História Cherry - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Got7, Monsta X
Personagens BamBam, G-Dragon, I'M, Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, T.O.P, Taeyang, Won Ho, Yugyeom
Tags Ação, Angst, Bigbang, Boyxboy, Bts, Drama, Exo, Lemon, Monsta X, Prostituição, Sequestro, Shinee, Suspense, Tragedia, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 80
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yeah I'm back!

Capítulo 10 - 10


Fanfic / Fanfiction Cherry - Capítulo 10 - 10

- Hope conhece garota chamada Belle? - Eu pergunto, ainda segurando a mão de Hope, ele fecha os olhos e se balança sereno.

- Belle... Belle era uma garota bonita... Um dia levaram Hope de Belle, e nunca mais Belle viu Hope. - Ele disse com um riso que morria aos poucos.

- Belle era irmã de Jung Hoseok?

- J-Jung Hoseok... - Fiquei na expectativa, se pelo menos conseguisse reconhecer que ele era o próprio Hoseok, estaria mais perto. Jungkook se aproximou me obrigando a encerrar a conversa, fiquei acariciando as mãos de Hope.

- Hope, hora do jantar! - O moreno disse rindo, Hope sorriu largo. - E você, não vai comer?

- Sem fome... - Eu disse, só esperando meu interior entrar em hibernação. Jungkook não me amolou muito, deu de ombros e levou Hope para mesa. Ali na cama passei a refletir sozinho... Na minha mãe, meu pai, meus amigos... Tudo do lado de fora que eu sentia mais falta. Sinto falta até do funk que a vizinha colocava, bem alto. A gente sempre discutia, quase sempre eu chamava a polícia... E por toda a vida ela me considerava antipático. Aliás, por onde eu passava, eu era crítico. Era o tipo de pessoa que via defeito em tudo, era o tipo de pessoa que não gostava de ser olhado nos olhos.

Eu já devo ter dito muita besteira pra gente sensível, já devo ter feito mal a pessoas próximas... Eu me sentia um pouco arrependido naquela situação. Sentia por Chanyeol, eu briguei tanto com ele, cheguei a lhe dar socos, mesmo sabendo que eu era o errado... Se Chanyeol fosse o culpado disso, eu queria muito o pedir desculpas, lhe dou voz e razão, mas eu não aguento mais ficar preso em não sei aonde, sem ao menos sentir o calor do sol na minha pele. Eu desprezei tanto a amizade de Chanyeol...

- Está chorando... - Namjoon e Seokjin sussurraram um para o outro. Passei as mãos no rosto empatando-as.

- Desculpa. - Eu peço um pouco envergonhado. - Há pessoas lá fora, que são... Essenciais para mim... Eu sinto falta delas.

- Hey, está tudo bem. - Seokjin me conforta. - Hmn na atual conjutura, não podemos manter a pose de macho durão o tempo todo. - Me fez rir um pouco alto. - Eu não sinto falta de ninguém.

- Como não, Seokjin? - Namjoon perguntou. - Seus amigos?

- Hmn... Não tenho. Moro sozinho, trabalho num escritório chato desde os 18 anos... E vivia feliz na minha bolha. A única coisa que me importava, como importa, é o Buddy, meu cachorro. Eu sinto falta do Buddy. Como será que ele está vivendo... Ou se ao menos está vivo...

- Sua vida era boa... - Eu digo baixinho e fungando.

- Eu sinto falta do meu quarto, dos meus livros... Da minha omma e da comida dela. - Jin se indignou. - Sinto falta da baladinha do fim de sexta-feira, dos meus gatos... - Ele se interrompeu. - Sinto falta da Lucia, minha sobrinha. Espero que ela esteja bem e se alimentando bem...

- E-eu sei porque ninguém veio me procurar. - Eu interrompo a fala de Namjoon. - Eu sou uma pessoa horrível, com certeza estão muito melhor sem mim... A ponto de nem perceberem que eu sumi. Hope não, Hope está passando até no jornal... Você tem a Lucia e Jin tem o cachorro dele... O que eu tenho?

- O Hope tem problema mental, Yoongi, claro que muita gente vai estar preocupada com ele... Mas isso não significa que ninguém esteja te procurando. Não é possível que ninguém lá fora não te ame.

- É possível sim. - Eu disse. - Porque eu... Eu mesmo, não me amaria. - Eu disse me afogando em depressão, Seokjin e Namjoon me abraçaram ao mesmo tempo.

- Huh isso não importa. Você pode contar, aqui dentro ou lá fora, com a gente! Nós somos amigos, não é? - Jin abriu um sorriso fervoroso. Parecia mesmo que podia confiar neles.

- Obrigado, Jin... Obrigado por me deixarem um pouco melhor. - Sorri tímido, apesar de meu coração parecer mais aquecido. Quanto mais o tempo passava, mais eu me sentia culpado, mais eu sentia que merecia estar ali.

A porta se abriu fazendo com que Jimin entre por ela. Todos fizeram fila, eu já sabia dessa parte mas fiz lentamente por birra. Ele sequer me olhou, talvez Kwon tenha lhe contado das nossas "aventuras". Por dentro, deve estar numa vontade maldita de me estrangular.

- Hmn, parabéns, Yugyeom. Você conseguiu ser o mais requisitado! Quebrou o recorde do Namjoon... Aposto que ele não vai deixar. - Jimin começou um discurso. - Hoje, você está de folga. O vale night vai ser do BamBam, Jooheon, Mark e como nosso queridinho já está experiente... Yoongi.

- E-eu? Porque eu, Jimin? - Eu berrei só pra testar limite, todos me olharam surpresos e com medo.

- Não tem toda essa intimidade comigo, cretino. - Ele já disse puxando meu cabelo. - Os blossom gostaram de você, então vai pra fora hoje.

- Fora? - Jungkook perguntou confuso, eu não sabia o que esperar.

- Fica na sua, Jungkook. - Ele largou meu pobre cabelo, assim esperamos os alarmes serem tocados, fomos levados para o vestiário e etc.

- Porra... - BamBam resmungou enquanto tirava a roupa.

- O que foi, o que vai acontecer comigo? - Perguntei aflito, ele revirou os olhos.

- Vai ser levado para a casa do blossom. - Mark respondeu por ele. - Tomara que seja Taemin. - Ele falou com piedade. - Você já conheceu o Sehun, não é? - Sim, foi quem estrupou Hope.

- Não acredito... É sério que vou sair daqui... - Olhei na cara dos outros três. - Mas não quero... Eu não quero ficar sozinho com um blossom.

- A única diferença que você vai sentir... É que não vai ter que voltar ao dormitório quando terminar de atuar. - Jooheon se habilitou a falar.

- Já esteve com Sehun?

- Na época em que cheguei, tinha outro blossom, mas não lembro o nome dele. - Eu tentava me concentrar na instrução, mas as coxas de Jooheon chamavam totalmente minha atenção. - Ele era horrível, preliminares não existiam, e era muito forte. Foi meu blossom por mais ou menos 7 semanas.

- O que aconteceu com ele?

- Ele sumiu do nada... Mas apesar dele me machucar, eu gostava da ideia de ter que sair daqui e ver como o mundo está lá fora. Lá fora do clube.


Notas Finais


Uhh então quem vai ser o blossom do Yoongi?? O que vai acontecer com a turminha?
Bom dia
Boa tardw
Boa noite
Boa madrugada 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...