História Contrato De Casamento ( imagine Castiel) - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Tags Contrato De Casamento
Visualizações 306
Palavras 1.293
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores, demorei? tive doente e não pude postar! sinto muito! gente obrigada por tudo!
Bora ler?

Capítulo 31 - Trinta e UMMMMMM!


Fanfic / Fanfiction Contrato De Casamento ( imagine Castiel) - Capítulo 31 - Trinta e UMMMMMM!

                                P.D.S\n

Depois da pequena demonstração de ciúmes do meu Ex , passei o resto  do dia com a Iris e a Vih fofocando.

************************ sábado**********************************

A sexta passou muito rápido e o sábado logo chegou... então decidi  causar um pouco. Me levantei, fiz minha higiene matinal e me arrumei. Vesti um short  muito curto ( autora: nas notas finais amores) e um blusa “pouco decotada”. A Karina  me deu mais umas dicas e disse para mim... ficar mesmo com o Ken para o Castiel provar do seu próprio veneno.  Fiz um rabo de  cavalo no cabelo e desci, todos estavam tomando café, o Ken sorrio de lado ao me ver e o Castiel jogou com força o guardanapo na mesa.

Karina: bom dia – ela sorri, vou até ela e lhe dou um beijo na bochecha – arrasou na roupa.

Castiel: S\n não está muito frio? Melhor vestir outra roupa mais quente – nego com a cabeça.

Debrah: deixa ela usar o que quiser amor... a vida é dela – me controlei para não arrancar os cabelos dessa cadela.

S\n: obrigada pela a preocupação, mais estou bem Castiel – reviro os olhos e me sento ao lado do Ken – Bom dia – sorri de forma gentil para ele.

Ken: melhor agora – mordi meu lábio inferior e olhei de forma sedutora ... ele sorri e pisca para mim.

S\n: me passa a manteiga Ken – ele me entrega – obrigada lindo – o Castiel socou a mesa e todos olham para ele.

Karina: o que é isso meu filho? -  nossos olhos se cruzam, mais logo desvio os olhos.

Castiel: S\n é impressão minha ou está dando em cima do Ken na minha frente – ele mim olha com raiva.

S\n: desculpas, vou fazer isso só que dessa vez escondido que é bem melhor – dou um sorriso malicioso.

Castiel: de jeito nenhum, você não vai dá em cima de ninguém – ergo uma sobrancelha ea Debrah o olha com raiva e depois para mim.

Debrah: o que você tem com a vida dessa – antes que ela pudesse continuar  a Karina fala.

Karina: parem já com isso, e comam quietos – todos fizemos o que ela pediu.

************************ mais tarde**********************************

Depois do café, não fiz  nada de interessante só assisti  TV e depois almocei, dormi um pouco. E agora vou descer para ver o que as outras pessoas estão fazendo. Vejo o Ken em um sofá mexendo no celular e o Castiel e a Debrah entrou ela quase em cima do colo dele, os dois no maior papo, estavam se divertindo... o que estou fazendo mesmo? Sabe de uma coisa? Agora vou curtir minha vida e parar de sofrer  por quem não me merece. Então desço e olhar do Castiel me seguem, vou até o Ken e me sento em sua perna e ele sorri.

S\n: oi? – sorri e ele segura em meu queixo.

Ken: oi – ele desce a sua mão até meu quadril  e seus olhos vão direto para meu decote -  seguro em seu queixo e ergo seu rosto e sem pensar duas vezes o beijo...  óbvio que ele retribuiu...

Castiel: licença – ele pega meu braço e me puxa me fazendo levantar e ficar contra seu corpo.

Debrah: Casty! Deixa esses dois ! se comerem se quiserem... você não tem nada haver com isso  - ergo minha cabeça e o Castiel está olhando fixamente para meus olhos – Meu Deus!  Castiel o que você quer? Larga ela – o Castiel não se move.

Ken: larga ela Castiel e larga de ser criança a fila anda e rápido – e não se movemos, continuamos na mesma.

Debrah: larga logo ela! Eu sou sua namorada! – ele respira fundo.

Castiel: CALA A BOCA DEBRAH! S\n vem comigo, tenho que falar com você e não é uma opção – olho incrédula para ele  - vem -  ele segura em minha mão e me leva para o escritório – o que você está fazendo S\n? quer me torturar é isso?

S\n: não Castiel estou fazendo o mesmo que você seguindo minha vida – ele segura meu rosto com ambas as mãos.

Castiel:  não faça isso... por favor eu te peço – fala serio.

S\n: você quer que eu fique te esperando o resto da minha vida enquanto você se diverte com seu amor? – ele nega com a cabeça.

Castiel: ela não é meu amor! Você que é S\n, você só você  - tiro suas mãos do meu rosto.

S\n: e por que você  está com ela? – ele baixa a cabeça e passa as mãos pelos cabelos.

Castiel: ela disse que ia se matar... – o olho confusa -  se eu não ficasse com ela -  e ele simplesmente cedeu a chantagem dela assim tão fácil?

S\n: e nossa como está sendo difícil para você ficar com ela em... – nego com a cabeça  e ele segura em minha mão.

Castiel: eu vou resolver isso e poderemos voltar – mordo meu lábio inferior e respiro fundo .

S\n: você quer que eu te espere? Nem sei quanto tempo... enquanto fico  sozinha enquanto você transa com outra?  Sabe qual minha resposta? Não Castiel, eu não vou te esperar e enquanto você fica com a Dedrah outro homem vai fazer por você  está fazendo com a outra – ele passa a mão no cabelo e me encara com um olhar frio.

Castiel: eu não vou suportar isso S\n, só imaginar em você transando com outro – ele soca a parede com força – eu não vou deixar isso acontecer nem que tenho que te algemar a mim.

S\n: você não pode me impedir de viver – ele pega em meu pulso e me puxa contra ele e me aperta.

Castiel: eu te amo e sei que você sente o mesmo por mim -  ele me afasta e me beija com muito desejo e como uma besta acabo retribuindo.... e acabamos nos largando sem folego, ele passa os dedos sobre meus lábios e volta a mim beijar e me conduz até sua mesa... – eu te amo muito, muito mesmo – ele me coloca em cima da mesa e volta a me beijar, seus lábios descem para meu pescoço... ele beija e mordisca meu pescoço... meu corpo está arrepiado e não controlo mais minha respiração, o puxo para mais perto de mim e cravo minhas unhas em suas costas e ele solta  um leve gemido. Eu não posso fazer isso! Não sou a outra! Eu o empurro de leve – o que foi?

S\n: isso não pode voltar a acontecer – ajeito meu cabelo e desço da mesa – não sou a outra.

Castiel: eu não vou desistir de você , nunca! Mesmo que você esteja com outro – ele falou a ultima forma como doessem muito... ele me beija loucamente. Me afasto e saio rápido daquele local. S\N SUA BURRA! BURRA! Subo rápido as escadas e  vou direto para o chuveiro e fico lá tomando um banho por quase meia hora. Depois que sai me arrumei. Foi que me lembrei que deixei um pingente em algum lugar no quarto do Castiel. Tenho que pega –lo é de herança de família minha mãe vai ficar muito chateada se descobrir que o perdi. Então fui para o quarto do Castiel, e claro conferi se não tinha ninguém lá não sou tão doida assim. Entro e olho para a cama onde passamos momentos maravilhosos juntos e que agora ele coloca outra. S\n foca procura! Comecei a revistar o quarto... mais não o achei nada no quarto! Tenho certeza que ele está por aqui... então fui no banheiro e quando eu estava procurando vejo a porta do quarto abrir.

Debrah: vem gatinho vamos nós divertir um pouquinho – meu coração ficou pequeno... não vou suportar os ouvir trasando onde foi o nosso ninho de amor...  – que tal tomarmos um bainho antes? Para relaxarmos – tampo minha boca, eles vão me pegar aqui e pior vão me ver sofrendo...

Continua....   


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...