História CrossFire - Imagine Min Yoongi (Suga BTS) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 118
Palavras 2.408
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha so quem está aqui, antes tarde do que nunca não é mesmo? Rs


Boa Leitura ❤

Capítulo 4 - Tentação


Fanfic / Fanfiction CrossFire - Imagine Min Yoongi (Suga BTS) - Capítulo 4 - Tentação

Agust D — Yoongi. —Ele diz após alguns segundos, ainda ofegante, chamando a minha atenção. Olho para ele rapidamente e viro na primeira rua que eu vejo. Yoongi? Esse não é o nome do cara que vim investigar? Se eu não me engano é isso mesmo. Mas por que ele disse esse nome?

_____ — Yoongi? —Olho para ele curiosa.

Agust D — Meu nome, é Yoongi.

.....

Fico em silêncio e verifico o retrovisor para ver se a viatura ainda estava atrás de nós, por sorte não está. Olho pra frente e entro em uma avenida.

Yoongi — Como se chama? —Fico poucos segundos ainda calada. Meu primeiro nome ainda é o mesmo, ao menos eu acho que é.

_____ — _____. —Digo prestando atenção na rua, mesmo estando mentalmente desconcertada. Onde eu fui me meter? Além de perder um carro que nem é meu, que ta grampeado até mandar parar, ainda foi pra pessoa que vim investigar. Eu so faço merda mesmo, devia ter ficado na porcaria do apartamento vendo qualquer coisa na televisão.

Yoongi — Bom, obrigado.

_____ — Disponha.

Yoongi — Mas eu ainda ganhei a aposta e quero o carro. —O olho. É claro que ele não ia esquecer dessa maldita aposta.

_____ — Você ia ser preso sabia?

Yoongi — Eu já agadeci. Não vou deixar você ficar com o carro. Uma aposta é uma aposta. A menos que você não tenha o carro. —Ele diz me olhando. Suspiro. Em nenhum momento ele tirou a expressão seria do rosto. Ele parece ser o tipo de cara que faz a linha de durão mal caráter, eu realmente estou fodida.

_____ — Você vai ter o carro.

Yoongi — Ótimo. —Suspiro.

_____ — Pra onde quer ir?

Yoongi — Acho que devíamos ir pra sua casa. —Automaticamente eu o olho de novo, ele também me olha. Queria saber se isso realmente teve ou não o sentido que eu entendi. O tom de sua voz dele foi suspeito, mas ele ainda se mantém sério.

_____ — Se for pro que eu tô pensando, não vai acontecer.

Yoongi — Você só pensa em sexo?

_____ — Não, mas eu não te conheço, o que quer que eu pense que você quer depois de tudo? —Ele so levou prejuizo hoje, tudo por minha culpa. Mesmo eu dando o carro pra ele, isso não vai suprir o estrago que fiz.

Yoongi — Eu quero que você vá para casa para que não precise andar ate lá, eu pego o meu carro, que no caso ainda é esse, e vou embora. —Ele diz tudo calmante mas de uma forma como se isso fosse óbvio. Eu não entendo. No mesmo momento que ele diz em um duplo sentido.. Já não diz mais. Ele queria que eu entendesse "errado". Sinto que ele está jogando comigo. E por um momento eu esqueci que o carro que estou dirigindo é dele.

Ele também parece o tipo de pessoa fria que não se importa com absolutamente nada, é tudo na base do foda-se. 

Logo estaciono carro em frente a minha casa. Isso é muita burrice, além de saber meu nome, ele sabe onde moro e agora vou ter um puta trabalho pra não entrar mais ainda na merda. Se eu pudesse refazia as minhas malas que desfiz mais cedo e sumia daqui.

Yoongi — Você tem uma semana. —Ele diz chamando a minha atenção e se referindo a entrega do carro. Acho até que é tempo demais.

_____ — Ou? —O olho. Minha voz saiu com um leve tom de desafio, que não era exatamente a minha intenção.

Yoongi — Não queira saber. —Solto uma breve risada nasal. — Você destruiu meu carro. O "ou?" não seria só por você não cumprir com o combinado.

_____ — É uma ameaça?

Yoongi — Não. —Arqueio uma sobrancelha. Ele parece dizer a verdade, como se nada sério fosse acontecer comigo. O foda é que eu não sei se é verdade mesmo ou irônia.

_____ — Claro. —Desço. Ele passa pro banco do motorista e me olha pela janela. — Mas pensa pelo lado bom, agora você vai poder arrumar um motor que realmente aguente a potência de um carro de dez segundos como esse. —Ele sorri ladino ao ouvir minhas palavras enquanto passa a mão pelo volante, ele parece estar incrédulo mas ao mesmo tempo achando graça do que falei.

Yoongi — A culpa não foi do motor, gata. Você tinha tudo pra ganhar, mas se desesperou. Como todo mundo.

_____ — Eu não me desesperei. —Ele encara meu rosto e eu me afasto da porta pra que ele possa ir embora. Tecnicamente não me desesperei durante a corrida, só quando o carro morreu.

Yoongi — Até mais. —Ele diz, mas antes que eu responda ele sai cantando pneu.

O cheiro de pneu queimado paira no ar, suspiro e entro em casa. Talvez eu esteja julgando demais, mas eu diria que ele tem perfil pra fazer os assaltos. Não sei. Talvez seja minha mente ainda desconcertada por tudo o que aconteceu nos últimos dias. 

Ao mesmo tempo que eu acho que vai ser fácil, eu acho que vai ser difícil. Ele exala mistério, frieza. Não sei se vou conseguir algo dele, ele parece imprevisível demais. Tenho que ganhar a confiança primeiro, me aproximar, isso vai precisar de tempo e muito cuidado. Qualquer vacilo vaí tudo por água abaixo.

•••

Depois de uma longa madrugada, encontro a solução para o meu problema com o carro grampeado.

Agora trabalho em uma loja de peças automotivas no centro. James, o dono, tem um tipo de parceria com a "oficina" do Yoongi, que na verdade não é bem uma oficina, já que ele só "cuida" dos carros dele e da sua 'equipe'. James fornece algumas peças e Yoongi oferece clientes já que todos querem o que ele usa nos carros dele. Parece até justo. Com James eu consegui um Toyota Supra, que não esteja com escutas ou grampreado. Foi sorte ele ter cooperado com minha "missão", aliás, ele foi obrigado a isso já que o governo ta metido na jogada e ele seria preso, por algumas merdas que ele fez, caso não ajudasse.

Estaciono o carro da loja onde trabalho em frente a oficina de Yoongi, que fica ao lado da casa dele. Eu técnicamente guinchei o Toyota até aqui. Entro na oficina encontrando ele, Sun e Jungkook olhando um motor. Os três me olham, noto que Sun revira os olhos e suspira logo desviando o olhar de mim, sinto que atrapalhei alguma coisa já que ela tava quase montando em cima do Yoongi, aparentemente ela não se importa com a presença de Jungkook.

Yoongi — Olha só quem temos aqui. —Ele diz limpando as mãos sujas em um pano. O reparo bem. Ele está com uma calça preta e uma camisa de manga curta. Seus braços são tatuados e ele possui alguns músculos definidos, mas não muito. Ele é incrivelmente sexy sem nem se esforçar, e eu não devia olha-lo com esses olhos. — Veio trazer meu carro? —Volto a mim e sorrio. Quero até ver a reação dele quando ver o carro.

_____ — Exatamente.

Yoongi — Me mostre então. —Saio da oficina sendo acompanhada por ele e por Sun. — Você tá de sacanagem né? —Ele diz alternando seu olhar entre eu e o carro.

_____ — É seu carro de dez segundos. —Ele franze a testa.

Yoongi — Meu carro? —Ele pergunta rindo como quem acha que esta numa pegadinha.

Sun — Isso tá mais pra uma lata velha. —Ela diz toda debochada. Solto uma breve risada nasal. Nem é pra tanto, se bem que o carro tá batido e a lataria tá em péssimo estado.

Yoongi — Gata, aqui não é lixão.

_____ — Olha primeiro o que tem embaixo do capô.

Yoongi — E isso tem motor? —Acabo rindo. Eu teria a mesma reação vendo o estado do carro.

_____ — Tem.

Yoongi — Tá certo. —Ele se aproxima do carro e eu abro o capô.

Jungkook — Caralho. —Ele diz ao chegar perto de nós e analisar o motor. Se não tivesse o visto se aproximar com certeza me assustaria com sua voz aparecendo derrepente.

_____ — Isso sim é motor pra um carro de dez segundos, Yoongi. —Ele apoia as mãos no carro e me olha.

Yoongi — Onde arrumou esse carro? —Ele pergunta num tom um pouco mais sério, parece bem desconfiado.

_____ — Num lixão. —Digo e dou um sorrisinho debochado. Ele solta uma risada soprada voltando a olhar o motor.

Yoongi — Você trabalha comigo agora. Conversei com o James. —O olho. Se eu realmente for trabalhar com ele, as coisas vão facilitar muito para o meu lado. Vou poder me aproximar e saber o que acontece. Isso ta fácil demais pra ser verdade.

_____ — Sério? —Ele assente.

Yoongi — Que maravilha. —Ele diz mais pra si mesmo, se referindo ainda ao motor. — Seu primeiro trabalho é esse carro. Vai me ajudar a reformar ele.

_____ — Ta de sacanagem né?

Yoongi — Não, eu não estou. —Ele diz fechando o capô. Era só o que me faltava, vai dar um puta trabalho, se fosse pra ser assim eu tinha tirado as escutados do meu e dado logo pra ele. — Vamos começar ainda hoje.

•••

Jungkook fez o design do carro pro Yoongi, Sun ficou encarregada de ir arrumar as peças e eu de sofrer montando o carro junto com ele. Começamos tirando algumas peças e partes pequenas que não tinham como salvar. Ficamos o dia todo desmontando o carro, meu único momento de paz foi quando ele estava recebendo as peças.

Yoongi — Belo trabalho. —Ele diz me olhando. Sento em cima de uma mesa que tinha próxima a mim e respiro fundo antes de responder.

_____ — Eu sei. —Ele solta uma breve risada nasal.

Yoongi — Parece cansada.

_____ — É porque eu estou. É a primeira vez que mexo tanto em um carro. —Eu so queria tomar um banho deitar e fingir que não existo, mais nada.

Yoongi — Entendo. —Ele lava as mãos em uma pequena pia na direção oposta a minha.

_____ — Como você entrou pra essa vida? —Ele me olha por cima do ombro. Talvez eu tenha sido direta demais. Eu tenho que demonstrar menos interesse na vida dele.

Yoongi — Do mesmo jeito que você. —Franzo a testa, sua resposta me surpreendeu e ele notou isso. — Internet é tudo. —Sinto meu corpo gelar com essa frase, minha respiração começa a pesar. — Sei algumas coisas sobre você. —Parece que levei um tapa na cara. Não acredito nisso, será que ele descobriu que sou ex policial, descobriu o que vim fazer? Mas não pode ser, o FBI não deixaria minha verdadeira ficha na internet, ou deixaria por um erro?

_____ — O que você sabe? —Eu não posso me entregar de bandeja também, preciso saber primeiro o que ele sabe. Se bem que ele pode estar fazendo algum joguinho comigo, sei que ele gosta disso.

Yoongi — Que se interessou por rachas desde bem nova, ficou em um internato para menores infratores por um tempo, foi presa algumas vezes por pequenos crimes e participações em corridas de rua e agora está aqui. —Eu não fiquei em nenhum internato e nem cometi pequenos crimes.. Talvez ele não saiba, mas talvez ele esteja apenas querendo ver onde vou chegar, até quando vou mentir.

_____ — So isso?

Yoongi — Tem mais? —Ele pergunta vindo até a mesa onde estou sentada. Aparentemente ele não sabe de nada. Aos poucos a sensação de alívio vai tomando conta de mim por inteiro. 

_____ — Sempre tem. —Ele me olha nos olhos. Sinto que ele está vendo através da minha alma, seus olhos negros me cativam e isso faz com que eu me arrepie, não quebro o contato visual, mas ele sim. Ele descaradamente olha minha boca. O silêncio entre nós é cortante e avassalador. 

Yoongi — Pode me contar o restante. —Ele diz baixo por estarmos relativamente perto um do outro. Então ele olha nos meus olhos novamente se aproximando mais de mim.

_____ — Fica pra outro dia. —Digo descendo da mesa. — Acho que já vou, amanhã a gente termina. —Digo me referindo ao carro.

Yoongi — Tudo bem. —Passo por ele pra ir em direção a porta, porém ele segura meu pulso. Olho para sua mão em meu pulso e em seguida o olho.

_____ — O que está fazendo?

Yoongi — Quer descobrir? —Arqueiro uma sobrancelha. Já odeio seu hábito de responder minhas perguntas com mais perguntas. Antes de poder o responder, ele me puxa pra si e me beija.

Fico surpresa, paralisada, só volto a mim ao sentir ele soltar meu pulso e envolver minha cintura com as mãos. O empurro e dou um tapa em seu rosto por impulso. Seu rosto vira um pouco para o lado com o impacto e seus lábios formam um sorrisinho incrédulo, mas um sorrisinho também de quem esta gostando da situação, ele passa a língua pela bochecha e me olha. Que merda.

Yoongi — Agressiva você. Gostei. —Ele diz já assumindo sua expressão séria de sempre.

_____ — Eu não disse que queria descobrir.

Yoongi — Mas ia dizer. —Sim eu ia, só que eu não esperava um beijo. Confesso que eu também não esperava que ele fosse um cafajeste daqueles que acham que todas caem aos seus pés, mas é o que ta parecendo aqui. — Não é de hoje que começamos a trocar olhares, não é de hoje que percebi que o que tem entre nós é recíproco.

_____ — O que tem entre nós? —Aparentemente, agora uma tensão sexual. Querendo ou não ele faz meu tipo, estaria mentindo se dissesse que ele não me atraí nem um pouco. 

Yoongi — É o que quero descobrir. —Ele sabe tão bem quanto eu o que ta acontecendo aqui. O tapa foi no impulso e ele percebeu isso, tenho certeza, inclusive o local está vermelho e é visível a marca dos meus dedos.

_____ — Um dia você descobre.

Yoongi — Vai me bater de novo se eu tentar descobrir hoje e agora? —Ele se aproxima novamente de mim, até eu encostar na mesa e ficar sem saida. Esse homem é uma verdadeira tentação. Ele segura minha cintura e eu levo minhas mãos até seu peitoral.

_____ — Talvez.. Acha que vale arriscar seu lindo rostinho?


Notas Finais


Esse capítulo foi só um "Não morri, a estória continua".
É provável que eu vá ficar um tempo sem postar novamente porque não terminei de escrever e como já disse, pretendo terminar tudo antes de postar. Porém, senti que devia dar um presentinho pra vocês, algo que diz que eu ainda não desisti disso aqui.. e cá estou eu :)
E bom, mudei o nome da história e consequentemente a capa também, achei que faria mais sentido CrossFire.

A estória esta seguindo a linha de V&F mas isso mudará, não completamente, mas mudará. Aguardem.
Então, até uma próxima vez..

Amo vcs meus xuxuzes ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...