1. Spirit Fanfics >
  2. Casamento >
  3. Bônus.

História Casamento - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Queria informar que estou no chão aos prantos.

Capítulo 2 - Bônus.


Hinata fechou os olhos, massageou calmamente as têmporas e quis sumir dali mais uma vez. 

— Eu só quero saber se tem certeza disso? — Implicante, Sasuke perguntou mais uma vez naquele dia. 

— Sim eu tenho, e você não deveria se sentir assim, não depois de tudo. — Ela o olhou cansada, desde que lhe disse o que queria, ele agiu daquela forma. 

— Tudo bem, então não vamos mais brigar… — Ele a puxou calmamente para o seu colo, deixando os papéis em cima da mesinha de centro. — Uma última noite então? 

Hinata sorriu lhe roubando os lábios em um beijo desejoso, todos os beijos que eles trocavam eram assim. 

☆☆☆

Ela piscou lentamente, terminando de calçar os saltos brancos, estava tão animada e emocionada, nunca imaginou que aquele dia chegaria. 

Hanabi e Mikoto andavam de um lado para o outro no quarto da morena, ajeitando maquiagem e vestidos. 

Ela se deixou relembrar sua trajetória até ali. Depois do casamento de Naruto, só precisou três semanas saindo juntos para que Sasuke a pedisse em namoro, e apenas nove meses para a pedir em casamento. 

Sorriu com a lembrança da conversa que tivera com seu pai quando ele entrou em sua sala depois do pedido, diante da empresa inteira. 

" Eu falei com o Sasuke a pouco… ele é um bom rapaz filha, mas meu coração de pai ainda não pode aceitar te ver partir. — O Hyuuga se sentou no sofá que havia ali e viu a primogênita se aproximar. 

— Pai, eu nunca vou partir, eu sempre vou ser sua menininha, sempre serei sua Hime, mas agora eu tenho verdadeiramente um homem que me ama, me vê como o senhor vê, sem defeitos, me trata como o senhor me trata, como uma princesa. 

Hiashi deixou uma lágrima escapar ao abraçar a filha, beijando o topo de sua cabeça. 

— Quando eu ouço, me lembro… — O mais velho cantarolou a música favorita de sua filha. 

— Você vai, vir 'pra mim… 

— Foi no mês de dezembro… — eles cantaram o último verso, da música a qual Hiashi lhe atribuiu desde a primeira vez que se viu obrigado pela face brilhante da pequena de apenas quatro anos, a assistir o filme Anastásia pela milésima vez. 

— Eu quero que seja feliz minha filha." 

Hinata limpou o canto dos olhos e quando deu por si já estava no local da cerimônia, agarrando o braço de seu pai enquanto saia de dentro co carro, o vestido era lindo e simples, no estilo sereia de mangas caídas e uma linda coroa de flores nos cabelos. 

Quando a marcha nupcial começou ela pôde ver Sasuke com os olhos cheios de lágrimas, sorrindo, o mais lindo de todos. 

Ao canto ele virou os olhos para Naruto, que estava ao lado da mulher, grávida. Por ele, o loiro não teria sido convidado, mas Hinata insistiu que era o certo a se fazer. 

— Cuide bem do meu tesouro mais preciso Sasuke. — Hiashi disse lhe entregando a mão da filha e tirando o Uchiha de seus devaneios. 

☆☆☆

Mais uma vez enquanto bebia mais uma taça de champanhe o loiro apareceu, seu olhar estava fundo e não havia mais alegria nele. 

— Sabe, não imaginei que fosse me convidar para o seu casamento, nem mesmo imaginei que fosse…

— Me casar com alguém que me ama? Eu ouvi o que disse no dia do seu casamento tô Naruto, deveria se envergonhar já que sua esposa super grávida está sozinha na mesa agora, enquanto vem dar em cima de uma mulher casada, muito bem casada. — Hinata deixou a taça sobre o balcão e saiu a procura de Sasuke. 

☆☆☆

— Hinata, eu sou tão feliz por ter você, qualquer homem que tenha uma mulher como você e resolva trocar, está visivelmente insano. Quero te fazer feliz pelo resto de nossas vidas. 

Todos brindaram aos noivos e Sasuke percebeu o olhar dos Uzumaki sobre si. Não pediria desculpa, estava certo, Hinata era a mulher que todo homem procura, pelo menos ele procurava e se sentia sortudo para caralho por tê-la. 

☆☆☆

Hinata se levantou sentindo as costas doendo, decidiu que era melhor tomar um banho quente para ajudar os músculos a relaxar. Pôs os pés para fora da cama, levando instintivamente a mão até o ventre. Nove meses, aquele rapazinho se recusava a sair de dentro de si.

Ela se levantou e sentiu algo molhar seus pés descalços, por instinto gritou pelo marido adormecido. 

— SASUKE… — O moreno se assustou, a olhando confuso. — Tá na hora. 

Os momentos seguintes foram como flashes, Sasuke acordou desnorteado, pegando as bolsas que Hinata havia preparado a meses e tendo o maior cuidado para a levar até o carro. 

No hospital, já em trabalho de parto ela o xingou diversas vezes, jurou-lhe de morte por ter colocado ela naquela situação e assim que Saori Uchiha nasceu, ela o beijou, dizendo que o amava imensamente por ter lhe dado aquele filho. 

Sasuke nunca agradeceu tanto por ter aceito a oferta dela anos atrás, pois ver a esposa dormindo enquanto ele caminhava com o filho nos braços não tinha preço. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...