História A queda de um deus - Capítulo 25


Escrita por: e RudyBlue

Postado
Categorias Mitologia Nórdica
Personagens Personagens Originais
Tags Deus Da Destruição, Deuses, Mitologia Nórdica
Visualizações 6
Palavras 595
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Magia, Misticismo, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 25 - Um grande deserto


"Eu n sei se será boa ideia sobir a montanha." Disse Gálio. "Patrisha tinhas dito q aquilo estava completamente abandono?" 

"Sim porque?" Perguntou ela.

"Sinto movimento lá em cima, provavelmente é um bandido, mas para ir para lá sozinho é louco ou é muito forte." Disse Gálio.

"Não iremos lá agora, só iremos quando voltarmos." Respondi.

"Mas onde que raios vamos agora?" Reclamou Nossy.

"Vamos ao deserto procura da gruta de Malchis, que é onde está Luna." Disse Patrisha. "Mas eu ainda não comi nada."

"Depois arranjamos te alguma coisa para comer." Disse eu.

Passaram se horas, já era noite e mal víamos o deserto lá no fundo.

"Já chegamos?" Perguntou Nossy pela 374° vez.

"Ainda não." Respondemos todos outra vez.

Finalmente conseguimos permanecer dois segundos em cilencio até que. "Já chegamos?"

Hélia rápidamente entra no seu modo normal(gigante) e agarra Nossy com toda a força e atira-o em direção do deserto. "Já chegas-te!!!"

Rápidamente todos aplaudiram Hélia, então ela teve a ideia de nos colocar na borada da sua armadura (no top metálico, perto dos seios), começando a correr até ao deserto.

Aurora começa a comparar o tamanho dos seus seios aos de Hélia, até que repara q tem os mais pequenos na equipa inteira, mas repara uma coisa estranha na gigante, tinha ums arranhões no peito sobre os seios. "Helia, notei que estás arranhada, oq aconteceu?"

Rápidamente eu e Hélia ficamos vermelho, porque eu tinha lhe passado a mão direita (naquele alto tinha a irá ativada) sobre o peito dorante aquela noite.

"Isso n-nao foi na-nada." Disse Hélia gaguejando bastante corada.

Nossy começou a rir porque rapidamente entendeu o porque daquelas marcas(todos os deutses nórdicos tendem a deixar uma marca nas mulheres[no caso de Thor fazia com q se notassem as veias no braço direito])(Nossy consegue ouvir a distância).

Quando chegamos perto de Nossy ou seja as portas do deserto ele estava deitado no chão a rir.

"Qual é a graça Nossy?" Perguntou Cabir.

"Nada não." Disse Nossy limpando as lágrimas do rosto. "Então agora onde é a gruta?"

"Vamos ter de fazer por grupos, três vão andar e o resto monta um acampamento." Explicou Patrisha. "Como o Airoon precisa de achar Luna ele vai, eu tenho a chave e a Angle sabe o caminho."

"Eu eu quero ir." Disse Hélia para não me deixar sozinha com elas.

"Tem calma, ficas aqui a ajudar a por as coisas, nós voltamos ainda está noite." Disse para a relaxar.

Então partimos os três em direção do deserto.

"Para q lado fica a gruta de Malchis Patrisha?" Perguntei.

"Fica  no meio do deserto e só pode ser acessado por um desfiladeiro." Disse.

"Está muito quente preciso de me molhar (o poder dela é controlo de portais)." Disse enquanto abria um protal sobre ela, de onde caía água. "Também querem?" Fez o mesmo sobre as nossas cabeças.

"Obrigada." Disse eu e Patrisha em coro.

Passou-se bastente tempo e já víamos o penhasco, mas  já estava a escurecer.

"Acham boa ideia dormir na gruta está noite." Disse Angle

"Lá dentro tem um golem a proteger a estátua, acho que lutar n é boa ideia lutar com ele." Disse Patrisha.

Eu n conseguia pensar, mesmo com a minha irmã petrificada eu senti uma vibração agradável q saia do precipício. "Lutamos e passamos lá a noite."

"Então não preciso de perguntar se vêm hj." Disse um espectro do Nossy. "Se eu fosse a vocês despachavam se a Hélia quer matar o Gálio e ele já a conseguiu ferir."

"Nossy tu estás no comando, faz como eu se não te ouvirem derruba os, tu nem precisas de ativar a primeira forma que já es mais forte." Disse esplicando.

Então o espectro desapareceu.

Então Angel retirou três cordas e prendeu as no chão. "Só falta entrar." 


Notas Finais


O mais comico deste capítulo é que eu estou perto de um deserto na vida real


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...