História Apocalipse zumbi - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias World War Z (Guerra Mundial Z), Zombies (Z-O-M-B-I-E-S)
Tags Drama, Ficção, Luta, Terror
Visualizações 16
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa história

Capítulo 15 - DE VOLTA A CAPITAL


Fanfic / Fanfiction Apocalipse zumbi - Capítulo 15 - DE VOLTA A CAPITAL

a viagem inteira Felipe foi me zoando pela cena do banheiro eu está prestes a jogar-lo do helicóptero, haha.

chegamos na base a Taty já estava lá esperando dei um abraço nela bem forte fazia tempo que não nos víamos, ela tava com um jaleco branco de enfermagem.

-. tá parecendo gente assim em mana haha

felipe- oque adianta só parecer gente! haha

taty- otários! haha

nós abraçamos e entramos Gomes disse que Philip queria me ver e fui direto para sala dele cheguei lá ele estava assinando alguns papéis quando me viu se levantou e pediu que eu entrasse, pedi que os meninos ficassem do lado de fora esperando entrei e me sentei.

Philip-. de volta a base soldada!

estou feliz por terem te encontrando.

-. tô sabendo!

Philip- Gomes já deve ter te explicado toda situação certo?

-. certo, mais eu só vim com uma condição que foi aceita por ele!

Philip-. qual seria essa?

-. que os meninos fossem comigo!

Philip-. quem são eles?

nesse momento pedi eles entrassem na sala.

-. esses são bruno Felipe e Luan comandante, são da minha família e eles vão comigo na missão!

Philip-. goomees!

isso tá fora de cogitação são de menores ainda.

gomeees!

Gomes entrou na sala já com a cabeça baixa prevendo a bronca que ia levar.

Gomes-. senhor!!

Philip- que merda é essa de acordo que você fez onde duas crianças vão para o combate perder suas vidas?

gomes- euu.. eu disse a ela senhor que isso não era aceitável na base.

-. bom essa é minha condição, eu vou com eles para a missão ou para casa, vocês escolhem!

e sai da sala com os meninos fomos até a enfermaria queria ver Clara e Taty, cheguei lá e não acreditei no que eu vi..

Taty tava dando um beijo daqueles em Clara que parecia corresponder numa boa, eu e os meninos paramos na porta e ficamos olhando o beijo de cinema que tava rolando ali haha.

bati na porta que já estava aberta.

toc toc..

-. com licença haha. desculpa atrapalhar as duas já atrapalhando é que eu queria ver vocês!

clara- nossa desculpa!

e saiu da sala parecia um pimentão vermelho, em saber que já passei por isso também haha.

-. por isso que quis ficar né safada hahaha

demos uma frente de enlouquecer nela aquela hora ela tava quase morgando já decidimos para haha.

Felipe-. agora é sério, você é a loirinha estão juntas?

taty- pode se dizer que sim, mas bico calado vocês heim ninguém aqui sabe ainda!

Bruno-. fica Sussu! haha

-. agora vamo deixa a brincadeira de lado tenho coisas sérias a tratar com vocês três!

taty- conheco essa cara e pelo geito é sério, fala ae!

-. então é o seguinte se tudo der certo o comandante aceitar que Bruno e Felipe vá comigo.

taty- acho ótimo apesar de ser perigoso não acha?

-. sim, mais sei que os meninos estão preparados!

e eu queria que você fizesse parte da equipe também!

taty- como assim? você quer que eu vá junto?

eu não entendo de armas como vocês não, entendo mais de remédios esses meses aqui aprendi bastante com a clara.

-. por isso mesmo!

você vai completar a equipe como médica.

Felipe- caralho!

você tem que aceitar mano..

nós cinco como antes, só não corríamos o risco de morrer né! rsrs

os meninos começaram a quase implorar e ela acabou aceitando mas antes iria falar com a clara, minha equipe estava completa eu líder Taty médica Felipe um grande atirador de elite Bruno sabia consertar qualquer coisa e Luan, bom o Luan era apenas bonitinho mesmo haha, mentira ele entendia bem sobre mapas ele lia como se fosse a palma de sua mão, nunca entendi como uma pessoa que gosta de geografia se daria bem na vida. hahah e assim ficamos esperando a decisão de Philip, que não demorou muito para me procurar.

ele acabou aceitando minha proposta mas que a responsabilidade era todo minha se desse algo errado, bom isso não era nenhuma novidade, agora tínhamos agora que conhecer tudo sobre o local e se prepar, treinamos pesado durante uma semana Luan analisou o mapa do lugar e disse que o local apontado no mapa era dentro de uma mata fechada Luan pesquisou bastante sobre o local.

um dia antes de partimos tiramos o dia para descansar e aproveitamos para andar pelo lugar, tinha campo e quadra de futebol, várias casinhas pequenas e viviam bastante sobreviventes por ali.

Gomes disponibilizou uma para nós taty não veio junto ela dormia com clara todas as noites, graah e o pessoal ia gostar muito daqui Alice e Lucas iam se divertir muito com as crianças daqui viviam sem preocupação como crianças normais.

dormimos cedo para acordar dispostos no outro dia, logo de manhã alguém bateu na porta eu levantei para ver quem era e tinha um vizinho com uma bandeja cheia de bolo café biscoitos e disse que sua mulher quem preparou e que eles agradeciam muito por nós irmos nos arriscar por todos eles aqui!

-. que isso! só tô fazendo oque acho certo!

obrigada pelo café da manhã.

dei um sorriso e fechei a porta e coloquei tudo na mesa juro que pensei em chamar todos mas minha parte vingativa falou mais alto, peguei uma panela enchi de água até a boca e entrei no quarto como a casa não estava mobiliada dormimos em colchões no chão, atirei a água em cima deles.

-. ACORDA CAMBADA DE VAGABUNDO HAHAHA

ACORDADAAAA!!

Luan levantou correndo com aquela cara de quem vai cometer um crime, e a vítima seria eu haha,

Luan-. não tô acreditando que você fez isso idiota! aaaahh

-. vai tomar café!

você também Bruno vai que Jajá pegaremos o avião.

FELIPE, acorda viado!

Felipe- huum só mais cinco minutinhos...

puxei a coberta dele puxei seus pés aquela quê caísse do colchão.

Felipe-. mano! você é muito chaaataaaa!

-. levanta ou vai acabar ficando sem café!

todos levantaram lavaram a cara escovaram os dentes eu fiz o mesmo é tomamos aquele belo café da manhã e Taty apareceu com um sorriso de orelha a orelha.

- huum, qual motivo de tanta felicidade?

taty- vocês não vão acreditar hahah

luan-. tenta!

taty- eu tô namorando!!

Felipe-. isso é novidade??

taty- cala boca que você é bv ainda e não entenderia do assunto..

todos-. uuuuuuuuuuhhhh!

- hahaha..

- toma..

- virjao..

Felipe-. ata, você nem sabe de nada fia, dei uns beijos na manu pra sua informação!

-. ÉÉÉ OQUE????

perdeu o bv? hahaha

olha lá fora Bruno para ver se não tá chovendo canivete haha

Felipe-. mano vocês são muito otários por isso que amo vocês hahah.

todos- hahaha.

-. e você mana é oficial esse namoro?

taty- sim, ela vai falar com o comandante hoje!

-. parabéns! desejo que seja muito feliz!

agora mais que nunca temos que voltar de lá vivos! haha

ficamos conversando durante um tempo ajustando as estratégias de chegada não sabíamos oque iríamos encontrar por lá tínhamos que estar preparados para tudo.

Gomes apareceu e pediu que todos fossem ver Philip, nos terminamos o café e fomos, Philip dessa vez pediu que todos entrassem na sala e ficou surpreso por ver a Taty junto, tirou alguns papéis da gaveta entregou uma folha para cada um e pediu que Gomes providenciasse um para a Taty que logo apareceu com mais um.

-. oque é isso?

Philip- é a condecoração de vocês.

Rosy, você apartir de agora é condecorada a capitã da missão.

e os demais seus soldados!

agora já podem ir pegar suas coisas o avião parte as nove.

Gomes nos levou a um vestiário lá tinha roupas e armas para cada um em cima da minha roupa tinha um Walkie talk, nos vestimos peguei uma M4 Carbine, era uma metranca muito foda mas não desfiz das minhas pistolas também levaria comigo, estávamos prontos para partir, entramos no avião e decolamos para Colômbia, ao contrário de Felipe não consegui pregar o olho um só minuto a viagem toda, pensava em casa como estavam


Notas Finais


Desculpem pela demora, surgiu alguns problemas e não deu para escrever.
Mas logo prometo voltar a ativa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...