1. Spirit Fanfics >
  2. Best Of Me (Kim Namjoon) >
  3. Desmaio

História Best Of Me (Kim Namjoon) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Sugestão de músicas para o cap:

• Crazy Sexy Cool - ASTRO

Capítulo 18 - Desmaio


Fanfic / Fanfiction Best Of Me (Kim Namjoon) - Capítulo 18 - Desmaio

 Point of view Lee _____

— Quero tomar banho com você! — digo a Nam entrando no seu banheiro de seu quarto. — Eu sei que temos que ser rápidos, sei que meus appas não toleram atrasos, mas eu quero tomar banho com você, amor! — ele abre um sorrisinho e dá tapinhas em sua própria perna, tiro o meu roupão e vou até ele me sentando em seu colo. — Essa cadeira nos aguenta? — pergunto o olhando.

— Para falar a verdade, eu não sei! — gargalha e eu logo saio de seu colo. — Fica aqui, amor!! É bom que a gente descobre se ela nos aguenta, esse não será o nosso primeiro banho juntos, amor! — diz fazendo um bico e eu ri pegando um pouco de shampoo, o mesmo me encara. — Se for lavar o meu cabelo, é para ficar aqui na minha frente! — diz cruzando os seus braços e eu gargalho.

— Está bem, bebezão! — digo ficando sua frente, sinto ele por as suas mãos em minha cintura e me puxar para perto. Logo sinto a sua língua deslizar por minha barriga e em seguida ele começa a beijá-la. — Namjoon, para com isso amor! — digo massageando os seus cabelos. Ele me ignoro e eu dou um sorriso sentindo sua mão deslizar até a minha bunda, ele logo a aperta com um pouco de força e eu acabo gemendo baixinho. — Fecha os olhos! — eu digo a ele e logo o puxo para debaixo do chuveiro, minhas mãos logo começam a tirar toda aquela espuma de seu cabelo vendo o mesmo fazer caretas, acabo dando risada de meu namorado.

— Para de rir, chata! — diz e eu sorri passando minhas mãos por seus olhos. Ele abre os olhos e me puxa de uma vez, fazendo os nossos lábios se tocarem por alguns segundos. — Pronto, agora eu te desculpo por estar fazendo covardias comigo! — eu nego rindo e passo condicionador em seu cabelo, em seguida pego a minha escova e começo a pentear os seus cabelos, sorri vendo a sua franja cair em seus olhos. — Amor, eu vou te punir se você continuar a fazer essas gracinhas comigo, já disse que não pode!

— Lava o meu? — eu pergunto a ele enquanto fico de joelhos entre a sua perna. — Namjoon!!! — dou um tapa forte em seu braço ao ver ele morder o lábio me olhando, logo ele começa a gargalhar alto e eu continuo a encarar o moreno bem incrédula.

— Aproveita que está assim e chupa ele, amor! — ele pisca para mim enquanto começa a massagear os meus cabelos com suas mãos cheias de shampoo. Eu o encaro por alguns segundos e só para provocar ele, levo minhas mãos até o seu pau fazendo uma leve carícia nele. — _____!!! Pare com isso agora mesmo, amor!

— Mas foi você que pediu, amor! — digo fazendo uma carinha inocente, vejo o mesmo morder os lábios e soltar uma risadinha baixa enquanto jogava água em minha cabeça para tirar todo o shampoo que tinha ali. Dou um selinho na cabecinha do seu pau e vejo o mesmo me olhar sério, eu sorri e desvio o meu olhar, a minha atenção se volta para o meu anel de compromisso e logo começo a brincar com ele, sentindo algumas vezes os olhares de Namjoon em meus seios, sorrisos surgiam em meu rosto.

(...)

Eu e Nam havíamos chegado um pouco tarde, fomos os últimos a chegar. Meus appas, Hobi, Hwasa, Jin, Tae e Wendy estavam ali, e pelo o que eu entendi, Tae estava ali de penetra, ninguém dali havia convidado ele, ele se auto convidou por ser de casa.

Jin e Hwasa trocavam carícias, Hobi e o meu namorado falavam algo com meus appas, estavam conversando sobre coisas bem aleatórias, Tae estava quieto, estava quieto até demais e Wendy me observava com um sorrisinho no rosto, aquela vaca estava a planejar algo e eu sabia muito bem disso, ela logo bate em sua taça com um garfo e todos nós olhamos em sua direção.

— Estão sabendo da novidade? — pergunta olhando em meus olhos com um olhar debochado e em seguida ela encara cada um ali presente. Vejo que todos fazem caras bastantes confusas, até mesmo o Jin, que já sabia sobre o assunto que Wendy iria falar.

— Eu e Namjoon estamos namorando! — digo de uma vez. Meu appa Dong, que estava se levantando da cadeira, acaba levando um susto e caindo junto a esta, Hoseok tinha seus olhos bastante arregalados, Jin dá de ombros comendo, Hwasa me olha, eu não sabia o que aquele seu olhar dizia, meu appa Eun começa a bater palmas e assobiar, e por fim, Tae se levanta dali com raiva indo na direção da cozinha. — Onde vai? — pergunto a Hwasa.

— Para que te dizer? Pelo visto a nossa relação mudou bastante, agora até escondemos coisas uma da outra! — diz empurrando a sua cadeira e eu logo encaro a mesma incrédula. Vejo o Jin fazer uma careta e se levantar para poder ir acompanhar a Hwasa.

— Mudou a bastante tempo! Apenas estou fazendo o que você e o Hobi fazem comigo. Tomando decisões sem contra a vocês, me afastando, não tendo mais confiança em vocês... enfim, eu estou apenas fazendo o que vocês fazem comigo há exatamente... uns dois anos? — abaixo a minha cabeça olhando para o meu prato. — Quer saber? Perdi a fome. — beijo a bochecha de Nam e subo as escadas indo até o meu quarto. Respiro fundo e abro a porta, eu acabo me surpreendendo ao ver um pedaço de pizza no chão.

— Estou passando as noites aqui desde o dia em que você se foi para a sua nova casa... — escuto a voz de Hobi atrás de mim. Eu reviro os olhos e me deito na minha cama ficando de costas para ele, escuto Hobi respirando fundo e logo o meu lado da cama se afunda, sinto braços ao redor da minha cintura e logo um beijo na minha nuca. — Perdoa a sua esperança? Uhm? — meu irmão me abraça fazendo nós dois ficarmos de conchinha, para mim é super normal isso. — Eu te amo e você vem em primeiro lugar, sempre! Meus amigos viviam dizendo que eram seus amigos, eu achava que o que eles diziam sobre você eram brincadeiras entre vocês, se não teria quebrado a cara de cada um e você sabe isso! — diz e eu solto uma risadinha ao lembrar que quando nos três estávamos no jardim de infância, o Hobi quebrou o nariz de um garotinho que não largava do meu pé. — Desculpa... eu te amo!

— Não queria estragar a amizade entre vocês, eu já escutei um monte de vezes eles dizerem que eram meus amigos, me lembro bem do que aconteceu no passado, quando sua ex te humilhou e te largou, sei que tem medo de perder as pessoas, mas eu tenho certeza que você não estará perdendo nada, eles não são amigos de verdade! — digo e sinto ele dar um beijinho em meu ombro.

— Eu sei, desde ano passado eu escuto eles falarem mal de mim e que eu sou um ridículo, mas eu tenho tolerar isso! Não quero ficar sozinho nesse mundo, você e Hwasa estão namorando, eu não quero ficar para titio, e se ficar, quero ser aquele titio vida louca, sabe? — acabamos gargalhando juntos. — Me perdoa? Uhm? Uhm? — começa a beijar o meu pescoço e eu gargalho.

— O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI, JUNG HOSEOK? — olho na direção da porta e vejo Wendy ali. — SAIA DE PERTO DELA! NÃO QUERO VER VOCÊS ASSIM TÃO PERTOS!! IMAGINA O QUE ELES, AS PESSOAS, IRÃO PENSAR DE MIM? QUE SOU UMA CORNA???

— Primeiramente você não tem que querer nada! — Hobi diz na direção da garota com uma cara de puro deboche, adorava essa cara de Hoseok, e adorava ainda mais o fato que ele fazia a sua cara, essa sua cara de deboche, involuntariamente.

— Somos irmãos, sua louca! — digo olhando para Wendy.

— VAI DEIXAR ELA FALAR ASSIM COMIGO??? — encara o meu irmão, que dá de ombros. — É o seguinte, você escolhe! Ela ou...

— Ela! Eu escolho a minha irmã! — diz me abraçando. Vejo ela nos olhar incrédula, Hoseok nem havia deixado ela terminar de falar, já havia me escolhido. Wendy sai dali pegando fogo, ela quase tromba com Hwasa, que acaba fazendo uma careta.

— Chega para lá! — diz para Hoseok, ele revira os olhos e chega um pouco para o lado me puxando. Hwasa se deita do meu outro lado e logo me encara apoiando a sua cabeça em sua mão. — Eu peço perdão! Tenho sido uma péssima irmã nesses últimos anos, eu vivo te pondo como segunda opção na minha vida, e eu nunca havia percebido isso!!! É por isso que peço desculpas e prometo que isso irá mudar. Também peço desculpas por ter decidido que você iria morar com Nam sem te avisar, não deveria ter feito isso o que fiz, mas veja, no final você deve me agradecer. Vocês estão juntos e eu vejo o quanto você está feliz! — faço um bico, e ela acaba sorrindo. Hwasa logo me abraça e eu devolvo o abraço.

— Que merda é essa, _____? — Hobi pergunta passando a sua mão por meu pescoço. Acabo o olhando sem entender, mas eu logo arregalo os olhos ao lembrar do tanto de chupão que tinha ali. Alguns eu não havia conseguido esconder com maquiagem. — MISERICÓRDIA!!! — diz virando a maquiagem dali. — Na-não me-me-me di-diga que-que vo-vo-vo-vo-vo... — tenta falar algo me olhando. O mesmo parecia estar paralisado e assustado.

— MINHA BEBÊ CRESCEU!! — Hwasa me abraça com força e eu acabo sorrindo. Olho para o lado vendo que o meu irmão não tinha reação alguma, apenas encarava o seu dedo sujo com toda a minha maquiagem que eu havia passando em meu pescoço.

— U-usaram ca-ca-camisinha? — Hobi diz me encarando.

— Não tínhamos, então primeiro ele gozou fora e depois... eu preciso de uma pílula, Hye, você tem? — encaro a minha irmã e a mesma concorda batendo palminhas feliz da vida. Sinto Hobi me soltar e assim que olho para trás vejo o meu irmão desmaiado ali. — HOSEOK, DO CÉU!!! APPAAAAAA!! O HOBI DESMAIOU!

— Deixa ele aí e vem tomar a pílula, mas vai me contando tudo e se você gostou! — diz me puxando para fora do quarto. Vejo o meu appa Eun vim até nós preocupado e eu aponto para o meu antigo quarto, ele logo corre até lá. — Me conta tudo! É grande?

— Uma anaconda! Eu até o apelidei de “Namconda". Achei que não iria caber em mim... — digo surpresa e ela ri me guiando até a cozinha. De longe vejo meu appa Dong falando com Nam e Jin, o assunto parecia estar sério já que Jin estava quase correndo dali. Nam me olha e abre um sorrisinho fazendo um joinha com a sua mão, parecia que tudo estava indo bem.

Depois de eu contar tudo para a minha irmã, ela me deu além da pílula um remédio para dor também, mesmo eu dizendo que o Nam havia me dado um, ela insistiu para eu tomar aquele e que ela iria me passar o nome. Voltamos para a sala e o meu appa Dong estava chorando feito uma criança, Namjoon estava dando um abraço nele, assim que me viu, meu namorado fez um gesto para eu dar meia-volta, no mesmo instante que eu iria voltar para a cozinha, Hobi apareceu nas escadas e ao me ver, acabou desmaiando mais uma vez nós braços do nosso appa Eun.

No final eu descobri que Nam havia contado ao meu appa Dong que havia tirado a minha virgindade, e ele estava chorando por causa disso, mas não tentou matar o Nam, apenas disse que era para ele cuidar bem de mim, depois ele foi para o seu quarto e chorou mais. Não havia se acostumado com o fato de que eu não era mais uma garotinha, a sua inocente garotinha.


Notas Finais


Eu criei uma conta no Wattpad para poder ficar realmente segura. Estou querendo postar todas as minhas fics lá, mas ainda estou em dúvida. O meu perfil lá é o @baemimiy !!!

Lembrando que eu vou continuar a postar aqui normalmente, todas as minhas novas fics serão postadas aqui antes, eu criei uma conta lá apenas para, como eu disse, ficar totalmente segura. 😊💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...