História Ao som da sua voz - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Dino Thomas, Draco Malfoy, Gellert Grindelwald, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lilá Brown, Lílian Evans, Lino Jordan, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Neville Longbottom, Rita Skeeter, Ronald Weasley, Simas Finnigan, Sirius Black
Tags Snamione
Visualizações 42
Palavras 1.109
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Literatura Feminina, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Tentando esconder a verdade.


Fanfic / Fanfiction Ao som da sua voz - Capítulo 10 - Tentando esconder a verdade.

" Eu tô carente desse teu abraço, desse teu amor que me deixa leve, eu tô carente desses olhos negros, desse teu sorriso branco feito neve... by Paula Fernandes, sem você. "

Abro meus olhos  e suspiro .  O cheiro do café forte do Neville está por toda a casa, meu estômago ronca , a fase de não comer nada passou , agora estou na faze temperou  a perna da mesa se o cheiro for bom eu como. Tô ficando enorme.  As letras da música que meu amigo tá escutando ressoam em meu ouvido ela fala de saudade e eu me viro para levantar meu ventre de cinco meses não pode mais ser escondido e nem eu quero isso . Lembranças de quando eu estava mal  ainda me assombram a semana que Severo se casou com Lílian foi o ápice do meu desespero !  Quando a campainha tocou naquela tarde uma Gina exausta do voou longo me puxou para um abraço ela tirou três dias de licença apenas pra vim ficar comigo. Eu não fiquei nada bem.  Mas agora quatro meses depois eu encontrei a força necessária para seguir . Minha amiga ainda liga todos os dias ela faz vídeos chamadas pra poder olhar e ver se eu realmente estou bem como digo.  E hilario eu comendo na frente da câmera só pra ela saber que é verdade.  Gina é  uma amiga única, sem ela eu estaria perdida, Neville veio morar comigo, no início os pais pensaram que o bebê era dele, mas eu descartei isso, não sei se eles acreditam, mas eu não me importo , ele queria sair da casa dos pais , eu tenho espaço de sobra  e não queria morar numa casa enorme dessas com quatro quartos sozinha , alem do mais ele é  um ótimo cozinheiro. Mas quando ele sai com sua namorada ou com os outros amigos para passeios de final de semana eu fico sozinha e uma dor e uma solidão intensa invadem meu coração e minha  mente nessas horas o pobre gato é meu único consolo. Ele dorme  em minha cama eu  olho para a bola de pelos laranja e sorrio ele ficará um gato enorme.  Bem hora do banho pois minha barriga roncou de novo. 

Quando finalmente desço uma mesa farta e apetitosa espera por mim. 

- Bom dia Neville! Nossa essa mesa tá  divina e eu tô morta de fome. 

- Bom dia , grande novidade, Hermione com fome.  Ele ria da minha careta quando Ana  surgiu na escada, ela era sua namorada a as vezes nos sábados ficava por aqui. 

- Bom dia Hermione, não liga não ele tem inveja do seu apetite. 

Comemos tranqüilamente, eles brincam e me convidam pra irmos as compras  , eu tenho umas coisas pra comparar então aceito Ana diz que vai resolver umas coisas no laboratório e que irá nos encontrar no Shopping. 

Estou saindo de uma loja de bebê carregada de sacolas, na verdade Neville carrega  e praticamente sumiu no meio delas estou rindo de sua cara vermelha quando a vendedora pensou que ele era o pai , ainda estou rindo quando ao me virar acabo me chocando com uma bela senhora de cabelos e olhos negros.  

 - Me desculpe eu não queria...

- Não tudo bem querida foi só um esbarrão nada de grave aconteceu. Estou olhando para ela com cara de arrependida quanto algo atrás dela chama minha atenção.  Um homem em um paletó negro e camisa branca se aproxima seus olhos negros estão fixos em mim sua expressão de surpresa começa  a mudar para descrença no momento em que ele distingue minha barriga uma pergunta se forma em seus lábios no momento  em que a vendedora chama por Neville. 

 - Senhor sua esposa esqueceu o cartão! Tome aqui. 

Os olhos de Severo se voltam para meu amigo incrédulos e depois para mim com mágoa  .

- Que surpresa Hermione. A voz dele soa como um bálsamo caindo em meu coração ferido, mas eu não  consigo responder tudo roda e aos poucos uma escuridão se apossa de mim , fecho os meus olhos e deixo meu corpo desabar.

Quando abro os olhos uma claridade incômoda me atinge.

- Ai alguém feche essas cortinas!

- Você está bem ? Não está sentindo nenhuma dor? 

Aquela voz rouca me arrepia por inteiro me viro e vejo Severo sentado em uma cadeira próxima me olhando de uma maneira seria e enigmática . 

- Eu estou bem . O que houve, lembro de dar um encontrão em uma senhora e depois ver você daí mais nada.

- Você deu um encontrão na minha mãe e aí desmaiou. 

- Onde está Neville? 

- Uma pessoa chamada Ana ligou e ele saiu. 

Eu me deito novamente e fecho os olhos. 

- O que você faz em Londres Severo  e o que está fazendo  aqui?

- Londres é minha cidade natal, vim visitar minha mãe.  Já estou aqui até seu, bem até Neville voltar , na sua condição não deve ficar sozinha. 

- Não se preocupe tenho certeza que ele e Ana já estão vindo. Você pode ir.

Não me atrevo a olhar em seus olhos.  Nao posso dar a resposta que ele quer. 

- Quem é  o pai do seu filho Hermione ?

Eu não respondo, não vou responder. Ele se levanta da cadeira e toma meu rosto em suas mãos me obrigando a olhar para ele. 

- Não é da sua conta . Saia daqui por favor!

 - Essa criança é minha ? 

 - Não! 

 - Vou perguntar de novo. Esse bebê  eu sou o pai ? Ele é  meu filho?  Responda Hermione!! 

- Não!

- Neville Longbottom é o pai ? 

Eu não vou fazer isso com o meu amigo! Mas antes que eu possa dar uma resposta à porta se abre e Ana passa por ela junto com Neville. 

- Meu Deus Mione. Se algo sério tivesse acontecido a você ou ao bebê eu ia matar o Neville, onde já se viu deixar você cair !

- Mas Ana eu não deixei eu estava carregando as sacolas . Você não faz ideia do tanto de coisas que ela comprou pra ele. 

Severo olhou para nós e como se já tivesse sua resposta se dirigi a porta . Nesse momento o médico entrou. 

- Bem como está?   Tenho certeza que bem .  Foi apenas um susto . Ainda bem que a senhora já está no quinto mês , assim os riscos são um pouco menores. Mas vou recomendar repouso absoluto por uns dias ok . Vou passar umas vitaminas e aí pode ir pra casa.

Eu estava petrificada.  Os olhos de Severo estavam cravados como lâminas em mim.  Ele descobriu o que eu tanto tentei esconder. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...