1. Spirit Fanfics >
  2. Changes - Now United >
  3. Fim de ano-Parte 1

História Changes - Now United - Capítulo 45


Escrita por:


Notas do Autor


Boa noitee people!

Como disse o segundo capítulo de hoje (2/2)

Boa leitura e desculpa pelos erros.

Capítulo 45 - Fim de ano-Parte 1


Fanfic / Fanfiction Changes - Now United - Capítulo 45 - Fim de ano-Parte 1


NARRADOR ON
Josh e Sina passaram o feriado de Natal com a família materna na Alemanha. Apesar de não passarem com os amigos como sempre passaram, já a uns 8 anos, eles aproveitaram bastante.
Sina e Noah se falavam todos os dias por ligação, assim como Noah e Josh. 
Já o Natal de Noah não foi bem como ele queria, mas o que o deixava animado era por ter passado junto com sua irmã, e também com Janne que era uma mulher muito carinhosa e o tratou como filho. Teve um leve clima tenso entre Sofya e Robert como de costume, mas não atrapalhou o dia festivo. Sofya estava feliz de passar o Natal com a família, mesmo com sua mãe doente, e que agora já apresentava-se mais debilitada, andava mais cansada, mais fraca, mas com uma alegria e otimismo que dava inveja.
Heyoon passou o feriado junto com a família em L.A. mesmo, assim como Krystian e Shivani.
Joalin contra sua vontade foi passar o Natal com o pai, na Finlândia. Como no anterior ela passou com a mãe, esse era o ano dela passar com o pai. 
Lamar passou o Natal em Londres com os pais. Hina também foi para o Japão para comemorar o Natal com seus tios e avos. Diarra viajou para a casa da irmã na França. 
Sabina havia ido para o México junto de seus pais e sua irmã, para passarem o Natal com seus avos, já que um deles não se encontravam tão bem de saúde. Ela e Pepe se falavam todos os dias por mensagens e ligação. 
Já Bailey e Any passaram o Natal no Brasil junto com a família de Priscila. Vanessa mãe de Bay,não se agradou muito de Bay preferir ir para o Brasil do que as Filipinas, mas respeitou a escolha do filho. Ele e Jo se falavam sempre também. Any e Josh as vezes trocavam mensagens, mas não com tanta frequência.
NARRADOR OFF

27 de Dezembro 2019


**ANY**
Eu estava deitada mexendo no meu celular, quando alguém bate na porta.
- Pode entrar. 
A porta é aberta revelando meu pai.
- Oi pai.
Pai: Está tudo bem? Ele entra fechando-a novamente e se senta na ponta da minha cama de frente para mim.
- Sim. Eu respondo e foi um sorriso. 
Pai: Então tá bom, vim te falar a mesma coisa que disse ao Bay, Natal vocês sabem que não abro mão de passarmos em família, mas a virada de ano, se acaso vocês quiserem voltar para Los Angeles ou ir para outro lugar, ou encontrar com os amigos de vocês, eu e sua mãe estamos liberando, não tem problemas pela gente.
- Ah claro. Obrigada, mas tô achando que vou passar aqui no Brasil mesmo.
Pai: O que você escolher fazer estaremos de acordo, só nos avise. Ele segura minha mãe e acaricia. Seu irmão irá para o Rio de Janeiro, a Joalin irá vir passar no Rio com a mãe dela é ele vai junto.
- Talvez eu vá com ele, afinal tem muito anos que não vou ao Rio.
Pai: Tem sim, se for avise seu irmão para comprar uma passagem para você também. 
- Ok. 
Ele beija a minha testa e se levanta e vai até a porta, mas antes de abrir se volta novamente para mim. 
Pai: Any, está tudo bem mesmo? Não entendo o porquê de ele me perguntar novamente mas assento com a cabeça, ele sorri e sai.  Então deito de na cama olhando o tento e deve ter ficado assim por um bom tempo. Fico pensando em como vai ser quando voltarmos para L.A., principalmente em como eu e Josh ficaríamos. Nós as vezes trocamos mensagens desde do baile, mas não conversamos sobre tudo realmente.
Descido para de ficar pensando nesse assunto então me levando e vou até o banheiro, tomo um banho e depois visto um short jeans claro, um cropped vermelho e um all star preto. Como havia lavado o meu cabelo deixo ele solto. Quando termino pego meu celular que não para de vibrar e quando vejo são os meus amigos conversando no grupo.



WHATS ON 
Bate-papo Grupo Cambada 
Bay: Bom dia, boa tarde ou boa noite dependendo do país em que vocês estão! Aqui é boa tarde!
Krys: Acho que tem alguém usando algumas coisas ilegais no Brasil. 
Bay: Quanto amor por mim Krys, também estou com saudades.
Lamar: Até que fim alguém lembrou desse grupo, até estranhei ele tá parado.
Yoon: Aí que saudades de vocês amigos! S2
Sabi: Eu também estou. Aqui é quase noite já Bay. 
Shivi: Aqui é noite.
Josh: Nem preciso falar que aqui já é quase madrugada.
Noah: Vai dormir galera.
Bay: Aqui são 13 pm, não vou dormir Noah.
Joalin: Saudades de vocês, seus perturbados.
Krys: Falou a normal.
Di: kkkkkkkk
Lamar: Diz aí qual é a boa?
Bay: Eu estou liberado para passar o ano novo aonde eu quiser, aí irei passar no Rio de Janeiro com a minha loira, quem quiser se juntar a nós, serão bem vindos.
Sabi: Bem que eu queria, mas meu pai com toda certeza não vai deixar.
Yoon: Vou pra Coreia amigo.
Lamar: Eu vou com a Heyoon, não vai dar Bay.
Krys: Olha a vira de de vocês seriam incrível com a minha presença, mas eu, Di e Shivi combinamos de ir para o Japão passar com a Hininha, que a essa hora lá deve ser madrugada. 
Noah: Soso acredito que não vá, deve aproveitar o tempo pra ficar com a Janne, mas vou ver com o meu velho aqui.
Bay: Quem é Janne?
Josh: Mãe da Sofya, anta.
Bay: Por que dá agressividade Loiro falso? Kkk
Josh: Seu c# que é falso. Kkk vou ver Bay e te falo.
Yoon: Quanto amor, isso porque estão semana sem se verem. 
Bay: Já foi mais animado em Beauchamp, Rio meu filho, sua cidade favorita.
Eu: Eu topo maninho.
Bay: Aposto que o Josh agora anima.
Krys: A louca, tá perto do irmão e respondendo pelo grupo.
Jo: Aí amiga, tô tão feliz que vamos nos ver. O meu Natal foi péssimo.
Eu: Também estou amiga.
Noah: Eu vou Bay. Vou comprar passagem amanhã.
Bay: Isso aí meu garoto.
WHATS OFF


Depois de ler as mensagem eu vou para sala e vejo Bay deitado assistindo futebol, vou até ele e me sento ao seu lado e ele joga as pernas em cima de mim.
- Folgado.
Bay: Você que veio se sentar ao meu lado, miojinho. 
- Chato. Mostro o meu dedo ofensivo para ele. 
Quando termina o jogo eu, ele, Bel e Matheus um primo nosso saímos para tomar açaí. 


28 de Dezembro 2019


**NOAH**
Eu acordo cedo, vou ao banheiro e faço minhas higienes. Sai do quarto e vou até a cozinha e encontro Janne, que pelo cheiro está fazendo panquecas.
- Bom dia! Digo me sentando na bancada. 
Janne: Bom dia Noah! Ela diz com um sorriso tão doce, o percebo de quem Sofya herdou o sorriso. Dormiu bem?
- Sim e a senho... Ela me olha e eu me corrijo. Quer dizer e você? Ela sorri.
Janne: Bem também. Ela volta a atenção as panquecas.
- O cheiro está ótimo.
Janne: Espera quando você provar então.
- O sabor deve estar incrível. 
Janne: Enquanto termino de preparar as panquecas, me fale de você.
- Ah eu não tenho muito que falar. 
Janne: Sofya adorou você, acho que dessa mudança toda a melhor coisa que aconteceu foi a aproximação de vocês.
- Também gostei da nossa aproximação, apesar da gente se ter em redes sociais, era raro nosso contato, éramos dois estranhos com laço de sangue. 
Janne: Parte disso foi minha culpa. Ela diz colocando as panquecas em um prato.
- Acho assim como você, meu pai tem sua parcela de culpa. Se eu que sou filho acho ele difícil de lidar, imagina uma pessoa que não seja.
Janne: Nosso relacionamento foi complicado, mas Robert sempre amou Sofya assim como ele ama você. Ela coloca o prato na minha frente e volta ao fogão. Coma.
- As vezes nem parece que ele sabe que essa palavra existe, apenas com a Nicole e com a Sofya. Ela desliga o fogo e volta sua atenção para mim.
Janne: Não diga isso. Ele te ama, sempre te amou. Ele só não sabe como demonstrar pra você. 
- Pode ser. Digo meio cabisbaixo e começo a comer as panquecas.
Ela vem até a mim e se senta ao meu lado enquanto eu como.
Janne: Você sente muita falta da sua mãe né?
- Sim, acho que se ela estivesse viva seria mais fácil, bom me sentiria menos sozinho.
Janne: Seu pai a amou muito e quando ela se foi ele sofreu muito também, ele demorou anos para supera-la, por isso nós não demos certo. E você foi fruto do amor deles, foi o que ficou de melhor dela e as vezes ele duro por não saber como lidar com tudo. Ela passa a mão nos meus cabelos, seu toque é tão terno que me sinto tão fragilizado, e minha vontade é de abraçar ela e chorar. Ele te ama Noah, nunca pense ao contrário, Robert sempre te amou e sempre vai te amar. Vem cá.
Ela me abraça, e sinto as lágrimas quererem vazar, mas me seguro. De repente sinto alguém entrando na cozinha e olhamos para porta, tendo a visão do meu pai e Sofya. Quanto tempo será que estão ali? Sofya quebra o silêncio que se instalou.
Sofya: Bom dia! Noah já conquistou minha mãe? Nós rimos.
Janne: Querem panquecas?
Sofya: Sempre.
Pai: Eu aceito. Ele diz e se sente ao lado de Sofya que está no meio.
Nicole: Bom dia! Ela diz animada, beija o topo da minha cabeça e de Sofya, dá um selinho no meu pai e depois vai até Janne a ajudar.


[...]


CHAMADA EM VIDEO ON 
Josh: Mas você acha que ele escutou a conversa de vocês?
Eu: Sinceramente, não sei. 
Josh: Janne parece uma pessoa incrível.
Eu: É sim, espero que ela melhore e viva mais do que o tempo que os médicos a deram. Eu sei o que não é ter uma mãe por perto e não desejo isso a ela, ainda mais te do uma mãe como a Janne.
Josh: Eu não sei como isso dói, mas também torço pro melhor para elas. 
Eu suspiro e resolvo trocar o assunto.
Eu: Aqui eu irei passar a virada no Rio, meu pai deixou e sua irmã disse que vai também. E você resolveu o que?
Josh: Ela me disse, sinceramente não sei. 
Eu: É a oportunidade que você tem de conversar com a Any, já que vocês mal se falam desde do baile.
Josh: Não sei não, acho que vou ficar aqui.
Eu: Eu não tô acreditando nisso Joshua. Você vai mesmo querer findar o ano e inicia outro sem se resolver com a Any?
Josh: Querer eu não quero, mas...
Eu: Sem mas Beauchamp, quer prova maior de amor, do que sair da Alemanha e ir para o Brasil atrás dela?
Ele não responde e parece pensar no que eu acabei de falar.
Josh: Você tem razão.
Eu: Claro que eu tenho. 
Josh: Menos Urrea, bem menos.
Eu: Você vai então? 
Josh: Vou pensar direitinho e qualquer coisa te mando mensagem.
Eu: Não acredito que você vai pensar mais. Passo a mão pelo meu rosto. 
Josh: Vou desligar, vou sair agora.
Eu: Ótima desculpa para fugir da conversa.
Josh: Não é desculpa. Vou sair com a minha mãe e minha irmã.
Eu: Claro. Ah antes de desligar, não me mata, mas tenho que te falar que sem querer, eu acabei falando da história do baile pra Sina. Beijos te amo e pensa no que eu te disse. Tchau.
CHAMADA EM VIDEO OFF

Ele vai querer me matar.
 


Notas Finais


INSTA: @changesnufanfic

Até o próximo capítulo!
Bjus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...