1. Spirit Fanfics >
  2. Boys In Luv - Stray Kids >
  3. O Capitão do Time

História Boys In Luv - Stray Kids - Capítulo 9


Escrita por: XXJB94

Notas do Autor


Olha quem voltou na maior cara de pau kkk Sim voltei e estou decidida a concluir essa fic.

Capítulo 9 - O Capitão do Time


Fanfic / Fanfiction Boys In Luv - Stray Kids - Capítulo 9 - O Capitão do Time

Os dois se sentam na arquibancada, Han estava sério e com os braços cruzados. Sua cara de insatisfação era nítida e ele não conseguia disfarçar. Know por outro lado estava confuso e tristonho com o tratamento que seu melhor amigo estava lhe dando. Minho precisava saber oque estava acontecendo de errado com o seu melhor amigo.

– Por que você está assim? Já entendi, é o fato do Innie estar próximo, não é? Olha eu sei que você gosta do Hyunjin, mas eu não tenho culpa.

– Não tem nada a ver com o Jeongin e o Hyunjin. O problema é o Taehyun.

– E desde quando o Tae tem sido um problema? Sei que tiverem os seus problemas no passado, mas você tem que superar isso. Taehyun é uma boa pessoa e você querendo ou não, estamos ficando e... //Enciumado com oque acabará de ouvir de seu melhor amigo, Jinsung aperta as suas coxas, tentando descontar sua raiva.  

– Leeknow, somos amigos há quanto tempo?

– Há uns 12 anos, eu acho...

– Se você realmente é meu amigo se afasta desse cara, por favor! //Sem saber oque responder, Minho sorri fraco e pensando em como responder a aquele conselho sem machucar o seu melhor amigo.

– Eu não posso fazer isso, só porque que você não gosta dele, preciso de um motivo mais sério.

– Isso não tem nada a ver com minha rivalidade com ele.

– Então tem a ver com oque? //Os jogadores entram na quadra para treinar e então Jinsung decide ir para um lugar mais reservado. Sem nenhuma cerimônia ele segura no pulso do mais velho e o levando até o vestiário. Por puro impulso ele prensa Minho contra o armário, fazendo um barulho estrondoso.

 Jin-Jinsung oque você está fazendo? //O coração do mais velho começa a pulsar acelerado, por conta do susto que havia levado com a atitude bruta de seu melhor amigo. Han segura as mãos de Minho contra o armário e então o roubando um beijo. Know fica assustado com a atitude do seu melhor amigo e mesmo sendo contra beija-lo, ele apenas o retribuiu de bom grato. As borboletas no estômago de ambos faziam festa, pois há dias que Jinsung havia pensado em fazer isso e há anos Know aguardava por esse momento. Minho empurra Han e o afastando, os olhos de ambos se entre olham, tinha paixão naquela troca de olhares. – E-Eu... //O mais velho leva sua mão trêmula nos lábios e ficando em silêncio. – E-Eu tenho que ir! //Minho sai apressado e deixando Jinsung frustrado, pois ele jurava que seu amigo o amava. Irritado o mais baixo dá um soco com força no armário e o amassando. Logo ele coloca o seu uniforme e vai para a quadra, tentar jogar. Christopher, o capitão do time de basquete, cruza os braços e com uma cara irritada fita Jinsung caminhando em sua direção.

– Jinsung, você está atrasado.

– Desculpa Chan hyung, prometo que isso não vai se repetir. //O mais velho inclina sua cabeça na direção da quadra, um sinal claro para o mais novo ir treinar. Chris ia voltar a treinar, quando avistou, Seungmin se aproximando. Os jogadores começam a rir do jovem tímido e magricela que se aproxima de forma covarde.

– Posso ajudá-lo em algo?

– E-Eu quero fazer parte do time. //Logo os jogadores começam a rir do rapaz tímido que abaixa a cabeça.

– Não me leve a mal, mas você não parece ser do tipo atlético. Por que não tenta algo mais delicado, tipo teatro, dança ou música?  //Fala debochado deixando Seungmin tristonho. Min não queria ser um jogador de basquete, ele gostava de música, mas seu pai era contra isso. Talvez por conta de querer agradar seu terrível pai, foi que Min decidiu entrar para o time de basquete da universidade. – Tudo bem! //BangChan estende a mão e pedindo a bola para Yeonjun. Sem hesitar o jovem arrogante a arremessa para seu líder que de imediato, entrega para Seungmin. – Vamos ver oque você sabe fazer. Se você conseguir fazer uma cesta em mim, você está no time.

– Essa eu quero ver! //Yeonjun fala empolgado, deixando Seungmin ainda mais tenso.

– Chan, por favor, pega leve com ele.  //Changbin fala sério, pois sabia como o líder era arrogante, mau humorado e um tanto quanto exigente.

– Calma Binnie, vou pegar leve com o seu amiguinho. //Chan começa a quicar a bola no chão e esperando que Seungmin roubasse a bola dele. – Vamos, você só precisa fazer uma cesta. //Seungmin tenta de todas as formas pegar a bola, mas Christopher era habilidoso demais e seria impossível para Seungmin conseguir pegar a mesma e muito menos fazer uma única cesta. Ele tentou por um longo tempo, até que o treino acabou. – O treino acabou, podem ir. //Todos saem então Changbin se aproxima de Seungmin.

 – Vamos Minnie!

– Ele não vai a lugar nenhum enquanto não tirar essa bola da minha mão e fazer uma cesta. //O mais velho fala  autoritário.

– Mas eu...

– Ou você faz isso ou eu vou me assegurar de que você nunca mais poderar fazer teste pra entrar no time.

– Chan hyung está tarde, deixa ele tentar amanhã. //Bin tenta convencer Chan a ter misericórdia de seu amigo.

– Pode se retirar Changbin, meu assunto é com o seu amigo magricelo aqui.  //BangChan nunca fez questão de testar nenhum candidato interessado no time, porém algo em Seungmin fez com que ele desse devida atenção para ele.

– Pode ir Binnie, eu preciso entrar para o time. //Chris continua quicando a bola enquanto tenta provocar o mais novo.

– Desista, você é fraco demais para o time!

– E-Eu não posso desistir, quero deixar o meu pai orgulhoso. //Seungmin estava exausto e ofegante, porém ele não desistiria com tanta facilidade. Por mais que ele fosse péssimo, ele tinha força de vontade.

– Descanse um pouco. //Nega com a cabeça e tentando pegar a bola.  – BASTA! Já disse, vá descansar um pouco. Você está esgotado, e de nada me serve se você cair morto no chão. //Mesmo contrariado ele se senta e tristonho abraça suas pernas. Christopher caminha até um cooler que havia por ali e pega duas garrafas de água mineral e entregando para o mais novo. Com os olhos cheios de lagrimas ele segura a garrafa e a abrindo, podendo então saciar a sua cede.

– Por que você é tão cruel? Changbin me contou da sua fama, mas e ainda pior do que eu imaginava.

– Minha fama?

– Sim, sua fama de ser cruel e autoritário com todos.

– Seungmin, certo? //Confirma que sim com a cabeça enquanto dá um gole naquele líquido um tanto quanto refrescante. – Sabe por que você não conseguiu pegar a bola de mim?

– Por que eu sou ruim?

– Não, porque você está fazendo isso para impressionar o seu pai, mas no fundo não é isso que você realmente gosta de fazer. //Chan fala e logo deita no chão, podendo fitar o teto daquele enorme ginásio. – Eu poderia muito bem aceitar você no time e deixar o seu pai feliz, porém você não estaria fazendo oque gosta.

– Eu não esperava por isso. //O mais novo fica pensativo e repensando se entrar para o time séria uma boa ideia. O de fios negros temia desapontar o seu pai mais do que tudo, então seria capaz de sacrificar o seu sonho em prol disso. Eu tenho que entrar para o time, BangChan!

– Já que você quer tanto participar do time, vou te colocar como meu assistente todas as segundas, quartas e sextas às 18h:00min da noite. E todas as terças e quintas, vou te ensinar a jogar basquete e quem sabe um dia você consiga roubar a bola de mim e entrar para o time. //Ao ouvir aquilo, Seungmin dá um sorriso largo e fitando o mais velho que sorri de volta. Chan se senta e estendendo a mão para Seungmin, que a aperta firmemente. – Temos um trato?

– Sim, obrigada Chan hyung. //Os dois se entre olham e logo sorrirem. Seungmin estava tão feliz, mas no fundo ele sabia que não seria fácil ser o assistente do time, pois alguns dos jogadores tinham um humor terrível. Os dois saem, podendo finalmente irem embora descansar.

  Minho estava preparando o jantar e acaba se distraído ao lembrar do beijo que Han havia lhe dado à tarde. Um sorriso bobo se faz presente e o deixando corado. O mais velho estava nas nuvens, pois só ele sabia o quanto ele amava aquele baixinho bochechudo. Alguém bate na porta e o trazendo de volta a realidade. Know seca suas mãos no avental de cozinha no qual ele usava e indo em direção a porta. Com a ajuda do cartão magnético ele destranca a porta e um sorriso amigável se faz presente enquanto um abraço apertado lhe é dado.

– Eric, primo que saudade! Ele dá passagem ao seu primo que com um sorriso largo, adentra naquele aconchegante e sofisticado quarto de alojamento. Eric acabará de ser transferido para a faculdade e estava empolgado em retornar ao corpo estudantil. Minho terminou de preparar o jantar e logo serviu seu primo, que comera de bom grato. Eles conversaram e mataram a saudade que ambos sentiam um do outro.

– Quanto tempo você pretendo ficar em Busan?

– Até concluir a faculdade de belas artes! Meus pais me deram a maior força.

– Sério? Você já tem dormitório?

– Sim, amanhã mesmo vou me mudar para o alojamento próximo ao edifício de belas artes.

– Se precisar de ajuda pode contar comigo, com o Han, Felix e Hyunjin. //Eric dá um sorriso de canto e agradece ao seu primo por sua gentileza. Já era tarde então Minho convidou seu primo para passar à noite por ali e ele gostou da ideia.

   Assim que amanheceu, Minho e Eric se arrumaram e foram até o refeitório, para comprar seu café da manhã. Os dois comiam de forma despreocupada, quando Han se aproximou dos mesmos e dá um sorriso tímido. Minho tratou logo de apresentar seu primo e Jinsung fica aliviado, pois temeu que o belo rapaz fosse mais concorrente. Os três começaram a conversar tranquilamente, porém Han não tirava seus olhos de Minho. Ele queria falar com Know a sós e estava sem jeito de falar isso para o primo de seu amado. Por sorte, Eric decide conhecer o prédio de belas artes e então se despede com uma pequena reverência. O novato estava caminhando despreocupado quando sem querer esbarra em um jovem que parecia apressado.

– Desculpa, foi sem querer!

– Ah, sem problemas. //Dá um sorriso tímido para Eric que retribuí o sorriso do mais novo.

– Desculpa, mas você sabe onde fica o edifício de belas artes?

– Hoje é o seu dia de sorte, pois eu faço gastronomia nesse edifício. //Jeongin fala todo empolgado e deixando Eric encantado na gentileza e beleza do jovem. – Vamos, estou indo pra lá, nesse exato momento. //Jeongin puxa o mais velho pelo pulso e o arrastando. Logo ele solta seu pulso e decide se apresentar ao novato. – Meu nome é Yang Jeongin e qual é o seu?

– Meu nome é Eric Nam! //Eles conversaram o caminho todo e assim que encontraram as suas respectivas salas, Jeongin se despede e podendo assistir a sua aula. Depois de alguns horas, Jeongin foi almoçar junto de Chaeryeong, sua amiga. Eric sorri de canto e perguntando se ele poderia se juntar aos dois. Chaeryeong fica corada, pois Eric era lindo, oque deixou a jovem tímida. IN dá um sorriso e confirma que sim com a cabeça, então o rapaz de senta. Os três comiam e conversavam, até que Chaeryeong decidiu ir ao banheiro.

– Sua namorada e muito linda.

– Muito linda, mas ela não é minha namorada! Chaeryeong e eu somos apenas amigos e colegas de classe.

– Nossa que vergonha, me perdoa pela minha falta de modos. Não deveria me intrometer em assunto tão particular e que não é da minha conta.

– Imagina, Eric, não foi nada demais e...

 Jeongin quem é esse cara? //Hyunjin fala num tom autoritário, como se Jeongin fosse sua propriedade. O loiro de fios longos, fuzilo o loiro de fios curto, podia se ver faíscas de ódio saindo dos seus olhos. Eric por outro lado, desvia seu olhar enquanto sorri de forma sarcástica. De forma inocente Jeongin sorri e fita seu amigo.

  O nome dele é Eric! Ele foi transferido para a nossa faculdade. E Eric esse é o chato do, Hyunjin.

 Prazer Hyunjin... //Ele nada disse, apenas fitou a mão estendida de Eric e virou a cara, ignorando a gentileza do novato. Hyunjin era arrogante com todos a sua volta exceto quando de tratava do Jeongin. – Eu preciso ir Innie, foi um prazer conhecê-lo e eu vou adorar as aulas particulares, vai me ajudar bastante. //Fala se referindo a aula particular que o mesmo implorou para o mais novo dar. Como Jeongin era inteligente e precisava de uma grana extra, não viu problema e aceitou. Porém Hyunjin ficou completamente irritado ao saber das aulas particulares. Assim que Eric saiu, Hyunjin sentou-se de frente para IN que de forma despreocupada, devorava um pudim industrializado.

– Virou professor agora? Se for eu quero ver o seu contra cheque!

– Ah, Eric, está com dificuldade em algumas matérias e me pediu para ajudá-lo com aulas particulares. Como preciso de dinheiro, não vi problema.

– Você não vai dar aula particular pra ele. //Da uma colherada no pudim e franzino a sobrancelha enquanto fita o loiro esnobe a sua frente.

– E por que não?

– Eu sei muito bem que ele está interessado em você. Você não vai dar aula particular pra ele e ponto final. //IN dá um sorriso bobo, pois tamanho era o absurdo que ele acabará de ouvir.

– Vo-você é impressionante Hyunjin! Você não manda em mim e vou dar a aula você gostando ou não.

– É a sua palavra final?

– Sim.

– Tudo bem! //Irritado o mais velho levanta e saindo, porém volta e roubando o pudim do mesmo. – Suas bochechas estão grandes demais para comer pudim.  //Sai levando o pudim do mais novo, que irritado faz um bico infantil. Changbin estava acompanhando de Felix quando vou seu amigo de bico.

– Jeongin!? O que houve?

– O Hyunjin pensando que pode mandar em mim e ainda por cima, me chamou de gordo. //Felix não consegue disfarçar e começa a rir do mais novo. – Não tem graça!

– O Hyunjin é muito tóxico... Não sei como você aguenta ser amigo desse cara, Innie. Ele é arrogante, egocêntrico, metido e pensa que pode tudo...

– Ele é uma pessoa sozinha, Binnie.  

– O Jeongin tem razão, meu bolinho de arroz! O Hyunjin está sempre sozinho, porque ninguém aguenta as grosserias dele. //Jeongin dá de e pegando sua garrafa de água mineral e podendo saciar a sua cede. Uma jovem se aproxima do mais novo e o fitando. As bochechas de Jeongin estavam cheias de água quando a garota desconhecida o questiona.

– Jeongin, certo!? //Confirma que sim com a cabeça. – Então você é o namorado do meu irmão Hyunjin? //Ao ouvir aquilo o mais novo cuspiu toda a água que de encontrava na sua boca.  

– Não somos namorados! Seu irmão e eu, ssomo apenas amigos. //O semblante da jovem cai, enquanto Felix e Changbin se entre olham e logo em seguida, fitam Jeongin. As bochechas do mais novo estava corada num tom forte, pois a pergunta daquela garotinha havia o deixado completamente sem graça.

  As aulas haviam terminando então Jeongin caminha em direção a saída quando avistou Hyunjin conversando com uma garota que se derretia pelo mais velho. A cena deixou o mais novo um tanto quanto enciumado. Ele então se aproxima do mais novo e ficando próximo ao casal.

– Hyunnie hyung! Você poderia me dar uma carona? Estou tão cansado, acho que estou passando mal. //Faz uma cara de doente, deixando Hyunjin preocupado com o mesmo.

– O que aconteceu? O que está sentindo? //Leva sua destra na testa do mais novo e com as costas da mão ele verifica a temperatura do mesmo. IN ficou em silêncio enquanto fita o belo rosto que o mesmo tinha. Hyunjin poderia ser oque for, mas seu rosto era tão perfeito que seus defeitos eram irrelevantes. – Não está quente, você tem certeza? //Confirma que sim com a cabeça enquanto faz um bico infantil.

– Estou com frio, muito frio! //Entra no personagem e tentando ser o mais convivente possível. O loiro de fios longos passa seu braço envolta do ombro do mais novo e o abraçando de lado.

– Não se preocupe, vou te levar em casa. //Ele dá um sorriso fofo para Hyunjin e então o mais velho se despede da sua amiga e levando o mais novo para a casa.

– Conheci sua irmã hoje!

– Hum... //Dá de ombros, pois Hyunjin não se dava bem coma a sua família. O carro logo se aproxima da casa de IN e parando.

– Hyunjin!?

– Hum...!

– Obrigado. //Fala logo depois de dar um beijo na bochecha do mais velho e saindo. Hyunjin ficou o observando partir e logo dá um sorriso, pois aos poucos ele estava conseguindo conquistar o mais novo.


Notas Finais


Qual o seu casal favorito?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...