História Blue code - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags Chaeyoung, Dahyun, Hospital, Jeongyeon, Jihyo, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Twice, Tzuyu
Visualizações 169
Palavras 2.608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeeey bolinhos ❤

Espero que gostem do cap.

Tia bolinho ama vcs

Capítulo 15 - Between Holes and needles


ʕ•ٹ•ʔ Son ChaeYoung  P.V.O ʕ•ٹ•ʔ





Você sabe quem você é? Sabe o que aconteceu com você? Você quer viver assim? Você só precisa de uma pessoa, um paciente, um momento, para mudar a sua vida para sempre. Ele mudará sua perspectiva, clareará suas ideias… Um momento que te força a reavalair tudo que acredita. Você sabe quem você é? Sabe o que aconteceu com você? Você quer viver assim?

Se há uma coisa que eu aprendi nesse curto período de tempo que sou interna é que só precisa de uma pessoa, um paciente, um momento, para mudar sua vida para sempre. Para mudar sua perspectiva, clarear sua mente. Para te forçar a repensar tudo em que acredita. Para se perguntar as perguntas mais difíceis: Você sabe quem você é? Sabe o que aconteceu com você? Você quer viver assim?






(・∀・) Narrador P.V.O (・∀・)







Jeongyeon andava calmamente pelos corredores do hospital, um sorriso estava esboçado em seu rosto, por outro lado ChaeYoung andava sonolenta e de mal humor, talvez ChaeYoung e Jeongyeon tivessem trocado de humor, pois a mais nova costumava a ser mais alegre e sorridente, enquanto a mais velha chateada com suas responsabilidades, e tudo oque queria fazer era simplesmente dormir.


– Chae você não dormiu nessa folga não?– Tzuyu falou rindo e ChaeYoung a encarou.


– Eu não consegui dormir.– ChaeYoung falou suspirando enquanto colocava as mãos dentro de seu jaleco.


– Por que?– Tzuyu perguntou encarando a mais baixa.


– Ah porque eu não fiquei com sono, acabei vendo uns filmes e lendo.– Tzuyu negou com a cabeça e as duas viraram para o corredor da ala de pacientes pré cirúrgicos.


– ChaeYoung se souberem que você não dormiu vão te deixar sem cirurgia, e ainda vão te colocar pra examinar fezes...– Tzuyu falou repreendendo ChaeYoung que fez uma careta.


– Eu não tô nem aí pra isso, semana passada fiz cinco cirurgias, uma a menos não vai me fazer falta.– ChaeYoung falou dando de ombros.


– Oque não vai fazer falta?– Sana pergunta aparecendo atrás das duas internas, Tzuyu morde seu lábio para não rir e resiste em nao olhar para Sana, até que ela se colocasse até o lado da mesma.


– Bom dia doutora Minatozaki, gostei do cabelo, você trocou de shampoo?– ChaeYoung Falou "rindo de nervoso".


– Achei que não iria fazer falta.– Tzuyu sussurrou no ouvido de ChaeYoung após ouvir os comentários da mesma.


– Bom dia pra você também Tzuyu– Sana falou olhando para Tzuyu que ajeitou sua postura, um pequeno sorriso tomou conta dos lábios da mais alta.


– Bom dia Sana– Tzuyu sentiu as mãos de Sana segurarem as suas levemente, assim deixando um leve carinho nas mesma.


– Bom Quem vai ler o prontuário de hoje?– ChaeYoung estendeu a mão ao mesmo tempo que Tzuyu, as duas se encararam de modo competitivo.


– Eu vou ler– Tzuyu falou franzindo o cenho para a Coreana.


– Você leu da última vez!– ChaeYoung protestou.


– Vem cá, isso aqui virou uma escola agora? Estamos no ensino fundamental?– Sana falou estalando os dedos na frente das duas, que encararam a médica.


– Não Senhora– As duas falaram juntas encarando Sana.


– Ah ótimo, Tzuyu lê dessa vez, o prontuário de amanhã é todo seu Chae– Tzuyu deu um sorriso desumilde  e bateu levemente nas costas de ChaeYoung.


– Isso não é justo.– Ela murmurou.


– A vida não é justa Chae.– Tzuyu falou rindo e ChaeYoung a empurrou.


– Muito bem crianças, vamos entrar no quarto do paciente, então por favor nada de rivalidade, ou comentários sem noção.– Sana alertou apontando para as duas.


Ao entrar no quarto do paciente era possível ver um homem deitado na maca, ele estava olhando para a televisão, ele parecia estar bem, ele não tinha uma expressão de dor ou algo do tipo, parecia uma pessoa normal vendo televisão.


– Bom dia Senhor Yongul.– Sana falou fazendo uma reverência.


– Oh bom dia Sana!  fiquei sabendo que o seu time ganhou no jogo de ontem.– Sana deu uma risada breve e balançou com a cabeça negativamente.


– Finalmente não? – Sana riu e olhou para as duas internas que estavam com o cenho franzido. – Tzuyu o prontuário.– Falou Sana encarando a médica.


– Yongul Woon, duas pedras no rim esquerdo, inchaço no pâncreas e lesões no intestino delgado.– ChaeYoung abriu a boca olhando para Tzuyu.


– Eu sei Garotas, eu deveria cuidar melhor da minha saúde não é mesmo?– O velho riu e Sana balançou a cabeça positivamente.


– Bom a cirurgia do seu apêndice foi marcada para hoje, ou seja jejum total, ChaeYoung leve ele para fazer uma ressonância e Tzuyu você vem comigo.– Sana falou saindo da sala e Tzuyu foi junto.


– Como o senhor se sente?– ChaeYoung perguntou para o homem que riu.


– Além de velho, me sinto um tanto quebrado, mas creio que Sana e vocês irão resolver isso não é mesmo?– O senhor Yongul fala rindo.


– Claro, somos médicas de competência.– ChaeYoung falou com firmeza na voz.


– É isso que eu gosto de ouvir jovem!– O senha Yongul exclamou alegre.










(•ө•)♡









– Sana!– Tzuyu exclamou em um sussurro ao ser prensada contra a prateleira do depósito.


– Relaxa Chewe, ninguém vem nesse depósito, e outra que só eu quem tem a chave.– Sana falou atacando os lábios de Tzuyu.


Não fazia nem um dia que as duas estavam longe, Sana não conseguia controlar sua enorme vontade de beijar os lábios de Tzuyu, de estar perto dela, de segurar sua mão e de simples acariciar seu rosto, ela estava tão presa por aquele amor que estava esquecendo tudo ao seu redor, Tzuyu era como uma aminesia para Sana, ela só conseguia lembrar-se dela, só consiga querer ela.


As mãos de Tzuyu que estavam entrelaçadas a nuca de Sana, agora brincavam com os fios de cabelo da mesma, as mãos de Sana apertavam a cintura de Tzuyu, os lábios de Sana agora se encontravam no pescoço de Tzuyu.


– Sana nós não temos muito tempo– Tzuyu falo abrindo e fechando a boca, permitindo-se sentir aquele prazer que a japonesa lhe causava.


– Relaxe Chewe, eu sou rápida.– Os beijos molhados agora pararam, Sana ficou na ponta dos pés e encarou Tzuyu, seus olhos brilhavam. – Você é tão linda.– Sana sussurou tomando novamente os lábios de Tzuyu.









(•ө•)♡









ChaeYoung agora tomava um copo de café, enquanto estava sentada em cima da mesa da sala de internos, cujo estava vazio. Soltando um suspiro ao ver seus óculos se embaçando retirou os mesmos e voltou a tomar o café.

Vindo naquela mesma direção Dahyun entrou na sala, não notou a presença de ChaeYoung ali e fora pegar algo para comer, escutando o Barulho ChaeYoung franziu o cenho.


– Quem está aí?– Perguntou pois estava sem seus óculos.


– ChaeYoung?– Dahyun indagou recuando de perto da geladeira.


– Ah é só você...– Resmungou ChaeYoung voltando a beber seu café.


– Sim... Só eu.– Dahyun falou dando de ombros e voltando a pegar sua comida.


Tzuyu entrou na sala, franziu o cenho ao ver as duas compartilhando o mesmo ambiente, sentou-se ao lado de ChaeYoung é cutucou a amiga.


– Oque ela tá fazendo aqui?– Sussurou Tzuyu.


– Não sei– ChaeYoung falou dando de ombros e colocando seus óculos. –Por que tem uma marca vermelha no seu pescoço Tzuyu?


Tzuyu arregalou os olhos e logo fechou os mesmos respirando fundo.


– Eu vou matar...– Tzuyu nem precisou terminar a frase para que ChaeYoung tivesse uma crise de risos. 


– Tem uma blusa de gola alta no meu armário, faça bom proveito.– ChaeYoung entregou a chave de seu armário para Tzuyu ainda rindo, as bochechas de ChaeYoung estavam vermelhas de tanto rir.



– Oque você fez ontem?– Tzuyu perguntou enquanto vestia a blusa.


– Bom na- –O cérebro de ChaeYoung havia lembrado que a garota havia saído com Mina é que tinha feito compras. – Bom... Eu saí, comprei algumas blusas e voltei para casa.– ChaeYoung falou dando de ombros.


– Que legal, parece que finalmente o bebê trigre saiu da toca!– Tzuyu falou comemorando.


– Deixe de ser idiota Tzuyu!– ChaeYoung Resmungou.


– Você só ficava em casa e hospital, isso não é uma vida saudável doutora Son.– Tzuyu falou voltando na direção de ChaeYoung.


– Tanto faz.– A mais baixa deu de ombros.


Os bipes das medidas começaram a vibrar, a chamada era da doutora Minatozaki, ChaeYoung encarou Tzuyu que suspirou pesado, mais um acidente em um curto período de tempo, mais uma cirurgia de seria feita.


– Ok vamos...– Falou ChaeYoung pulando da mesa e correndo até a porta.




As internas chegaram correndo na emergência, colocaram rapidamente os trajes e foram até o local de recepção.


– Muito bem meninas, esse vaimser um atendimento direto para a sala de exames, Tzuyu prepare uma máquina de sonografia portátil, ChaeYoung agende uma ressonância e tomografia para agora! Diga que é da emergência ok?– ChaeYoung assentiu junto com Tzuyu que saíram correndo pelo hospital.


– A ambulância chega em cinco minutos!– Im Nayoung, chefe da área de trauma.


Sana colocou suas luvas e checou pela última vez seus equipamentos, a equipe de pronto socorro tinha dito que era um caso grave, então Sana tinha que se preparar para o pior, mas ela nunca sabia oque poderia ser o pior, talvez uma facada no peito, talvez abelhas, talvez intoxicação radioativa, ninguém nunca se sabe oque pode acontecer quando a área de trauma e a área de cirurgias gerais se juntava.


– Eles chegaram!– Nayoung falou indo para a pista, ChaeYoung e Tzuyu chegaram correndo no local.


– Vamos!– Sana falou apontando para fora.


A maca que carregava a paciente foi tirada de dentro da ambulância, a paramédica começou a passar os dados para Nayoung, logo a médica já estava dentro da área de emergência com a maca e a paciente.


– Liguem a máquina de sonografia!– Falou Nayoung.


– Relatório– Falou Sana puxando uma ficha.


– Park Boon, vinte e dois anos, tentativa de suicídio após engolir agulhas de custura.– A paramédica falou olhando a ficha de Park Boon.


– Quantas?– Sana perguntou calmamente.


– Um pote com vinte e cinco– ChaeYoung se assustou junto com Sana, quem era doido de engolir agulhas?


– Não há nenhum sinal de agulhas na garganta. – Tzuyu falou guardando o carrinho de sonografia.


– Doutora Son leve ela para a sonografia e tomografia, eu vou me planejar essa cirurgia com Sana e Tzuyu, quando você tiver os exames venha até nós com os resultados imediatamente, e então nós quatro iremos fazer a cirurgia.


– Ok Doutora– ChaeYoung levou a maca com a paciente rapidamente até o centro de sonografia.


– ChaeYoung!– Sana gritou.


– Sim?!– ChaeYoung respondeu a altura.


– Alerta Jihyo também, ela é uma suicida.– Sana voltou seus olhos para a porta de vidro.


– Tudo bem!?– ChaeYoung voltou a trilhar seu caminho.


– Vamos.– Sana falou segundo o caminho para a sala de reuniões.







(•ө•)♡






ChaeYoung corria pelo hospital com todos os exames que foram pedidos, o estado da paciente era mais grave que ela imaginava, havia agulhas por todo o seu organismo, oque lhe poderia causar uma morte rápida.


– Eu estou com o Exame!– ChaeYoung falou abrincando a porta da sala, atraindo o olhar de Sana e Nayoung, logo Tzuyu aparece atrás da médica.


– A sala de cirurgia já está pronta, a paciente já está sendo preparada.– ChaeYoung virou-se para Tzuyu encarando a mesma e dando espaço para que ela passa-se, oque foi um tanto inútil já que Sana e Nayoung se levantaram.


– Vamos nos preparar para a cirurgia meninas.– Sana falou colocando a mão nos ombros de Tzuyu, e começando a andar.




– Eu estou sentindo que essa cirurgia vai demorar uma eternidade.– ChaeYoung falou olhando para a paciente na mesa.


– Provavelmente umas seis ou sete horas, retirar agulhas de um corpo demora.– ChaeYoung encarou Tzuyu que deu de ombros. – Ue nunca fez isso na faculdade?– ChaeYoung franziu o cenho fazendo uma expressão de negação, voltando a lavar seus braços para entrar na cirurgia.





– Lâmina cinco.– Pediu Nayoung estendendo a mão.


– Ok, as agulhas estao presas na região da barrilha, entre a passagem dos intestinos, vamos ter que tirar todas as agulhas do sistema intestinal del, uma por uma, oque demorará mais ou menos quatro horas, depois vamos gastar mais três horas para sutura todos os cortes, também vamos ter que verificar se há cortes nos pulmões ou membros frágeis, ok?– Sana explicou olhando para Tzuyu e ChaeYoung que assentiram.


– Tudo bem, podem assumir aqui.– Nayoung falou tirando suas luvas.


– Muito obrigada Nayoung.– Sana falou fazendo uma reverência e se aproximando da mesa de cirurgia. – Ok meninas vamos começar a fazer nosso trabalho.– Sana fala pegando sua pinça e analisando o interior da paciente.







(•ө•)♡






– Eu não sinto minhas pernas... Socorro Tzuyu.– ChaeYoung falou olhando para a mais nova.


– Senta ae em uma maca, ou se joga no corredor, eu vou pra sala de descanso dormir.– Tzuyu falou se espreguiçando.


– Eu também vou.–  Sana falou aparecendo atrás da mais alta.


– Até mais Chae.– Tzuyu acenou para ChaeYoung e  a mais baixa fez o mesmo.


– Já são seis da noite... Misericórdia eu não almocei e nem tomei café da manhã, essa cirurgia quase me matou... Eu preciso de comida.– ChaeYoung falou consigo mesma enquanto andava sozinha.


Ela estava tão avoada e cansada que acabou por esbarrar em alguém, sem pensar duas vezes se curvou em pedidos de desculpas.


– Me desculpe, me desculpe mesmo– ChaeYoung falou se levantando e olhando para a pessoa que não havia falado nada. – Mina!– Um sorriso tomou conta dos lábios da mais nova, Mina deu uma risada e balançou a cabeça positivamente.


– Tudo bem Chae, você parece cansada, oque andou fazendo?– Mina perguntou olhando para o rosto de ChaeYoung, era difícil não perceber que ela está exausta.


– Ah, é que eu acabei de sair de uma cirurgia de sete horas... Foi bastante cansativo.– ChaeYoung falou dando uma risada fraca.


– Você já comeu alguma coisa?– Mina perguntou a olhando.


– Eu estava indo para o refeitório agora, você veio ver a Nayeon?– Mina sorriu.


– Ah na verdade eu acabei de ver ela, estava andando pelo o hospital para ver se achava minha amiga.– ChaeYoung ergueu as sobrancelhas em curiosidade.


– Quem?– A mais nova perguntou curiosa.


– Você né boba!– Mina falou empurrando o ombro de ChaeYoung.






(•ө•)♡





– Doutora Yoo?– Yuri entrou na sala colocando a mão no ombro de Jeongyeon.


– Sim?– Jeongyeon se virou olhando para a médica.


– Precisamos conversar– Yuri falou seria encarando a médica.


– Tudo bem, eu tenho tempo agora, oque você quer?– Jeongyeon perguntou com o cenho franzido.


– Você andou quebrando algumas regras do hospital doutora Yoo... E você sabe que isso não é bom para um médico de tamanha importância.– JeongYeon tirou a mão de Yerin de seu braço e encarou a médica.


– Oque quer dizer com isso?– Jeongyeon cruzou os braços.


– Eu vi você beijando a Nayeon ontem.– Yuri falou simplista.


– Você andou me espionando?– Questionou Jeongyeon.


– Eu apenas passei no momento certo.– Argumentou 


– Tá mas oque você quer com isso?– Jeongyeon perguntou cruzando os braços.


– Sente-se por favor, é um pedido bem simples.– Jeongyeon se sentou disposta a ouvir Yuri. – Eu sei sobre a sua pesquisa, ela tem grandes chances de ganhar o premio harper avery, então eu me interessei... Digamos que eu quero a sua pesquisa, caso você me negue eu falarei que você abusou de uma paciente inconsciente e então você perderá sua licença como médica, caso não queira isso e ainda queira continuar próxima a Nayeon, você terá de me passar a pesquisa quando ela estiver totalmente completa , eu irei operar a mesma e vocês se resolvam.– Yuri deu um frio sorriso ao terminar sua proposta, encarou Jeongyeon que a olhava assustada e levantou o dedo. – Você tem uma semana para pensar sobre o assunto, é sua carreira e a vida de Nayeon no lixo, ou a vida de Nayeon salva e você sem nenhum reconhecimento pela sua pesquisa. Pense bem.– A médica falou saindo da sala de Jeongyeon.


A médica se encontrava estática, sem chão, ela estava com os olhos estavam arregalados, ela Batucava sua perna com as mãos e sussurrava palavras desconexas.


Notas Finais


Eita eita eita.

Até o próximo cap.

Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...