História After the Storm - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Cristiano Ronaldo, Marcelo Vieira, Sergio Ramos, Toni Kroos
Personagens Toni Kroos
Tags Real Madrid, Romance, Toni Kroos
Visualizações 451
Palavras 1.812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Postando no meio do jogo Inglaterra x Alemanha, porque eu to nervosa e preciso me acalmar. Sou do tipo que fica nervosa até em amistosos kkkkk.

Boa leitura!!

Capítulo 22 - Comemoração


Fanfic / Fanfiction After the Storm - Capítulo 22 - Comemoração

 Algumas semanas se passaram, minha relação com o Toni estava ficando cada vez mais forte e isso me deixava muito feliz. Estávamos juntos há pouco mais de três meses, mas parece que nos conhecemos a anos, porque quando estou com ele me sinto extremamente confortável, nós somos parceiros e acho que é por isso que nossa relação está tão firme em tão pouco tempo.

 O Real Madrid se classificou para a final da Champions League pelo segundo ano consecutivo e eu iria viajar para Cardiff com o Luca e a família Vieira para assistir.

 Durante todo nosso voo para o País de Gales, Enzo e Luca não pararam de falar o quão ansioso eles estavam e que achavam que o time merengue ganharia de goleada. Já Toni não tinha tanta certeza assim, conversei bastante com ele e ele estava bem inseguro, me disse que a Juventus estava muito bem esse ano e tinha grandes chances. Eu, como uma boa namorada, o incentivei bastante e disse para ele relaxar, porque ficar pensando negativo só pioraria as coisas.

 Assim que pisamos em solo galês, fomos rapidamente para o hotel que passaríamos a noite, guardamos nossas malas, comemos alguma coisa e logo fomos para o estádio assistir à cerimônia de abertura da final. A banda Black Eyed Peas fez uma apresentação super contagiante e isso deu uma aliviada na tensão, porém por pouco tempo, porque quando os jogadores entraram em campo, novamente todos os torcedores ficaram extremamente nervosos.

 O jogo começou com muita pressão da Juve, mas em uma jogada iniciada pelo Toni aos 20 minutos, Cristiano Ronaldo abriu o placar e pediu calma aos companheiros, porque todos estavam muito ansiosos. A festa dos madridistas não durou muito tempo, pois logo Mandzukic fez um golaço, na verdade chamar de golaço ainda é insulto, aquilo foi uma obra de arte. O resto do primeiro tempo seguiu pegado e teve três cartões amarelos. 

 O segundo tempo começou como o final do primeiro e aos 8 minutos, Toni levou um cartão por uma entrada dura. O Real Madrid começou a criar mais chances que no primeiro tempo e fez dois gols seguidos. Isso deixou os jogadores do outro time desesperados e eles queriam fazer qualquer coisa para reverter essa situação, por esse motivo vários cartões amarelos começaram a ser distribuídos para os jogadores da Juve e um deles até foi expulso.

 Aos 44 minutos do segundo tempo Toni foi substituído, logo saiu mais um gol do Ansesio e o joga acabou. Fim de jogo Real Madrid 4 - 1 Juventus. Luca e Enzo parecia que iam explodir de tanta felicidade do meu lado, era uma cena engraçada de se ver 

 Como nós estávamos junto com as outras famílias dos jogadores, estávamos bem perto do campo e o Toni veio comemorar me dando um beijo de tirar o fôlego.

 - Parabéns, meu amor! Eu te amo! - Me afundei em seus braços. Ele estava todo suado, mas não importava, eu só queria abraçá-lo e nunca mais soltá-lo.

 - Eu também te amo, muito! - Beijou minha testa e logo nos separamos para ele cumprimentar o Luca.

 Toni não pode ficar muito tempo ali, teve que ir pegar sua medalha e levantar a taça com o time. Mas, logo nós entramos no campo e pudemos aproveitar toda aquela festa com ele. Tiramos diversas fotos com a taça, rimos muito atoa e trocamos alguns beijos, que foram registrados pelos fotógrafos.

 - Você vai comigo na festa de comemoração, né? - Toni perguntou. Ele estava me abraçando de lado enquanto observávamos Enzo e Luca correndo pelo campo, aqueles dois tinham se tornado inseparáveis. Marcelo e Clarice estavam com a gente.

 - Não sei se vai dar, tenho que ficar com o Luca, ele não pode passar um noite sozinho.

 - Desculpa a intromissão, mas se você quiser, o Luca pode ficar com o Enzo e com o Liam. Eu contratei uma babá para ficar com eles para poder aproveitar a noite de comemoração. - Clarice sugeriu e era uma proposta irrecusável, então aceitei.

 Como eu iria nessa festa com o Toni, logo fui para o hotel para poder me arrumar. Para a minha sorte, eu levei um vestido formal para caso algo do tipo ocorresse. Tomei um banho bem relaxante, coloquei uma lingerie bem sexy, passei uma maquiagem bem linda e coloquei minha roupa. Era um vestido vermelho com algumas pedrinhas douradas na lateral e um sapato preto não muito alto.

 Enquanto eu me arrumava para a festa, o Luca organizou suas coisas para ir dormir no quarto com os meninos e começou a assistir televisão depois.

 - Estou bonita? - Perguntei dando uma voltinha, assim que terminei de colocar o último acessório.

 - Está uma princesa, mas por que você demora tanto? - Bufou.

 - Acho melhor você já ir se acostumando, porque um dia você vai ter uma namorada e vai ter que esperá-la se arrumar varias vezes. 

 - Então eu nunca vou querer uma namorada. - Respondeu com cara de decepcionado e eu ri.

 Peguei meu celular e vi que tinham inúmeras mensagens do Toni avisando que ele já estava na festa, que estava acontecendo no hotel mesmo. Então, deixei o Luca com os meninos e fui para lá.

 Mandei uma mensagem avisando que estava chegando e ele foi me encontrar na entrada. Toni estava lindo com uma calça escura e uma camisa social branca dobrada até o cotovelo deixando suas tatuagens a mostra. Por eu estar de salto estávamos exatamente da mesma altura.

 - Você está deslumbrante! - Me deu um selinho e pude sentir seu perfume amadeirado invadir minhas narinas.

 - Você também está lindo e extremamente cheiroso.

 - Obrigado! 

 Entramos no local e fomos sentar junto com Marcelo e Clarisse. Ficamos conversando sobre diversos assuntos até que começou a tocar uma música, que parecia ser brasileira, e Clarice me puxou para ir dançar com ela.

 Como eu já tinha bebido um pouco, estava bem “alegre” e comecei a rebolar com ela ao som da música sem me importar com o resto das pessoas, minha timidez tinha ido embora. Percebi que o Toni estava com seu olhar fixo em mim e fui dançar na frente dele. Comecei a dançar sensualmente e ele começou a respirar pesadamente.

 - Amor... - Não conseguiu terminar a frase, sua voz estava pesada. Olhei para a sua calça e pude notar um volume bem aparente, por sorte ninguém estava prestando atenção em nós.

 - Vamos embora! - Sorri maliciosa e peguei sua mão para ajudá-lo a se levantar.

 Fomos até o meu quarto transbordando desejo, suas mãos estavam na minha cintura e ele ficava distribuindo beijos pela minha nuca. Para nossa sorte já era tarde, então os corredores do hotel estavam vazios.

 Assim que chegamos no meu quarto, Toni já me encostou na parede e começou a me beijar intensamente. Desceu para o meu pescoço, abaixou um pouco o decote do meu vestido e distribuiu beijos e chupões ali.

 Seu membro estava pulsante e pedindo para ser libertado da sua calça, então o empurrei para a parede, invertendo nossas posições, e fui abrindo todos os botões da sua camisa. Ao terminar de fazer isso passei minhas mãos em sua barriga, desci um pouco para retirar seu cinto e jogá-lo em algum lugar do quarto.

 Me ajoelhei em sua frente e antes mesmo de eu abrir sua calça, Toni já levou uma de suas mãos para o meu cabelo. Assim que abaixei sua cueca, seu membro saltou e eu logo abocanhei tirando um gemido alto do Toni. Comecei com alguns movimentos lentos, indo até a base e tirando da boca, mas logo acelerei e ele me ajudou empurrando um pouco minha cabeça.

 - Amor... acho que... não vou aguentar muito tempo. - Falou pausadamente e eu acelerei meus movimentos, logo sentindo seu líquido ser jorrado na minha boca. Engoli tudo, em seguida Toni me pegou no colo, abriu o zíper do meu vestido e me jogou na cama. Ele estava apenas com sua camisa social e eu ainda estava praticamente vestida, meu vestido estava apenas com o decote abaixado deixando meus seios à mostra. Toni logo resolveu isso e jogou meu vestido em qualquer lugar do quarto. 

 Ele começou a fazer uma trilha de beijos molhados do meu seio até a minha barriga e eu mordia meus lábios para conter meus gemidos. Quando senti o seu toque nas minhas coxas e logo sua língua indo de encontro a minha intimidade, foi impossível me conter e acabei gemendo seu nome alto. Ele ficou mais animado com isso e se divertiu bastante no local, não demorou muito para me fazer ter meu primeiro orgasmo da noite.

 - Você é maravilhosa, eu te amo! - Falou subindo em cima de mim para me dar um beijo meio desesperado e logo senti seu membro invadir minha intimidade de uma vez só.

 Seus movimentos começaram lentos, mas logo ficaram mais intensos. Trocamos de posição, eu comecei a cavalgar em seu membro e não demorou muito para que chegássemos ao nosso ápice. Me joguei exausta do seu lado, tentando normalizar minha respiração e quando finalmente conseguimos, Toni me chamou para tomar um banho e lá rolou o segundo round.

 

 Acordei no dia seguinte com o som do meu despertador, olhei para o lado e Toni já não estava mais do meu lado, mas ele havia deixado um bilhete no seu travesseiro.

 “Não queria sair sem me despedir, mas você estava dormindo tão profundamente que não quis te acordar. Como você sabe tive que ir para Madrid comemorar o título com os torcedores, mas a noite vai ter uma outra comemoração e espero te ver no Santiago Bernabéu com o Luca, ambos usando a minha camisa. Beijos, te amo xo!” 

 Sorri ao ver seu bilhete e me joguei mais um pouco na cama, no lado que o Toni dormiu para sentir seu cheiro que estava impregnado no lençol. 

 Assim que tomei coragem, levantei e fui tomar um banho, porque em menos de três horas eu teria que embarcar em um voo para Madrid.

 Me arrumei bem rápido, organizei minhas coisas e fui pegar o Luca. Quando cheguei no quarto dos meninos, eles já estavam prontos e já tinham tomado café com a babá, só estavam esperando eu e Clarice para irmos embora.

 - Bom dia, meninos! - Beijei a bochecha de cada um deles e peguei o pequeno Liam no colo. Logo a babá foi embora, pois já tinha dado o horário dela e a Clarice estava atrasada. Fiquei no quarto com os meninos até ela chegar e depois fomos para o aeroporto.

 

 Quando chegamos em casa, Luca foi para o quintal jogar futebol e eu fui arrumar nossas malas, porque na manhã seguinte iríamos para a Grécia com o Toni passar as férias de verão. Eu estava extremamente ansiosa com essa viagem, porque seria a nossa primeira viagem juntos.

 

 


Notas Finais


Eu disse que não sei escrever hot, mas pelo menos eu tentei. Espero que tenham gostado do capítulo!

Comentem o que vocês acharam, estou sentindo falta do comentário de vocês.

x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...