História A Qualquer Preço - Imagine JungKook (BTS) - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine Jungkook, Jungkook, Originais, Taehyung, Você
Visualizações 1.652
Palavras 1.035
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGUEI aaaaaaa, eai como vcs estão? Eu estou bem feliz, dia 19 agora teremos BTS no Ama´s, oq me deixou bastante feliz, já que eu tbm sou fã de A-Pop, sei bem como funciona para ser "selecionado" para ter uma performasse lá! MAS, NÃO PODEMOS DEIXAR DE VOTAR NO MAMA, já votam hoje?! Se não, O QUE VC ESTÁ ESPERANDO?! Se sim, meus parabéns, VAI VOTAR MAIS! É isso flores. BOA LEITURA!

Capítulo 28 - Anny


Fanfic / Fanfiction A Qualquer Preço - Imagine JungKook (BTS) - Capítulo 28 - Anny

(S/N) P.O.V.

Ligação On

-O que você acha? Eu devo perdoá-lo? Isso aconteceu faz alguns dias e ainda estou pensando se eu perdôo

-Acho, claro que sim! JungKook mesmo sendo um galinha, acredito que você pode mudá-lo -MinHee diz

-Sério? Ajudou-me muito... Vai ser muito fácil mudar a mente de JungKook

-Não seja pessimista

-Nada, bem eu tenho que ir, vou para o Ballet

-Tudo bem, tchau!

Ligação Off

 

Pego a minha bolsa e saio correndo. Assim que chego, troco de roupa e vou para a sala, lá vejo muitos bailarinos e bailarinas, e uma delas era a Anny, para pode escutar o que a professora dizia, me aproximo, ficando ao lado de Piter:

-Bem, como todos sabem a competição de dança já é daqui poucos dias e será no teatro onde já estávamos ensaiando. Eu só quero dizer que, quem ganhar não fique se esnobando para ninguém, porque todos aqui são bons, na hora será sorte mesmo, porque todos têm capacidade! Bem, vamos começar a aula, quero todo mundo se alongando

-Com licença inútil! -Anny me empurra, desta vez passa... Eu só queria saber o que ela está fazendo aqui, hoje não é dia da aula dela...

 

(...)

 

-Liberados! -vou ao banheiro e troco de roupa

-Tchau professora! -me despeço dela e saio, já lá fora vejo o JungKook me esperando encostado em seu carro. Caminhando até ele, escuto Anny gritando:

-Vai de novo com ele?! Está rolando alguma coisa ai! Está dando para ele?! -me viro e vou em direção a ela na intenção de batê-la, mas a minha mão é segurada

-Me solta! JungKook, ela está me ofendendo!

-Não importa, vamos para casa! -ele me arrasta para o carro e antes que ele desse partida escuto ela gritando novamente:

-Lisa não irá gostar nada disto! -suspiro

O caminho até a minha casa foi silenciosa, aliás, eu ainda estava “brava” com ele e estás falas de Anny não me atingiram, mas me assustaram, assim como assustaram o JungKook, ela não tem esse direito de falar coisas falsas sobre mim e ele. Minutos depois, finalmente chegamos na minha casa:

-Obrigada JungKook... -suspiro- Não precisa me buscar sempre, eu venho para casa a pé super tranquila

-(S/N), depois a gente fala sobre isso, mas eu sempre irei te buscar lá a partir de hoje

-Eu ainda estou brava com você!

-Sei... -ele sorri de canto e eu não consigo conter o sorriso

-Bem, obrigada. Tchau! -desço do carro e vou até ao meu irmão

 

(...)

 

Finalmente fim de semana! Minha vida está muito corrida, então ando muito cansada, finais de semana estão sendo uma alegria para mim.

Neste momento estou fazendo brigadeiro, acabei de almoçar e já estou com fome de doce. Assim que termino de prepará-lo, levo até a sala, lá vejo Taehyung descendo as escadas com duas malas:

-Aonde você vai? -pergunto preocupada

-Terei que viajar com o Sr. Jeon de novo. -ele suspira- Eu não queria ter que te deixar sozinha, mas essa viagem é urgente

-Tudo bem... Você irá demorar? -vou até ele

-Não sei até quando eu vou ficar fora -ele me abraça

-OK -vou até a porta com ele

-Eu acho que o JungKook irá trazer a Jisoo aqui hoje -ele diz colocando as malas no porta malas

-Estou com saudades dela

-E eu ficarei com saudades de você -ele me abraça novamente

-Eu também

-Bem, vou indo, se não tenho a chance vou pegar a estrada de noite

-Tudo bem, faça uma boa viajem -ele entra no carro e da partida

Entro em casa e começo arrumar algumas coisas, se a Jisoo realmente vier, quero que tudo esteja agradável. Vou até o meu quarto e coloco uma roupa comportada e quentinha, eu não entendo Seul, uma hora faz muito frio e outra hora um calor daqueles.

Desço as escadas e escuto a capainha, vou até a porta, a abrindo:

-Piter?! -falo surpresa

-(S/N)! E-Eu estava passando aqui perto e decidi dar uma passadinha aqui para te visitar

-Mas eu nunca te passei o meu endereço -o olho estranho

-Claro que passou. -não sei não... - Posso entrar?

-B-Bem, eu estou esperando alguém e...

-Vai ser rapidinho, eu gosto da sua companhia (S/N) -ele fala manhoso

-Entra. -sorrio para ele e o mesmo entra em casa e se senta no sofá e eu logo depois- Quer alguma coisa para beber ou para comer?

-Quero -ele responde e faz uma cara que eu não reconheço, MinHee diria maliciosa, mas acho que não

-O que?

-Pode deixar, mais tarde eu como

-Tudo bem -olho para os lados, esse silêncio está me incomodando

-Quem você está esperando? -engulo seco com a sua pergunta

-É... -a campainha é escutada, mil vezes merda

O que eu faço agora? JungKook também estará com a Jisoo, e ele e Piter não se dão bem, não sei o porque de não serem amigos e sim se odiarem. Eu não quero briga agora, principalmente com a Jisoo por perto. O que eu faço? Não tem o que fazer! Terei que arcar com as consequências!

Vou até a porta e a abro:

-Jisoo! -ela me abraça forte- Eu estava com muitas saudades!

-Eu também (S/N)! Mas agora eu estou na escola, então eu não estou tendo tempo livre e juntou com as aulas de Ballet! -ela diz toda empolgada sobre a sua nova rotina “complicada”

-Você tem que me contar tudo! Entra! -a pequena entra- JungKook...

-Boa tarde (S/N). -ele sorri e eu me seguro demais para não fazer o mesmo- Como você deve saber, o meu pai viajou e a Yuno não pode trabalhar como babá hoje, posso deixar Jisoo aqui, por algumas horas?

-Claro, sem problemas

-Quanto você vai querer pelo trabalho?

-Não! Eu não vou querer nenhum dinheiro, hoje não será dia de um trabalho de babá, vai ser mais como uma irmã mais velha e uma irmã mais nova -sorrio sem mostrar os dentes

-Por isso que eu gosto de você. -tento não demonstrar vergonha, mas é impossível- Posso entrar?

-Bem...

-Obrigado. -ele vai entrando e escuto seus passos indo em direção a sala, fecho os meus olhos, os apertando o máximo possível. Suspiro e me viro para eles, os dois se olhavam- Piter...

-JungKook...


Notas Finais


Ta pegando fogo minha gente! Espero que tenham gostado, desculpe qualquer erro ortográfico, fui! Não se esqueça de deixar o seu comentário ai!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...