1. Spirit Fanfics >
  2. Blue velvet >
  3. Four

História Blue velvet - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Four


Na volta para casa Sasuke sentiu seu celular vibrar diversas vezes, mas optou por ignorar, com certeza Itachi havia descoberto que não estava com Hinata e que matou todas as aulas do dia. Encostou sua cabeça na janela e fechou os olhos, relaxando com a música suave que saia pelos auto falantes do carro. O dia se encerrou muito rápido, a sensação que tinha era que o relógio não mediu esforços para mover os ponteiros, desde que aceitou sair com Naruto. Suave como a música, fazia seu coração acelerar com os toques e esquentar com tudo o que fôra dito, esse era o efeito que ele causava sobre si e estava sendo bom pra caralho.

- Sasuke... Sas. - Deslizou a mão pelos cabelos escuros, sorrindo de forma involuntária quando o moreno abriu os olhos. - Chegamos.

- Oi... - Suspirou frustrado enquanto bagunçava o próprio cabelo.

- Está tudo bem?

- Sim, só chegamos rápido demais. - Admitiu angustiado.

Naruto sorriu, tocando mais uma vez os fios negros, com um pouco mais de cuidado, assistindo o Uchiha fechar os olhos e relaxar com o carinho, Sasuke era realmente adorável.

- Então o meu menino fica manhoso quando acorda, vem aqui gatinho. - Sorriu e segurou a mão de Sasuke indicando que ele sentasse em seu colo.

O aperto em sua mão ficou mais firme conforme aceitou sentar-se no colo de Naruto, apoiou suas mãos no ombro alheio e sentiu seu corpo arrepiar com os toques firmes em sua cintura. O abraço veio como esperado, quente e confortável, transmitia calma e segurança como se não existisse um mundo fora dali. Sasuke fechou os olhos, sentindo aos poucos toda a sua angustia desaparecer.

- Você precisa ir Sas, seus pais devem estar preocupados. - Sussurrou, afrouxando um pouco o abraço.

- Eu sei, eu sei...

- Você gostou do nosso dia bebê? - Perguntou observando o moreno assentir. - Hoje nós não tivemos muito tempo, mas eu prometo que os próximos serão melhores.

- E você, gostou de passar o dia comigo? - Sasuke sentiu seu rosto esquentar.

- Eu gostei muito de passar o dia com você, por mim passaria a noite também mas você ainda não está pronto.

- Eu não estou pronto por que te fiz aquela pergunta no restaurante? - Perguntou timidamente. - Você me disse que eu não estava pronto para saber mas eu sei que estou.

- Não se preocupe com isso, ainda temos muitas coisas para descobrimos juntos, mas você precisa ir agora.

Sasuke revirou os olhos e riu irônico.

- Você acha que eu tenho quantos anos? Eu sei o que é um vibrador Naruto. - Disse o encarando.

- Sasuke, chega, eu não quero ter que te punir. - Ordenou.

- Não se preocupe com isso, você não está pronto e eu tenho que ir agora. - Fez menção para se levantar, porém Naruto foi mais rápido e o segurou pelos pulsos.

- Isso vai muito além do que você acha que sabe Sasuke, as coisas não são assim. - Acariciou o rosto do Uchiha com a ponta dos dedos erguendo seu queixo. - Se eu disse que você não está pronto, é porque não está garoto. - Desceu o polegar o deslizando pelos lábios avermelhados.

Naruto desceu os lábios pelo pescoço pálido, distribuindo beijos e mordidas. Deliciava-se com os gemidos contidos que Sasuke soltava, ele seria mesmo a sua perdição. Subiu a mão até os fios negros entrelaçando os dedos na região onde o cabelo era maior, puxando com força, fazendo o mais novo lançar a cabeça para trás. Sorriu satisfeito, causava tantas reações com tão pouco, mas naquele momento Sasuke não merecia mais do que isso. Voltou a morder o pescoço levemente marcado, subindo os beijos para os lábios entreabertos, mordeu-os lentamente mantendo a proximidade.

- Boa noite Sasuke. - Disse baixo, sorrindo com o semblante confuso do menor.

- Você está mesmo me punindo? Isso é sério? - Ele resmungou.

- Meninos maus não são recompensados, por isso você não foi.

- Mas eu não...

- Você precisa ir, boa noite bebê. - Depositou um beijo no canto dos lábios e o ajudou a levantar.

- Boa noite Naruto. - Sasuke saiu apressado do carro, tentando assimilar o que tinha acabado de acontecer, fechou os botões de sua jaqueta em uma tentativa de esconder as marcas vermelhas em seu pescoço e entrou em casa.

Um suspiro cansado escapou dos lábios do loiro ao ver que Sasuke saiu do carro com raiva. Queria ter continuado o que começou, queria tê-lo instigado ainda mais. Entretando, eles haviam acabado de se conhecer e o Uchiha claramente não estava pronto, pelo menos não ainda.
O irritante toque de seu celular o tirou de seus devaneios, então tratou de atendê-lo o mais rápido possível.

- Oi irmãozinho, não me diga que ainda está trabalhando.

- Oi Men, aconteceu alguma coisa?

- Aconteceu, hoje é sexta e você sabe o que acontece nas sextas. - Riu alto. - Venha para casa da Sakura, estamos todos aqui.

- Eu esqueci completamente. - Ouviu uma risada alta dos amigos, provavelmente a ligação estava no viva voz. - Estou indo.

♡♡♡

Sasuke respirou fundo antes de abrir a porta, adentrou a casa ouvindo uma conversa alta e agitada vindo da área de lazer, onde seus pais costumavam ficar quando recebiam visitas. Se aproximou e como esperado, ali eles estavam concentrados com cartas em suas mãos. Eram as raras as visitas de seu tio Madara e seu marido Hashirama, os pais de Shisui.

- Mãe, pai, tios, cheguei.

- Oi filho, você chegou tarde, como foi o dia com a Hinata? - Mikoto perguntou colocando uma carta sobre a mesa.

- Foi normal, ficamos estudando e eu perdi a hora.

- Oi Sasuke, quanto tempo, quer se juntar a nós? Estamos ganhando dos seus pais. - Hashirama disse bem humorado.

- Eu não sou bom em nenhum jogo de cartas, ainda mais blackjack, vocês perderiam. - Confessou se aproximando mais da mesa.

- Bobagem garoto, não é complexo como pensa. - Madara embaralhou as cartas em sua mão. - Se um dia quiser jogar junte-se ao time vencedor.

- Sasuke, pode vir aqui? - Itachi o chamou.

- Pode deixar tio. - Respondeu rápido, e Madara deu um sorriso vitorioso. - Eu preciso ir, depois volto.

Sasuke se afastou e fechou a porta, deixando a pequena área de lazer. Acendeu as luzes da sala se assustando com a figura de Itachi, que preparava cautelosamente uma bandeja com xícaras de chá e biscoitos no escuro.

- Caralho Itachi, que susto.

- Está devendo Sas? - Provocou, observando o irmão estreitar os olhos em sua direção. - Me ajuda a levar a bandeja para o quarto, o Shisui não está se sentindo bem.

Sasuke apenas concordou e Itachi tomou a frente subindo as escadas concentrado para não derrubar as xícaras. Não demorou muito para que chegassem no quarto, Shisui dormia com alguns panos úmidos no rosto, aparentemente estava com febre e Itachi não poupou cuidados.

- O que houve? - Sasuke perguntou se sentando na ponta da cama.

- Eu não sei, ele chegou aqui queimando em febre. - Itachi suspirou pesadamente. - Ele é muito teimoso e nunca me escuta, eu disse que não deveria sair com a moto em dias de chuva. - Retirou um dos panos da testa do namorado, medindo sua temperatura com as costas da mão.

- 'Tachi, eu estou bem. - Disse com os olhos ainda fechados. - Não precisa se preocupar comigo amor.

- Você não consegue abrir os olhos e seu corpo todo está muito quente Shisui. - Itachi respondeu calmamente tentando não parecer irritado. - Não me peça para não me preocupar, você sabe que isso é impossível. - Sinalizou para que Sasuke pegasse uma das xícaras de chá na bandeja.

- Amor, o que é isso?

- Chá de salgueiro-branco, vai ajudar com a febre. - Acariciou os fios ondulados levemente úmidos pelo suor. - Bebe amor.

Sasuke se levantou e encostou suas costas na porta observando aquele momento atentamente. Itachi era cuidadoso em todos os aspectos, prestava atenção em todas as expressões de Shisui, sempre perguntando como ele se sentia e procurando melhorar o que o incomodava. Parecia uma cena de um filme romântico bem clichê, onde momentos assim não passavam de um roteiro muito bem escrito, Itachi e Shisui desafiavam todas essas histórias mostrando que o amor existe sim, afinal eles existiam.

Decidiu se afastar e tomar um bom banho quente. Fechou seus olhos sentindo a água relaxar todos os músculos e aliviar a tensão, se permitiu lembrar de todos os acontecimentos dos últimos três dias. Tudo estava acontecendo tão rápido, literalmente um dia após o outro, mas o que significava tudo? Naruto não havia especificado nada e Sasuke não queria assumir que sabia que não passariam disso, nada. 
Tal questionamento gerou uma certeza no Uchiha, o amor de fato existia, porém como todas as coisas belas da vida, ele escolhe a dedo as pessoas que irão receber toda a sua glória. E infelizmente, Sasuke sentia que não era uma delas.
                                    ♡♡♡

Ao chegar na casa de Sakura, Naruto empurrou a porta que sempre ficava aberta, como de costume. Se deparou com Menma, Sakura e Neji deitados um sobre o outro no tapete da sala, rindo alto porque estavam tontos demais para conseguirem se levantar.

- Não me digam que começaram a festa sem mim. - Naruto falou em um falso tom entristecido.

Em resposta, uma gargalhada gostosa escapou dos lábios de Sakura.

- Você queria o que? Que nós esperássemos você terminar de foder o Sai pra dar o ar da graça, da-ddy? - Ela debochou, entornando mais um gole de vinho.

- E quem disse que eu estava com o Sai?

Naruto assistiu com satisfação o choque tomando conta do rosto dos amigos, fazendo-os arregalarem os olhos e entreabrirem os lábios.

- Por que estão com essa cara? Eu falei algo errado? - O Uzumaki questionou o mais inocentemente possível, abrindo um sorriso sagaz.

- Naruto Uzumaki. Você vai dizer com quem  estava agora. - Ditou Neji, cruzando os braços em uma tentativa falha de se mostrar alguém sério e ameaçador.

- Não vou. - Naruto respondeu simplista.

- Você é mesmo um filho da puta. - Menma fez uma careta e Naruto riu ao dar de ombros. - Para mim você tinha terminado com o Sai há muito tempo e parado com isso, agora eu descubro que você está com outro garotinho.

- Você sabe que também se ofende me chamando assim, não sabe? - Debochou. - E eu não terminei com o Sai porque nunca começamos nada, é apenas sexual e casual.

- Garotinho... - Sakura repetiu os encarando. -
Neji, como era o nome daquele menino do site mesmo?

- Eu não sei, no site só mostrava o user dele. Naruto você estava com o menino do velvet skin?

- Espera, espera, você ainda usa essa porra? - Menma elevou um pouco a voz caminhando em direção ao irmão. - Eu não acredito que você não mudou nada.

Naruto direcionou um olhar reprovador para Sakura e Neji, que como sempre haviam falado demais.

- O nome dele é Sasuke. - Naruto suspirou cansado. - Nós nos conhecemos no site ontem e por uma completa ironia do destino, a minha primeira palestra do dia foi na faculdade dele. - Sorriu ao lembrar. - Eu demorei para chegar porque passamos o dia juntos, fomos almoçar no seu restaurante Sakura e depois eu o levei para casa. - Disse por fim. - Satisfeitos?

- Então você o levou para o meu restaurante e para casa depois... - Disse tomando mais um gole de sua bebida. - Continua.

- Para a casa dele. - Apressou-se em explicar. - Ele é diferente, eu não sei.

- Diferente como? - Menma perguntou animado ignorando a sua irritação.

- Diferente hm? É assim que começa. - Neji se aproximou segurando uma taça de vinho para o loiro que não recusou.

- Ele é totalmente o oposto do Sai por exemplo, ingênuo, carinhoso e me obedece espontaneamente.

- O Sai é um brat, ele sempre irá impor resistência. - Menma respondeu com tranquilidade, afinal adorava essas práticas. - Se você procura um submisso obediente, encontrar um bottom é a sua melhor opção, esse menino parece ser o ideal.

- Ele sabe que você é um dominador Naruto? - Sakura perguntou curiosa.

- Ainda não, ele claramente não está pronto para ter algo assim. - Suspirou cansado.

- Vocês se conheceram ontem, talvez você esteja enganado, só o tempo dirá. - Menma piscou para ele.

Naruto se sentou no sofá espaçoso sendo acompanhado por Menma, que deitou a cabeça em seu colo exigindo que o maior mexesse no seu cabelo. Naruto e Menma eram irmãos gêmeos inseparáveis, desde sempre, com o tempo essa proximidade só aumentou.

Naruto sentiu seu celular vibrar repetidas vezes e com muito cuidado o tirou do bolso, para não acordar seu irmão.

Sai:
- Eu não pude deixar de notar em como você ficou gostoso com aquela roupa na palestra... Sempre achei que branco realçava os seus olhos e eu estava certo.

Você: 
- O que você tirou de aprendizado com a palestra? Me diz.

Sai: 
- Aprendi que tenho mesmo um tesão fodido por arquitetos, ainda mais os que dominam tão bem as técnicas com suas mãos firmes...

Você:
- Técnicas não são as únicas coisas que eu domino bem, mas você já sabe disso.

Sai:
- Eu sei muito bem... Hoje eu lembrei de quando transamos no meu quarto com algumas tintas comestíveis, você se lembra daddy?

Você: 
- Como eu me esqueceria? Desde aquele dia vermelho virou a minha cor favorita.

Sai:
- Você está ocupado agora? Eu não consigo concluir um projeto para amanhã cedo daddy...

Você: 
- Pra você nunca, até daqui a pouco.

                                     ♡♡♡

Quinze minutos. Sasuke estava sentando no chão perdido em seus devaneios, o vapor da água quente parecia anestesiar o seu corpo, estava demorando mais do que o normal, mas não queria sair dali. Desligou o chuveiro, encostou sua cabeça no azulejo e suspirou com desanimo antes de vestir o seu roupão e sair do banheiro.

Deitou-se no seu lado da cama com seu cabelo ainda molhado e seu moletom favorito preto, direcionou o olhar para Itachi que estava deitado de bruços abraçado com o travesseiro. Ficaram em silêncio por alguns minutos, escutando apenas o som de um programa antigo que costumava passar naquele horário.

- Você demorou no banho, se sentiu mal? - Itachi perguntou se virando para o lado, ainda abraçado com o travesseiro.

- Não, só precisava pensar. - Respondeu baixo. - Pensei que o Shisui fosse dormir aqui, ele está melhor?

- Eu também pensei mas você conhece o Madara, ele achou melhor que o Shisui dormisse em casa, perto dos cuidados dele. - Respondeu apertando o travesseiro. - E eu não questionei.

- Você é protetor demais Itachi, deve ser só um resfriado, não precisa se preocupar.

Itachi deixou uma risada baixa escapar e se aproximou de Sasuke, deitando-se de frente para ele.

- Eu sou né? - Perguntou e Sasuke apenas confirmou com a cabeça. - Um dia você também vai se sentir assim, todo esse cuidado é irracional.

- Eu acho difícil encontrar uma pessoa que me faça sentir assim, e que se apaixone por mim, como você e o Shisui... - Disse meio sem jeito.

- E aquele carinha que te trouxe em casa? Ele é tipo um amigo da faculdade? - Questionou se segurando para não rir da expressão sem graça do irmão. - Sabe que pode ser honesto comigo Sas.

- Tipo isso... Ele é um palestrante, incrível 'Tachi. - Respondeu com nervosismo.

- Posso saber o nome desse palestrante incrível que conseguiu deixar o meu irmão sem graça? - Brincou e Sasuke revirou os olhos.

Sasuke direcionou o seu olhar para o teto enquanto mordia o lábio inferior, Itachi era a única pessoa que confiava no mundo, não faria mal contar para ele.

- Naruto Uzumaki.


Notas Finais


♡ E aí, o que acharam??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...