1. Spirit Fanfics >
  2. Amar de verdade >
  3. País da Chuva

História Amar de verdade - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Quase lá

Capítulo 13 - País da Chuva


Sakura estava saindo do banheiro enrolada com toalhas, abriu o guarda roupa e viu que Sai se lembrou de deixar sua roupa de Jounin alí. Então a vestiu e organizou seu equipamento de batalha e colocou seus sapatos. Desceu as escadas enquanto penteava seus cabelos, após terminar, largou o pente que usará na bancada mais próxima e foi buscar as panquecas de Sai na geladeira, esquentando-as no fogão.

– BOM DIAAAAAAAAAAAAA. – Sakura  se assusta ao ouvir alguém gritar na sua porta tão cedo, era a voz de Naruto o que não era de se surpreender.

Assim que Sakura abriu a porta Sai estava de braços cruzados a esperando já Naruto estava olhando pra cima na esperança de ver a mesma surgir na janela de seu quarto, mas a esperança desapareceu quando ela puxou a orelha do mesmo.

– Você é louco !? Não grite assim tão cedo ! Vai incomodar os vizinhos ! – Sakura diz.

– Eu avisei que ela já estava acordada, Naruto... – Sai olha para o loiro.

Naruto simplesmente ignora Sai e o fato de que a garota estava segurando sua orelha e beija a testa de Sakura.

– Desculpa, então vou ser menos escandaloso, bom dia... – Naruto sorri mostrando que estava claramente apaixonado.

O coração de Sakura perdeu a linha e começou a bater mais rápido ao ver aquele sorriso dele, e seu rosto mostrou isso enrrubecendo suas bochechas.

– Já começaram tão cedo ? – Sai interrompe o momento. – Cuidado, não somos as únicas pessoas acordadas na Rua nesse momento.

Ao ouvir as palavras de Sai, a garota volta para a realidade, e solta a orelha de Naruto.

– Só falta eu comer para irmos, aliás, obrigada pelas panquecas, Sai. – Sakura agradece ao moreno que dá mais um de seus sorrisos artificiais.

– Era o minimo que eu poderia fazer depois de ter lhe colocado em encrenca. – Sai responde.

– Ei, o que vocês andaram fazendo noite passada ? – Naruto pergunta cerrando os olhos.

– Nada demais. – Sai lança um sorriso um pouco mais debochado para Naruto.

– ESCUTA AQUI SEU.... – Sai interrompe a fala de Naruto com um aviso.

– Sakura, você deixou algo no fogo ? – Sai aponta para trás de Sakura.

Quando a garota vira percebe que havia fumaça preta saindo de sua casa.

– Ah não... – a mesma murmurou.

Entrou correndo dentro de casa e percebeu que havia esquecido suas panquecas no fogo e agora estavam queimadas.

Naruto e Sai entraram em seguida e perceberam que a rosada havia queimado seu café da manhã.

– Aí meu Deus, por que eu estou tão desajeitada ultimamente ? – Sakura fica cabisbaixa.

– Tudo bem, eu tenho alguns suprimentos aqui, você pode ir comendo durante o caminho, e quando chegarmos no País da Chuva você pode comer algo melhor, o que acha ? – Naruto pergunta.

– Por mim tudo bem, obrigada Naruto. – Sakura agradeceu.

– Então vamos indo ? – Sai perguntou.

– Vamos. – Sakura respondeu.

                            _°•*•°_

Os três estavam no portão de Konoha, se despedindo dos amigos, o Kakashi- Hokage-Sensei também compareceu para dar adeus a Sakura.

Ino, Tenten, Rock Lee, Temari e Shikamaru estavam conversando com Sai e Sakura.

– Nem acredito que você já vai, foi tão pouco tempo, por quê vai tão cedo ? – Temari pergunta.

– Bom... Eu ainda tenho coisas para resolver em Suna. – Sakura responde – Apesar do tempo ser curto, deu tempo de matar a saudade de vocês, não sei se vai demorar muito ao voltarmos a nos ver, mas tudo indica que sim, então eu só quero dizer que vou sentir muita falta, mas minha vida em Suna agora. – Sakura fala fazendo Rock Lee lacrimejar.

– Espero que tenha uma ótima vida Sakura-chan ! Eu sei que você encontrará sua felicidade, pois você tem o espírito da juventude ! – Rock Lee diz contendo suas lágrimas.

– Concordo com o Lee, eu sei que você ainda tem muito o que crescer em Suna, então boa sorte. – Ino abraçou Sakura.

– Tenho que admitir, as coisas em Konoha ficam bem mais animadas com você aqui. – Shikamaru completou.

– Ah gente, vocês são uns amores. – Sakura retribuiu o abraço de Ino e o resto do pessoal se juntou em um abraço coletivo.

Enquanto isso um pouco mais ao lado,  Naruto e Hinata conversavam a sós.

– Naruto-kun, tome cuidado por favor. – Hinata pediu com Boruto em seus braços.

– Tudo bem Hinata, tudo já está em paz e eu sei me cuidar bem, a dificuldade será cuidar daqueles dois. – Naruto sorri apontando para Sakura e Sai.

– Certo, aproveite o tempo no país da Chuva, sentiremos sua falta. – Hinata afirmou balançando um pouco Boruto.

– Obrigado Hinata. – Naruto sorriu para a garota e logo depois afagou os cabelos de seu filho.

No fundo Naruto ainda sentia uma certa culpa, e o seu filho só aumentava esse sentimento.

– Naruto ! Já vamos ! – Sai o chamou.

– Estou indo ! – Naruto gritou de volta.– Até daqui a um dia. – ele falou e deixou Hinata para trás.

                           _°•*•°_

Algum tempo se passou dês de que os três estavam andando, estavam no meio do caminho para o vilarejo do orvalho no país da Chuva. Sakura estva tomando algumas pílulas de suprimento que a mesma fez, pois de manhã só havia comido uma maçã e algumas bolachas de água e sal que Naruto havia trazido.

Naruto estava levemente incomodado, Sai havia o colocado naquela situação, obviamente não era ruim, mas o que ele faria para ficar a sós com a Sakura, afinal era literalmente o último dia juntos. Ele esperava que pelo menos Sai desse um pouco de espaço.

No fim da tarde eles chegaram ao vilarejo, estava tudo muito bonito, Naruto não conseguia parar de olhar para aquelas luzes que decoravam todas as ruas, as barracas de comidas e jogos sendo montadas, e as crianças vestidas com yukattas correndo pela rua, no final haveria uma chuva de fogos, o que ele mais queria era assistir os fogos com Sakura seria maravilhoso.

Os três procuraram por uma pousada, e Sai foi o primeiro a achar uma confortável para eles se hospedarem, então entraram e foram a recepção onde havia um senhorinha que aparentava ser muito simpática.

– Com licença, Senhora. – Sai a chamou.

– Oh, sim querido ? – A velhinha sorriu para os três.

– Dois quartos por favor, um para mim e o meu amigo e outro para a senhorita. – Sai aponta para Sakura.

Naruto ficou confuso, como assim ele e Sai ficariam no mesmo quarto ? Ele achou que cada um teria o seu quarto, ou pelo menos ele ficaria com Sakura.

– Certo – a senhora pegou duas chaves juntas, provavelmente quartos vizinhos. – Quanto tempo ficarão ?

– Apenas hoje, Obrigado. – Sai pegou as chaves e entregou uma certa quantia de dinheiro para a senhora.

Naruto ficou surpreso que mesmo a pousada sendo bonita e confortável não haviam muitas pessoas lá. Ele olhou para Sakura e pelo visto ela havia concordado com a idéia de Sai, pois não retrucou nem demonstrava alguma expressão de desacordo.

Assim a senhora explicou onde estavam os quartos para Sai, os três se dirigiram para tais, ficavam todos no 3° andar e quando chegaram lá, Sai explicou :

– Eu aluguei dois quartos mas o quarto de solteiro é meu. – Sai entrega a chave do quarto de casal para Naruto e o de solteiro para Sakura

– Então você vai ficar com o quarto da Sakura ? Por quê só não disse que eu e ela ficaríamos no mesmo quarto ? – Naruto perguntou.

– Idiota, você é um herói, obviamente muita gente te conhece, se alguém que soubesse que você é casado soubesse que você está dividindo o quarto com uma mulher ? – Sai perguntou deixando Naruto sem reação. – Ou seja, de dia eu ficarei no mesmo quarto que Naruto apenas até as outras pessoas irem para o festival, que será quando a Sakura poderá ir para o seu quarto sem que ninguém veja. – Naruto realmente ficou surpreso com o quanto Sai era inteligente.

– E-eu ficarei no mesmo quarto que o Naruto a noite ? – Sakura perguntou corada.

– Sim. – Sai respondeu com um sorriso malicioso.

Naruto corou extremamente, Sakura também, os dois se entre olharam e Sakura logo desviou o olhar por vergonha.

– Certo, agora eu  fico com isso. – Sai pegou a bagagem de Sakura. – Vamos Naruto ?

– C-certo. – Naruto acordou de seu transe. – Até mais tarde no festival Sakura-chan... – Naruto sorriu para a garota e logo virou seguindo para dentro do quarto.

– Até... – Sakura respondeu tarde demais.

                            _°•*•°_

Já eram 7:00 horas, as pessoas já estavam nas ruas comemorando, Sakura estava arrumando seu cabelo, já estava com sua Yukatta. Ela estava fazendo um coque e prendeu com a presilha que Naruto havia lhe dado, ela tinha o tirado da mala a um tempo.

– Sakura-chan, já está pronta ? – A voz de Naruto ecoava do lado de fora do quarto.

Sakura pós a presilha no cabelo e já estava completamente pronta.

– Sim ! Está destrancada pode abrir. – Sakura respondeu do lado de dentro.

Quando Naruto abriu a porta, foi que ele percebeu que em todos seus anos de vida, aquela era a coisa mais linda que ele havia visto, a mulher que ele amava estava linda como nunca. Os cabelos roseos presos num coque com a presilha que ele havia dado, uma Yukatta rosa com alguns detalhes verde, branco e laranja, e um batom claro e suave. O coração de Naruto disparou na hora, fazendo o mesmo ficar sem reação.

– Naruto ...? – Sakura o chamou.

– Você está tão linda ... – Naruto corado se aproximou um pouco.

Sakura também enrubeceu.

– O-obrigada, você também está lindo Naruto...  – Sakura havia percebido o modo desleixado que Naruto havia deixado sua Yukatta, aberta na frente mostrando grande parte de seu peito, ele não sabia se vestir mas estava provocando altos sentimentos assim.

– Sakura-chan, eu queira muito poder passar esse festival com você, é o nosso último dia então tem que ser totalmente especial, eu nem acredito que depois de hoje iremos cortar nossos laços, mas espero que saiba que mesmo depois de hoje, você vai ser sempre o amor da minha vida.... – Naruto falou segurando os ombros de Sakura e encostando suas testas.

Sakura estava tão feliz e tão triste, finalmente encontrou a felicidade no homem que ama, mas o destino não quis assim. Na cabeça dela se passavam mil maneiras de sair correndo dali com Naruto e fugir para morar com ele em alguma cidade esquecida, mas era impossível, então a única opção era falar as palavras que vieram automaticamente em sua cabeça.

– Naruto... Eu te amo, eu te amo muito ! Eu te amo demais eu não quero ter que deixar você de novo. – Lágrimas escorriam do rosto de Sakura, e Naruto se controlava para as dele não saírem rolando também.

Os dois se abraçaram e assim ficaram, apenas sentindo o cheiro e o carinho um do outro. Até que...

– Então pessoal ! Vamos ? – Sai entrou no quarto e se deparou com aquela cena, o que o fez se arrepender de ter entrado naquela hora.

– A-ah, sim, o festival, temos que ir... – Sakura se separou e enxugou as lágrimas.

Por mais que o Sai fosse acostumado e gostasse de cortar o clima, aquele realmente não era o momento, ele estava totalmente constrangido.

– Certo, vamos. – Naruto suspirou e passou a mão entre os cabelos.

Os três saíram de pousada e se dirigiram para o centro do vilariejo


Notas Finais


..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...