1. Spirit Fanfics >
  2. Como seria se você namorasse Jeon Jungkook? (BTS) 1 Temp. >
  3. Cap. 42

História Como seria se você namorasse Jeon Jungkook? (BTS) 1 Temp. - Capítulo 42


Escrita por:


Notas do Autor


Oie! Último cap de hoje!
Desculpem pelos erros ortográficos!
Espero que gostem!❤🦁

Capítulo 42 - Cap. 42



Eu nunca tinha visto JungKook tao relaxando desse  jeito. Nós nadavamos, conversamos e riamos, era perfeito, precisávamos daquilo.

  Um momento só nós dois, sem câmeras, sem fãs, sem disfarces... só nós.

- o que foi? Está muito pensativa- ele diz me colocando sentada em uma pedra que havia perto da beira mas que ainda me deixava dentro d'água.

- Estou pensando em nós

- Como assim?- ele se pôs  no meio das minhas pernas ficando de costas pra mim, deixei um selar na sua nuca e vi o mesmo se arrepiar

- Sabe...- comecei a jogar água nas costas dele e alisar as mesmas- tava pensando que  a gente tava precisando disso. Olha, estamos aqui, aproveitando, só nós dois, sem câmeras, sem fãs, sem disfarces...

- Isso é  muito bom- ele olha pra mim por cima do ombro com um sorriso.

- Sim, isso é muito bom- dei um selinho demorado no mesmo. Olhei em volta e vi que nao havia ninguém.- Que horas sao?

- Umas cinco

- Ja? A gente passou tanto tempo assim aqui?- ele assentiu e eu sorri fraco. Ele virou de frente pra mim e começou a dar selares no meu pescoco, meu pescoço estava molhada por causa do mergulho o que deixava a sensação mil vezes mais gostosa. - Depois eu sou a safada do relacionamento- disse tomando a cabeça levemente pra trás dando mais espaço pra ele.

- É que você ta me influenciando- ele diz rouco fazendo com que eu arrepiasse, senti a mão dele passar pela minha coxa e ir em direção a minha calcinha.

- O que você ta...- parei de falar e prendi a respiração sentindo seus dedos começarem a fazer movimentos circulares lentos no meu clitóris- Por Deus onde voce aprendeu isso?- deixei um gemido escapar e abri mais minhas pernas, ouvi uma risada nasal do JungKook que ainda beijava meu pescoço, comecei a rebolar tentando ter mais contato com os dedos do garoto que so faziam me provar.

  Ele me beijou de um jeito calmo e senti sua mae livre percorrer por minha costas e soltou meu biquíni o colocando na beira da piscina atras de mim, minhas pernas envolveram sua cintura o trazendo pra mais perto.

  Seus beijos desceram pra um dos meus seios onde ele mordia levemente e sugava com força meus mamilos.

   Puta merda, quem ensinou isso pra esse garoto?

Deixei um gemido alto escapar sentindo três dos seus dedos me penetrarem enquanto seu polegar ainda trabalha no meu clitóris. Minhas unhas foram ate suas costas e arranhei a mesma com  força fazendo o mesmo arfar, tirei minha calcinha colocando a mesma ao lado da parte de cima do biquíni. Abri a bermuda do mesmo, desci  da  pedra onde eu estava sentada e encostei minhas costas na mesma, segurei seu membro e encaixei o mesmo na minha entrada, envolvi minhas pernas em sua cintura fazendo ele gemer rouco e eu soltar  um gemido manhoso.

- Faça isso mais vezes- ele diz rouco começando com os movimentos de vai e vem dentro de mim. Levei uma das minhas mãos aos seus cabelos e apertei os mesmos, minha outra mão foi em direção ao suas costas onde ficaram cravadas la. Eu mordia os lábios tentando ao máximo nao gemer, ele me penetrou fundo e forte, tocando no meu ponto G me fazendo gritar de prazer-  Nao se contenha

  A partir daí eu ja tava gemendo como uma louca e gritando todos os palavrões que eu sabia em português. Ele me deixava louca, me dominava e acabava comigo de uma forma surreal, eu era toda dele e ele era todo meu.

Antes de chegamos ao nosso ápice ele saiu de dentro de mim.

- Nao posso dentro- ele diz ofegante e eu assenti.

- Deixa comigo- beijei seu peitoral e fui descendo pelo seu abdômen.

- Voce nao vai fazer isso...- sorri de lado e respirei tudo o ar que meus pulmões aguentavam e mergulhei.

  Yes, bitch é isso mesmo que você ta pensando.

Coloquei o membro dele  na minha boca rapidamente pra evitar que entrasse o mínimo de água possível na minha boca, eu tinha que fazer aquilo rápido se nao ia morrer afogada.  Minha cabeça fazia movimentos rápidos de vai e vem em seu membro  e sugando o mesmo com cuidado, eu podia sentir os pasmos dos seus músculos por causa do prazer, uma minhas mãos foram em direção a sua cintura e se  cravaram ali, parece que aquele foi o gatilho ja que o mesmo se desfez na minha boca. Cupi o sêmen  dele na água e subi o mais rápido que eu consegui logo respirando fundo.

  Seus lábios muito vermelhos eram a prova de que ele os mordia sem parar, seus olhos ja dominados por luxúria e prazer me encaravam como se eu fosse a última coisa que ele fosse tocar na sua vida. Ele me puxou pela cintura e me beijou ferozmente, sua mão apertou meu cabelo me fazendo arfar.

    Eu nunca tinha visto ele desse jeito.

Seus dedos me penetraram rapidamente fazendo-me morder seus lábios com força, ele me masturbava rapidamente e acertando meu ponto G rapidamente, o que fez com que eu me desfizesse rapidamente. Soltei um gemido alto e fechei os olhos sentindo os espasmos de prazes que meu corpo me fornecia.

Olhei pra ele e o mesmo sorriu fofo. E essa dualidade, amado???

- Isso foi incrível- foi a única coisa que saiu da minha boca.

- Eu concordo- ele sorriu- Vamos, se nao iremos perder os carros. Ele tinha razão, ja estava escurecendo.

Coloquei meu biquíni, sai da piscina, coloquei minha blusa e meu shorts e fomos em direção ao local onde ficava os carros



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...