História Coincidências (imagine BTS) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Bts/bangtan Boys/
Visualizações 12
Palavras 2.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Mãos bobas


Fanfic / Fanfiction Coincidências (imagine BTS) - Capítulo 5 - Mãos bobas


                   *HOSEOK*


Acordei em slela não estava mas la. Me levantei, tomei um banho e vesti minha calça, voltei pra sua cama, não podia sair sem saber se os pais dela estão em casa. Fiquei la pensando, até ela aparecer na porta usando apenas a minha blusa que ficava pouca coisa depois do início de suas coxa, e uma calcinha preta, ela estava sexy, mas eu não podia fazer nada, ela me quebrou essa noite. Ela se aproximou e sentou em em cima de mim.


JU - dormiu bem? *ela perguntou e me deu um selinho*


JH - você não tem idéia *falei escurregando minhas mãos pela sua cintura e coxa, a olhando com um olhar malicioso*


JU - que bom *a mesma me beijou*


Era calmo mas intenso, mas nós dois sabiamos que não podiamos acabar de outra forma, então nós nos seguramos, com muito esforço da minha parte mas eu consegui me segurar.


JU - bom, vamos logo comer, minha mãe ja esta vindo. *ela falou separando o beijo*


JH- vamos então *falei e nós levantamos* a só mas uma coisa *a puchei pra mas um beijo, e separei puchando o seu lábio inferior* essa blusa ficou ótima em você, ela ta me deixando com um probleminha aqui em baixo *falei baixo no pé do seu ouvido*


Ela virou e riu


JU-vem vamo logo *falou saindo do quarto*


Essa garota ta me deixando loco. Ela começou a me mostrar as comidas que eles comiam no café da manhã, até que eram muito gostosas as comidas. Nós comecamos a comer.


 JH - bom...... eu acho que....essa vai ser a última vez que a gente vai...... se ver *falei um pouco cabisbaixo*


JU - É..... Talvez *falou séria*


JH - você provavelmente......daqui a alguns dias você ja vai me esquecer *falei um pouco sentimental, aff eu sou um idiota*


JU - sinto le informar, mas as coisas não são assim. Eu de alguma forma me atrai por você sem ao menos termos nos falado, isso nunca aconteceu comigo, então acho que você ainda vai ficar na minha cabeça por um bom tempo *foi reconfortante pra mim, ela também mexeu comigo, então eu não queria ser apenas mais um pra ela*


Nós continuamos a conversar sobre assuntos aleatórios, até que acabamos, ela me levou em frente a porta, então eu a beijei, um beijo romântico e ele foi finalizado com pequenos selos, o último foi mais demorado, então sai andando em direção ao apartamento que estava hospedado. 


Foi tipo uma cena de filme, mas foi ridículo porque eu conheci ela ontem, mas a gente releva essa parte.


                   *Jimin*


Assim que acordei, vi alguns outros membros zanzando pelo apartamento, então bateu aquele famoso tédio, aff será que nós não podemos sair? 


JM-ei Nam *chamei o mesmo*


RM-hum? *virou pra mim*


JM-será que.....Nós não podemos......sei lá.....sair *falei com medo da resposta dele*


Ele me olhou sério e deu de ombros


RM-creio que o manager vai nos matar *falou meio despreocupado*


SG-ele não vai nos matar se ele não ficar sabendo *entrou na conversa com um ar maligno* eu não vou contar você vai? *perguntou brincando*


JM-eu não, você vai Jin? *falei auto pro mesmo que estava destante escutar*


JN-eu não *falou se aproximando entrando na brincadeira*


Todos nós olhamos pro Nam, ele ficou com uma cara de tacho e revirou os olhos


RM-tá, ta bom, mas se descobrirem vocês que vão assumir *falou apontando pra gente* mas eai, pra onde nós vamos? *perguntou pra gente*


JM - bom eu não.... *fui interrompido*


SG- bom eu quero beber *ele falou se jogando no sofá*


JN-não é uma má idéia *falou dando de ombros*


RM-e como é que vocês acham que vão achar um bar por aqui? Nós somos coreanos, nunca se esqueçam disso


JM-você sabe falar Inglês, ou nós pedimos ajuda pra quelas brasileiras *falei com uma expressão maliciosa*


Logo nós quatro rimos


JH-não acho uma boa idéia *falou se aproximando com a expressão séria*


JM- Ué porquê? elas são gostosas 


JH-sim elas são, mas uma delas sabe quem nós somos, então não acho que seja uma boa idéia *falou ainda sério de braços cruzados encostado na parede*


Ele estava estranho, ele normalmente não é assim


RM-É eu também acho *falou olhando pro Hoseok, como se eles estivessem conversando mentalmente*


JM-então tá *prefiro deixar isso quieto, acho que mesmo que eu perguntase ele não iria falar*


RM- então vamos, cade o Tae?


JN-ele ta dormindo, acho melhor deixar ele dormir, ele deve ta cansado *jin falou preocupado*


SG-então só vai nós seis *falou se levantando*


JH-na verdade não *ele falou ainda sério*


Todos pararam e olharam pra ele com cenho franzido


JH-vão vocês, não to afim de sair *falou se sentando no sofá ainda com a cara fechada*


JM-isso é desculpa pra ficar sozinho com o Tae? *descontrai tentando quebrar aquele climão*


JH-talvez *ele deu um sorrisinho de lado logo tirando a tenção*


SG-vem maknae *suga gritou*


JK-pra onde? *perguntou no mesmo tom*


SG-tem três segundos pra ta aqui *falou ainda gritando* 1.....2..


JK-ta, ta eu ja to aqui *falou um pouco sem paciência*


JM- vem vamos *falei indo em direção a porta*


Nós cinco saimos, assim que fechamos a porta nos olhamos


JM-isso foi estranho *me referi ao Hoseok*


JN- é eu também achei *falou surpreso*


RM-deixa ele *disse andando em direção ao elevador*


JK-O quê que aconteceu? *perguntou boiando no assunto*


SG-aff nada, esquece *falou andando também*


*QUEBRA DE TEMPO*


Nós tinhamos achado um bar, não tinha muita gente, só alguns caras de meia idade que com certeza não iriam nos conhecer, então não tinha muito perigo. Ninguém tava porre, mas ninguém tava normal, ja deve ser umas 01:00 HR da manhã, se não mais. Nós tínhamos que ir, se não algum de nós ia acabar se declarando pra alguém, e isso não é bom. Não era longe do prédio, nós fomos a pé porque se fossemos de carro o manager ia descobrir, nós voltamos um pouco cabaleando e alguns vinham abraçados. 


SG-Jimiiiin *gritou* eu senpre quis te conta, vose ten qui termina con aquila tua nanmorada *ele falou alto me abraçando*


Eu tava idiota então eu comecei a rir


JM-poquer? *eu ainda tava rindo*


SG-todu mumdu sabi qui vose nu goxta dela 


Eu voltei a rir


JK-eul tambén tenho unma coiza pra comta *falou levantando a mão*


Nada fazia sentido ali


JN-dexa eu adinivar *ele começou a rir doque tinha falado e depois continuou* voze é vigin?


Foi meio idiota porque todos sabiam que não


JK- *ele começou a rir que nem um idiota* não, eu nunca me aproxi....apoixo..... apaixonei *ele tava tentando se lembrar como se fala*


RM-sorte a çua *falou passando a mão em sua cabeça*


SG-hhhaaaa coé, nem é tão ruin asçim se apaixonar *falou protestando*


Todos nós olhamos pra ele, ele nunca era de falar sobre amor


JN-poquê dis iso?


SG-as veses é bon se setir idiota, friosinho na rabiga.....barriga, ficar çe perguntando se eela gosta di vose realmemte, as veses é uma bouua sensasão *falou como se ele fosse o sentimental do grupo*


Foi estranho? Foi! Mas agora eu to ocupado demais reparando o como as árvores são bonitas. Voltamos pro prédio ainda falando sobre coisas idiotas. Assim que cheguei nem me importei com a existência dos outros, eu só me jogei no sofá e la eu dormi.   


                    *Lyh*


Depois do café da manhã eu resolvi ir até a casa da Ju, pra saber o que aquela putiane tava fazendo na noite passada


 Fui até a casa da mesma e olha só pra minha "surpresa" ela atendeu no primeiro toque da campainha, e foi ali que a discussão mais linda aconteceu.



Lyh- A onde você tava ontem a noite? *Pergunto entrando no apartamento*


Ju- bom dia pra você também *falou fechando a porta como se nada tivesse acontecido*


Eu virei pra ela com os braços cruzados a encarando com um olhor mortal


Ju- Ei menina, calma, eu só tava dormindo. *Disse me olhando sério*



Lyh- É mesmo,é? Se essa é a tua desculpa, eu não gostei. *Digo olhando sério pra ela*



Ju- E você quer que eu diga o que? Que eu fui fazer ponto na avenida Brasil? *Disse sacastica*



Lyh- Seria mais convincente, pois isso é bem a sua cara *Respondo sacastica*



Ju- Mano vamo parar de discutir. Eu tava cansada então dormi, você acha que se eu tivesse feito algo eu não teria te contado. *Diz olhando fixamente em meus olhos*



Lyh- Não sei né,de repente. *Ironizo*



Ju- affs... menina deixa de ser chata. *Diz sentando no sofá*


Ficamos em silêncio, prestando atenção em um comercial qualquer que tava passando na Tv


Lyh- mas eai? Algum coreano apareceu por aqui? *perguntei pra ela brincando*


Ju-haa claro!! Todo dia, somos amigos íntimos *ela falou brincando mas ela tava com a expressão diferente*


Eu parei e estudei um pouco ela, e prestei atenção na sua roupa, ela costuma usar blusas masculinas pra dormir, mas eu conheço a Ju mais do que eu mesma, sei que a blusa não é dela


Lyh- de quem é a blusa * perguntei tentando não demonstra que eu estava desconfiada*


Ela olhou pra blusa e depois pra Tv com a expressão despreocupada


Ju- é do meu irmão 


Lyh- hum, pensei que tinha cortado o contato com ele *serrei os olhos mas sem olhar pra ela*


Ju- aff, minha madrasta confundio as nossas blusas e deixou no meio das minhas *permaneu com a expressão despreocupada, mas sem muita paciência*


Lyh- esse cheiro não é dele *falei sentindo a blusa*


Ju- você fica cheirando o meu irmão? *perguntou incrédula*


Lyh- talvez ué, porque? Ta com ciúmes? *perguntei provocativa*


Revirou os olhos e soltou "aff" baixinho.


Ju- é o cheiro do sabão *falou simplista*


Lyh- miga me passa o nome desse sabão então, porque pra mim parece um perfume *falei com ironia*


Ela fingio não me ouvir, e continuou com a sua atenção a TV


Lyh- e por quê não devolveu?


Ju- porque eu gostei da blusa


Ficamos em silêncio por mais um tempo, mas aí eu reformulei na minha cabeça toda aquela conversa, eu podia achar alguma coisa pra usar contra ela . Até que pensei em "somos amigos íntimos", e pensei em intimidade com coreno, coisa que eu tive ontem a noite



Lyh- Ju tenho que te contar uma coisa. *Disse nervosa*


Ela se assustou com o pulo que eu dei, até porque eu mudei de expressão rapido (isso se chama bipolaridade, cuidado com isso é sério, mas infelizmente na minha situação não é mais possível tratar)


Ju- conta.....E.....Qual foi a merda que​ tu fez ? *Disse rindo*



Lyh- Eu....Eu....Eu..... *Ju me interrompeu*


Ju- fala logo! *Disse rindo*


Lyh- OK....Eu transei com o Taehyung. *Disse ainda nervosa*


Ju- não acredito... *Disse chocada*



Lyh- sim ontem a noite,quando você tava "dormindo". *Ironizo*


Ju- como foi?. *ela ignorou o último comentário*


Lyh- Foi a melhor da minha vida. *Disse olhando para o teto*


Ju- Não, você tá brincando comigo né?! *Diz ainda sem acreditar*


Lyh- Olha só.... *Levantei minha blusa e ela viu que na região dos meus seios tinha vários chupões* você acha que eu ia fazer isso?! *Falei rindo*


 Ju- Nossa mano, pelo visto a coisa foi boa. *Disse rindo, sem acreditar*



Lyh- Mas deixando isso pra lá, vamo pro shopping? *Disse a encarando*


Ju- claro!! Quero detalhe. só mas uma pergunta *falou levantando a mão*


Lyh- o Quê?


Ju- quem é Taehyung? *perguntou com o cenho francido*


Lyh- aff, é o V *falei revirando os olhos*


Ju- aaahhhhh, ta agora..... quem é V? *me perguntou com uma expressão engraçada*


Lyh- aff, ninguém te merece *falei pegando o celular pra mostrar uma foto dele*


Ju- nossa, ele é bonito *falou com a expressão imprecionada*


Lyh- eu sei..... tenho bom gosto *falei me exibindo*


Ju- não miga, você dormiu com ele porque ele quis, se ele quisesse ele pegava o prédio inteiro *se tem uma coisa que ela sabe fazer é cortar o meu barato*


Lyh- nossa!! * falei com a mão no coração dramatizando*


Ju- bom.......vamos nos arrumar! *falou mudando de assunto*


Lyh- OK, mas vê se não vai dormir. *Falei sacastica saindo do apartamento dela*


Ju- idiota *Disse rindo fechando a porta*


Sai e enquanto esperava o elevador ficava olhando pro apartamento dos meninos, fiquei toda arrepiada só de lembrar das estocadas, dos beijos, dos chupões, da língua maravilhosa dele, (digamos que eu ensinei certin) aii......meu deus eu to ficando exitada. Entrei no meu apartamento e corri pro chuveiro, coloquei a água quente, aí os pensamentos voltaram, então comecei a botar o meu maravilhoso dedinho em jogo, eu não conseguia não lebrar dele, era quase impossível. 


Lyh-hhaaaa.......Taehyung *eu gemia o nome dele, mesmo que não fosse ele que estivesse ali*


Ainda bem que minha mãe não estava em casa


Terminei o "banho" e fui trocar de roupa. O meu psicológico não vai esquecer esse garoto.


Terminei de vestir .e fui atrás do meu feto preferido. Cheguei la e ela estava com com uma roupa que é cara dela ela tava também com o cabelo souto e bagunçado como ela sempre usa.


Lyh- vamo? *perguntei entrando em seu apartamento (ja era costume)*


Ju- pera, deixa só eu achar o...... *ela tava revirando o sofá*....achei!!! *falou levantando o celular*


Lyh- então ta né


Ju- ta agora vamo *falou me puxando pra fora do seu apartamento*


                 *Narrador*


Quando as duas amigas chegaram na frente do elevador, pararam pra obcervar a porta dos garotos na quais tiveram um romance, o olhar foi interrompido pelo elevador abrindo. Entraram e ficaram cada uma em uma lado, Ju estava estalando os dedos consetrada no que fazia, enquando Lyh olhava pro chão. 


O elevador estava quase fechando, quando de repente alguém impede, as duas sabiam que era um deles, até porquê naquele andar só tinham dois apartamento, as duas ficaram nervosas e se mantiveram do mesmo jeito, Ju virou o rosto pro lado e Lyh acompanhou os pés entrando até perdê as contas de quantos tinham entrado, todos que entravam ficavam surpresos com a presença das garotas, mas Hoseok e Taehyung garantiram a suas presenças perto de suas garotas pra proteger dos outros membros que também tinham mesmo interesse que eles. Lyh tentava olhar pra Ju com a cabeça baixa mesmo, mas era impedida, o Hoseok estava entre as duas, mas ele estava mais próximo de Ju dando um espaço entre ele e a Lyh, possibilitando os outros de ir pra trás deles,


          (Pensamento da Lyh)


*aaaa então ele não quer ir pra trás, ele quer ficar ao lado dela*


Enquanto isso Ju não olhava pra nenhum deles, pos seu rosto se encontrava virado pra parede do elevador, ela não viu quem se posicionou ao seu lado, mas sentiu entre todos os perfumes masculinos o do Hoseok, que a deixou um pouco mais segura por ser ele que estava ao seu lado, logo a garota direcionou o olhar pra frente, o olhando de canto de olho tendo certeza que era o mesmo.


Lyh estava em agonia, além do nervosismo de esta ali, ela queria ver a reação da amiga sobre tudo aquilo, mas estava sendo imposibilitada pelo Hoseok


 Lyh finalmente viu o último par de pés entrando e se acomodando em qualquer lugar. Logo Hoseok indicou o primeiro andar, pos ele era quem estava mais perto dos botões. O elevador foi descendo junto com a tensão que estava presente no local, pra cada um deles cada andar parecia está andando por minutos, ate que chegaram no quinto, as luzes começaram a piscar e ele foi ficando mais lento, até que a luz se apagou por completo, e o elevador parou ali mesmo.


                       *JU*


Eu estava quase morrendo. Quando eu fico nervosa eu começo a estalar os dedos sem parar, mesmo que eu eu ja tenha estalado todos, cada dedo estalado o barulho ecoava por todo o elevador, que estava em um silêncio mortal. Aquilo tava uma eternidade, não sei nem se estavamos saindo do lugar. Quando chegamos no maldito quinto andar as luzes começaram a piscar e o maldito elevador foi ficando devagar, pra mim aquilo era um uma verdadeia cena de filme de terror, ou então ia sair uma garotinha com uma boneca na mão com a intenção de ser uma pegadinha. Assim que todas as luzes apagaram eu fiquei inquieta, até sentir mãos se cruzando com as minhas com a intenção de me passar segurança, era ele, foi tão reconfortante qu......


Meus pensamentos foram intenrrompidos por uma mão que alisou boa parte do meu corpo, to nervosa, espero que seja o Hoseok, espero que seja ele, porque se não eu morro.


Eu fiquei tão curiosa que alisei seu corpo em busca da sua outra mão. Eu nunca quis tanto na minha vida que um garoto tivesse me tocado, acho que ele ficou voando, tipo se perguntando qual o motivo pra eu ficar alisando ele dentro de um elevado que contém sete pessoas que podiam ver aquilo. Mas ignorando isso, continuei minha busca até eu achar a sua mão que se encontrava em seu bolso *perai então não foi ele??*


*caralho!! Quem passou a mão em mim??*


Notas Finais


Desculpa se estiver muito grande mas é inevitável.

Não se esqueçam de comentar pfv, é muito importante. Obrigada por tr chegado até aqui beiiiijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...