História Como a lua e o sol - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Hetero, Homo, Narusasu, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 179
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de mais nada, preciso dizer: Não me matem por causa desse capítulo!
Eu prometo que isso foi importante para o próximo!
Boa leitura a todos!

Capítulo 6 - Controle


Fanfic / Fanfiction Como a lua e o sol - Capítulo 6 - Controle

- Naruto, eu preciso... – Ele pausou com muita dificuldade de falar, arfando um pouco. – Eu preciso te dizer...

Ele permanecia arfando sem ar.

 

 

- Talvez eu esteja... - Ele continou.

Eu senti um meio mundo de água cair em nós dois.

Kiba gargalhava alto correndo com medo. Sakura e Ino haviam sido jogadas na piscina, suas expressões enfurecidas eram o motivo da correria de Kiba. Olhei para o meu lado, Sasuke já estava distante de mim se aproximando de Ino, enquanto Sakura saia da piscina a procura do rapaz brincalhão.

Ino entrelaçou seus braços envolta do pescoço de Sasuke e deu um selinho no rapaz.

E por alguns instantes, meu sangue subiu. Meu coração acelerou de uma profunda raiva inexplicável. O que ele precisava me dizer? Estávamos tão próximos e Kiba conseguiu estragar todo o momento. O que Sasuke faria se ele não tivesse jogado as meninas?

Sai da piscina, não era obrigado a ter que aguentar esse tipo de situação. Observei de longe todos e voltei para dentro de casa.

Neji estava deitado no sofá lendo seu livro. Atravessei a sala e ele colocou seu foco até a mim acompanhando meus passos. Entre a cozinha e sala não havia nenhuma divisória, assim permitindo ele continuar de olho em mim. Abri a geladeira e peguei uma cerveja.

- O que foi, Neji? – Questionei.

- Nada – ele deu de ombro e voltou a olhar seu livro. – Apenas é estranho você está aqui dentro e não lá fora.

Andei até uma poltrona do lado dele.

- Acontece... – me senti a vontade de responder apenas isso.

- Espero que você não arraste o resto da turma pra cá, quero paz.

- Por que você nunca se diverte, Neji?

- Não gosto de sol, piscina, entre outros, mas mais tarde quando a gente começar a beber, prometo que eu irei ficar lá fora com vocês.

Assenti e resolvi deixa-lo em paz.

Como eu não havia um quarto só meu, fui até o de Sakura que possuía uma varanda com uma bela vista para o mar. Fiquei observando as ondas distantes quebrando. Bebia devagar sem nenhuma pressa.

O que estava acontecendo? O que eu esperava que o Sasuke fizesse?

Eu realmente não estava bem da cabeça.

- Você está bem, Naruto? Eu estava te procurando – O rapaz de cabelos castanhos olhava-me preocupado.

- Estou sim – menti. – Só estou um pouco enjoado.

- Você não costuma se esconder desse jeito... – Ele permaneceu ao meu lado. – Tem certeza?

- Kiba, não estou mentido para você.

Ele segurou a minha mão e me olhou ainda preocupado. Desviei do seu olhar, não estava com interesse de me aprofundar nessa angustia que eu estava sentido agora e provavelmente era capaz de seu soltar tudo para o Kiba nesse mesmo instante.

Ele puxou o meu rosto para que eu pudesse continuar olhando nos seus olhos e beijou meu rosto.

- É uma pena que a gente não tenha um quarto para nós dois.

Kiba estava flertando comigo?

- Não gosto de colchões infláveis também – comentei para saber até onde ele iria.

- Naruto, não é disso que eu estou falando...

Olhei-o como se eu não tivesse entendido o que ele havia falado, mas eu com certeza havia entendido. Kiba realmente estava flertando comigo. Por que diabos ele estaria fazendo isso? Terminamos há tanto tempo ele nunca havia flertado comigo novamente.

Sua mão soltou a minha e começou a percorrer meu braço até chegar a minha nuca.

Seu rosto estava indo em direção ao meu, seus olhos se fecharam e sua expressão era engraçada. Talvez essa fosse a cara de um pré-beijo. Nunca havia reparado como nós ficamos engraçados quando fazemos bico de olhos fechados.

Eu não sabia o que fazer.

Seus lábios encostaram-se aos meus.

Eu deveria corresponder? Não, obviamente que não. Eu deveria ficar longe de qualquer confusão. Já não bastava esse sentimento do Sasuke voltando à tona, eu iria estar me envolvendo com alguém do passado?

Não, eu não deveria corresponder. Mas correspondi.

Entreguei-me aos seus lábios carnudos.

Kiba colou o seu corpo no meu, seus olhos estavam me penetrando. Ele começou a beijar meu pescoço sem ter nenhum dó.

- Kiba... – falei entre algumas respirações fortes.

- Você não quer? – Ele não me olhava, Kiba falava ao pé do meu ouvido me fazendo arrepiar cada pelo do meu corpo. – Eu posso parar se quiser – completou mordendo a ponta da minha orelha.

Eu não queria que ele parasse, meu corpo já estava pedindo continuação. Eu sabia que não era uma boa ideia. Entretanto, já estou farto de saber que eu nunca tomo as melhores decisões. Não consigo pensar com a cabeça de cima.

Em resposta puxei-o para a cama do quarto e sentei no seu colo conseguindo beijá-lo com urgência. Eu precisava transar com Kiba naquele momento. Eu precisava tirar toda essa energia sexual.

 

 

Kiba cochilava ao meu lado. Eram as poucas vezes que eu ele ficava tão quieto. Nós havíamos terminado porque eu simplesmente não gostava dele, porém eu não podia negar que ele era maravilhoso na cama e sabia exatamente o que fazer comigo, conhecia cada detalhe do meu corpo.

Droga.

Levantei colocando a minha roupa. Já havia escurecido e o som estava extremamente alto, com certeza, eles já estavam muito bêbados. Fui ao banheiro lavar o meu rosto. E, claro, havia uma mancha enorme no meu pescoço.

Kiba não tinha o mínimo de controle.

Bufei com raiva. O que o pessoal iria falar ao ver isso? Minha vontade era de deixar esse acontecimento em segredo, porém, obviamente, não seria mais possível.

O que o Sasuke iria achar disso? Estava farto de ouvir seus conselhos para não iludir mais o Kiba. Falhei mais uma vez.

Na verdade, eu quem não tinha o mínimo de controle.

Voltei para o quarto, agachei-me perto dele.

- Kiba? – Tentei acordá-lo com calma.

Ele não respondeu.

Não sabia se era pior enfrentar os outros sozinho ou ao lado dele.

Mas como não queria mais ficar ali naquele quarto, resolvi ir de encontro ao os outros.

Neji estava com um copo na mão descendo até o chão junto com a sua namorada. Shikamaru apenas estava sentando próximo aos outros fumando o seu cigarro acompanhado de Sasuke com uma garrafa de vodka nas mãos quase acabando, enquanto as meninas estavam dançando juntas.

- Puta que pariu – Ino gritou a me ver.

Todos os olhares voltaram-se para mim.

- Isso foi o Kiba? – Sakura disse analisando

Coloquei a mão no meu pescoço e sentei ao lado de Sasuke. Ele me analisava, seus olhos profundos estavam indecifráveis. Qual era a desse rapaz? Eu não posso entrar na dele. Não posso. Vou enlouquecer se eu fizer. Já existem muitos homens em minha vida.

- Realmente não seria uma boa ideia chamar Garra – Shikamaru brincou.

Revirei meus olhos e estiquei minha mão para pedir um pouco da bebida do meu amigo.

Ele ignorou. Levantou e foi para perto de Ino poder dançar.

Susuke dançando?

Ele realmente estava se sentindo incomodado ao estar do meu lado para ir fazer isso. Gostaria de ter um poder de ler mentes para saber o que ele estava pensando.

Eu só queria entender quando que minha diva virou de cabeça pra baixo.

Peguei a outra garrafa de bebida que estava ao lado de Shikamaru e coloquei em um copo.

- É impressão minha ou seu amigo está te encarando?

Era verdade. Sasuke estava dançando e me encarando.

- Naruto, você tem certeza que ele não é a fim de você? – Shikamaru me questionou entre uma tragada e outra.


Notas Finais


Gente, repito! Não me matem! hahaha Aguardem os próximos capítulos!
Obrigada quem leu até o final!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...