História Amor misterioso - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Alluka Zoldyck, Bonolenov, Chrollo Lucilfer, Feitan, Franklin, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Kalluto Zoldyck, Killua Zoldyck, Kortopi, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Nobunaga Hazama, Personagens Originais, Phinks, Shalnark, Shizuku
Tags Álcool, Amor, Assassino, Feitan, Genei Ryodan, Gravidez, Hot, Hunter X Hunter, Luta, May, Morte, Romance, Trupe Fantasma
Visualizações 79
Palavras 1.052
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus amores! Tudo bem? Espero que sim. Eu sinto muito pela minha demora, mas é que eu estava focando em terminar minha outra fic e eu consegui. Então agora posso me dedicar a essa. Vou postar logo quatro capítulos porque eu já demorei muito.
Espero que gostem! Boa leitura.
E me desculpem por estar postando tão tarde!

Capítulo 27 - Raiva


Fanfic / Fanfiction Amor misterioso - Capítulo 27 - Raiva

Se passaram alguns dias desde que May forjou sua morte, Feitan e os outros membros da Genei ainda não compreendem o motivo de isso ter acontecido. Enquanto isso Lysa ao saber da morte da sua rival, ficou muito contente e estava pensando em um plano para conquistar Feitan.

Machi: Dá pra ter certeza que ela morreu?

Shal: Sem dúvidas ela está morta. Por quê?

Machi: Tenho um palpite de que isso não acabou ainda.

Phinks: Feitan, tem certeza que ela não tinha nenhum motivo pra ter feito isso?

Feitan: Sim. Podem me deixar sozinho com ela?

Shal: Claro.

Os membros saíram e Feitan se sentou na cama ao lado do corpo sem vida de sua amada. Ele passou a mão lentamente pelo rosto dela e depois pelos cabelos.

Feitan: Por que não consigo acreditar que você fez isso? Por que você? A única mulher que eu consegui amar se matou, não pode ser verdade.

Feitan ficou um tempo no quarto e depois se reuniu com os outros membros. Machi e Hisoka insistiram que era melhor preservar o corpo de May, sendo assim todos eles resolveram fazer uma barreira de Nen para proteger o corpo dela, no fundo todos eles sentiam que algo estava errado.

May POV On:

Já faz alguns dias que estou “morta”. Ficar aqui nesse mundo alternativo não é tão ruim, mas eu prefiro estar na Genei com todo mundo. É bem solitário aqui, na maioria do tempo o Ren não está aqui então fico completamente sozinha.

Ren: Está pensativa, pequena May.

May: Sim. Eu gostaria de saber como tudo está indo lá. Será que a Lysa já foi atrás do Feitan?

Ren: Não, ela está pensando no que fazer. E faz sentido, seu namorado não vai querer nada com ela assim tão facilmente.

May: Sim...

Ren: Fique tranquila pequena May. Você logo poderá voltar e acabar com ela de vez. Mas se quiser eu posso fazer isso agora.

May: Não, eu quero matá-la com minhas próprias mãos. Posso te perguntar algo?

Ren: Claro.

May: O que você esconde de mim?

Ren: O que te faz pensar que escondo algo de você?

May: Eu não sei como explicar. Mas sei que esconde algo! É muito estranho esse negócio de maldição. Minha mãe nunca explicou pra mim como isso aconteceu, ela parece ter inventado uma história, mas sei que não é real.

Ren: Esperta como sempre. Realmente sua mãe nunca contou a verdade, mas você não precisa saber disso agora.

May: Onde vai?

Ren: Resolver alguns assuntos, descanse pequena May.

Depois dessa conversa ele desapareceu e eu fiquei pensando no que ele disse sobre minha mãe nunca ter contado a verdade.

May POV Off

Lysa POV On:

Graças a uma pessoa que paguei, eu descobri que a May está realmente morta e descobri que a Genei quer proteger o corpo dela. Realmente se eu quiser algo com o Feitan, terei que destruir o corpo dela. Eu consegui me infiltrar sem ninguém perceber e fiquei feliz ao ver que ela estava sozinha, mas parecia que havia uma barreira de Nen em seu corpo.

Lysa: Posso dar um jeito nisso com facilidade.

Aquela barreira era muito forte e eu estava com dificuldades para destruí-la e fiquei tensa quando a porta do quarto se abriu.

Feitan: O que você está fazendo aqui?!

Lysa: Olá querido. Quanto tempo não é?

Feitan: Não quero papo com você. Saí de perto dela ou eu te mato.

Lysa: Você não pode me matar agora Fei. Você não está em concentração total por causa da morte dela, olha só como ela te atrapalha.

Feitan: Cala a boca.

Lysa: A verdade dói não é? Façamos o seguinte: eu destruo o corpo da May e nós ficamos juntos e vivemos felizes e fim.

Feitan: Lysa, entenda uma coisa. Eu te odeio, e eu só usei você. Nunca gostei de você, você foi um brinquedo para mim. Um brinquedo no qual eu cansei de usar e não quero mais.

Ouvir aquelas palavras me machucou, mas eu não iria desistir tão fácil. Eu amava ele e não iria perder ele para uma morta! De jeito nenhum!

Lysa: Escute aqui Feitan, eu sempre soube que eu era só um brinquedo pra você. Eu quis ser um brinquedo pra você, eu quis ser utilizada mesmo sabendo que uma hora você iria se cansar e iria me jogar fora como um lixo insignificante. E mesmo sabendo disso eu comecei a gostar de você! Eu te amo! Eu te amo mais do que qualquer um, te amo até mais que a May. Tenha certeza disso.

Encarei Feitan que estava sério, mesmo depois de tudo o que eu disse ele apenas ficou parado. Quando ele andou até mim uma chama de esperança se acendeu, o que ele iria fazer?

Feitan: Você não cansa de tentar né? – Ele disse segurando meu pescoço com força.

Lysa: M-Me solta...

Feitan: Já faz algum tempo que eu não me divirto, acho que posso usar você para isso.

Por um momento pensei que ele iria transar comigo, mas mudei meu pensamento quando ele sorriu sádico. Ele iria me torturar.

Lysa: Você já me torturou antes, nem vai ter graça.

Feitan: Não diga isso, hoje estou muito impaciente e muito sedento. Se tiver sorte sairá viva daqui.

Aquela foi a pior tortura que já sofri, ele me torturou o dia todo sem nenhuma dó. Quando eu comecei a gritar ele ficou irritado e me e me deu vários tapas, quando ele se cansou ele me desamarrou e foi em direção a porta.

Feitan: Não apareça aqui novamente. Ou melhor, apareça sim. Será divertido te torturar como hoje. – O moreno disse com um sorriso totalmente sádico.

Eu saí dali quando pude e fui direto ao hospital, precisaria ficar alguns dias ali já que mal podia andar. De qualquer forma pelo menos eu passei um tempo com Feitan, mesmo que ele tenha me machucando.

Lysa POV Off

Feitan agora já estava mais calmo, havia descontado toda a sua raiva e frustração em Lysa. Atualmente o moreno estava sentado perto do corpo de May, às vezes ele conversava com ela mesmo sabendo que não teria resposta. Enquanto isso May se sentia cada vez mais sozinha e com saudades de Feitan, ela estava louca para voltar para ele e ter sua vida como era antes de Lysa aparecer.

Continua...


Notas Finais


Obrigada por ler ❤️
Eu li os comentários do capítulo passado e vi o quanto vocês estavam querendo atualização. Me desculpem mesmo pela demora. Prometo não sumir mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...