tão relaxada, tão aconchegada, tão protegida, e tão a vontade em seus braços que o sono chegou, fazendo-me perceber que eu estou acabada, cansada, e esgotada

Luna: Eu te amo

Foi a última coisa que eu disse antes de adormecer. Eu nem percebi o que falei, isso foi um murmuro sonolento, saio sem querer. Senti suas mãos fazendo carinho no meu cabelo e no rosto. Acho que ouvi ele sussurrando de volta um "Eu também", mas não tenho certeza se ouvi ele dizer ou se eu sonhei. Só sei que senti um beijo no topo da minha cabeça antes de entrar em sono profundo

 

 


Notas Finais


E ai? Oq acharam??? Mereço comentários????
Finalmente um hot Lutteo <3
Pessoas se vcs leram o hot, vcs perceberam q eles n usaram camisinha? Poise, eles n usaram kkkk
Mereço comentários?????
Não sei quando vou postar o próximo cap
Pessoas quanto mais comentários, menos eu demoro pra postar ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...