História Come Home...Laurinah!! - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Allybrooke, Camilacabello, Camren, Dinahjane, Dinahjanehansen, Dinally, Fifthharmony, Lauren, Laurenjauregui, Laurinah, Normanikordei, Norminah
Visualizações 203
Palavras 1.441
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Orange, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite amores meus!! :)

Adiantando o capítulo que postaria amanhã, porque acho que não terei net onde estarei, e como não quero deixar vocês na mão, resolvi terminá-lo e postar logo hoje.

PS: Lembrem-se ao lerem este capítulo...ninguém é só bom ou só ruim!!

Boa noite!!

Capítulo 19 - Angel


Fanfic / Fanfiction Come Home...Laurinah!! - Capítulo 19 - Angel

“Should've never crossed that line with ya everything was cool, just drinkin’ with ya way too young to be up in handcuffs wasn't tryna spend my life on the phone with ya gotta keep it on one hundred with ya the original me wouldn't fuck with ya and I was beginning to fuck with ya. Who said I was an angel? Who said I was an angel? Oh, yeah, when you look at me, what do you see?” Angel - FH

“Não deveria ter cruzado essa linha com você estava tudo bem apenas bebendo com você, sou jovem demais pra me prender a alguém, não estava tentando passar minha vida ao telefone com você. Tenho que ser sincera com você, o meu eu verdadeiro não foderia com você e eu estava começando a foder com você. Quem disse que eu era um anjo? Quem disse que eu era um anjo? Oh, sim, quando você me olha, o que você vê?” Anjo – FH

 

“...fosse na insanidade do sexo ou na calmaria do amor, elas tinham uma certeza...se completavam e tinham nascido uma para a outra...para sempre!!”

Era sobre isso que Lauren pensava enquanto observava Dinah dormindo...um sono pesado, parecia cansada não só da noite de amor, mas de tudo que vinha passando desde que saíra para correr no parque naquele maldito verão. Não sabia muito bem tudo que a esposa havia passado, mas as marcas em seu corpo, os olhos fundos e a magreza excessiva davam a entender que nada tinha sido flores naquele maldito período. Uma parte de Lauren queria muito saber tudo sobre Dinah, desde seu passado obscuro até os motivos que a levaram a sumir com Lea, mas uma outra parte dizia pra ela que era melhor não saber...a verdade era que não tinha certeza se conseguiria lidar com aquela Dinah que ela simplesmente não conhecia...com quantos homens e mulheres Dinah já havia dormido?! O que ela teria tido coragem de fazer e até que ponto havia chegado para sobreviver em Miami?! Quem realmente era Dinah?! Essas dúvidas martelavam sua cabeça enquanto ela observava a loira dormindo de forma angelical.

Faltava pouco para seu despertadorzinho ambulante acordar, o ritual diário era o mesmo todos os dias...resmungava, meio aérea, tomava sua mamadeira na cama da mamãe e só depois acordava de verdade...era completamente parecida com Lauren nesses rituais matinais. A morena se perguntava como podia ter sido tão burra em acreditar que Lara não era sua filha...tinha tudo dela, incluindo as manias loucas de quando era criança, a mãe relatara inúmeras vezes seus rituais matinais dos quais Lara fazia exatamente igual. A mamadeira já estava pronta, a morena havia perdido o sono no começo da manhã e não conseguira voltar a dormir...preferiu então organizar a alimentação matinal da pequena e depois ficar ali, observando o sono de Dinah, que já dava os primeiros sinais de que iria acordar. Logo Lara com sua cobertinha dependurada chegou e se aconchegou na mãe, como se ela sempre tivesse estado ali...era como se Dinah nunca as tivesse deixado. Aos poucos a loira foi acordando com o cheirinho de bebê ao seu lado...era a melhor sensação do mundo poder voltar a acordar ao lado da filha, e logo poder visualizar o rosto de Lauren, parecia um sonho.   

- Bom dia senhora Hansen Jauregui...posso servir seu café?! Disse Lauren, depositando um leve selinho na amada. Tinha lhe preparado o café, como sempre fizera nos fins de semana quando estavam juntas, e queria reviver aquela época doce e feliz.

- Não senhora...quero que deite-se aqui ao nosso lado e fique juntinha a nós duas mais um pouquinho, pelo menos até Lara terminar a mamadeira, ai sim vamos juntas para a cozinha buscar o café, que pelo cheiro eu tenho certeza que você já preparou. Disse Dinah, puxando Lauren para seu canto na cama; desejava perpetuar aquele momento a três o máximo que pudesse, sabia que muita coisa estava por vir, e possivelmente ainda teria muitos obstáculos pela frente.

Lauren aconchegou-se na loira e apenas aproveitou aquele momento...o cheiro gostoso dos cabelos compridos de Dinah, a filha  junto a elas absorta na mamadeira, a cachorra velha louca deitada no pé da cama roendo a boneca de Lara, um pequeno  momento eternizado de paz.  Assim as três acabaram adormecendo de novo, só despertando com um barulho ensurdecedor vindo da sala... Lauren, assustada, pulou da cama e foi em disparada...seria Lea já avançando pelo front de guerra?!

Na sala, uma Camila descompensada gritava e jogava coisas na parede, no chão, na direção de Lauren!! Parecia em surto, pois embora Lauren tenha tentado falar alguma coisa, a menor simplesmente não a ouvia, e gritava ainda mais alto...

- Foi só essa piranha te dizer meia dúzia de palavras para você cair na lábia dela Lauren, parece que estou vendo o mesmo filme de novo...ela chega, te envolve nesse joguinho de sedução dela, te engana de novo, fode com sua vida, com sua cabeça, e depois a imbecil aqui que junta seus cacos, que te recompõe. Gritava descompensada.

- Camila, me ouça...desculpa por você chegar aqui e nos encontrar dessa forma, eu sei que devia ter conversado com você, mas foi tudo tão rápido ontem, eu não sei o que dizer a não ser te pedir desculpas, pois querendo ou não estávamos juntas. Repetia uma Lauren perdida, que não sabia muito bem o que fazer ou dizer.

- Desculpas Lauren...foi o que você me disse quando me traiu pela primeira vez com Dinah, é o que você está me dizendo agora...você não percebe que pela segunda vez ela está jogando com você?! Essa Dinah que você acha que ama, que você idealizou na sua cabeça, não existe!! Essa boa mãe, essa boa esposa, essa arquiteta promissora no mercado de trabalho...tudo isso faz parte dessa capa que ela criou pra você, só pra você!! Gritava Camila, quando Dinah adentrou a sala, ainda meio confusa com tudo que estava acontecendo.

- Camila eu até tento entender seu surto por me encontrar aqui, mas nada justifica você falar essas coisas a meu respeito se não sabe da missa um terço do que aconteceu. Acho que você precisa pelo menos me respeitar e respeitar os sentimentos de Lauren em relação a mim. Se isso você não consegue fazer, que pelo menos respeite a presença de Lara aqui e pare de gritar coisas que ela não precisa ouvir. Disse Dinah, um pouco áspera no tom de voz, vendo a filha chegando na sala com Snow.

- Te respeitar...eu não acredito que estou ouvindo isso!! Tem certeza que vai usar essa palavra Dinah...respeito?! Acha mesmo que merece respeito?! De ontem para hoje, desde que você apareceu no nosso show para estragar tudo, eu fiquei sabendo de algumas coisas que não combinam com a palavra respeito!! Disse a latina, encarando a loira de forma agora não mais irada, mas sarcástica e ameaçadora.

- Eu não sei o que você ficou sabendo Camila, mas tudo o que Lauren precisa saber ela vai saber por mim, e só por mim, então espero que você nos deixe sozinhas ou eu mesma te coloco pra fora, afinal essa casa ainda é minha, eu ainda sou casada com Lauren!! Respondeu Dinah, agora também em tom ameaçador.

- Acho que senti um tom de medo na sua voz não é mesmo Dinah?! Qual o seu medo?! Será que tem medo de que Lauren saiba que você não era uma simples prostituta?! Que você era a prostituta mais rentável e cara do puteiro de Lea?! Que era a favorita não só de homens, mas principalmente de muitas mulheres...velhas empresárias, mulheres influentes de Miami, depois mulheres influentes de Nova York...quantos programas por noite você fazia Dinah?! Não, noite só não...você era também acompanhante de luxo durante o dia, até de algumas pessoas bem conhecidas da Lauren não é mesmo?! Quer que eu comece a citar nomes?! Ou o seu medo é de que Lauren também descubra que você está envolvida não só em prostituição, mas em tráfico de mulheres, vídeos sadomasoquistas de dominação e submissão da Deep web e até na morte de algumas de suas amigas de profissão?! Afinal...de qual parte você tem mais medo de que eu comece a falar Dinah?! Alguém já te disse que quando você olha demais para dentro do abismo ele também olha para dentro de você?! Terminou Camila, com um olhar vitorioso sobre Dinah, que não conseguia encarar o rosto de Lauren...

Do outro lado da sala, uma Lauren petrificada ouvia cada palavra de Camila...não, nada daquilo que Camila vomitava sobre Dinah podia ser verdade, aquela Dinah que ela conhecera não era essa mesma Dinah que a latina descrevia...ou era?!


Notas Finais


PS: o que é essa batida forte de "Angel"...estou perdidamente apaixonada!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...