1. Spirit Fanfics >
  2. Asterisk war (apocalipse) >
  3. Ayato vs Claudia

História Asterisk war (apocalipse) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi. Aviso desde já que o cap é um tanto pequeno, mas achei boa ideia terminar onde terminou. É basicamente um cap de luta e eu fiquei feliz com o resultado. Espero que vocês também fiquem. Já agora, se por acaso não for pedir de mais, podem dizer se estão a gostar ou não? Só mesmo dizer se está bom. Gostava de saber a vossa opinião. CClaro que se não quiserem não posso obrigar ningué, nem quero. Boa leitura.

Capítulo 3 - Ayato vs Claudia


As regras eram simples: para derrotar o adversário é necessário ou cortar o crachá ou colocá-lo inconsciente. É proibido matar. No fundo, as regras das festas em geral.

Ayato e Claudia estavam na sala de treino, cada um num dos limites da sala. Julis, Saya e Kirin estavam a olhar de uma outra sala, sem risco de serem apanhadas no confronto.

- Claudia: Preparado Ayato?

Ayato acenou. Claudia sorriu levemente e ativou a sua org lux “Pandora”. No mesmo momento, os olhos de Claudia mudaram de cor, ficando um verde-azulado e o outro rosa-avermelhado. Ver Claudia assim dava Ayato calafrios, mas deu um “chega para lá” e empunhou Ser-Veresta. Sem hesitar, da mesma forma que tinha desaparecido e reaparecido na frente de Li ShenYun na festa Poenix, foi com toda a velocidade contra Claudia.

- Ayato: Amagiry Shinmeiryuu: Fugaku.

Ayato dobrou levemente o seu corpo, colocando todo o seu peso nos seus braços e pulso e dando um golpe vertical com a força acumulada com Ser-veresta. Ser-Veresta cortou o chão, deixando uma marca incandescente de um metro no chão.

- Claudia: Verdadeiramente a Ser-Veresta é uma org lux perigosa. Claro que isso não te tira o mérito. Acredito que a maioria dos genestellars teria dificuldade de escapar ou se defender de um ataque assim.

Ayato tinha ido com a velocidade que parecia a de um relâmpago e o poder destrutivo de uma rocha contra Claudia, mas é claro que não a tinha atingido. Claudia estava à sua esquerda, 2 metros afastada. Aquilo que ela tinha dito era verdade. A maioria dos genestellars seria apanhado por aquele golpe de pura força sem hipótese de se defender, mas Claudia, mesmo sendo fazendo parte dessa maioria, tinha algo que essa mesma maioria não tinha: a habilidade de ver o futuro. Ayato não sabia como aquela habilidade funcionava, apenas que Claudia tinha que morrer nos seus sonhos todas as noites para poder usar tal poder, o que para Ayato já seria mais do que razão para se livrar daquela arma e a enterrar no fundo do mar, mas conseguia dizer que era extremamente útil. Ia ser difícil conseguir acertar em Claudia, já que ela podia saber sempre onde ele ia cortar antes de ele o fazer, ou quando ele ia tentar usar ataque corpo-a-corpo ou quando ele ia tentar algum tipo de bluff. No fundo, qualquer estratégia era inútil. Ayato tinha que depender puramente da sua força e velocidade para conseguir superar as previsões de Claudia.

- Ayato: Amagiry Shinmeiryuu: Futatsumisuchi.

Tirou Ser-Veresta do chão e fez um corte vertical e outro horizontal, fazendo uma cruz. No entanto Claudia já não estava no seu alcance antes de começar o corte vertical. Ayato correu mais uma vez com toda a força e desta vez limitou-se a dar um golpe sem estilo. Claudia bloqueou este golpe colocando Pandora à altura da sua cabeça. Ayato fez mais força, tentando ultrapassar a força de Claudia e assim ultrapassando a sua linha de defesa, mas Claudia começou a girar para a esquerda e tirou a espada que estava na sua mão direita da linha de defesa. A linha de defesa quebrou e Ayato conseguiu fazer passar Ser-Veresta, mas já não importava. A espada que Claudia tinha movido foi em direção ao crachá de Ayato, que conseguiu se esquivar por dois segundos. Claudia até podia prever o futuro, mas a sua velocidade não ia mudar.

- Ayato: Amagiry Shinmeiryuu…

Ayato começou a correr em volta de Claudia na velocidade máxima.

- Ayato: Shikibachi!

Ayato começou a dar várias investidas com Ser-Veresta, esticando os seus braços o máximo possível e dobrando o seu pulso. Claudia desviou-se, mas também usou Pandora para bloquear os ataques.

- Ayato: Amagiry Shinmeiryuu: Sajinrou!

Ayato fez um corte entre a diagonal e a horizontal contra o chão levantando uma nuvem de poeira.

- Ayato: Amagiry Shinmeiryuu: Futatsumizuchi.

Desta vez sussurrou. De que servia bloquear a visão se ia dar uma outra forma para o seu adversário o localizar?

Mais uma vez, fez um corte vertical e outro horizontal com Ser-Veresta. No entanto….

- Claudia: Impedir a previsão bloqueando a minha visão… Foi um bom plano.

Claudia tinha ambas as espadas colocadas à sua frente, uma na vertical, outra na horizontal, bloqueando assim o ataque.

- Claudia: Mesmo assim isso não basta.

Claudia sorriu da mesma maneira que tinha sorrido na gravação, dando calafrios a Ayato. Ayato saltou para trás.

- Claudia: Também devias aprender a proteger o teu crachá melhor quando usas essa técnica.

Tchack.

O crachá de Ayato partiu-se ao meio e caiu no chão. A vitória era de Claudia.

Ayato olhou para Claudia e sorriu.

- Ayato: É realmente complicado ultrapassar o poder da previsão.

Disse aquilo enquanto esfregava a nuca.

Claudia desativou Pandora e os seus olhos voltaram ao normal. Sorriu.

- Claudia: Não digas isso. A tua velocidade e força são impressionantes. Consegui vencer por pouco.

- Ayato: Bem, acho que isto me desqualifica como rei.

- Claudia: Não tomes isso como garantido. Se por acaso perder pelo menos duas vezes, vamos ter uma luta de todos contra todos.

Ayato sorriu e começou a sair da sala de treino, indo a caminho da outra sala onde as outras os estavam a observar. No caminho encontrou-se com Julis.

Claudia olhava para Ayato a ir embora pensando que no final de tudo, iam fazer uma luta de todos contra todos e que muito provavelmente Ayato ia ficar como rei. Este pensamento devia-se a uma coisa muito simples. Durante toda a luta, sempre que Ayato fizera um golpe com a sua espada, as suas mãos e braços tremiam.


Notas Finais


Acho que entendem agora o porquê de eu querer terminar aqui o cap. Achei que ele ia ficar bem maior, mas a certa altura comecei a pensar: Para quê prelongar? Tipo, qual o sentido?
Os próximos caps, acho que já deu para advinhar como vão ser. Não sei se vou fazer um por casa, um para todas, etc.
Bem, é isso. Até há próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...