História Amores - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Partiu leitura

Capítulo 14 - Torane e Momoko two


Momoko: já está melhor?

Torane: claro, e obrigado por me levar pra enfermaria
Momoko: sem problema,estava te procurando pra treinar,mas estou um pouco triste então, não precisa mais,pode ir treinar se quiser
Torane: triste? O que aconteceu?
Momoko: um amigo meu teve que ir embora,e provavelmente eu nunca mais irei vê-lo
Torane: quem era?

Momoko: não posso dizer quem é,só que ele era um experimento,mas não era tão mal assim

Torane: ah, o experimento Multi, eu conheço ele e sei que não é um garoto ruim. Só sei que deram ordens de elimina-lo

Momoko: é...acharam ele e o levaram pra uma base,quando eu cheguei ele carbonizou os soldiers que o pegaram e depois que falei com ele,foi embora
Torane: entendo...mas, não precisa ficar assim. Ele é bem forte e sei que vai ficar bem, eu acho que ele pode até tentar te achar
Momoko: sei disso,mas não queria que ele fosse embora,queria que ele pudesse vir pra cá,assim eu poderia ficar mais com ele
Torane: o que eu posso fazer pra te animar?
Momoko: não sei,eu quero o multi,abraçar ele,proteger ele,mas não dá
Torane: podemos procurar ele
Momoko: não, é melhor ele ficar longe, não quero que soldiers o pegue novamente - enfio minha cara no travesseiro - ele ficará melhor longe...

Ele te abraça

Torane: eu entendo que você se apegou a ele, mas ficar assim não vai resolver nada
Momoko: eu sei, desculpa,vou parar com isso
Ele te da um beijo demorado
Torane: não gosto de ver você assim

Sento no colo dele

Momoko: tá,desculpa, não vou mais ficar triste

Torane: bem melhor kkkk
Ele da algumas mordidas no seu pescoço

Fico corada

Momoko: v-virei comida p-pra você ficar me mordendo?

Ele começa a deixar marcas
Torane: e se eu "comer" você agora?
Fico muito corada.
Momoko: a-a-acho que pode...

Ele fica por cima de mim e começa a me beijar carinhosamente logo transformando o beijo em algo mais intenso, enquanto isso ele passa a mão por debaixo da minha blusa apertando meus seios ainda cobertos pelo sutiã,o que me fez arfar durante o beijo.

Eles os desce para o meu pescoço aumentando as marcas que tinham ali me fazendo soltar alguns gemidos baixos,ele tirou minha blusa e sutiã rapidamente indo direto para os meus seios dando sucções fortes nos meus mamilos,me fazendo gemer mais.

Momoko: aaaahhh! T-torane...aaah...

Ele desce mais até a barra da minha saia mas antes de tirar,torane fica me olhando fixamente me deixando extremamente vermelha,ele sorri um pouco e tira minha saia e calcinha com a boca me deixando completamente nua. Torane tira a blusa me permitindo ver aquele maravilhoso peitoral definido,me deixando mais envergonhada o que o fez rir e se aproximar.

Torane: está tão vermelha porque estou sem blusa? Você é tão fofa Momoko,mas eu quero ver esse seu rosto sumir para algo mais - ele se aproxima e sussurra com uma voz sensual me fazendo arrepiar - excitante.

Ele faz mais marcas pelo meu pescoço e desce deixando marcas pela minha barriga me fazendo gemer mais.

Torane desce para a minha vagina dando lambidas e iniciando sucções me fazendo gemer mais alto.

Momoko: aaaaahhh....aa-aaaahh! Torane!...

Ele continua até me fazer gozar na cara dele,quando vi ele com o rosto sujo cobri minha cara com os braços extremamente envergonhada,ele pega os vestígios com os dedos e os lambe como se fossem sorvete,quando ele terminou tirou os meus braços do rosto e me beijou fazendo eu sentir meu próprio gosto.

Torane: você tem um gosto bom Momoko,e a expressão que você estava fazendo era ótima,tanto que quero vê-la mais.

Eu só conseguia sentir vergonha mas, repentinamente senti uma coragem que nem sei de onde brotou e me afastei dele o deixando confuso,vou engatinhando até ele com um olhar malicioso assim como o sorriso,ele me olhava com o mesmo olhar, fico entre as pernas dele e abro o zíper da calça dele com a boca,me afasto novamente o olhando ainda com malícia.

Momoko: tire a calça,agora torane.

Ele me obedeceu de imediato e quando ele tirou,se recostou na cabeceira da cama,fui engatinhando até ele lambendo os lábios e fiquei entre as pernas dele o fazendo uma masturbação leve,logo comecei a lamber a glande do torane o fazendo arfar gravemente,aquilo estava me deixando mais excitada do que eu já estava, então sem mais delongas enfiei o máximo que eu podia na boca e comecei a fazer um boquete fazendo torane gemer cada vez mais,continuei até sentir o membro dele pulsar e na mesma hora parei ouvindo um gemido em reprovação.

Torane: por que parou Momo?

Momoko: não quero que goze ainda, não na minha boca.

Ele faz uma cara meio irritada junta a uma maliciosa.

Torane: não deveria ter feito isso, agora,terei que punir você.

Momoko: e como irá fazer isso?

Ele me puxa me fazendo sentar com força no membro dele logo me fazendo quicar na mesma intensidade,e como não houve preparação para isso soltei um grito muito alto seguido de vários que logo se tornaram gemidos altos,isso quando eu comecei a sentir prazer ao invés de dor. 

Abraço ele com força e continuo gemendo sem parar enquanto o membro dele vai cada vez mais fundo.

Momoko: aaa-AAaaah! Torane! M-mais! Maaais!

Ele continua até gozar dentro de mim e sinto o líquido escorrer de dentro de mim,logo caio na cama exausta porém,torane me põe de quatro e enfia com força no meu cu me fazendo berrar.

Torane: achou mesmo que seria só isso? Sua punição está longe de acabar.

Ele começa com movimentos fortes,rápidos e fundos me fazendo gemer miando sem parar.

Momoko: aa-aaaahh! Nyaaaaaahn! NyAAaaaahn! Torane!...p-por favor...

Torane: ( fazendo força ) o-o quê?

Momoko: g-goza dentro de mim... p-por favor...

Torane: seu pedido é uma ordem.

Ele continua até gozar dentro de mim e me deita de peito para cima voltando com os movimentos mais rápidos,fortes e fundos me fazendo gritar,berrar e gemer. Provavelmente as pessoas conseguiriam nos ouvir de longe,nossos gemidos se misturavam ao barulho dos nossos corpos se chocando deliciosamente,senti meu ápice chegar e gemi implorando para que ele fosse mais rápido ainda,o que ele logo fez me deixando sem escolha a não ser gritar mais,me agarrei nele fazendo várias marcas como as que ele fez em mim e logo sentimos o nosso orgasmo chegar sentindo ele me preencher logo escorrendo de dentro de mim,ele tira o membro de mim e cai em cima de mim muito ofegante assim como eu.

Torane: não disse que você seria punida?

Momoko: é,e irei admitir,adorei isso.

Torane: kkkkkkk então você nem é tímida de verdade.

Momoko: sou sim, você que me faz perder essa timidez.

Torane: kkkkk então isso é bom.

Ele me leva no colo para o banheiro,me dá um banho e me deita na cama me abraçando e dormindo em seguida, faço o mesmo e dormimos abraçadinhos.


Notas Finais


Até novamente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...